A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Eis que eu envio o meu mensageiro, que preparará o caminho diante de mim; e de repente virá ao seu templo o Senhor, a quem vós buscais; e o mensageiro.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Eis que eu envio o meu mensageiro, que preparará o caminho diante de mim; e de repente virá ao seu templo o Senhor, a quem vós buscais; e o mensageiro."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 Eis que eu envio o meu mensageiro, que preparará o caminho diante de mim; e de repente virá ao seu templo o Senhor, a quem vós buscais; e o mensageiro da aliança, a quem vós desejais, eis que ele vem, diz o SENHOR dos Exércitos. Malaquias 3:1

4

5 O profeta Elias profetizou sobre um período de seca que se deu por causa da apostasia do povo de Israel em decorrência da idolatria e adoração a imagens (1Rs 17:1; 2Rs 23:5).

6 após o profeta Elias anunciar o tempo de seca – que duraria três anos e meio (Lc 4:25; Tg 5:17) – ele recebeu uma ordem de Deus para fugir para um local deserto onde seria sustentado pelo Senhor (1Rs 17:2-4).

7 Após os três anos e meio de seca, o profeta Elias retornou para um embate no Monte Carmelo e restaurou o altar do Senhor que estava em ruínas (1Rs 18:30).

8 Depois que o profeta Elias restaurou o altar do Senhor que estava em ruínas, ele orou, e desceu fogo do céu (1Rs 18:37-39).

9 O quinto e último aspecto do paralelo profético se refere ao aparecimento da nuvem (1Rs 18:44).

10

11 O papel do profeta era ser o porta voz de Deus para chamar o Seu povo ao arrependimento. O anjo de Apocalipse 14 é identificado com o profeta Elias pelo fato de ele ser o porta-voz de Deus para chamar ao arrependimento o Seu povo que se encontra em Babilônia.

12 Quando Deus chamava um profeta, Ele dava algumas incumbências que eram características do seu chamado profético.

13 Isaías: em determinado tempo do seu ofício profético, Deus ordenou a Isaías que ele deveria andar despido e descalço por três anos (Is 20:1-6). Isaías: em determinado tempo do seu ofício profético, Deus ordenou a Isaías que ele deveria andar despido e descalço por três anos (Is 20:1-6). 1 Ezequiel: a Ezequiel Deus deu a ordem de que deveria se deitar por 390 dias do lado esquerdo 2

14 Oséias: para Oséias, por ocasião do seu chamado, Deus ordenou que ele tomasse uma mulher de prostituição para ser sua esposa (Os 1:1-3). Oséias: para Oséias, por ocasião do seu chamado, Deus ordenou que ele tomasse uma mulher de prostituição para ser sua esposa (Os 1:1-3). 3

15 Cabia ao profeta aceitar ou não o chamado profético, seguindo ou não as ordens específicas para ele. Aceitar o chamado profético e não cumprir as ordens específicas de Deus significaria sofrer o juízo divino.

16 Após Elias profetizar sobre o período de seca, Deus o levou ao ribeiro de Querite onde ele foi sustentado pelo Senhor de forma miraculosa através de corvos que lhe traziam pão e carne de manhã e à tarde (1Rs 17:2-6).

17 Deus poderia continuar sustentando Elias em Querite com pão, água e carne o tempo que quisesse, mas não o fez assim. O motivo é porque Elias teria que enfrentar o maior desafio da sua vida no Monte Carmelo com o rei de Israel, o povo ao redor e todos os falsos profetas ali reunidos.

18 Deus deixou uma mensagem de saúde e regime alimentar específica para o Elias profético. Como vimos, essa mensagem aparece em paralelo com o profeta Elias, bem como com João Batista, que é o segundo Elias.

19

20 Assim como o profeta Elias estava sendo preparado por Deus para a grande batalha no Monte Carmelo, o Elias profético também precisa ser preparado para enfrentar a terrível batalha do Armagedom (Ap 16:12-16).

21 Nesta grande batalha, quem poderá ficar de pé? (Ap 6:17; Ml 3:2). Somente aqueles que têm seus nomes escritos no Livro da Vida do Cordeiro, pois eles não se macularam com as falsas doutrinas da Babilônia (Ap 13:8; 14:4).

22 É bem verdade que a reforma nos hábitos de saúde envolve muito mais do que simplesmente o abandono de alimentos cárneos. Somos instruídos a fazer uso equilibrado dos oito remédios da natureza.

23 “Foi-me mostrado novamente que a reforma de saúde é um ramo da grande obra que deve preparar um povo para a vinda do Senhor. Ela se acha tão ligada à terceira mensagem angélica, como as mãos o estão com o corpo” (Testemunhos Seletos, v. 1, p. 320).

24

25 O profeta Elias foi perseguido e jurado de morte por Jezabel (1Rs 19:2). Ele passou por um período de depressão espiritual e temeu pela própria vida (1Rs 19:3, 4). Mas Deus enviou o Seu anjo para que o fortalecesse e o sustentasse trazendo-lhe pão do céu (1Rs 19:5-7).

26 “Surge logo no Oriente uma pequena nuvem negra, aproximadamente da metade do tamanho da mão de um homem. É a nuvem que rodeia o Salvador, e que, à distância, parece estar envolta em trevas. O povo de Deus sabe ser esse o sinal do Filho do homem. Em solene silêncio fitam-na enquanto se aproxima da Terra, mais e mais brilhante e gloriosa, até se tornar grande nuvem branca, mostrando na base uma glória semelhante ao fogo consumidor e encimada pelo arco-íris do concerto. Jesus, na nuvem, avança como poderoso vencedor.” (O Grande Conflito, p. 640).

27

28 Deus escolheu identificar o anjo de Apocalipse 14 e o mensageiro de Malaquias 3:1 com o profeta Elias, em primeiro lugar, porque alguns eventos da vida e obra do profeta Elias se cumprem na história do Elias profético.

29 A revelação de que os alimentos cárneos seriam completamente abandonados, não se aplica a qualquer outro momento da história, senão para o tempo do fim. Tempo este em que Deus estaria preparando o Seu povo para o breve encontro com Ele nas nuvens do céu!

30 Deus tem feito um chamado profético específico para o Seu povo no tempo do fim. Estamos diante dos dias mais difíceis que sobrevirão sobre a história desse mundo. Aceite esse chamado buscando glorificar a Deus com o seu corpo.


Carregar ppt "Eis que eu envio o meu mensageiro, que preparará o caminho diante de mim; e de repente virá ao seu templo o Senhor, a quem vós buscais; e o mensageiro."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google