A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA ALAVANCAGEM Resulta do uso de ativos ou.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA ALAVANCAGEM Resulta do uso de ativos ou."— Transcrição da apresentação:

1 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA ALAVANCAGEM Resulta do uso de ativos ou recursos de custo fixo para maximizar os retornos aos proprietários da empresa. ESTRUTURA DE CAPITAL É a combinação de dívida de longo prazo e capital próprio mantidos pela empresa.

2 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA ALAVANCAGEM Geralmente, aumentos na alavancagem resultam em um crescimento no retorno e no risco, ao passo que diminuições na alavancagem resultam em uma diminuição no retorno e no risco. O montante de alavancagem na estrutura de capital da empresa – estrutura de capital é a combinação da dívida de longo prazo e capital próprio mantidos pela empresa – pode alterar significantemente seu valor, ao afetar o retorno e o risco. Diferentemente de algumas causas de risco, a administração tem o controle quase completo sobre o risco introduzido através do uso da alavancagem.

3 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA ALAVANCAGEM Três tipos de alavancagem podem ser melhor definidos: o Alavancagem operacional o Alavancagem financeira o Alavancagem total

4 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA ALAVANCAGEM o Alavancagem operacional Se preocupa com a relação entre as vendas da empresa e seus lucros antes dos juros e do imposto de renda, ou LAJIR (= LUCRO OPERACIONAL) o Alavancagem financeira Se preocupa com o relacionamento entre o LAJIR da empresa e seus resultados por ação sobre ações ordinárias (LPA) o Alavancagem total Se preocupa com o relacionamento entre as receitas de vendas da empresa e o LPA.

5 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA ANÁLISE DE PONTO DE EQUILÍBRIO = ANÁLISE DE CUSTO – VOLUME – LUCRO É usada pela empresa para: 1)Determinar o nível de operações necessário para cobrir todos os custos operacionais; 2)Avaliar a lucratividade associada aos vários níveis de vendas. O ponto de equilíbrio operacional da empresa é o nível de vendas necessário para cobrir todos os custos operacionais, ou seja, neste ponto, os lucros antes dos juros e do imposto de renda se igualam a zero.

6 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA RECEITA DE VENDAS ´(-)CUSTOS DOS PRODUTOS VENDIDOS ALAVANCAGEM´(=)LUCRO BRUTO OPERACIONAL´(-)DESPESAS OPERACIONAIS ´(=)LAJIR ( LUCRO ANTES DOS JUROS E IMPOSTO DE RENDA)ALAVANCAGEM ´(-)JUROSTOTAL ´(=)LUCRO LÍQUIDO ANTES DO IMPOSTO DE RENDA ALAVANCAGEM´(-)DIVIDENDO DE AÇÕES PREFERÊNCIAIS FINANCEIRA´(=)LUCRO DISPONÍVEL PARA OS ACIONISTAS DE AÇÕES ORDINÁRIAS ´(-)LUCRO POR AÇÃO (LPA)

7 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA Abordagem algébrica P= preço de venda por unidade Q = quantidade de vendas em unidade F = custo operacional fixo por período V = custo operacional variável por unidade Reescrevendo os cálculos algébricos, como uma fórmula de lucros antes dos juros e dos impostos de renda, teremos: LAJIR = (P * Q) – F – (V *Q) => LAJIR = (P*Q) – (V*Q) - F E se simplificarmos, colocando o Q em evidência, teremos : LAJIR = Q * (P – V) – F Como o ponto de equilíbrio é zero, teremos: Q = F / (P –V) Logo Q é o ponto de equilíbrio operacional da empresa.

8 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA Exemplo: A empresa EMITEC, uma pequeno varejista, tem um custo operacional fixo de $ 2.500, seu preço de venda por unidade é de $ 10, e seu cuto variável por unidade é de $ 5. Aplicando a equação (Q = F / P-V), para estes resultados teremos: RECEITA DE VENDASP * Q ALAVANCAGEM´(-)CUSTOS OPERACIONAIS FIXOS- F OPERACIONAL´(-)CUSTOS OPERACIONAIS VARIÁVEIS- V * Q ´(=) LAJIR ( LUCRO ANTES DOS JUROS E IMPOSTO DE RENDA) = LAJIR Matematicamente: Q = 2500 / 10 – 5 => Q = 2500/5 => Q = 500 unidades Nas vendas de 500 unidades, o LAJIR da empresa deve ser apenas igual a zero.

