A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ORIENTE MÉDIO Apresentação montada por Celso Idamiano S. Júnior –

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ORIENTE MÉDIO Apresentação montada por Celso Idamiano S. Júnior –"— Transcrição da apresentação:

1 ORIENTE MÉDIO Apresentação montada por Celso Idamiano S. Júnior –

2 ASPECTOS GERAIS  Geograficamente, o Oriente Médio se situa em uma posição estratégica.  A interseção de três continentes faz com que a região seja diversa ética e religiosamente.  Tais fatores, gerados há milênios fazem com que a região seja um grande foco de tensão.

3

4 Mapa com destaque para a Península Arábica.

5 OS HEBREUS

6 A PEREGRINAÇÃO HEBRAICA  Apesar da simbologia utilizada, as origens do Oriente Médio estão nos textos bíblicos.  De acordo com estes, Abraão, descendente de Noé recebeu um chamado à Canaã.  Após conturbadas peregrinações, Abraão e a sua esposa, Sara, chegaram à terra prometida.

7 A PEREGRINAÇÃO HEBRAICA  A outra missão recebida por Abraão foi a expandir o seu povo, livre das corrupções.  Como sua esposa não podia dar a Luz, Hagar, serva de Sara, deu a luz a Ismael.  Percebendo o sofrimento de Sara, entretanto, Deus fez com que esta desse a luz à Isaac.

8 Abraão e Hagar Ismael (origem do povo árabe) Abraão e Sarah Isaac (origem do povo hebreu)

9 Mapa do êxodo hebreu na Palestina Antiga (esq.) e um mapa político atual (dir.).

10 Abraão foi impedido, por um anjo, de sacrificar seu filho, Isaac.

11 A PEREGRINAÇÃO HEBRAICA  Após a morte de Abraão, aos 165 anos, Ismael e Hagar constituíram tribos árabes nômades.  Mesmo com o apoio de Abraão, os hebreus de Isaac foram escravizados por diversos povos.

12 A PEREGRINAÇÃO HEBRAICA  Cercada de mitos, uma nova investida à Canaã foi delegada ao profeta Moisés (1250 a.C).  Além de ocupar a terra sagrada, Moisés ainda recebeu a missão de propagar o monoteísmo.  Dessa forma, por um bom tempo, os herdeiros de Moisés conseguiram se fixar em Canaã.

13 Moisés, escultura de Michelangelo.

14 Moisés conduzindo os hebreus à fuga da escravidão, no Egito.

15 A PEREGRINAÇÃO HEBRAICA  Apesar da fixação dos hebreus em Canaã, as investidas de outros povos persistiam.  A conquista efetiva da região, foi realizada pelo Império Romano em 63 a.C.

16 A PEREGRINAÇÃO HEBRAICA  Sem forças para resistir, a maioria dos judeus se espalhou pelo mundo, sofrendo a diáspora.  Tal processo teria supostamente enfraquecido os hebreus, que vieram a sofrer perseguições.

17 Representação gráfica do “cativeiro babilônico”.

18 A destruição de Jerusalém e o início da “Diáspora”.

19 O IMPÉRIO MUÇULMANO

20  Também originados dos semitas, as tribos árabes foram se desvinculando dos judeus.  Com a exceção de algumas cidades, os árabes viviam basicamente em áreas desérticas.  Assim, antes do séc. VII estas tribos possuíam poucas características em comum.

21 O IMPÉRIO MUÇULMANO  Foi Maomé, nascido em Meca no ano 570, o responsável por unificar os árabes.  Maomé se baseou nas religiões monoteístas existentes para formular uma própria.  O profeta iniciou suas pregações, e tendo sido perseguido, se refugiou em Medina.

22 A maioria das tribos árabes se dividiram em grupos de beduínos nômades.

23 Maomé recebeu, por vezes, a visita do anjo Gabriel.

24 Entre os islâmicos do Oriente Médio, as representações de Maomé são proibidas.

25 O IMPÉRIO MUÇULMANO  Mesmo com a morte de Maomé, (632 d.C.) os muçulmanos a expandiram os seus domínios.  A partir da Palestina estes conquistaram a Ásia, o norte da África e parte da Europa.  Esta fase expansionista se deu até meados do séc. XIII, quando se intensificaram as cruzadas.

