A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Cinética Microbiana. Crescimento Microbiano Importância de estudar o crescimento microbiano Quando os microganismos são desejáveis: produção de compostos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Cinética Microbiana. Crescimento Microbiano Importância de estudar o crescimento microbiano Quando os microganismos são desejáveis: produção de compostos."— Transcrição da apresentação:

1 Cinética Microbiana

2 Crescimento Microbiano Importância de estudar o crescimento microbiano Quando os microganismos são desejáveis: produção de compostos de interesse tratamento de efluentes melhoria de processos de produção Quando os microrganismos são indesejáveis: patógenos deteriorantes favorecer a inibição e eliminação

3 Definido como do n de células da população e pode ser medido em termos do de massa microbiana. É associado ao crescimento de uma população de células de um dado microrganismo. Crescimento Microbiano

4 Influência dos fatores ambientais no crescimento FATORES FÍSICOS temperatura pH pressão osmótica (concentração de sal) FATORES QUÍMICOS água fontes de carbono e nitrogênio minerais oxigênio fatores orgânicos

5 Fatores físicos 1. TEMPERATURA cada tipo de microrganismo apresenta uma T ótima de crescimento. em torno desta temperatura observa-se um intervalo dentro do qual o desenvolvimento também ocorre, porém, sem atingir o seu máxima. ultrapassado o limite superior, rapidamente ocorre desnaturação do material celular e, conseqüentemente, a morte da célula. As temperaturas inferiores à ótima levam a uma desaceleração das reações metabólicas, c/ da velocidade de multiplicação celular, que em caso extremo, fica impedida.

6 Fatores físicos 1. TEMPERATURA A maioria dos m.o. cresce bem nas T ideais para os seres humanos T de crescimento mínima: < T onde a espécie é capaz de crescer T de crescimento ótima: onde a espécie apresenta melhor crescimento T de crescimento máxima: > T, onde ainda é possível o crescimento

7 Taxa de crescimento x Temperatura

8 2. pH - refere-se a acidez ou a alcalinidade de uma solução - maioria dos m.o. cresce melhor perto da neutralidade (pH 6,5 – 7,5) - poucas bactérias são capazes de crescer em pH ácido (como pH 4,0) Bactérias: faixa entre pH 7,0 Exceções: - Bactérias acidófilas: alto grau de tolerância à acidez (Thiobacillus de 0,5 a 6,0 com ótimo entre 2 e 3,5) - Bactérias alcalifílicas: (Bacillus e Archaea) (pH 10 – 11). Fungos - tendem a ser mais acidófilos que as bactérias (pH <5) Fatores físicos

9 2. pH Classificação: microrganismo acidófilos exibem crescimento ótimo a pH microrganismo neutrófilos exibem crescimento ótimo a pH microrganismo alcalófilos exibem crescimento ótimo a pH Os microrganismo podem alterar o pH do seu habitat pela produção de produtos de degradação ácidos ou básicos. Ex. microrganismo fermentativos que formam ácidos orgânicos por fermentação de carboidratos Fatores físicos

10 3. OXIGÊNIO - extremamente importante no desenvolvimento microbiano - organismos classificados em: Fatores químicos 1. AERÓBIOS - Estritos (obrigados): necessitam de O 2 - Facultativos: não necessitam de O 2 mas crescem melhor com O 2 - Microaerófilo: necessitam de O 2 mas em níveis menores 2. ANAERÓBIOS - Aerotolerantes: não necessitam de O 2 mas crescem melhor sem O 2 - Estritos (obrigados): não toleram O 2 (letal)

11 Efeito do O 2 sobre o crescimento de vários tipos de bactérias

12 Curva de crescimento Crescimento microbiano é acompanhado c/ base em uma curva Padrão de aumento populacional (em que o n de células é duplicado a cada período de tempo) crescimento exponencial

13 Curva de crescimento

14 Fase lag

15 Fase log

16 Interesse prático manter uma população microbiana em fase de crescimento logarítmico Ex. 2: nos processos industriais Crescimento em culturas contínuas é uma técnica muito usada pois gerará o volume máximo de produtos desejados. CRESCIMENTO EM CULTURAS CONTÍNUAS PROCESSOS INDUSTRIAIS PRODUTOS MICROBIOLÓGICOS Fase log

17 Para assegurar novos crescimentos contínuos Volume da cultura e a [celular] são mantidos ctes pela adição de meio estéril fresco na mesma proporção em que é removido o meio utilizado contendo células