9 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA Abordagem Gráfica LAJIR

10 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA MUDANDO CUSTOS E O PONTO DE EQUILÍBRIO OPERACIONAL O ponto de equilíbrio de uma empresa é sensível a um número de variáveis: custo operacional fixo(F), preço de venda (P)unitário e custo operacional variável(V). Aumento na variávelEfeito Ponto Equilíbrio Operacional Custo Operacional FixoAumenta Preço de Venda UnitárioDiminui Custo Operacional VariávelAumenta

11 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA MUDANDO CUSTOS E O PONTO DE EQUILÍBRIO OPERACIONAL O ponto de equilíbrio de uma empresa é sensível a um número de variáveis: custo operacional fixo(F), preço de venda (P)unitário e custo operacional variável(V). Diminuição na variávelEfeito Ponto Equilíbrio Operacional Custo Operacional FixoDiminui Preço de Venda UnitárioAumenta Custo Operacional VariávelDiminui

12 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA MUDANDO CUSTOS E O PONTO DE EQUILÍBRIO OPERACIONAL Exemplo: Suponha que a EMITEC, queira avaliar o impacto de várias opções: (1)Um aumento nos custos fixos operacionais para $ (2)Aumento no preço de venda unitário para $ 12,50 (3)Aumento no custo operacional variável unitário para $ 7,50 e (4)Simultaneamente implementando todas as três alterações. Substituindo os dados, teremos:

13 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA (1)Ponto de Equilíbrio Operacional = Q = F / P-V Q = 3 000/(10-5) = 600 unidades (2) Ponto de Equilíbrio Operacional = Q = F / P-V Q = 2 500/(12,5-5) = 333,3 unidades (3) Ponto de Equilíbrio Operacional = Q = F / P-V Q = 2 500/(10 – 7,5) = unidades (4) Ponto de Equilíbrio Operacional = Q = F / P-V Q = 3 000/(12,50 – 7,5) = 600 unidades

14 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA Comparando os pontos de equilíbrio resultantes, ao valor inicial de 500 unidades, podemos ver que o aumento do custo (1) e (3) eleva o ponto de equilíbrio, enquanto um aumento na receita (2) diminui o ponto de equilíbrio. O efeito combinado de aumentar todas as três variáveis (4) também resulta em um aumento no ponto de equilíbrio operacional.

15 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA Alavancagem Operacional A alavancagem operacional resulta da existência de custos fixos operacionais no fluxo de lucros da empresa. Uso potencial de custos fixos operacionais para aumentar os efeitos das mudanças nas vendas sobre os lucros da empresa antes dos juros e do imposto de renda.

16 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA Usando os dados anteriores: P= $ 10, V = $ 5 por unidade, F = $ (1)Um aumento de 50% nas vendas (de para 1 500) resulta em... Caso 1 Vendas ( unidades) Receita de Vendas10.000, ,00 Menos - Custos operacionais fixos(2.500,00) Menos - Custos operacionais variáveis(5.000,00)(7.500,00) Lucro = LAJIR2.500, ,00 (1)Um aumento de 50% nas vendas (de para 1 500) resulta em um aumento de 100% no LAJIR.

17 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA Usando os dados anteriores: P= $ 10, V = $ 5 por unidade, F = $ (2) Uma diminuição de 50% nas vendas ( de para 500) resulta em... Caso 2 Vendas ( unidades) Receita de Vendas10.000, ,00 Menos - Custos operacionais fixos(2.500,00) Menos - Custos operacionais variáveis(5.000,00)(2.500,00) Lucro = LAJIR2.500,000,00 (2) Uma diminuição de 50% nas vendas ( de para 500) resulta em uma diminuição de 100% no LAJIR.

18 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA Nestes exemplos, podemos ver que a alavancagem operacional funciona em ambas as direções. Quando uma empresa tem custos operacionais fixos, a alavancagem operacional está presente. Um aumento nas vendas resulta em um aumento mais-do-que-proporcional nos lucros antes de juros e impostos de renda; uma diminuição nas vendas resulta em uma diminuição nas vendas resulta em uma diminuição mais-do-que-proporcional nos lucros antes de juros e imposto de renda.

19 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA Medindo o Grau de Alavancagem Operacional (GAO) O grau de alavancagem operacional (GAO) é a medida numérica da alavancagem operacional da empresa. Ele pode ser derivado da seguinte equação: GAO = Variação Percentual LAJIR / Variação Percentual Vendas Se o GAO for maior do que 1,0, existe alavancagem operacional. Se o GAO for maior do que 1,0 a variação percentual do LAJIR é maior do que a variação percentual das vendas

20 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA Medindo o Grau de Alavancagem Operacional (GAO) O grau de alavancagem operacional (GAO) é a medida numérica da alavancagem operacional da empresa. Ele pode ser derivado da seguinte equação: GAO = Variação Percentual LAJIR / Variação Percentual Vendas Aplicando o GAO nos exemplos anteriores teremos (1) GAO = + 100% / 50% = 2,0 (2) GAO = -100% / -50% = 2,0

