A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

CURSO INSTRUMENTAL DE FLUXO DE CAIXA O QUE É FLUXO DE CAIXA? Método de controle do caixa da empresa, possibilitando uma visão de curto, médio e longo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "CURSO INSTRUMENTAL DE FLUXO DE CAIXA O QUE É FLUXO DE CAIXA? Método de controle do caixa da empresa, possibilitando uma visão de curto, médio e longo."— Transcrição da apresentação:

1

2 CURSO INSTRUMENTAL DE FLUXO DE CAIXA

3 O QUE É FLUXO DE CAIXA? Método de controle do caixa da empresa, possibilitando uma visão de curto, médio e longo prazo. Permite uma simulação do caixa da empresa, onde podemos antever situações, planejar pagamentos a fornecedores, recebimentos de clientes, cortes de custos, redução de pagamentos de juros bancários, estabelecer metas de vendas, etc.

4

5 Para refletir... Com que freqüência no mês sua empresa entra no cheque especial ? Sua empresa costuma atrasar pagamentos ? Quando os atrasos se fazem necessários, eles são planejados com alguma antecedência ? Você tem noção exata da inadimplência de sua empresa ? (Quando ? Quanto ? Quem ?) Seus relatórios gerenciais batem com o extrato bancário ? De 0 a 10, qual a nota que você daria para o grau de segurança dos controles da sua empresa? Já houve algum tipo de desvio na sua empresa ?

6 Entrada do novo gerente Ago/2008 Plano de saúde Fev/2008 Demissões maio/2008 R$ ,00 Recebimento em 15/08/2008 R$ ,00 Pagamento em 16/08/2008 ??? Primeiro salário 05/09/2008 REGIME DE COMPETÊNCIA E REGIME DE CAIXA

7 COMPETENCIA setembrooutubronovembro DEMONSTRATIVO DE RESULTADOS NO EXERCÍCIO Serve para a analisar a saúde operacional da empresa. Divisão de lucros. Análise de resultados dentro de um exercício. Geralmente analisado mês a mês. DRE Receitas vendasR$ 1.000R$ 5.000R$ Despesas LuzR$ 200 Aluguel/IPTU/ cond. R$ 400 TelefoneR$ 400R$ 600R$ 800 TOTALR$ 1.000R$ 1.200R$ RESULTADO R$ 0R$ 3.800R$ CAIXA setembrooutubronovembro FLUXO DE CAIXA Serve para análise da liquidez da empresa, necessidade de capital de giro, gestão de pagamentos e recebimentos (gerenciar o dia a dia). Cheque especial, etc. Analisado diariamente CASH FLOW CASH FORECAST Entradas vendasR$ 0R$ 1.000R$ Saídas LuzR$ 200 Aluguel/IPTU/ cond. R$ 400 TelefoneR$ 400R$ 600R$ 800 TOTALR$ 1.000R$ 1.200R$ Saldo - R$ R$ 200R$ Saldo Acumulado - R$ R$ 1.200R$ 2.400

8 CONCEITOS FUNDAMENTAIS regime de caixa e regime de competência eventocaixacompetência ALUGUELDia em que pagaMês a que o aluguel se refere RECEITA DE CONVÊNIOS45 dias após o faturamento em média No dia em que o cliente foi atendido EMPRÉSTIMOSNos dias dos pagamentos das parcelas No dia em que o $$ entrou na conta (valor principal) Em cada mês (os juros pagos) COMPRA PARCELADANos dias dos vencimentos das parcelas No dia em que a mercadoria foi entregue Serve para análise da liquidez da empresa, gestão de pagamentos e recebimentos (gerenciar o dia a dia). Cheque especial, etc. Serve para a analizar a saúde financeira da empresa. Divisão de lucros. Análise de resultados dentro de um exercício

9 Saldos Dívidas anteriores Inadimplência Receitas futuras Pagamentos futuros Saldos bancários Passivo trabalhista negociado Controles

