A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Fluido de Corte Um Mal Necessário?. Fluido de corte : É em sua maioria um líquido, a base de água ou não, usado no momento da usinagem. Ao se interpor.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Fluido de Corte Um Mal Necessário?. Fluido de corte : É em sua maioria um líquido, a base de água ou não, usado no momento da usinagem. Ao se interpor."— Transcrição da apresentação:

1 Fluido de Corte Um Mal Necessário?

2 Fluido de corte : É em sua maioria um líquido, a base de água ou não, usado no momento da usinagem. Ao se interpor à ferramenta e a peça o fluido reduz o coeficiente de atrito e aumenta o rendimento do processo. Fluido de corte : É em sua maioria um líquido, a base de água ou não, usado no momento da usinagem. Ao se interpor à ferramenta e a peça o fluido reduz o coeficiente de atrito e aumenta o rendimento do processo. Funções: 1.Refrigerar 2.Lubrificar 3.Proteger contra a oxidação 4.Limpeza da região de Usinagem Funções: 1.Refrigerar 2.Lubrificar 3.Proteger contra a oxidação 4.Limpeza da região de Usinagem Película de Fluido

3 Entradas Saídas Resíduos Fluídos

4 Classificação dos Fluidos 1-Base de água Emulsões Minerais Semi- sintéticos Soluções Sintéticos 2-Isentos de água Integrais MineralSintéticaVegetalmistos

5 a.Mineral Óleos de petróleo de base parafínica ou naftênica b.Sintética Ésteres Diésteres c.Vegetal(canola) d.Mistos Misturados para dar maior compatibilidade aos aditivos a.Mineral Óleos de petróleo de base parafínica ou naftênica b.Sintética Ésteres Diésteres c.Vegetal(canola) d.Mistos Misturados para dar maior compatibilidade aos aditivos Vantagens Não são corrosivos Longa duração se mantido limpos Vantagens Não são corrosivos Longa duração se mantido limpos

6 1.Emulsões de óleo em água Basicamente compostos de água e óleo. A quantidade de óleo varia com o tipo de fluido necessário 1.Emulsões de óleo em água Basicamente compostos de água e óleo. A quantidade de óleo varia com o tipo de fluido necessário Vantagens Alto poder refrigerante Alto poder umectante Obs: Esses fluidos são geralmente utilizados em operações de alta velocidade, devido à grande capacidade refrigerante que possuem. Vantagens Alto poder refrigerante Alto poder umectante Obs: Esses fluidos são geralmente utilizados em operações de alta velocidade, devido à grande capacidade refrigerante que possuem.

7 Soluções químicas verdadeiras Não absorver os óleos contaminantes que vazam das máquinas (são insolúveis) Possuir excepcional resistência biológica Soluções químicas verdadeiras Não absorver os óleos contaminantes que vazam das máquinas (são insolúveis) Possuir excepcional resistência biológica

8 Função Geral: Os aditivos melhoram as propriedades inerentes aos fluidos ou lhes atribuem novas características. Função Geral: Os aditivos melhoram as propriedades inerentes aos fluidos ou lhes atribuem novas características. Classificação: 1.aqueles que afetam uma propriedade física ex.: viscosidade 2. aqueles cujo efeito é puramente químico ex.: anticorrosivos, antioxidantes Classificação: 1.aqueles que afetam uma propriedade física ex.: viscosidade 2. aqueles cujo efeito é puramente químico ex.: anticorrosivos, antioxidantes

9 Proteger os fluidos de usinagem frente a ação agressiva da atmosfera Antioxidantes Estabiliza a emulsão Emulsificantes Proteger a peça e a ferramenta Inibidores da corrosão Impedir o desenvolvimento de microorganismos no fluido Biocidas Formar uma camada intermediária entre duas superfícies metálicas e evitando o desgaste Ad. Extrema Pressão AditivoFunção

10 (Estabilizadores) Estabilizar o concentrado Umectantes Evita a formação de espuma Anti- espumantes Elimina e evita a formação de incrustações Complexantes Detergente e dispersantes Outros AditivoFunção

11 Óleos externos procedentes de folgas dos Circuitos hidráulicos e de engraxe; Óleos LubrificantesPartículas Sólidas MetálicasMicroorganismosPoeiras

12 V apores; Fumaças; Gases; Fumos Efeitos nocivos na atmosfera Efluentes sólidos e líquidos Degradação do solo e Recursos Hídricos Fluido de Corte

13 A elevada velocidade de giro atingida pelas máquinas e/ou ferramentas e a pressão de fornecimento de fluido, provocam a formação de névoas ou aerossóis, que se dispersam no ambiente. Tem-se então o risco da inalação dessas partículas, com o efeito nocivo para a saúde do trabalhador.

14 Inalação: - Irritações das vias respiratórias (pneumonia, fibrose pulmonar e asma). - Exposição a essa atmosfera podem apresentar tosse e catarro, irritação no nariz e na garganta e dificuldade respiratória. Contato com a pele: - pode causar o ressecamento ou irritações da pele (alergias), erupções cutâneas, Ex; o contato rotineiro do abdômen de um trabalhador com a máquina impregnada pelo fluido pode causar uma dermatite, se o tecido da roupa não for impermeável ao fluido. Inalação: - Irritações das vias respiratórias (pneumonia, fibrose pulmonar e asma). - Exposição a essa atmosfera podem apresentar tosse e catarro, irritação no nariz e na garganta e dificuldade respiratória. Contato com a pele: - pode causar o ressecamento ou irritações da pele (alergias), erupções cutâneas, Ex; o contato rotineiro do abdômen de um trabalhador com a máquina impregnada pelo fluido pode causar uma dermatite, se o tecido da roupa não for impermeável ao fluido.

