A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 5ª aula UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE Curso de Aperfeiçoamento em Gestão Pública.

Cópias: 1
Habilidade de inspirar confiança e apoio entre pessoas de cuja competência e compromisso depende o desempenho; Capacidade de exercer influência sobre.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 5ª aula UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE Curso de Aperfeiçoamento em Gestão Pública."— Transcrição da apresentação:

1

2 material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 5ª aula UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE Curso de Aperfeiçoamento em Gestão Pública COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL LIDERANÇA e PODER NAS ORGANIZAÇÕES Prof.a M.Sc. Mônica Cristina Rovaris Machado

3 material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 5ª aula

4 Líder Visionário Passional Criativo Flexível Inspirador Inovador Corajoso Imaginário Experimental independente Gerente Racional Consultivo Persistente Solucionador de problemas Firme em seus pensamentos Analítico Estruturado Autoritário Sólido material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 5ª aula

5 Atributos pessoais X Resultados material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 5ª aula

6 Habilidades cognitivas : mental e do conhecimento. Mental: imaginação, criatividade, iniciativa, etc. Conhecimento : competência técnica e profissional. Traços: entusiasmo, confiabilidade, inteligência emocional, senso de humor. material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 5ª aula

7 Autocrático Democrático Laisse-faire. material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 5ª aula Qual o melhor estilo de liderança?

8 Preocupação com os serviços baixo alto Preo cup açã o com pes- soas PATER- NALISTA GERÊNCIA DE EQUIPE GERENCIA EMPOBRECIDA AUTORIDADE OBEDIÊNCIA

9 PATERNALISTA: A ATENÇÃO CUIDADOSA ÀS NECESSIDADES DAS PESSOAS VISANDO A UM RELACIONAMENTO SATISFATÓRIO CONDUZ A UM AMBIENTE ORGANIZACIONAL E A UM RÍTMO DE TRABALHO CORDIAIS E DESCONTRAÍDOS. material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 5ª aula

10 GERÊNCIA EMPOBRECIDA: O USO DE MENOR ESFORÇO POSSÍVEL NA REALIZAÇÃO DO TRABALHO É O BASTANTE PARA MANTER A PARTICIPAÇÃO ORGANIZACIONAL material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 5ª aula

11 AUTORIDADE/OBEDIÊNCIA: A EFICIÊNCIA DAS ATIVIDADES RESULTA DE MEDIDAS RELACIONADAS COM AS CONSIÇÕES DE TRABALHO NO SENTIDO DE QUE OS ELEMENTOS HUMANOS INTERFIRAM O MENOS POSSÍVEL. material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 5ª aula

12 GERÊNCIA DO HOMEM ORGANIZACIONAL : O DESEMPENHO ADEQUADO DA ORGANIZAÇÃO SE TORNA POSSÍVEL PELO EQUILÍBRIO ENTRE AS NECESSIDADES DE REALIZAR O TRABALHO E A MANUTENÇÃO EM NÍVEL SATISFATÓRIO DA DISPOSIÇÃO DE ÂNIMO DS PESSOAS. material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 5ª aula

13 GERÊNCIA DE EQUIPE: A REALIZAÇÃO DO TRABALHO DEPENDE DE PESSOAS NELE EMPENHADAS, A INTERDEPENDÊNCIA POR MEIO DE UM INTERESSE COMUM NA FINALIDADE DA ORGANIZAÇÃO CONDUZ A UM RELACIONAMENTO CONFIANTE E RESPEITOSO. material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 5ª aula

14 Chefia Poder material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 5ª aula

15 Ele sempre se lembra dos nomes das pessoas. Quando alguém faz um serviço bem feito, ele acha tempo para mandar um bilhete de congratulações. Estava sempre sorrindo e isto animava todos Ele nos deixa falar. Tinha muita paciência e tolerância. Ele respeita as nossas diferenças. material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 5ª aula

16 Quando a gente erra, ele sempre dá uma nova oportunidade. É um sujeito em que se pode confiar. Demonstra humildade, apesar de ter um cargo maior. Ele chega cedo e cumprimenta a todos. É acima de tudo muito humano. material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 5ª aula

17 material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 5ª aula Liderança instala-se pela emoção Existe forte componente emocional no exercício da liderança. Existe forte componente emocional no exercício da liderança. Líderes são pessoas significativas para os liderados. Líderes são pessoas significativas para os liderados.

