A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Preservação da Madeira Agentes Xilófagos Famílias Anobbidae e Cerambycidae Prof Arlindo Costa Clayton S de Oliveira.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Preservação da Madeira Agentes Xilófagos Famílias Anobbidae e Cerambycidae Prof Arlindo Costa Clayton S de Oliveira."— Transcrição da apresentação:

1 Preservação da Madeira Agentes Xilófagos Famílias Anobbidae e Cerambycidae Prof Arlindo Costa Clayton S de Oliveira

2 Família Anobbidae São insetos pequenos, ovais ou cilíndricos, com o protórax cobrindo parcialmente a cabeça quando está deflexionada. As antenas, em geral, são formadas por 11 segmentos e, em algumas espécies, os últimos segmentos são maiores, os élitros cobrem completamente o abdômen.

3 Família Anobiidae Encontram-se em diversas partes do mundo em produtos armazenados secos de origem vegetal ou animal; muitos são broqueadores de madeira, por exemplo, o Anobium puncatum (Dgeer) pode ser encontrado em armazéns ou graneleiros com estruturas de madeira. Apenas duas espécies são importantes pragas de produtos armazenados: Lasioderma serricorne (F.), também conhecido com "bicho-do-fumo", e Stegobium paniceum (L.).

4 Lasioderma serricorne é um inseto pequeno e de cor castanho-avermelhada; o corpo, recoberto por pêlos bem claros, é de forma ovalada e mede de 2-3 mm; a cabeça é parcialmente coberta pelo protórax e as antenas são formadas por 4 a 10 segmentos de forma cerrada. Os élitros cobrem todo o abdômen e não são estriados. As larvas, logo depois da eclosão, são ágeis, abrem galerias cilíndricas nas folhas do fumo e, quando desenvolvidas, consomem áreas extensas das folhas. As fêmeas ovipositam em pequenas fendas nos fardos de fumo ou nos charutos, nunca nas folhas de fumo no campo. O número médio de ovos por fêmea está em torno de 40 a 50, e o ciclo completo, de 60 a 90 dias. O adulto quando em repouso ou perturbado por qualquer motivo dobra a cabeça e recolhe as patinhas. Além de praga primária do fumo, o adulto é capaz de perfurar embalagens de plástico, causando sérios problemas em produtos alimentícios, entre eles, frutos secos, grãos, farelos, farinhas e rações

5 Lasioderma serricorne

6 Stegobium paniceum Chamado de gorgulho-da-farinha, é um inseto semelhante ao "bicho-do- fumo". Quando adulto, é de forma ovóide, cor castanho-avermelhada, mede de 2-3 mm e é coberto de pilosidade. A fêmea oviposita aproximadamente 40 ovos, que, dependendo das condições ambientais, podem tardar mais de três meses para se transformar em adultos. Seu ciclo biológico é de 40 dias, a 30 o C e 60-90% de umidade relativa; é capaz de se desenvolver entre 15 o e 34 o C e umidades relativas inferiores a 35%. As larvas são esbranquiçadas, cobertas de pilosidade e não muito móveis. São espécies cosmopolitas, mas preferem climas temperados e tropicais. As características que o diferenciam de L. serricorne são os élitros estriados e os últimos três segmentos das antenas maiores. Alimentam-se de grande quantidade de produtos armazenados como cereais e subprodutos, pão, sopas e pastas, tortas de oleaginosas, frutas secas, sementes, vegetais desidratados, condimentos secos, coco ralado etc. Não é considerado praga primária de grãos sadios, limpos e secos.

7 Stegobium paniceum

8 Família Cerambycidae

9 Cerambycidae Essa família constituem um dos maiores grupos de coleóptera, com aproximadamente espécies descritas no mundo. A maioria, na fase larval,é composta por espécies fitófagas com amplo espectro de fonte de alimentação, principalmente madeiras mortas, mas também podem ocorrer em plantas vivas, sementes e raízes.

10 Cerambycidae Com esse tipo de hábito alimentar, os cerambicídeos desempenham um papel muito importante na reciclagem da matéria vegetal morta, reduzindo-a a pó, ao passo que as galerias abertas pelas larvas facilitam a penetração no interior da madeira, de água e microrganismos decompositores. Por outro lado, esses insetos tornam-se causadores de prejuízos quando habitam o agroecossistema e atacam as plantas de interesse agrícola.

11 Estudo de caso Comportamento da larva e prejuízos na Citricultura Larvas Diploschema rotundicolle (broca dos ponteiros) e Macropophora accentifer (broca do tronco) observadas na citricultura têm atacado ramos com diâmetro de até 5 centímetros. Quando elas atingem a metade do seu desenvolvimento biológico (± 3 cm de tamanho) realizam um corte em espiral no ramo entre a casca e o lenho do vegetal, o que interrompe o fluxo da seiva, provocando a murcha (50 a 70 frutos/ramo) e a perda dessa parte da planta, constituindo-se em elevados prejuízos para o citricultor. Normalmente nos pomares de ocorrência desse inseto, têm sido retirados entre 5 a 10 ramos atacados por planta o que tem proporcionado uma perda de 250 a 700 frutos para cada planta.

12 Cerambycidae

13

14 Referências Sites: nobiidae.pdf uma-especie-de-besouro-cerambycidae-ibidionini-como-uma-nova-praga-para-a- citricultura-paulista/


Carregar ppt "Preservação da Madeira Agentes Xilófagos Famílias Anobbidae e Cerambycidae Prof Arlindo Costa Clayton S de Oliveira."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google