26 O IMPÉRIO MUÇULMANO  Aos poucos os muçulmanos foram recolhidos ao Oriente Médio.  Os séculos de dominação, no entanto, fizeram com que o Islã se difundisse.  A influência moura pode ser vista ainda hoje em regiões da Europa e da África.

27 Meca, cidade que recebe muçulmanos de todo o mundo anualmente.

28 As cruzadas, aos poucos, conseguiram expulsar os árabes da Europa.

29 Foto da antiga mesquita na cidade de Granada, na Espanha.

30 QUESTÃO PALESTINA

31 ATUALIDADES  Desde a Diáspora em 63 a.C, os hebreus se tornaram uma nação desterrada.  Espalhados pelo mundo, estes fundaram o chamado movimento sionista no séc. XIX.  Os sionistas desejavam a criação de um estado hebreu na Palestina, terra prometida a Abraão

32 ATUALIDADES  No início do séc. XX, a Palestina fazia parte do Império Turco-Otomano, de maioria árabe.  Os turcos, entretanto, foram derrotados na 1ª Guerra, e os ingleses tomaram a Palestina.  Naquele momento, as pressões judaicas foram ignoradas por medo da retaliação islâmica.

33 Cartazes alusivos ao movimento sionista.

34 Extensões do antigo Império Turco-Otomano.

35 ATUALIDADES  Ao contrário do que se imaginava, o decorrer do século foi ainda pior para os hebreus; Holocausto: perseguições realizadas por Hitler.  Dessa forma, após a 2ª Guerra, aproveitando a fragilidade da Inglaterra, a ONU agiu na região

36 ATUALIDADES  A saída encontrada foi a demarcação de dois Estados independentes; Israel (estado hebreu) e o Estado Palestino (árabe).  Cedidas mediante à ocupação prévia, as áreas dos novos Estados foram distribuídas assim; 60% das terras para os hebreus e 40% para os árabes.

37 A ascensão de Adolf Hitler na Alemanha (1933).

38 Resultado do holocausto promovido pelos nazistas.

39 Composição da década de 1940 (esq.)e moderna (dir.) da região palestina.

40 ATUALIDADES  Imediatamente, os árabes se mobilizaram no intuito de não aceitar aquela divisão imposta.  Cabe ressaltar, entretanto, que os israelenses contaram com o apoio de forças capitalistas.  Dessa forma, os árabes, derrotados, viram os seus limites e a sua soberania reduzidos.

41 ATUALIDADES  Mediados pela ONU, palestinos e israelenses tentaram realizar acordos de paz; Acordos de paz de Oslo (1993).  Ainda assim, a intolerância de ambas as partes acaba por inviabilizar a paz na região.

42 Composição da década de 1940 (esq.)e moderna (dir.) da região palestina.

43 Ações expansionistas israelenses.

44 ATUALIDADES  Em 2007 Israel decretou o bloqueio da Faixa de Gaza, que ficou isolada comercialmente.  Os ataques do Hamas se tornaram ainda mais freqüentes após o embargo israelense.  Israel ignora a ONU e, se baseando na legítima defesa os palestinos, mantem sua luta. Isaac Rabin e Yasser Arafar, em 1993.

45 ATUALIDADES  Em 2005 Israel desmilitarizou e passou parte da Faixa de Gaza e da Cisjordânia para a ANP.  Naquele ano, Israel retirou suas últimas tropas da Faixa de Gaza e da Cisjordânia.

46 ATUALIDADES  Em 2006 o Hamas conquistou a maioria do legislativo da ANP.  A vitória do Hamas gerou uma guerra civil e o reaquecimento das tensões no Oriente Médio.

47 Guerrilheiros do grupo fundamentalista Hamas.

48 O grupo conta com um considerável apoio popular.

49 Ataques israelenses realizados na cidade de Gaza.

50 Os ataques acabam acarretando na morte de civis.


Carregar ppt "ORIENTE MÉDIO Apresentação montada por Celso Idamiano S. Júnior –"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google