18 Habilidade Interpessoal Autoconhecimento Convicção Autoconfiança Quebra de paradigmas Visão holística material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 5ª aula

19 Expansividade Inteligência Estabilidade Emocional Entusiasmo Ousadia Saber ouvir e falar Assertividade material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 5ª aula Sensibilidade Sensibilidade Confiança Confiança Imaginação Imaginação Espírito Crítico Espírito Crítico Senso de justiça Senso de justiça Disciplina Disciplina Dar e receber feed back Dar e receber feed back

20 Não esquecer jamais que você é um ser humano. E fundamentalmente lembrar que os outros, sejam ele, superiores, pares, conhecidos, amigos, parentes, ou subordinados... também são. material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 5ª aula

21 Se o líder não deseja investir tempo e energia para ajudar o grupo a desenvolver-se, não é o caso, então, de se fazer uso do grupo. (Schein) material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 5ª aula

22 As Cinco Dimensões do Líder Líder Pleno Líder Maestro Líder Estratégico Líder Empreendedo r Líder Cidadão Líder Executivo Um Ser Humano Integral (Lidera Pessoas) (Lidera na Direção Certa) (Lidera nas Organizações) (Lidera Novos Empreendimentos) Porque eu sou do tamanho que vejo e não do tamanho de minha alturaAlberto Caeiro / Fernando Pessoa (Lidera na Direção do Bem)

23 Indivíduo Grupo Equipe material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 5ª aula

24 O SIGNIFICADO DO PODER: O poder em uma organização é a capacidade de afetar e controlar as ações e decisões das outras pessoas, mesmo quando resistem. FONTES DE PODER : cargo, amizade, parentesco, conhecimento, outros... CONSIDERAÇÕES ÉTICAS material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 5ª aula

25 material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 6ª Aula UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE CURSO DE APERFEIÇOAMENTO EM GESTÃO PÚBLICA COMUNICAÇÃO, CLIMA E CULTURA ORGANIZACIONAL Prof.a M.Sc. Mônica Cristina Rovaris Machado

26 CULTURA ORGANIZACIONAL MUDANÇAS DE CULTURA ORGANIZACIONAL DIVERSIDADE CULTURAL, IMPLICAÇÕES NA GESTÃO DE PESSOAS DIAGNÓSTICO ORGANIZACIONAL COMPORTAMENTO DE GRUPOS: objetivos, formação, conflitos, estrutura e dinâmicas motivacionais. material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 6ª Aula

27 material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 6ª Aula

28 ORIGEM DA PALAVRA cultura: LATIM – colere Significava – cultiva da terra na Roma antiga. ATUALMENTE: necessidade de compreender as diferenças dos comportamento de grupos deu sentido a essa palavra. material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 6ª Aula

29 Crenças, valores, ideologias, hábitos, costumes, rotinas, rituais, ética e comportamentos que são determinantes do grupo. Essas palavras e imagens constituem lentes, por meio das quais é atribuído significados a realidade socialmente construída. material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 6ª Aula

30 CONCEPÇÃO SOCIOLÓGICA - Construção da realidade de determinado agrupamento social. Significados atribuídos pelos participantes de um grupo individualmente e assumidos pelos demais componentes. A CONSTRUÇÃO E A MANUTENÇÃO DA CULTURA PRESSUPÕEM QUE EXISTE UM COMPARTILHAMENTO DA REALIDADE SOCIAL DO GRUPO. material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 6ª Aula

31 PERSPECTIVA PSICOLÓGICA – Para gerar ou manter a cultura depende como o grupo transmite. A cultura influência o comportamento humano. A diversidade cultural pode coexistir dentro do mesmo grupo. Ex: Brasil – diferenças culturais existem de região para região. material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 6ª Aula

32 CONCEITO: O conceito de CULTURA é utilizado para explicitar que diferentes grupos de pessoas tem formas distintas de aprender e dar significados e compartilhar essas aprendizagens. Para compreender o comportamento humano nas organizações, pois os valores pessoais influenciam no modo de agir e pensar nas organizações. material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 6ª Aula

33 A cultura está ligada ao processo de construção da realidade social. Necessidade de sobrevivência e ao modo como o grupo define o próprio estilo de adaptação e seu ambiente. material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 6ª Aula

34 KREBER – 1949 A cultura sobrepõe a herança genética na determinação do comportamento humano? O processo inevitável de aquisição da cultura colocou o homem na condição de ser que aprende, ao contrário de se mover a partir de padrões geneticamente modificados? material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 6ª Aula

35 A cultura é um processo acumulativo que resulta do aprendizado obtido da totalidade da experiência histórica das gerações antecedentes. As peculiaridades desse processo podem restringir ou facilitar os comportamentos criativos e inovadores das pessoas? material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 6ª Aula

36 OS PIONEIROS TENTAM IMPLANTAR VISÃO COMPRATILHADA E UMA ESTRATÉGIA PARA A ORGANIZAÇÃO. material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 6ª Aula FUNDADORES E COLABORADORES COMPORTAMENTO ORGANIZACIONAL A IMPLEMENTAÇÃO É BEM SUCEDIDA. OS FUNCIONÁRIOS SE COMPORTAM DE ACORDO COM OS VALORES COMPARTILHADOS E ESTRATEGIA DO EMPREENDIMENTO