15 O óleo integral não é biodegradável. As emulsões e fluidos sintéticos possuem uma gama diversificada de produtos químicos em sua composição de difícil tratamento e que, se lançados nos recursos hídricos ou no solo, podem provocar danos ao ecossistema e à população. Comprometimento do ar em decorrência dos aerossóis e dos vapores gerados pelo contato com superfícies quentes das peças e ferramentas empregadas. O dano potencial, nesse sentido, varia em função das propriedades físico-químicas do fluido de usinagem (pressão e aquecimento, por exemplo), da velocidade de rotação das peças trabalhadas e do aquecimento das superfícies. O óleo integral não é biodegradável. As emulsões e fluidos sintéticos possuem uma gama diversificada de produtos químicos em sua composição de difícil tratamento e que, se lançados nos recursos hídricos ou no solo, podem provocar danos ao ecossistema e à população. Comprometimento do ar em decorrência dos aerossóis e dos vapores gerados pelo contato com superfícies quentes das peças e ferramentas empregadas. O dano potencial, nesse sentido, varia em função das propriedades físico-químicas do fluido de usinagem (pressão e aquecimento, por exemplo), da velocidade de rotação das peças trabalhadas e do aquecimento das superfícies.

16

17

18 Implantação de plano de manutenção do Sistemas Hidráulicos. Instalações de decantadores ou centrífogas para a separação dos óleos contaminantes. Óleos contaminantes Instalação de sistema de filtração eficiente Decantadores Centrigas Separadores Magnéticos Partículas Solidas Capacitação de Fucionários Resíduos Contaminantes (Panos, plásticos)

19 pH Deve-se ser conforme orientação do fornecedor Testes de corrosão: valorar o poder corrosivo Controle dos níveis de sólidos(partículas) Cloreto: verificação de instabilidade da emução Controle de Qualidade Utilização de biocidas Aeração de fluido utilizado Controle da temperatura externa Microorganismos (Bactérias e fungos)

20 Planos informativos para operadores de usinagem. Formação de pessoal Conscientização através de palestras e cursos Instalação de uma tela protetora para evitar derramamentos e respingos no setor de trabalho. Outros

21

22 Ferramentas com: alta dureza e resistência ao desgastes - Ex.: CBN alta resistência à impacto Revestimentos de material lubrificante - Ex.: Cermit + (Al 2 O 3 ) Ferramentas com: alta dureza e resistência ao desgastes - Ex.: CBN alta resistência à impacto Revestimentos de material lubrificante - Ex.: Cermit + (Al 2 O 3 ) Pistola Automática de Ar : - Refrigera a peça e a ferramenta - Retira o cavaco da região de corte Obs.: Fazer a retirada da umidade do ar. Pistola Automática de Ar : - Refrigera a peça e a ferramenta - Retira o cavaco da região de corte Obs.: Fazer a retirada da umidade do ar. Modificações nos Processos: Estudos recentes (Diniz, 2002) mostram que é possível a usinagem a seco com vida de ferramenta é melhante à obtida com o uso de fluido de corte através da alteração dos parâmetros e corte (menor Vc, maiores f e ap). Modificações nos Processos: Estudos recentes (Diniz, 2002) mostram que é possível a usinagem a seco com vida de ferramenta é melhante à obtida com o uso de fluido de corte através da alteração dos parâmetros e corte (menor Vc, maiores f e ap).

23

24 MQF: seria uma solução intermediária e a curto prazo, entre a usinagem a seco e a usinagem com fluido cortante Minimizar da quantidade de fluido, aplicado em gotas ou pulverizado com o ar direcionado contra áreas de atrito MQF: seria uma solução intermediária e a curto prazo, entre a usinagem a seco e a usinagem com fluido cortante Minimizar da quantidade de fluido, aplicado em gotas ou pulverizado com o ar direcionado contra áreas de atrito

25

26 A USP está licenciando a patente para um fluido de corte - utilizado na indústria para refrigeração e lubrificação de ferramentas de corte - produzido a parte da mamona. A fórmula não provoca danos à pele dos operadores de máquinas, além de não apresentar dificuldades de descarte. Sua formulação composta por 3 aditivos que são: um bactericida, um anticorrosivo e um agente emulgador, todos estes produtos são ambientalmente adequados A USP está licenciando a patente para um fluido de corte - utilizado na indústria para refrigeração e lubrificação de ferramentas de corte - produzido a parte da mamona. A fórmula não provoca danos à pele dos operadores de máquinas, além de não apresentar dificuldades de descarte. Sua formulação composta por 3 aditivos que são: um bactericida, um anticorrosivo e um agente emulgador, todos estes produtos são ambientalmente adequados João Fernando Gomes de Oliveira Possui Graduação em Engenharia Mecânica (1982), Doutorado em Engenharia Mecânica (1988),

27


Carregar ppt "Fluido de Corte Um Mal Necessário?. Fluido de corte : É em sua maioria um líquido, a base de água ou não, usado no momento da usinagem. Ao se interpor."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google