A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Eletrocardiografia Inicial DEPARTAMENTO DE CLÍNICA MÉDICA DISCIPLINA DE CARDIOLOGIA Prof. Samir Idaló Júnior.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Eletrocardiografia Inicial DEPARTAMENTO DE CLÍNICA MÉDICA DISCIPLINA DE CARDIOLOGIA Prof. Samir Idaló Júnior."— Transcrição da apresentação:

1 Eletrocardiografia Inicial DEPARTAMENTO DE CLÍNICA MÉDICA DISCIPLINA DE CARDIOLOGIA Prof. Samir Idaló Júnior

2 Na limiar Ca ++ K+K+ K + K+K+ K + Na + ATP REPOLARIZAÇÃO PRR PRE PRT PSN mV Potencial de Ação P T

3 ECG P QRS T 1 mV Repolarização ventriculos Despolarização ventriculos Despolarização dos atrios FIBRA ENDOCÁRDICA FIBRA ATRIAL

4 DERIVAÇÕES PERIFÉRICAS D1D1 D2D2 D3D3 Perna Esq Braço DirBraço Esq Standartização Derivação bipolar Derivação unipolar

5 Vetores

6 Derivações dos membros –D1: braço direito e braço esquerdo –D2: braço direito e pé –D3: braço esquerdo e pé –aVR: eletrodo explorador no braço direito –aVL: eletrodo explorador no braço esquerdo –aVF: eletrodo explorador no pé Derivações dos membros –D1: braço direito e braço esquerdo –D2: braço direito e pé –D3: braço esquerdo e pé –aVR: eletrodo explorador no braço direito –aVL: eletrodo explorador no braço esquerdo –aVF: eletrodo explorador no pé BDBE D1D2D3 aVRaVLaVF PÉ

7 Derivações precordiais –V1: 4o. EID –V2: 4o. EIE –V3: entre V2 e V4 –V4: 5o. EIE e linha hemi-clavicular esquerda –V5: 5o. EIE e linha axilar anterior –V6: 5o. EIE e linha axilar média Derivações precordiais –V1: 4o. EID –V2: 4o. EIE –V3: entre V2 e V4 –V4: 5o. EIE e linha hemi-clavicular esquerda –V5: 5o. EIE e linha axilar anterior –V6: 5o. EIE e linha axilar média BD BE V1V2V3 V4V5V6

8 ECG

9 D1 aVF D1 aVF 0º 180º - 90º +90º avRavL avR avL

10 1mm = 0.04s 1mm = 0.1mv Int.PR P Intervalo QT Velocidade papel QRS Ondas e Intervalos Q S R T 0,1 mV =1mm 0,04 s = 1mm Seg PR Seg QT

11 O Eixo QRS - Por consenso o eixo normal do QRS é definido entre - 30° a +90° -30° a -90° é referido como eixo desviado para a esquerda (DEE) +90° to +180° é referido como eixo desviado para direita (DED) DED DEE Eixo Normal Eixo Intermediário

12 Anatomia e Fisiologia Modificado de.A.D.A.M. Interactive Physiology

13 Anatomia e Fisiologia Modificado de.A.D.A.M. Interactive Physiology

14 Anatomia e Fisiologia Modificado de.A.D.A.M. Interactive Physiology

15 Anatomia e Fisiologia Modificado de.A.D.A.M. Interactive Physiology

16 Anatomia e Fisiologia Modificado de.A.D.A.M. Interactive Physiology

17 Anatomia e Fisiologia Modificado de.A.D.A.M. Interactive Physiology

18 Anatomia e Fisiologia Modificado de.A.D.A.M. Interactive Physiology

19 Anatomia e Fisiologia Modificado de.A.D.A.M. Interactive Physiology

20 Anatomia e Fisiologia Modificado de.A.D.A.M. Interactive Physiology

21 Anatomia e Fisiologia Modificado de.A.D.A.M. Interactive Physiology

22 0,20s 0,5mV 0,04s 0,1mV 25mm/seg HEINISCH, RH

23 ONDA P Duração –em D2, de 0,10 segundos Morfologia –arredondada, monofásica, pequenos entalhes; na taquicardia, pontiaguda Amplitude –em D2, de 2,5 mm Polaridade –Positiva em D1, D2 e D3; Neg. em aVR Duração –em D2, de 0,10 segundos Morfologia –arredondada, monofásica, pequenos entalhes; na taquicardia, pontiaguda Amplitude –em D2, de 2,5 mm Polaridade –Positiva em D1, D2 e D3; Neg. em aVR HEINISCH, RH

24 Complexo QRS Duração –de 0,05 a 0,10 segundos Morfologia –R, rS, rSr, Q, qR, qRs; de V1 a V6 Polaridade –orientação do vetor SÂQRS Duração –de 0,05 a 0,10 segundos Morfologia –R, rS, rSr, Q, qR, qRs; de V1 a V6 Polaridade –orientação do vetor SÂQRS HEINISCH, RH

25 Segmento ST É o intervalo entre o fim do complexo QRS (ponto J) e o início da onda T – é isoelétrico, desnivelamento < 1mm – segmento PR: linha isoelétrica É o intervalo entre o fim do complexo QRS (ponto J) e o início da onda T – é isoelétrico, desnivelamento < 1mm – segmento PR: linha isoelétrica HEINISCH, RH