10 Entendendo um processo de controle (restaurante de comida a quilo) Cliente entra no restaurante e recebe a COMANDA Cliente se serve e tem a sua COMANDA registrada com o peso e valor a ser pago Após a refeição, cliente se dirige ao caixa e efetua pagamento do que estiver registrado na COMANDA O caixa emite COMPROVANTE DE PAGAMENTO, e o anexa à COMANDA No fechamento do caixa, são feitas 3 conferências, que devem coincidir: - TOTAL DE VALORES RECEBIDOS - COMPROVANTES DE PAGAMENTO - COMANDAS No fechamento do caixa, são feitas 3 conferências, que devem coincidir: - TOTAL DE VALORES RECEBIDOS - COMPROVANTES DE PAGAMENTO - COMANDAS PARTIDA CONTRA PARTIDA

11 Pagamento de conta de luz Light NF Mês de Maio/2008 Vencimento em 18/06/2008 Valor – R$ 750,00 Pagamento através do Bradesco NET empresa Recibo 8622 Operação de caixa Documentos O Que ? Como ? conta de luz Light NF Mês de Maio/2008 Valor – R$ 750,00 Bradesco NET empresa Recibo 8622 Vencimento em 18/06/2008 Valor – R$ 750,00 PARTIDA CONTRA PARTIDA numData caixa Data competência Doc caixahistóricoentradasaídasaldo 0118/631/58622Pagamento de conta de luz NF , ,00

12 Venda de TV LCD 42 NF 5877 em 19/5/2008 VALOR R$ 4.000,00 4 parcelas de R$ 1.000,00 Recibo 3359 Cheques pré datados 321 – 19/6 – R$1.000, – 19/7 – R$ 1.000, – 19/8 – R$ 1.000, – 19/9 – R$ 1.000,00 Operação de caixa Documentos O Que ? Como ? Venda de TV 42 NF 5877 R$ 4.000,00 Recibo 3359 – Venda de TV 42 em 4 parcelas 321 – 19/6 – R$1.000, – 19/7 – R$ 1.000, – 19/8 – R$ 1.000, – 19-9 – R$ 1.000,00 PARTIDA CONTRA PARTIDA numData caixa Data competência Doc caixahistóricoentradasaídasaldo 0118/631/58622Pagamento de conta de luz NF , , /619/53359Venda de TV LCD 42 – cheque ,00250, /719/53359Venda de TV LCD 42 – cheque , , /819/53359Venda de TV LCD 42 – cheque , , /919/53359Venda de TV LCD 42 – cheque , ,00

13 Saldos Dívidas anteriores Inadimplência Receitas futuras Pagamentos futuros Saldos bancários Passivo trabalhista negociado Controles Receita e despesa Custo, Investimento, Faturamento Lucro

14 O PLANO DE CONTAS Hierarquia do plano de contas partidas dobradas Formas de Entrada e saída (Giro) x Destinação para um tipo de receita/despesa (Resultado) Centros de responsabilidade/custo

15 MONTAGEM DO FLUXO DE CAIXA Orçamento mensal O horizonte da projeção Compromissos e previsões Projeção das vendas

16 ACOMPANHAMENTO DO FLUXO DE CAIXA Extensão e redução de prazos Negociação com inadimplentes Juros bancários

17 Balanceamento de caixa Como reduzir os juros pagos ao banco, sem alterar o volume de pagamentos e recebimentos ?? Revendo as linhas de crédito da empresa junto ao banco Balanceando o Fluxo de caixa

18 Balanceamento do caixa Negociação com fornecedores para realocação dos pagamentos Revisão dos prazos de pagamento Antecipação de recebíveis, de acordo com a conveniência de caixa