21 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA GAO NO NÍVEL BASE DE VENDAS Q= Q * (P – V) / Q * (P – V ) –F GAO NO NÍVEL BASE DE VENDAS Essa fórmula é direta para calcular o grau de alavancagem operacional em um nível base em vendas, Q. Substituindo Q = P = $ 10 V = $ 5 e F = $ 2 500, temos: GAO a 1000 unidades= 1000*(10-5) / 1000 * (10-5) = 5 000/ = 2

22 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA Exemplo: Presuma que a EMITEC, troque uma parte dos seus custos operacionais variáveis por custos operacionais fixos, eliminando comissões de vendas e aumentando os salários de vendas. Essa troca resulta em uma redução no custo operacional variável por unidade de $ 5,00 para $ 4,50 e em um aumento nos custos operacionais fixos de $ para $ Faça os cálculos do novo GAO. Substituindo Q = P = $ 10 V = $ 4,5 e F = $ 3 000, temos: GAO a 1000 unidades= 1000*(10-4,5) / 1000 * (10-4,5) = 5 500/ = 2,2 Comparando este valor com o GAO de 2,0 de antes da troca por mais custos fixos, está claro que quanto maiores forem os custos operacionais fixos da empresa, em relação aos custos operacionais variáveis, maior grau de alavancagem operacional.

23 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA ALAVANCAGEM FINANCEIRA Potencial de uso de custos fixos financeiros para maximizar os efeitos de variações em lucros antes de juros e imposto de renda nos lucros por ação da empresa. A alavancagem resulta da presença de custos fixos financeiros no fluxo de lucro da empresa. Os dois custos fixos financeiros que podem ser encontrados na demonstração de resultados da empresa são: (1)Juros sobre dívidas (2)Dividendos sobre ações preferenciais.

24 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA Carlos Jefferson, tem uma pequena empresa de alimentos e espera um LAJIR de $ 10 mil neste ano. Ele tem uma obrigação de $ 20 mil com uma taxa de juros anual de 10% e uma emissão de 600 ações preferenciais de $ 4 (dividendo anual por ação) por ação preferencial em circulação. A empresa possui mil ações ordinárias em circulação. Quais os juros anuais na emissão da obrigação? Quais são os dividendos? Veja tabela que apresente os lucros por ação correspondentes ao nível de LAJIR de $ 6 mil, $ 10 mil e $14 mil, assumindo que a empresa está na alíquota do imposto de renda de 40%.

25 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA Carlos Jefferson, tem uma pequena empresa de alimentos e espera um LAJIR de $ 10 mil neste ano. Ele tem uma obrigação de $ 20 mil com uma taxa de juros anual de 10% e uma emissão de 600 ações preferenciais de $ 4 (dividendo anual por ação) por ação preferencial em circulação. A empresa possui mil ações ordinárias em circulação. Quais os juros anuais na emissão da obrigação? São de $ 2 mil (0,10* $ 20 mil) Quais são os dividendos? Os dividendos anuais na ação preferencial são de $ ($ 4/ ação * 600 ações). Veja tabela que apresente os lucros por ação correspondentes ao nível de LAJIR de $ 6 mil, $ 10 mil e $14 mil, assumindo que a empresa está na alíquota do imposto de renda de 40%.

26 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA LAJIR Menos (-) Juros (J)(2.000) Lucro Líquido antes do Imposto de Renda Menos (-) Imposto de Renda (T = 0,40)(1.600)(3.200)(4.800) Lucro Líquido após Imposto de Renda Menos (-) Dividendos de ações Preferenciais (DP)(2.400) Lucro Disponível aos acionistas ordinários ( LAC) Lucro por Ação= LPA (1000 ações)02,404,80

27 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA O grau de alavancagem financeira, o GAF, é a medida numérica da alavancagem financeira da empresa. A equação mostra: Sempre que o resultado for maior do 1, existe alavancagem financeira, ou seja a variação no LPA é maior que a variação no LAJIR. GAF = Percentagem de variação no LPA / Percentagem de variação no LAJIR (1) GAF = +100% / +40% = 2,5 (2) GAF = -100% / -40% = 2,5

28 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA O grau de alavancagem financeira, o GAF, é a medida numérica da alavancagem financeira da empresa. A equação mostra: Sempre que o resultado for maior do 1, existe alavancagem financeira, ou seja a variação no LPA é maior que a variação no LAJIR. GAF em um nível base de LAJIR = LAJIR / LAJIR – J – (DP *(1/1-T)) GAF = Percentagem de variação no LPA / Percentagem de variação no LAJIR