18 Fase estacionária

19 Crescimento microbiano

20 Fermentação láctica

21 Leite fermentado: produto resultante da fermentação do leite pasteurizado ou esterilizado, por fermentos láticos próprios. Ex: iogurte, leite acidófilo e coalhada. Iogurte: produto resultante da ação de Lactobacillus bulgaricus e de Streptococcus lacticus. Classificação do iogurte: Quanto aos ingredientes: Natural: elaborado apenas com leite e micorganismos. Flavorizado: adição de essências, corantes e açúcar. Com frutas: adição de polpa ou frutas em pedaços. Quanto à viscosidade: Baixa viscosidade: escorre facilmente do copo. Alta viscosidade: escoa com dificuldade do copo. Geleificado: não escorre do copo. Quanto ao processo de fabricação: Tradicional: fermentado dentro das embalagens. Batido: fermentado em dornas e depois embalado

22 Fermentação láctica: bactérias agem sobre a lactose, transformando-a em glicose e galactose, e, posteriormente reduzindo a glicose (~90%) para ácido lático. ++ Condição anaeróbica

23 . Adição de ingredientes: 15% de extrato seco desengordurado. Concentração do leite ou por adição de leito desnatado em pó. Iogurte batido adiciona-se 8% ou 12% de açúcar para melhorar o sabor e a consistência. Pré-aquecimento: Aquecimento entre 50 e 60°C para facilitar a homogenização. Pasteurização: destruição dos microrganismos patogênicos. Possibilita a redução do teor de oxigênio e a precipitação da lactoalbumina e lactoglobulina, aumentando consistência e hidratação do coágulo. Resfriamento: A finalidade desta operação é abaixar, rapidamente, a temperatura do leite até um valor conveniente para a inoculação do fermento. A temperatura após o resfriamento depende da temperatura de fermentação que, na indústria, é geralmente, de 42ºC a 43ºC.

24 Inóculo: o inoculo é constituído por dois microorganismos: Streptococcus termophilus e Lactobacillus bulgaricus numa proporção numérica eqüitativa, contendo de 2x10 6 células/ml a 4x10 6 células/ml. Fermentação: Streptococcus termophilus: temperatura 37° a 38°C, pH 6,2 a 6,5. Lactobacillus bulgaricus: temperatura 44° a 45°C, pH 5,5. Iogurte natural: o leite inoculado é colocado nas embalagens individuais e incubados a 42°C por 2h a 3 h. Iogurte batido: fermentação na dorna. Após a fermentação o coagulo é rompido por agitação e bombeado por bomba apropriada através de um filtro, para se eliminarem os grumos, passando por um trocador de placas onde é resfriado entre 3°C e 5°C. Adição de polpa de frutas.

25 S. thermophilus: libera ácido fórmico. L. bulgaricus: produção de acetaldeído, principal responsável pelo aroma característico do iogurte. As bacterias crescem simbioticamente, produzindo ácido láctico e compostos aromáticos. Com o aumento da acidez, o pH se aproxima de 4,6 que é o ponto isoelétrico da proteína do leite, ocorrendo a formação de coágulo.

26 Produção de antibióticos

27 Os são produtos do metabolismo secundário de microrganismos. Inibem o crescimento de outros microrganismos. Ex: Alexander Fleming 1929 Penicillium Início da era dos antibióticos. INTRODUÇÃO Estafilococos

28 antibióticos conhecidos Apesar do grande número de antibióticos conhecidos de origem microbiana apenas 123 são produzidos atualmente por fermentação. Grupos microbianos que produzem antibióticos Grupo taxonômicoNúmero de antibióticos Bactérias diferentes de actinomicetos 950 Actinomicetos4.600 Fungos1.600

29 APLICAÇÕES Agentes terapêuticos terapêuticos nas infecções causadas por microrganismos sensíveis. Antibióticos antitumorais. Antibióticos contra doenças de plantas. Antibióticos usados como estimuladores do crescimento animal e na medicina veterinária.

30 Objetivos das Investigações sobre antibióticos Melhorar a atividade e diminuir a toxicidade, menor efeito colateral, faixa antimicrobiana mais ampla, maior seletividade contra certos patógenos e melhores propriedades farmacológicas, Desde o início da quimioterapia o número de cepas resistentes tem aumentado. A resistência pode ser múltipla ou cruzada, isto é, desenvolver-se resistência a um antibiótico e simultaneamente a outros que tenham o mesmo modo de ação ou mecanismo. Uso indiscriminado de antibióticos. Melhora de antibióticos por modificação dos compostos conhecidos utilizando meios químicos ou genéticos (mutagênese e tecnologia do DNA recombinante). Screening: uso de antibióticos com estruturas básicas inteiramente novas.

31 Produção de penicilina Produção da penicilina G e penicilina V é realizada a partir de fermentação submersa em fermentadores de litros. Processo aeróbico Temperatura: 25-27°C. Fermentação descontínua alimentada ou batelada alimentada. Meio: água de milho ou outras fontes de nitrogênio, farinha de soja, extrato de levedura, fonte de carbono (lactose).

32 Penicilina


Carregar ppt "Cinética Microbiana. Crescimento Microbiano Importância de estudar o crescimento microbiano Quando os microganismos são desejáveis: produção de compostos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google