A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Romantismo Álvares de Azevedo. Ironia, Amor e Morte Em todos os textos que escreveu, Álvares de Azevedo sempre explorou os temas dos desesperos passionais,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Romantismo Álvares de Azevedo. Ironia, Amor e Morte Em todos os textos que escreveu, Álvares de Azevedo sempre explorou os temas dos desesperos passionais,"— Transcrição da apresentação:

1 Romantismo Álvares de Azevedo

2 Ironia, Amor e Morte Em todos os textos que escreveu, Álvares de Azevedo sempre explorou os temas dos desesperos passionais, tratados a partir de duas perspectivas: a séria e a irônica. Álvares de Azevedo também se distingue por ser o primeiro a trazer a ironia para o centro da cena romântica.

3 Lira dos Vinte Anos Obra dividida em três partes, a Lira dos Vinte Anos revela as diferentes faces literárias de Álvares de Azevedo. A primeira e a terceira partes são marcadas pelo sentimentalismo e egocentrismo típicos dos ultrarromânticos. São poemas que registram o fascínio pela ideia de morrer e a atração pelas virgens pálidas e frias. A possibilidade de concretização do amor fica confinada ao mundo dos sonhos e da imaginação.

4 Lira dos Vinte Anos Na segunda parte da Lira dos Vinte Anos, o humor, a ironia e o sarcasmo emergem com força. Em lugar do medo da concretização física do amor, o que se interpõe entre os amantes são obstáculos como a distância que separa suas casas ou os gastos necessários para cortejar a moça.

5 Noite na Taverna A cena de abertura das narrativas de Noite na Taverna não poderia ser mais explicita: em um cenário em que mulheres bêbadas dormem sobre as mesas, um grupo de rapazes dá início ao relato de suas aventuras amorosas. Cada uma das personagens irá assumir a voz narrativa para contar aventuras que envolvem o lado destrutivo, para os ultrarromânticos, do sentimento amoroso: o desejo carnal.

6 Noite na Tarverna As histórias contadas não deixam dúvida sobre a lição final: o amor verdadeiro só é possível após a morte. Nessa obra, a idealização presente na prosa ultrarromântica, agora feita em termos negativos, alcança sua forma máxima.

7 Mac á rio A única peça de teatro escrita por Álvares de Azevedo, apresenta um cenário muito muito semelhante ao de Noite na Taverna. Em uma taverna, á noite, tem início o diálogo entre o estudante Macário e um estranho, que mais tarde se apresenta como Satã. Essa obra mostra o interesse do autor por temas satânicos.

8 Obras de Á lvares de Azevedo O conjunto de obras de Álvares de Azevedo é povoado por imagens de culpa associadas à erotização do relacionamento amoroso, que simbolizam a obsessão desse autor com o lado macabro da vida e do amor.


Carregar ppt "Romantismo Álvares de Azevedo. Ironia, Amor e Morte Em todos os textos que escreveu, Álvares de Azevedo sempre explorou os temas dos desesperos passionais,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google