A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

NÚCLEO INTERFÁSICO A intérfase é um período de intenso metabolismo, a célula se prepara para iniciar a divisão. Nesta fase ocorre a multiplicação das organelas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "NÚCLEO INTERFÁSICO A intérfase é um período de intenso metabolismo, a célula se prepara para iniciar a divisão. Nesta fase ocorre a multiplicação das organelas."— Transcrição da apresentação:

1 NÚCLEO INTERFÁSICO A intérfase é um período de intenso metabolismo, a célula se prepara para iniciar a divisão. Nesta fase ocorre a multiplicação das organelas e a duplicação do material genético. O núcleo interfásico só pode ser observado durante a intérfase Carioteca. Também chamada de cariomembrana, Envolve o conteúdo nuclear e é formada por duas membranas lipoprotéicas - lamela interna e lamela externa, entre as quais existe um espaço dominado perinuclear. A carioteca é dotada de numerosos poros que permitem a comunicação entre o material nuclear e o citoplasma. Através desses poros ocorre o intercâmbio de substâncias diversas entre o núcleo e o citoplasma, inclusive macromoléculas. De maneira geral quanto maior a atividade celular, maior é o número de poros de carioteca. Cariolinfa. Conhecida também como nucleoplasma ou suco nuclear, é uma massa incolor constituída principalmente de água e proteínas, que preenchem o núcleo celular. Cromatina. Representa o material genético contido no núcleo. Quimicamente, as cromatinas são proteínas conjugadas (nucleoproteínas), resultantes da associação entre proteínas simples e moléculas de DNA. A cromatina aparece, no núcleo interfásico, com o aspecto de um emaranhado de filamentos longos e finos, denominados cromonemas. Durante a divisão celular, os cromonemas ficam mais condensados, tornando-se mais curtos e mais grossos. Podem então ser vistos individualmente e passam a ser chamados de cromossomos. Núcleolo. Trata-se de um corpúsculo esponjoso e desprovido de membranas, que se encontra em contato direto com o suco nuclear. É constituído basicamente de RNA ribossômico associado à proteínas. Na síntese protéica, o nucléolo pode atuar como fonte de grânulos de ribonucleoproteínas, que migram para o citoplasma, originando ribossomos, organelas que representam a sede da síntese de proteínas numa célula. Compreende-se, então por que células muito ativas na produção de proteínas costumam possuir nucléolos bem desenvolvidos. No final da divisão celular a carioteca e o nucléolo desaparecem e tornam a aparecer no final da divisão celular, na telófase.

2 Em relação ao grau de condensação, a cromatina é classificada em eucromatina e heterocromatina. Camada dupla da membrana nuclear: Envoltório nuclear interno ou lamela interna Envoltório nuclear externo ou lamela externa A cromatina está mergulhada no nucleoplasma No núcleo pode haver um ou mais nucléolos

3 CROMOSSOMOS Quando observamos células em processo de divisão, no lugar da cromatina aparecem corpúsculos compactos em forma de bastonetes, facilmente visíveis ao microscópio óptico. Esses corpúsculos receberam o nome de cromossomos. O cromossomo é formado por um filamento dobrado por várias vezes sobre si mesmo, devido a um intenso enrolamento de DNA (ácido desoxirribonucléico) e agrupamento das histonas (proteínas do núcleo). Essa forma compacta facilita o movimento do material genético durante a divisão celular. Como o DNA pode estar duplicado, cada cromossomo pode aparecer sob a forma de dois filamentos compactos, chamados cromátides, que permanecem ligados por uma região, o centrômero.

4 CLASSIFICAÇÃO DOS CROMOSSOMOS As partes de um cromossomo separadas pelo centrômero são chamadas braços cromossômicos. De acordo com o tamanho dos braços, determinado pela posição do centrômero, os cromossomos são classificados em quatro tipos: a) Metacêntrico: possui braços aproximadamente do mesmo tamanho b) Submetacêntrico: possui um dos braços menor que o outro; c) Acrocêntrico: possui um dos braços muito pequeno em relação ao outro; d) Telocêntrico: possui apenas um braço, pois o centrômero se localiza na extremidade do filamento do cromossomo. Ainda na interfase há a duplicação do DNA onde cada filamento dá origem a outro e ambos se juntam. O ponto de união entre os dois filamentos recebe o nome de centrômero e o conjunto recebe o nome de cromátide- irmã. A espécie humana não apresenta cromossomo telocêntrico

5 Os cromossomos abrigam os genes responsáveis pela transmissão de características hereditárias.Os genes estão presentes em toda a molécula de DNA e o local que cada um deles ocupa recebe o nome de locus gênico. Para a formação do corpo são usadas células somáticas que na espécie humana elas têm 46 cromossomos. Nessas células os cromossomos estão organizados em pares, todos com os mesmos locos gênicos e são chamados homólogos. Numa mesma espécie o número de cromossomos é sempre igual, portanto, no ser humano estão presentes 23 pares de cromossomos homólogos resultado dos 46 cromossomos iniciais.

6 CROMOSSOMOS SEXUAIS OU ALOSSOMOS - um dos 23 pares de cromossomos é responsável pela definição do sexo. Mulheres – XX / Homens – XY Os demais cromossomos são chamados AUTOSSOMOS. Células diplóides (2n) são aquelas que possuem os cromossomos organizados em pares, enquanto as haplóides (n) são aquelas que não possuem pares homólogos. As células somáticas são haplóides ou diplóides? Um espermatozóide é haplóide ou diplóide? Um neurônio é haplóide ou diplóide? Uma fibra muscular é haplóide ou diplóide? Um zigoto é haplóide ou diplóide? OBS: Quando ocorre a fecundação os dois gametas haplóides se unem formando uma célula diplóide que recebe o nome de zigoto. A partir desse zigoto será construido um novo organismo, no caso do ser humano, um bebê.

