A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Senescência e Abscisão Eloísa A. M. Lopes Bianca S. Oliveira Lisandra Lima Patrícia S. Silva Thays C. C. Felizardo Vanessa M. Chiku Disciplina: Fisiologia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Senescência e Abscisão Eloísa A. M. Lopes Bianca S. Oliveira Lisandra Lima Patrícia S. Silva Thays C. C. Felizardo Vanessa M. Chiku Disciplina: Fisiologia."— Transcrição da apresentação:

1 Senescência e Abscisão Eloísa A. M. Lopes Bianca S. Oliveira Lisandra Lima Patrícia S. Silva Thays C. C. Felizardo Vanessa M. Chiku Disciplina: Fisiologia Vegetal II Docente: Profa. Dra. Liliane Camargos Discentes:

2 Senescência Definição Consiste no conjunto de mudanças que provocam a deterioração e a morte da célula vegetal.

3 Senescência Em plantas multicelulares, a senescência ocorre após a juvenilidade (crescimento vegetativo) e a maturidade (reprodução) e é rápida em plantas perenes, de acordo com o programa genético característico de cada tipo de planta. A senescência é também sensível à influência de fatores do meio ambiente tais como dias curtos, baixa luminosidade, baixas e altas temperaturas, baixos níveis de nutrientes essenciais e sais tóxicos no solo.

4 Senescência A senescência e a morte podem ocorrer aproximadamente ao mesmo tempo em toda a planta, no caso de plantas anuais (milho, soja) e algumas plantas perenes (agave, bambu), que florescem uma vez e morrem logo depois.

5 Milho (Zea mays)Soja (Glycine max) Anuais

6 Agave (Agave sp) Bambu (Bambusa sp) Perenes

7 Senescência Pode ocorrer somente na parte aérea das plantas bianuais e herbáceas perenes, nas quais as partes subterrâneas se mantêm vivas e servem como reservas para o crescimento do ano seguinte.

8 Lactuca viminea subs. ramosissima Alface-brava-de-talo-flexível Local: Serra d'Aire e Candeeiros Planta bianual, mediterrânica, que vive em zonas pedregosas e secas.

9 Carum carvi Alcarávia (cominho) Planta bianual

10 O gênero Gerbera inclui cerca de 30 espécies de plantas herbáceas perenes.

11 Senescência Pode ocorrer somente nas folhas e frutos de plantas lenhosas perenes, estas plantas florescem todo ano e sua senescência total e a morte levam muitos anos. Família Amaranthaceae

12 Senescência Em plantas com senescência total, ela se dá logo depois da floração e da frutificação. A retirada de flores e de frutos adia a senescência e provoca um retorno ao rápido crescimento vegetativo característico da fase anterior à floração. Manjericão (Ocimum basilicum L.)

13 Causa da senescência Mobilização de nutrientes e citocininas na direção dos frutos e das sementes ; A morte da parte vegetativa da planta seria a conseqüência dessa mobilização dirigida pela atividade das auxinas produzidas pelos frutos.

14 Abscisão Definição Refere-se à perda de uma parte do corpo. É normalmente referido para descrever o processo através do qual uma planta perde uma ou mais partes da sua estrutura folha, semente, fruto.

15 Como ocorre a abscisão foliar Diminuição do fluxo de auxinas no pecíolo; aumento na produção de etileno na região de abscisão Queda da folha

16 O etileno inibe o transporte de auxinas no pecíolo e provoca a síntese e o transporte de enzimas que atuam na parede celular (celulases) e na lamela média (pectinases)

17

18

19

20 Como ocorre a abscisão nos frutos Semelhante à abscisão foliar, Antes da abscisão, ocorre um aumento no nível de ácido abscísico.

21 Etileno (C2H4) Definição: composto orgânico (endógeno ou exógeno) mais simples e, aparentemente, o único gás que participa de regulação dos processos fisiológicos das plantas; Função: atua em concentrações muito baixas e participa da regulação de praticamente todos os processos de crescimento, desenvolvimento, senescência das plantas e abscisão de folhas e frutos. Obs: o etileno é considerado um hormônio, já que é um produto natural do metabolismo

22 O etileno é a mais simples olefina (alceno) conhecida com massa molecular de 28 daltons. É inflamável e sofre rápida oxidação. O transporte fisiológico de etileno ocorre através do xilema na forma de seu precursor biossintético o ácido 1- aminociclopropano carboxílico (ACC).

23 Etileno (C2H4) O etileno é amplamente produzido pelas angiospermas. Além disso, Gimnospermas, pteridófitas, musgos, hepáticas, certas cianobactérias, fungos e bactérias também produzem etileno. A produção de etileno aumenta durante a abscisão foliar, a senescência de flores e o amadurecimento de frutos; Além disso, escuro, injúria mecânica, doenças e estresses fisiológicos (causados por congelamento, alagamento, alta temperatura e déficit hídrico) induzem a síntese de etileno.

24 Etileno (C2H4) A abscisão e senescência das flores podem ser aceleradas pelo aumento na produção de etileno e da sensibilidade dos tecidos ao produto. A resposta e a sensibilidade ao etileno são dependentes do estágio de desenvolvimento, variedade e percepção por parte do órgão da planta.

25 Etileno (C2H4) As flores podem ser classificadas como insensíveis, sensíveis ou altamente sensíveis ao etileno. Flores altamente sensíveis ao etileno: cravo, orquídeas e petúnias CravoOrquídeas

26 Etileno (C2H4) A vida pós-colheita de muitas espécies de flores pode ser prolongada pelo uso de compostos que inibem a biossíntese ou ação de etileno. A utilização de inibidores da ação do etileno, no tratamento de flores, geralmente é mais eficaz do que a dos inibidores da síntese, pois bloqueiam o efeito do etileno exógeno presente na atmosfera de armazenamento durante o transporte e a comercialização do produto.

27

28 Etileno e amadurecimento de frutos Uma prática comum para acelerar o amadurecimento da banana é queimar pó de madeira nas câmaras de armazenamento; Essa queima de serragem libera o etileno que é indutor do amadurecimento de frutos; Cada fruto em amadurecimento libera outras quantidades do hormônio, que possivelmente será utilizado em frutos vizinhos induzindo-os a amadurecer também.

29 Referências hormonios-vegetais/hormonios- vegetais.php uriosidades.asp?f_id_curiosidade=186


Carregar ppt "Senescência e Abscisão Eloísa A. M. Lopes Bianca S. Oliveira Lisandra Lima Patrícia S. Silva Thays C. C. Felizardo Vanessa M. Chiku Disciplina: Fisiologia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google