26 ONDA T Duração –a medida está incluída no intervalo QT Morfologia –é arredondada e assimétrica, a primeira porção é mais lenta Amplitude –menor do que a amplitude do QRS Polaridade –positiva na maioria das derivações, exceções: D3, aVR, V1 e crianças (V1-3) Duração –a medida está incluída no intervalo QT Morfologia –é arredondada e assimétrica, a primeira porção é mais lenta Amplitude –menor do que a amplitude do QRS Polaridade –positiva na maioria das derivações, exceções: D3, aVR, V1 e crianças (V1-3) HEINISCH, RH

27 Intervalo Q-T Duração – entre o início do QRS e o fim da onda T –derivações V2 e V3 –normal: 0,30-0,46 seg. Fórmula de Bazett (Q-Tc) Q-Tc = Q-T medido/ R-R Duração – entre o início do QRS e o fim da onda T –derivações V2 e V3 –normal: 0,30-0,46 seg. Fórmula de Bazett (Q-Tc) Q-Tc = Q-T medido/ R-R HEINISCH, RH R-R QTm Q-Tc = 0,40 / 0,84 Q-Tc = 0,40/ 0,91 = 0,44 seg

28 Rotina de interpretação Identificar as derivações Analisar a onda P - RITMO Eixo Freqüência cardíaca Sobrecargas Intervalo PR – bloqueios AV Complexo QRS – bloqueios ramo Segmento ST Onda T e intervalo QT Identificar as derivações Analisar a onda P - RITMO Eixo Freqüência cardíaca Sobrecargas Intervalo PR – bloqueios AV Complexo QRS – bloqueios ramo Segmento ST Onda T e intervalo QT HEINISCH, RH

29 Ritmo Sinusal Diagnóstico Eletrocardiográfico Ondas P precedendo cada QRS Enlace A/V Ritmo regular (intervalos regulares entre os QRS) Freqüência entre 60 e 100 bpm Diagnóstico Eletrocardiográfico Ondas P precedendo cada QRS Enlace A/V Ritmo regular (intervalos regulares entre os QRS) Freqüência entre 60 e 100 bpm °

30 Taquicardia Sinusal Diagnóstico Eletrocardiográfico Freqüência acima de 100 bpm Ritmo regular Enlace A/V Diagnóstico Eletrocardiográfico Freqüência acima de 100 bpm Ritmo regular Enlace A/V

31 Bradicardia Sinusal Diagnóstico Eletrocardiográfico Freqüência cardíaca abaixo de 60 bpm Ritmo regular Enlace A/V Diagnóstico Eletrocardiográfico Freqüência cardíaca abaixo de 60 bpm Ritmo regular Enlace A/V

32 Regra dos 300 Pegar o número dos boxes grandes entre os complexos QRS; Divida por 300 este número; Resultado pode ser aproximadamente igual a FC; Este método somente pode ser usado para rítmo regular. Pegar o número dos boxes grandes entre os complexos QRS; Divida por 300 este número; Resultado pode ser aproximadamente igual a FC; Este método somente pode ser usado para rítmo regular.

33 Qual é a FC? (300 / 6) = 50 bpm

34 Qual é a FC? (300 / ~ 4) = ~ 75 bpm

35 Qual é a FC? (300 / 1.5) = 200 bpm

36 A Regra dos 300 É fácil memorizar a tabela abaixo: # box grandeFC

37 Regra dos 10 Segundos A maioria dos ECGs imprimem 10 segundos do ritmo por página; Conta - se o número de batimentos presentes no ECG e multiplica por 6 para obter o número de batimentos por 60 segundos. Este método é bom para ritmos irregulares. A maioria dos ECGs imprimem 10 segundos do ritmo por página; Conta - se o número de batimentos presentes no ECG e multiplica por 6 para obter o número de batimentos por 60 segundos. Este método é bom para ritmos irregulares.

38 Qual é a FC? 33 x 6 = 198 bpm The Alan E. Lindsay ECG Learning Center ;

39 Regra dos 1500 Divide 1500 pelo número de quadradinhos entre 2 intervalos RR

40 1500/21 = 72

41 O Eixo QRS O eixo QRS representa no geral a direção da atividade eletrica do coração. Anormalidades do eixo pode dar a dica de: 1.Aumento Ventricular 2.Bloqueios na condução ( hemibloqueio) O eixo QRS representa no geral a direção da atividade eletrica do coração. Anormalidades do eixo pode dar a dica de: 1.Aumento Ventricular 2.Bloqueios na condução ( hemibloqueio)

42 INTERVALO QT

43 8 – 16 anos Eixo QRS em torno de +60, variando de 0 a +90 Progressão do QRS para adulto Alta voltagem precordial, R em derivações esquerdas maior que em adulto Ponto J elevado Ondas T variavel. Pode estar aumentada em V1-V4 Example: 15 year old male Exemplo: 15 anos Ritmo Sinusal. F.C Eixo 0 PR QRS QT 0.38/0.43 Eixo a esquerda. Altas Voltagens precordiais Ponto J elevado V2-V4 = Repolarização precoce. Adulto Eixo QRS torno +50, variando 0 a +100 Ventriculo Esquerdo Dominante Ondas T elevadas nas precordiais direitas

44 Adulto

45 Adulto – Homem 26 anos

46 Homem- 54 anos

47 Mulher – 50 anos

48 Mulher- 40 anos

49 Mulher – 46 anos

50 Mulher – 89 anos


Carregar ppt "Eletrocardiografia Inicial DEPARTAMENTO DE CLÍNICA MÉDICA DISCIPLINA DE CARDIOLOGIA Prof. Samir Idaló Júnior."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google