7 Total de cromossomos nas células somáticas: 44A + XX - mulheres 44A + XY - homens CARIÓTIPO – cada espécie de ser vivo tem um tipo particular de cromossomos, chamado Cariótipo, representado pelo número, forma e tamanho característicos.

8 CROMATINA SEXUAL ou CORPÚSCULO DE BARR Corresponde a um dos cromossomos X que está condensado. Em alguns glóbulos brancos, esse cromossomo forma uma projeção característica, chamada baqueta. O homem, que possui apenas um cromossomo X, que permanece desenrolado, não possui cromatina sexual, exceto em casos de anomalias cromossomiais. Síndrome de Klinefelter – em homens

9 Síndrome de Down – em homens e mulheres CARIÓTIPO 45A + XX 45A + XY A síndrome de Down é conhecida por trissomia do 21

10 Síndrome de Turner – em mulheres CARIÓTIPO 44A + X

11 SÍNDROME DO SUPER MACHO / DUPLO Y Ao contrário do que muitas pessoas pensam, os super-machos não possuem aparência exageradamente masculinizada, podem apresentar uma estatura mais elevada em relação aos indivíduos com a mesma idade, alguns apresentam distúrbios motores e na fala, volume cerebral reduzido, dentes grandes, espaço entre as sobrancelhas saliente, orelhas, mãos e pés mais compridos que o normal. Ocasionalmente, ocorrem casos com criptorquidia (não crescimento dos testículos) e/ou redução do tamanho do pênis. Normalmente não há manifestações significativas na sua aparência. Os seus portadores são, na sua maioria, férteis, não havendo grande risco de ter filhos com esta anomalia. Como homens XYY possuem uma taxa de testosterona aumentada, acredita-se que este fator colabore com um comportamento agressivo, geralmente desenvolvido pelos indivíduos afetados por esta trissomia. Estes homens são extremamente vulneráveis, com pouca capacidade de decisão, alguma dificuldade Em controlar as emoções e são impulsivos.

12 01-Examine as seguintes afirmativas referentes ao ciclo celular: I) Quando uma célula sai da subfase S da interfase, apresenta o dobro de DNA. II) Se a célula não estiver em processo de divisão, ocorre pouca atividade metabólica no núcleo interfásico. III) Divisão celular é um processo que sempre dá origem a duas células geneticamente iguais. IV) Na anáfase da primeira divisão da meiose não ocorre divisão dos centrômeros. V) As células germinativas sofrem mitose. As afirmativas verdadeiras são as indicados por: a) I e ll b) l e Ill c) I, IV e V d) II e III e) Il, III e V

13 02 - Numere a coluna inferior, relacionando-a com a superior. Indivíduos: , X , XX , XXXXX , XXXXY , XXX Quantidade de cromatinas sexuais (corpúsculos de Barr) ( ) quatro ( ) duas ( ) nenhuma ( ) uma ( ) três Assinale a opção que apresenta a seqüência correta de numeração. a) 2, 4, 1, 3, 5 b) 3, 5, 1, 2, 4 c) 2, 3, 1, 4, 5 d) 3, 2, 1, 4, 5 e) 2, 1, 3, 4, 5

14 03 - Em humanos, a determinação do sexo cromossômico do zigoto (XX ou XY) depende do gameta masculino que fecunda o óvulo. II. Em mamíferos, as fêmeas possuem apenas um cromossomo X e os machos, dois. III. Em mamíferos, nas células somáticas de fêmeas normais, é possível observar o cromossomo X que foi inativado, pois este corresponde ao corpúsculo de Barr ou cromatina sexual. Está(ão) correta(s) a) apenas I. b) apenas II. c) apenas III. d) apenas I e II. e) apenas I e III.

15 04 - O núcleo é uma estrutura que coordena e comanda todas as funções celulares. Assinale a(s) proposição(ões) que apresenta(m) relações CORRETAS entre as estruturas nucleares, sua ocorrência e características químicas ou funcionais (01) Ao observarmos o núcleo interfásico em microscópio óptico, verificamos a total compactação da cromatina, que passa a chamar-se cromossomo. (02) A carioteca corresponde ao fluido onde estão mergulhados os cromossomos e as estruturas que formam o nucléolo. (04) A membrana nuclear apresenta "poros" ou "annuli", através dos quais ocorrem importantes trocas de macromoléculas entre núcleo e citoplasma. (08) O nucléolo, mergulhado no nucleoplasma, está sempre presente nas células eucarióticas, podendo haver mais de um por núcleo. (16) O nucléolo é uma região de intensa síntese de RNA ribossômico (RNAr). (32) A cromatina é formada por uma única e longa molécula de RNA, associada a várias moléculas de glicoproteínas.

16 GABARITO 01 – C 02 – B 03 – E 04 – 4, 8 e 16 CORRETAS – SOMA=28


Carregar ppt "NÚCLEO INTERFÁSICO A intérfase é um período de intenso metabolismo, a célula se prepara para iniciar a divisão. Nesta fase ocorre a multiplicação das organelas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google