37 A ORGANIZAÇÃO SE BASEIA O SEU SUCESSO NOS RESULTADOS FINANCEIROS E NOS INDICADORES DE DESEMPENHO material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 6ª Aula CULTURA A CULTURA EMERGE E REFELTE A VISÃO, ESTRATÉGIA E AS EXPERIENCIAS DAS PESSOAS NA ORGANIZAÇÃO. ESSA CULTURA DESCREVE OS COMPORTAMENTOS QUE SÃO ACEITÁVEIS E INACEITÁVEIS E AS TRADIÇÕES QUE SERÃO MANTIDAS.

38 KEESING – TEORIAS TEORIAS QUE CONSIDERAM cultura como sistema adaptativo: As culturas se constituem a partir de padrões comportamentais socialmente estabelecidos e transmitidos para adaptação do grupo. material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 6ª Aula

39 SISTEMA COGNITIVO : cultura é sistema de conhecimento, tudo que é necessário alguém conhecer ou se comportar de maneira adequada ou aceitável. material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 6ª Aula

40 O que o grupo atribui de simbólico nas relações pessoais. Ex: chefe ou líder material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 6ª Aula

41 Fonte de expressão do inconsciente humano, valores básicos profundamente arraigados que influenciam e explicam os comportamentos e as formas de agir dos indivíduos e dos grupos. material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 6ª Aula

42 Profa. Maria Teresa Gomes Lins Slides 6ª Aula

43

44 Nessa concepção a cultura é conceituada como uma projeção ou expressão da infra-estrutura universal e inconsciente da mente humana. O que é projeção? As ações são compreendidas como projeções de processos inconscientes. material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 6ª Aula

45 PAI MÃE IRMÃO CONCEITO DE AMIGO material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 6ª Aula

46 Promover a adaptação da organização no ambiente tanto no ambiente interno (aspectos socioemocionais dos membros do grupo) quanto externo (relação da organização com o ambiente externo). Transformar a organização em estrutura saudáveis, lideres x pessoas. material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 6ª Aula

47 Modo típico de pensar, sentir e agir. É possível a mudança na cultura de uma empresa? História? Ou relações? material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 6ª Aula

48 SUBCULTURAS Compete às pessoas entenderem quais os valores a serem preservados, estimulados ou mudados. As organizações são vistas como um todo em processo de transformação e assimilação. As pessoas criam diferentes vínculos e as mudanças acontecem também nas relações entre o coletivo e o individual. material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 6ª Aula

49 ANALISAR – estilo de cultura Flexível, autoritário, burocrático, resistente entre outros. QUE MITOS CONSERVAVAM? VALORES SAUDÁVEIS E NÃO SAUDÁVEIS PARA O A SOBREVIVENCIA DA ORGANIZAÇÃO. material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 6ª Aula

50 CASO SEMCO O papel do empreendedor É considerado essencial o papel exercido pelos fundadores ou pioneiros na edificação e consolidação da visão de mundo de sua organização. Ricardo Semler, teve que entender a cultura dessa organização isso significa poder decifrar o que esse empreendedor pensava, sentia e como agia ao assumir o empreendimento no final da década de 70. É preciso compreender a sua visão de mundo influência da mesma na organização. material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 6ª Aula

51 ATIVIDADE PARA REFLETIR EM GRUPO material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 6ª Aula

52 Portanto a cultura organizacional se constitui a partir uma rede de concepções e valores considerados inquestionáveis, por a organização não muda e não cresce. material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 6ª Aula

53 EMPRESA ELIANE A festa do trabalhador se constitui em um rito que ocorre anualmente há 4 décadas, desde sua fundação pelo empreendedor. Os mitos são história que possuem consistência com os valores fundamentais da organização, porém sem qualquer comprovação de que tenha acontecido. Por ex: estória contada em uma organização que o funcionário da segurança não deixou entrar o diretor presidente nas dependência da empresa, pois estavam em um procedimento de segurança – regras. material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 6ª Aula

54 Liderando sem lideres material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 6ª Aula

55 material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 6ª Aula Encerramento Avaliação do Curso

56 Profa. Msc. Maria Teresa Gomes Lins Slides 4ª aula SUCESSO PARA TODOS Mônica Cristina Rovaris Machado Telefones / UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE DEPARTAMENTO DE ADMINISTRAÇÃO.


Carregar ppt "material gentilmente cedido pela Profa MSc Maria Teresa Gomes Lins 5ª aula UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE Curso de Aperfeiçoamento em Gestão Pública."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google