A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SONO. É necessário periodicamente; Ritmo relativamente independente das condições externas; Completa interrupção da percepção de estímulos sensoriais.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SONO. É necessário periodicamente; Ritmo relativamente independente das condições externas; Completa interrupção da percepção de estímulos sensoriais."— Transcrição da apresentação:

1 SONO

2 É necessário periodicamente; Ritmo relativamente independente das condições externas; Completa interrupção da percepção de estímulos sensoriais e motores.

3 APNÉIA DO SONO A apnéia obstrutiva do sono(SAHOS) é a obstrução das vias aéreas superiores, impedindo a passagem do ar, em torno de 10 segundos, com a frequência de no mínimo 5 a 10 vezes por hora de sono.

4 Severidade da SAHOS 5 a 15 apnéia leve 9 15 a 30 moderada 9 superior a 30 severa

5 Sintomas Noturnos Pausas para respirar Sufocação Noctúria Sudorese excessiva Pesadelo Insônia Engasgos Ronco alto Despertares frequentes Sono inquieto

6 Sintomas Diurnos Alterações de humor fadiga Sonolência excessiva Dificuldade de concentração e memória Ansiedade e Depressão Cefaléia Hipertensão arterial Diminuição do libido e impotência Arritmia cardíaca

7 APNÉIA DO SONO

8

9 Gravidade Gravidade Homens Gravidade Mulheres

10 Apnéia do Sono em Crianças Nas crianças, a SAHOS pode aparecer desde o neonato até o adolescente, sendo mais comum nas crianças com idade pré-escolar ICSD-2, 2005

11 Em torno de 20% a 30% das crianças que roncam têm polissonografia confirmando síndrome da apnéia|hipopnéia do sono. Leach et al, % de ronco habitual em crianças com déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) Chervin et al, 1997

12 Apnéia Central Caracteriza-se por episódios recorrentes de apnéia causados por perda repetitiva do drive ventilatório, porém não há obstrução da via aérea superior.O ronco não é típico na apnéia central.

13 A Apnéia central é caracterizada como tendo um número de eventos centrais maior ou igual a 5/h e um predomínio de eventos centrais em relação ao número total de eventos Pode trazer risco de vida. É rara em crianças, e relativamente pouco comum em adultos.

14

15 Alterações e Sintomas Hipertrofia adeno amigdaliana Alterações do esqueleto facial Respirador bucal Obesidade Redução de crescimento Complicações cardiovasculares Dificuldades cognitivas e comportamentais Há uma incidência três vezes maior de problemas comportamentais e disfunções neurocognitivas.

16 Distúrbios do Sono

17

18 Falta de Sono Funções como planejamento e concentração lógica, aprendizado, memória e atenção são afetadas pela privação de sono. Com 21 horas em vigília contínua uma pessoa tem aptidões semelhantes a alguém alcoolizado. A privação do sono interfere negativamente no controle da temperatura corporal, no metabolismo e nas funções imunológicas.

19 Privação Crônica do sono Sonolência diurna Irritabilidade Mudança de personalidade Depressão Redução da capacidade intelectual Dificuldade de concentração Aumento de acidentes

20 Três dos maiores desatres dos últimos tempos tem em sua origem turnos de trabalho inadequados e poucas horas de sono.

21 Chernobyl – Ucrânia, 1985 Explosão da usina nuclear, espalhou lixo radioativo por mais de três mil Km2 Privação de sono Longas jornadas de trabalho em turnos Sonolência excessiva Por engano desligaram o resfriamento de emergência e os sistemas de segurança

22

23 Chalenger – EUA, 1986 Foi pouco divulgado, mas a equipe de manutenção virou a noite tentando solucionar alguns problemas, a despeito das advertências da NASA.

24 Exxon Valdez – Alasca, 1989 O terceiro oficial do petroleiro cochilou em serviço e o barco bateu num recife na costa do Alasca Tripulação submetida a jornadas de 12 a 14 horas e turnos de trabalho inadequados Maior derramamento de óleo da história, provocando um desastre ambiental sentido até hoje.

25

26 Estimativa de Custo Indireto U$ 41 bilhões de dólares por ano por queda de produtividade; U$ 17 a 27 bilhões por acidentes com veículos motorizados; U$ 7 bilhões relacionados com acidentes de trabalho; U$ 2 a 4 bilhões com acidentes públicos e residenciais.

27 Diagnóstico

28 Polissonografia Caseira

29 Polissonografia Clínica É realizada na Clínica do Sono onde o paciente é monitorado por uma noite e a gravidade da apneia é determinada.

30 Vídeo

31 Ronco O ronco é provocado pela vibração dos tecidos da garganta (palato mole e úvula), cada vez que o ar passa. Sem dúvida é o sintoma que mais chama atenção e muitas pessoas acreditam ser sinônimo de apnéia Pode ser um sinal de apnéia, porém nem todos os roncadores são apnéicos. Geralmente a posição de decúbito dorsal e a respiração bucal facilitam o aparecimento de ronco. Veis, 1998 ; Murphy, 2001

32 Ronco A maioria dos cônjuges de pacientes que roncam dormem separados ou reclamam de dificuldades de sono relativo ao ronco do companheiro. Estudo PSG com casais, antes e após o tratamento do cônjuge melhora a qualidade do sono do outro cônjuge.

33

34 Ronco Provoca inflamação e aumento da secreção da garganta Pode ser acentuado pelo fumo, excesso de álcool e obesidade É um problema social sério, alterando a convivência com o cônjuge e familiares

35 Tratamento A APNÉIA É UMA PATOLOGIA QUE DEVE SER TRATADO PELOS MÉDICOS! Equipe multidisciplinar Especialista do sono Pneumologista Neurologista Otorrino Dentista DENTISTA MÉDICO DO SONO

36 Tratamento CPAP – (Contínuos Positive Airway Pressure ou Pressão de Ar Positiva Contínua). É um aparelho compressor que sopra o ar sincronisadamente, através de uma mascara nasal, ligada ao compressor por uma mangueira, impedindo o colapso das vias aéreas superiores.

37

38 Tratamento APARELHO INTRAORAL É usado durante o sono e mantém a mandíbula para a frente, desobstruindo a passagem do ar e estabilizando a mandíbula para que ela não caia durante a noite, impedindo ou diminuindo o número de Apnéias e Hipopnéias.

39 Aparelho intraoral

40 Tratamento Aparelho intraoral É seguro Avança a mandíbula Impede a abertura excessiva da boca Não produz alterações na posição dentária Não compromete o espaço e a posição da língua Tem boa fixação, não desloca durante a noite Possibilita avançar gradualmente a mandíbula

41 TRATAMENTO As placas de avanço mandibular são capazes de melhorar a SAHOS e o ronco A sintomatologia de DTM não é agravada pelas placa de avanço mandibular quando o tratamento for indicado corretamente, os critérios ideais de confecção forem seguidos e os pacientes forem acompanhados As placas de avanço mandibular têm demonstrado efeito positivo no tratamento de bruxismo do sono

42 Efeitos MELHORA DO SONO; AUMENTO NA PRODUTIVIDADE DIÁRIA; MELHORA DAS RELAÇÕES CONJUGAIS; PREVENÇÃO DE PROBLEMAS DE SAÚDE GRAVES! QUALIDADE DE VIDA;


Carregar ppt "SONO. É necessário periodicamente; Ritmo relativamente independente das condições externas; Completa interrupção da percepção de estímulos sensoriais."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google