29 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA Substituindo LAJIR = $ , J = $ 2 000, DP= $2 400 e alíquota de impostos (T=0,40) na equação, temos: GAF em um nível base de LAJIR = LAJIR / LAJIR – J – (DP *(1/1-T)) GAF $ LAJIR = / – – (2 400 *(1/1-0,4)) GAF $ LAJIR = / 4 000= 2,5

30 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA ALAVANCAGEM TOTAL O potencial para usar custos fixos tanto operacionais quanto financeiros para maximizar o efeito de variações nas venda sobre o LPA da empresa. A alavancagem total, portanto, pode ser vista como o impacto total dos custos fixos na estrutura financeira e operacional da empresa.

31 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA A Quebra Dente, uma pequena companhia de cereais, espera vendas de 20 mil unidades a $ 5 por unidade no ano vindouro e deve satisfazer as seguintes condições: custos operacionais variáveis de $ 2 por unidade, custos operacionais fixos de $ 10 mil, juros de $ 20 mil e dividendos por ações preferenciais de $ 12 mil. A empresa está na faixa de alíquota de imposto de renda de 40% e tem 5 mil ações ordinárias em circulação. Faça os cálculos necessários, para venda de 20 mil e 30 mil unidades. Quais as conclusões ?

32 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA Venda 20 milVenda 30 mil Vendas ( unidades) Receita de Vendas Menos - Custos operacionais fixos(10.000) Menos - Custos operacionais variáveis(40.000)(60.000) Lucro = LAJIR Menos (-) Juros (J)(20.000) Lucro Líquido antes do Imposto de Renda Menos (-) Imposto de Renda (T = 0,40)(12.000)(24.000) Lucro Líquido após Imposto de Renda Menos (-) Dividendos de ações Preferenciais (DP)(12.000) Lucro Disponível aos acionistas ordinários ( LAC) Lucro por Ação= LPA1,204,80

33 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA Venda 20 milVenda 30 mil Vendas ( unidades) Receita de Vendas Menos - Custos operacionais fixos(10.000) Menos - Custos operacionais variáveis(40.000)(60.000) Lucro = LAJIR Menos (-) Juros (J)(20.000) Lucro Líquido antes do Imposto de Renda Menos (-) Imposto de Renda (T = 0,40)(12.000)(24.000) Lucro Líquido após Imposto de Renda Menos (-) Dividendos de ações Preferenciais (DP)(12.000) Lucro Disponível aos acionistas ordinários ( LAC) Lucro por Ação= LPA1,204,80 GAO = +60% / +50% =1,2 GAF = +300% / +60% =5,0

34 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA Venda 20 milVenda 30 mil Vendas ( unidades) Receita de Vendas Menos - Custos operacionais fixos(10.000) Menos - Custos operacionais variáveis(40.000)(60.000) Lucro = LAJIR Menos (-) Juros (J)(20.000) Lucro Líquido antes do Imposto de Renda Menos (-) Imposto de Renda (T = 0,40)(12.000)(24.000) Lucro Líquido após Imposto de Renda Menos (-) Dividendos de ações Preferenciais (DP)(12.000) Lucro Disponível aos acionistas ordinários ( LAC) Lucro por Ação= LPA1,204,80 GAO GAF GAT= +300 % / +50% = 6,0

35 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA PERCENTAGEM DE VARIAÇÃO DE LPA GAT = PERCENTAGEM DE VARIAÇÃO NAS VENDAS +300 % GAT = = 6,0 + 50% Q * ( P – V) GAT ao nível base de vendas Q = Q * ( P – V ) – F – J – ( DP *(1/1-T)) * ( 5 – 2) GAT a = = 6, *(5– 2) – – ( *(1/1-0,4))

36 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA O relacionamento entra GAO, GAF E GAT A alavancagem total reflete o impacto combinado da alavancagem financeira e operacional na empresa. Uma alta alavancagem operacional e alta alavancagem financeira causarão a alavancagem total alta. O oposto também é verdadeiro. O relacionamento entre a alavancagem operacional e a alavancagem financeira é multiplicativo em vez de aditivo. O relacionamento entre o grau de alavancagem total (GAT), os graus de alavancagem operacional (GAO) e a alavancagem financeira (GAF), é: GAT = GAO * GAF GAT = 1,2 * 5,0 = 6,0

37 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA

38 Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA


Carregar ppt "Administração Financeira e Orçamentária ALAVANCAGEM OPERACIONAL E FINANCEIRA: CUSTO DE CAPITAL E ESTRUTURA ÓTIMA ALAVANCAGEM Resulta do uso de ativos ou."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google