A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ENVELHECIMENTO POPULACIONAL Universidade Positivo Curso de Medicina – Geriatria Fevereiro – dias 16,17,18 e 19 2009.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ENVELHECIMENTO POPULACIONAL Universidade Positivo Curso de Medicina – Geriatria Fevereiro – dias 16,17,18 e 19 2009."— Transcrição da apresentação:

1

2 ENVELHECIMENTO POPULACIONAL Universidade Positivo Curso de Medicina – Geriatria Fevereiro – dias 16,17,18 e

3

4

5 Mundo envelhecido – pais envelhecido Mortalidade infantil no Brasil Em numero de mortes até os cinco anos para cada mil nascimento - IBGE

6

7 Mundo envelhecido – pais envelhecido

8 Um Novo Ator Social? v Censo 2008: 18 milhões de idosos v ( > 60 anos) representando 8,6% da população. Ator Social: é uma organização ou personalidade : Possui um projeto; Participa do jogo social; Controla algum recurso no jogo; Tem e acumula (ou desacumula) forças no jogo, portanto possui capacidade de produzir fatos no jogo social. José Luiz Telles Saúde do Idoso/DAPE/SAS/MS

9

10 PROPORÇÃO DE IDOSOS NA POPULAÇÃO DO PARANÁ PNAD 2006 População total: hab População Idosa: hab Proporção de Idosos: 10% Fonte: Datasus/IDB 2006

11 Transição Demográfica e Transição Epidemiológica

12

13

14

15 Perfil Demográfico - Brasil Considerando a continuidade das tendências verificadas para as taxas de fecundidade e longevidade As estimativas para os próximos 20 anos indicam que a população idosa chegará a 30 milhões de pessoas Chegando a representar quase 13% da população VER GRAFICO 1

16

17 Distribuição Geográfica Proporção de pessoas > 60 anos – Brasil e UFs – 1997 São Paulo (3 milhões Rio de Janeiro e Minas (1,5 cada) RGS e Bahia (1,0 cada)

18

19 Ano Internacional do Idoso Nações Unidas, 1999 Até o final deste século, a expectativa de vida da população terá aumentado em 20 anos. A longevidade é uma das grandes conquistas do século XX que, juntamente com a queda da natalidade, vem ocasionando um drástico envelhecimento da população mundial. O envelhecimento das populações começou em épocas diferentes, em países diferentes e vem evoluindo em proporções variantes.

20 QUAL A SUA META DE VIDA PARA O ANO DE 2012?

21 QUAL A SUA META DE VIDA PARA O ANO DE 2028?

22 QUAL A SUA META DE VIDA PARA O ANO DE 2058?

23 QUAL A SUA META DE VIDA PARA O ANO DE 2078?

24 A OMS define a população idosa como aquela a partir dos 60 anos de idade. Esse limite é válido para os países em desenvolvimento, mas admite-se um ponto de corte de 65 anos de idade para os países desenvolvidos, pela tradição destes em utilizarem esse índice há várias décadas. Nas sociedades ocidentais, é comum associar o envelhecimento com a saída da vida produtiva pela via da aposentadoria.

25 Envelhecimento da População Brasileira O crescimento exponencial da população brasileira > 60 anos, longevidade e queda da fecundidade Está acarretando uma série de conseqüências sociais, culturais, econômicas, políticas e epidemiológicas, para as quais o país não está ainda devidamente preparado.

26

27 Estratégias para Implementação Estratégia Conceitual Funcionalidade Fazer compras Pegar trans porte Pagar contas em bancos Tomar medicamento s Ter controle urinário e esfincteriano Andar Vestir-se Tomar banho Alimentar-se Cuidar da aparência Ir ao banheiro Sair da cama AUTONOMIA INDEPENDÊNCIA Uma pessoa está envelhecendo mal, quando ela não consegue mais sozinha...