19

20 CONSTRUINDO O SEU FLUXO DE CAIXA Definição do plano de contas Levantamento de todas as receitas e despesas futuras Levantamento dos saldos bancários Levantamento dos empréstimos Levantamento da inadimplência Levantamento dos pagamentos atrasados Ordenação dos dados levantados dentro do plano de contas e centros de responsabilidade Ordenação dos dados levantados dentro dos respectivos prazos Projeção das receitas para definição das metas de vendas Análise dos dados no dia a dia da empresa Negociação com fornecedores e credores Fechamento e análise do mês Redefinição dos orçamentos Definição de novos investimentos

21 DESEQUILÍBRIO FINANCEIRO sintomas Muito acesso ao cheque especial Atrasos a pagamentos Não saber o que reduzir para poder saldar compromissos Queima rápida do excedente de caixa causas básicas Despreparo na manipulação de contas

22 Manipulação indevida de contas Cunfusão entre regime de caixa e regime de competência Despreparo de pessoal Registro inadequado (tardio e/ou errado) de contas recebidas e vendas efetuadas Conciliação bancária inadequada Utilização inapropriada do softwareInadimplência mal controlada Plano de contas mal dimensionado (muito extenso, ou muito reduzido), dificultando a análise e a tomada de decisões. Comunicação inapropriada entre o financeiro e as outras gerencias (comercial, produção, marketing, diretoria)

23 DESEQUILÍBRIO FINANCEIRO sintomas Muito acesso ao cheque especial Atrasos a pagamentos Não saber o que reduzir para poder saldar compromissos Queima rápida do excedente de caixa causas básicas Despreparo na manipulação de contas Submeter-se a pressões externas (banco, fornecedores, etc)

24 Submissão a pressões externas Pressão de Fornecedores Pressão de Bancos Pressão de Credores As pressões não podem interferir na gerência da empresa. O gestor precisa ter segurança, e mesmo nos períodos difíceis, ele deve ter a situação sob controle.

25 DESEQUILÍBRIO FINANCEIRO sintomas Muito acesso ao cheque especial Atrasos a pagamentos Não saber o que reduzir para poder saldar compromissos Queima rápida do excedente de caixa causas básicas Despreparo na manipulação de contas Submeter-se a pressões externas (banco, fornecedores, etc) Controle inadequado Pagamentos e recebimentos muito concentrados em pontos do mês Ciranda de pagamentos

26 Ciranda de pagamentos (bola de neve de juros) 1 - Venda a prazo (100,00) (recebimento em 30dd) 2 - Vcto de Contas a pagar (90,00) 3 - Antecipação de duplicata (100,00 x 4% = 96,00) 4 - Pagamento das contas (96,00 – 90,00 = 6,00) 5 - Pgto das Despesas da venda (40,00) (30dd)

27 Fluxo de caixa

28 DESEQUILÍBRIO FINANCEIRO sintomas Muito acesso ao cheque especial Atrasos a pagamentos Não saber o que reduzir para poder saldar compromissos Queima rápida do excedente de caixa causas básicas Despreparo na manipulação de contas Submeter-se a pressões externas (banco, fornecedores, etc) Controle inadequado Pagamentos e recebimentos muito concentrados em pontos do mês Ciranda de pagamentos Falta de provisionamento consequências Excesso de juros Instabilidade Ausencia de planejamento de curto e médio prazo medidas de saneamento Receitas Despesas

29 ALGUNS DE NOSSOS CLIENTES MAN TURBO Halliburton Petrobrás Shell do Brasil Rio de Janeiro Refrescos Clinica Paulo Monte Clinica Criar Difusor Ar condicionado Lacca Onda Móveis Bolsas Poquet Cezanne Calçados Sonho dos Pés – Calçados RIONOITE.COM Sawala Imobiliária Gouvêa Advogados Associados Escritório de Advocacia Tavares Paes Telsul Telefonia

30 Praça Olavo Bilac, 28 – grupo 1810 Centro – – Rio de Janeiro – RJ Tel //


Carregar ppt "CURSO INSTRUMENTAL DE FLUXO DE CAIXA O QUE É FLUXO DE CAIXA? Método de controle do caixa da empresa, possibilitando uma visão de curto, médio e longo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google