A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

TÉCNICA CIRÚRGICA. Técnica Cirúrgica  Constitui-se de uma seqüência de movimentos e atos harmônicos executados manualmente ou através de instrumentos,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "TÉCNICA CIRÚRGICA. Técnica Cirúrgica  Constitui-se de uma seqüência de movimentos e atos harmônicos executados manualmente ou através de instrumentos,"— Transcrição da apresentação:

1 TÉCNICA CIRÚRGICA

2 Técnica Cirúrgica  Constitui-se de uma seqüência de movimentos e atos harmônicos executados manualmente ou através de instrumentos, materiais e aparelhos para a realização de determinado ato cirúrgico, diagnóstico ou terapêutico.

3 1) Exploração cirúrgica  É a observação e o exame minucioso da região a ser abordada.  Comprova o diagnóstico, estabelece a técnica e a tática que serão utilizadas e elabora um prognóstico do caso.  Os principais procedimentos são:  Inspeção, palpação, exploração instrumental, biópsia por congelação, radiografia per-operatória, manometria, punção e injeção de corantes e contrastes.

4 2) Tática cirúrgica (estratégia cirúrgica)  Consiste na aplicação de meios disponíveis ou na exploração de condições favoráveis com vista a consecução de determinado objetivo cirúrgico.

5 3) Apresentação  É a exposição adequada de um órgão ou estrutura em que se deseja intervir, obtendo-se maior visualização do campo operatório e espaço livre suficiente para as manobras cirúrgicas e para maior segurança de ação em qualquer eventualidade.

6 Tempos fundamentais da Técnica Cirúrgica  Tempo cirúrgico principal  É o tempo nobre de qualquer ato operatório.  Caracteriza-se pela intervenção direta sobre o órgão ou organismo lesado, tendo características próprias, dependentes da patologia e da finalidade cirúrgica.

7 Técnica de dierese  Corte  Bisturi, faca, costótomo, osteótomo, trepano, rugina, bisturi elétrico, serras manual e elétrica, tesoura  Divulsão  Tesouras  Pinças  Afastadores

8 Linhas de Langer  Mostram a direção das fibras elásticas do derma  São transversais à direção das fibras musculares

9 Técnica de dierese  A DIERESE PODE SER FEITA EM TODOS OS TECIDOS ORGÂNICOS  DIERESE DA PELE E TELA SUBCUTÂNEA  instrumentos e técnicas  DIERESE DAS FACIAS, BAINHAS E APONEUROSES  Instrumentos e técnicas

10 Técnica de dierese  DIERESE DOS MÚSCULOS  Instrumentos e técnicas  DIERESE DO TECIDO ÓSSEO  Instrumentos e técnicas

11 Dierese do tecido ósseo  Dissecção óssea  Desinserção das fibras musculares com bisturi e rugina  Descolamento do perióstio, após secção com bisturi se faz o descolamento com rugina  Secção óssea  Designa a secção total ou parcial do osso. Na calota do crânio recebe o nome de trapanação.  São executadas em cirurgias ortopédicas, neurológicas e torácicas.

12 Dierese do tecido ósseo  Ressecção parcial  É a ressecção de segmentos para enxertos e regularização de bordas ósseas  Perfuração óssea  Brocas e fresas acionadas por trepanos

13 Hemostasia  Temporária  Tamponamento com gaze  Garrote  Torniquete ou manguito pneumático  Ligaduras falsas com fio  Oclusão vascular com balão  Compressão digital ou instrumental  Parada circulatória  vasoconstrictores

14 Hemostasia  Definitiva  Ligaduras e suturas com fios  Tamponamento ósseo com cera  Cauterização  “clips” metálicos  Celulose oxigenada ou esponja de fibrina

15 Síntese  É o conjunto de manobras para a unição dos tecidos com a finalidade de restituir o estado anatômico e funcional  Total – sempre que possível  Parcial – quando não existem condições satisfatórias  Imediata – de preferência  Tardia – aguarda-se melhores condições

16 Síntese - materiais  Com sutura  Porta-agulha, agulhas, fios e grampos  Sem sutura  Colagem, fitas adesivas  Com prótese  Biológica – pericardio, fascia lata  Sintética – aço inox, cromo cobalto, teflon, dacron, silicone

17 Síntese  Cutaneorrafias  Com tensão  Pontos separados em “U” vertical (Donati) ou simples, fio inabsorvível  Sem tensão  Sutura contínua intradérmica, ou pontos separados simples ou Donati, fios absorvíveis ou inabsorvíveis

18 Síntese  Síntese da aponeurose  Fio inabsorvivel com pontos contínuos ou separados, simples ou em “U” horizontal  Síntese muscular  Pontos separados simples ou contínuo com fio absorvivel  Síntese óssea  Imobilização gessada ou fixadores externos (incruento) ou osteosíntese (cruento)


Carregar ppt "TÉCNICA CIRÚRGICA. Técnica Cirúrgica  Constitui-se de uma seqüência de movimentos e atos harmônicos executados manualmente ou através de instrumentos,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google