28 NOVO PARADIGMA DE SAÚDE CURAMORTE POPULAÇÃOJOVEM DOENÇAS AGUDAS POPULAÇÃOIDOSA DOENÇAS CRÔNICAS REDUÇÃO DA CAPACIDADE FUNCIONAL

29 Políticas Oficiais no Brasil Lei 8.842/94: Política Nacional do Idoso Sancionada pelo Ministério da Saúde Publicada no Diário Oficial em Tem por objetivo assegurar os direitos sociais do idoso, criando condições para promover sua autonomia, integração e participação efetiva na sociedade Programa Nacional de Direitos Humanos (maio 2002) Considera como público-alvo todos os grupos populacionais específicos passíveis de discriminação, entre os quais o grupo de pessoas idosas.

30 Estratégias para Implementação Estratégia Conceitual Pirâmide de Risco Funcional Experiência de Belo Horizonte

31 Estratégias para Implementação Estratégia Conceitual-Operacional Experiência de Belo Horizonte

32

33 Cenário Brasileiro TENDÊNCIA SECULAR DO EXCESSO DE PESO NO BRASIL Fonte:Monteiro,2005

34 Principais fatores de risco Mortes atribuíveis: AMERICAS, 2000 Número de mortes (000s) Fonte: WHR 2002 Malta, D C; 2005

35 FORTALECIMENTO DA ATENÇÃO BÁSICA Cobertura das Equipes de Saúde da Família no Ano 2006 Em 28 de março de 2006 foi instituída a Portaria Nº 648 que aprova a Política Nacional de Atenção Básica. Neste documento a saúde do idoso se destaca como área estratégica para atuação.

36 Saúde do Idoso – Ações Estratégicas 1. Caderneta de Saúde da Pessoa Idosa Instrumento de cidadania com informações relevantes sobre a saúde da pessoa idosa, possibilitando um melhor acompanhamento por parte dos profissionais de saúde. 2. Caderno de Atenção Saúde da Pessoa Idosa Material indutor de ações de saúde tendo por referência as diretrizes da Política Nacional de Saúde da Pessoa Idosa e o paradigma da funcionalidade.

37

38

39 Estratégia Caderneta – Caderno de Atenção Básica Identificação do problema Discussão em Equipe Caderno como referência

40 Objetivos da Caderneta Propiciar um acompanhamento periódico de determinadas condições do indivíduo idoso e outros aspectos que possam interferir no seu bem-estar; Re-conhecer a população idosa cadastrada pelas equipes de saúde da família; Estabelecer critérios de risco para priorização de atendimento.

41 A Caderneta de Saúde da Pessoa Idosa Para o indivíduo idoso Instrumento de empoderamento; Participação ativa; Facilidade de acolhimento na urgência ou na referência; Possibilidade de reconhecimento do vínculo com a equipe/unidade de saúde; Educação em saúde.

42 A esperança de vida de povos indígenas ao nascer era 7,42 anos inferior à dos brancos, 1,3 ano inferior à dos negros e 9,18 inferior à dos amarelos. DESesperança de vida ao nascer Para resolver!

43

44

45

46

47 L. R. Wong - Setembro de 2005 Óbitos Nascimentos População Migrações

48 Objetivo Bem-Estar & Participação Condição Autonomia & Independência Pré-Requisito Capacidade cognitiva Capacidade de comunicação Capacidade de mobilidade Determinantes Herança Genética Reserva Orgânica Fatores Psicológicos, Sociais e Ambientais FONTES: Guimarães e Cunha, 2004; Freitas et al, 2002

49 A melhor maneira que a gente tem de fazer possível amanhã alguma coisa que não é possível de ser feita hoje é fazer aquilo que hoje pode ser feito. Mas se eu não fizer hoje aquilo que pode ser feito e tentar fazer hoje o que hoje não pode ser feito, dificilmente eu faço amanhã o que hoje também não puder fazer. Paulo Freire PARA REFLEXÃO


Carregar ppt "ENVELHECIMENTO POPULACIONAL Universidade Positivo Curso de Medicina – Geriatria Fevereiro – dias 16,17,18 e 19 2009."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google