A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

História do voleibol:  O voleibol foi criado em 1885 por William G. Morgan, professor de Educação Física no Colégio de Holyoke, no Estado de Massachussets.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "História do voleibol:  O voleibol foi criado em 1885 por William G. Morgan, professor de Educação Física no Colégio de Holyoke, no Estado de Massachussets."— Transcrição da apresentação:

1

2 História do voleibol:  O voleibol foi criado em 1885 por William G. Morgan, professor de Educação Física no Colégio de Holyoke, no Estado de Massachussets.  Colocou uma rede semelhante à de ténis a uma altura de 1,83, que dividia o campo de a meio, e sobre a qual a câmara de uma bola de basquetebol era batida.  As regras iniciais eram muito pouco desenvolvidas. O número de toques era ilimitado e um jogador podia tocar duas vezes seguidas na bola, e o número de jogadores na equipa era ilimitado, desde que ambas as equipas tivessem o mesmo número de jogadores.  Em 1896 aconteceu a primeira demonstração pública no Colégio de Springfield. Foram apresentadas duas equipas formadas por 5 jogadores, num campo de 15,35 metros de comprimento por 7,62 de largura e com a rede colocada a uma altura de 1,98 m. Todos ficaram entusiasmados e, durante a exibição, Alfred T. Halstead sugeriu o nome de Volley-Ball.  Como a bola de basquetebol era muito pesada, começou por se usar a sua câmara, o que também se tornava demasiado leve. Foi então que a firma A. G. Spalding & Brothers criou uma bola idêntica à dos tempos actuais. A primeira demonstração pública deste jogo foi realizada em 1896 no Springfield

3 Historia: Em Portugal  O Voleibol foi introduzido em Portugal pelas tropas norte-americanas que permaneceram na Ilha dos Açores, durante a 1ºGuerra Mundial. António Cavaco foi o motor de divulgação da modalidade quando veio cursar engenharia no IST em Lisboa.  Em 1938 foi criada a Associação de Voleibol de Lisboa e em 1942 fundava-se a Associação de Voleibol do Porto. A Federação Portuguesa de Voleibol foi criada em 1947 e Portugal foi ma dos 14 países fundadores da FIVB (Federação Internacional de Voleibol).  O Campeonato Nacional começou-se a disputar na época de 1946/47. O campeonato feminino só começou em 1959/60.  A estreia de Selecção Portuguesa em provas internacionais deu-se no Campeonato da Europa de 1948 em Roma, e ficou em 4º lugar.  A participação num Mundial aconteceu em 1956, no 3º Campeonato do Mundo em Paris, tendo-se classificado em 15º lugar, entre 24 países concorrentes.

4

5 Formato do Jogo:  Cada campo de voleibol é dividido por 16m (comprimento) x 8m (largura).  A altura da rede é variável conforme o sexo e a categoria.  Não há tempo do jogo definido; este termina quando uma equipa ganha três sets. Ganha o set a primeira equipa que chegue aos 25 com diferença de dois pontos.  Em caso de empate em sets a 2-2 o quinto set é disputado só até aos 15 sendo necessário a diferença de dois pontos. Em ambos os casos, não existe limite pontual, caso a vantagem de dois pontos não se verifique.

6  Os deslocamentos são movimentos de locomoção dos jogadores determinantes na realização correta dos gestos técnicos.

7  Adotar a posição fundamental.  Não cruzar os apoios.  Dirigir o olhar para a bola.  Executar os deslocamentos de uma forma rápida e controlada, parando em equilibrio.

8  O passe é um meio de transmissão da bola, pode ser executado em apoio suspensão ou de costas. O passe é normalmente o segundo contato de uma equipa com a bola. O seu principal objetivo consiste em posicioná-la de forma a permitir uma ação ofensiva por parte da equipe, ou seja, um ataque.

9  Adotar a posição fundamental (alta ou média)  Colocaras mãos com os dedos bem afastados à altura da testa, defenindo um triangulo entre os indicadores e os polegares.  Tocar a bola com as “pontas” dos dedos em simultâneo.  Colocar todo o corpo por baixo da bola no momento do toque.  Participar com todo o corpo na execução do passe (extensão de todos os segmentos corporais).  Dirigir o olhar para a bola.

10  É um gesto técnico normalmente utilizado na receção do serviço e na defesa.

11  Adotar a posição fundamental (média ou baixa).  Estender e unir os membros superiores, sobrepor as mãos e dirigi-las obliquamente para o solo, afastando-os do tronco.  Dirigir o olhar para a bola.  Tocar a bola com os antebraços.  Participar com todo o corpo na execução da manchete (a entensão dos membros superiores e acompanhada por uma ligeira elevação dos membros superiores para cima e para a frente.

12  O serviço é o gesto técnico com que se inicia a jogada. Pode ser executado por baixo, por cima, ou em suspensão.

13  Colocar os pés a frente do outro com os menbros inferiores ligeiramente fletidos.  Orientar os pés para onde se quer enviar a bola.  Agarrar a bola à altura da cintura com a mão ao lado do menbro inferior mais avançado, no prolongamento do menbro superior que vai efetuar o batimento.  Efetuar o movimento de trás para a frente com o menbro superior que vai bater na bola estendido.  Largar a bola e bater com a palma da mão dura.  Acompnhar o movimento do batimento e transferir o peso do corpo do pé de trás para a frente.

14  Colocar os pés a frente do outro com os menbros inferiores ligeiramente fletidos.  Orientar os pés para onde se quer enviar a bola.  Armar o membro superior que vai efetuar o batimento atrás da cabeça.  Lançar a bola na vertical e fazer o batimento no ponto mais lato atraves de um movimento rápido de extensão do membro superior.  Acompanhar o movimento do batimento e transferir o peso do corpo do pé de trás para a frente.

15  O remate é um gesto tecncio especifico do ataque, podendo ser executado em apoio(iniciação) ou supsensão.

16  Colocar um pé à frente do outro.  Fletir o membro superior que bate na bola oa nível da cabeça e para trás.  Bater na bola com a mão estendida e dedos bem afastados, de forma abranger uma grande superficie da bola.  Realiza um movimento compensatório(de cima para baixo) com o membro superior contrário ao batimento.

17  Observar a trajetória da bola e ajustar a corrida de balanço.  Executar um a três passos na diagonal em relação à rede e fazer a chamada a dois pés, colocando à frente o pé contrário ao membro superior rematador.  Impulsionar o tronco na vertical com ajuda dos membros superiores.  Fletir o tronco na vertical com ajuda dos membros superiores.  Executar o batimento de cima para baixo através da flexão do pulso.  Realizar a receção em eqjuilibrio com a parte anterior dos pés e flexão dos membros inferiores.

18  O Bloco é o primeiro gesto técnico da defesa, onde se procura parar, acima do bordo superior da rede, o ataque do adversário.

19  Drigir o olhar para a bola.  Deslocar-se para a zona de ataque do adversario direto.  Concentrar-se na direção da corrida do adversario e no membro superior que vai bater na bola.  Fazer face à bola, tentando enquadrar o membro superior do atacante no meio das mãos do blocador.  Realizar a impulsão a dois pés.  Coordenar o tempo de salto(atrasado) em relação ao tempo de salto.

20  Se a equipa que conquistou o ponto não foi a mesma que havia servido, os jogadores devem deslocar-se em sentido horário, passando a ocupar a próxima posição de número inferior no seu campo.

21


Carregar ppt "História do voleibol:  O voleibol foi criado em 1885 por William G. Morgan, professor de Educação Física no Colégio de Holyoke, no Estado de Massachussets."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google