A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Alguns Problemas Econômicos: - Por que a expansão da moeda e do crédito pode gerar inflação ? - Por que o nordestino possui uma renda per capita muito.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Alguns Problemas Econômicos: - Por que a expansão da moeda e do crédito pode gerar inflação ? - Por que o nordestino possui uma renda per capita muito."— Transcrição da apresentação:

1

2 Alguns Problemas Econômicos: - Por que a expansão da moeda e do crédito pode gerar inflação ? - Por que o nordestino possui uma renda per capita muito inferior à do paulista ? - Como pode uma desvalorização cambial conduzir a uma melhoria na balança comercial e uma redução do salário real ? - Até onde juros altos reduzem o consumo e estimulam a poupança ? - Por que a taxa de juros de mercado e o preço esperado de venda do produto são dados importantes para as decisões de investimento das empresas ? - Por que a renda dos agricultores se eleva quando ocorre uma estiagem que reduz a produção ? - Por que a alta de preço do cafezinho reduz a demanda de açúcar ?

3 Conceitos Fundamentais da Economia Origem Etimológica: - Termos Gregos oikos ( casa ) e nomos ( norma, Lei ). ADMINISTRAÇÃO DA CASA ou ADMINISTRAÇÃO DO ESTADO - ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS ESCASSOS A economia repousa sobre os atos humanos e é por excelência uma ciência social. Apesar da tendência atual ser a de se obter resultados cada vez mais precisos para os fenômenos econômi- cos é quase que impossível se fazer análises puramente frias e numéricas, isolando as complexas reações do homem no con- texto das atividades econômicas.

4 Definição - A ciência que estuda a escassez. - A ciência que estuda a forma pela qual a sociedade administra seus recursos produtivos escassos na produção de bens e serviços, de modo a distribuí-los entre as várias pessoas e grupos da sociedade, com a finalidade de satisfazer às necessidades humanas. Economia é uma ciência social que estuda a produção, a circulação e o consumo dos bens e serviços que são utilizados para satisfazer as necessidades humanas.

5 FATORES DE PRODUÇÃO -TRABALHO – É a contribuição do ser Humano, na produção, em forma de atividade física ou mental; -CAPITAL – É o conjunto de equipamentos, ferramentas e máquinas, produzidos pelo homem, que não se destinam à satisfação das necessidades através do consumo, mas concorrem para a produção de bens e serviços, aumentando a eficiência do trabalho humano. -RECURSOS NATURAIS - São os elementos da natureza utilizados pelo homem com a finalidade de criar bens.

6 - COMBINAÇÃO DOS FATORES DE PRODUÇÃO- + + = - Podemos então definir de certo modo a ECONOMIA como sendo o processo que combina fatores de produção para criar bens e serviços. TRABALHOCAPITAL RECURSOS NATURAIS BENS E SERVIÇOS

7 Problemas econômicos fundamentais Necessidades Humanas > Ilimitadas ou Infinitas. Recursos Produtivos (Fat.de Produção) > Finito e Limitado (Recursos naturais, Mão de Obra, Capital) - Insumos - Escassez : Natureza limitada dos recursos da sociedade. (restrição física dos recursos) Contradição Terra, matéria-prima, etc. A sociedade precisa gerenciar bem seus recursos

8 Quatro perguntas fundamentais - O QUE PRODUZIR ? Indica que é necessário identificar a natureza das necessidades humanas, para saber quais os bens e serviços a produzir. A sociedade deve produzir mais bens de consumo ou bens de capital, e quanto ? - QUANTO PRODUZIR ? Reconhece a limitação existente na disponibilidade dos fatores produtivos. - COMO PRODUZIR ? É uma questão técnica, que indica que há várias maneiras de se combinarem os fatores de produção para se obterem bens e serviços. Questão de eficiência produtiva. Capital ou mão-de-obra intensiva. - PARA QUEM PRODUZIR ? Envolve a questão da distribuição dos bens e dos serviços produzidos entre os elementos da sociedade. Quais os setores beneficiados.

9 Necessidades humanas ilimitadas X Recursos produtivos escassos Escassez Escolha O que e quanto Como Para quem (produzir) Problemas econômicos fundamentais

10 Sistema Econômico / Organização Econômica É a forma como a sociedade está organizada para desenvolver as atividades econômicas. Atividades de produção, circulação, distribuição e consumo de bens e serviços. Principais formas:. Economia de Mercado (ou descentralizada, tipo capitalista). Economia Planificada (ou centralizada, tipo socialista)

11 - Gráfico que mostra as várias combinações de produto que a economia pode produzir potencialmente, dados os fatores de produção e a tecnologia disponíveis. Curva (Fronteira) de Possibilidade de Produção - É a fronteira máxima que a economia pode produzir, dado os recursos produtivos limitados. Mostra as alternativas de produção da sociedade, supondo os recursos plenamente empregados.

12 Modelo: 2 Bens utilizando em conjunto todos os Fatores de Produção. Tradeoff da sociedade Curva (Fronteira) de Possibilidade de Produção A obtenção de alguma coisa, porém, abrindo mão de outra. Nada é de graça

13 Neste ponto o custo de oportunidade é zero, pois não é necessário sacrifício de recursos produtivos para aumentar a produção de um bem, ou mesmo, dois bens. A – Capacidade Ociosa (Ineficiência) Cont. Fronteira de Possibilidades de Produção A B C D

14 A B C D B,C – Não há como produzir mais, sem reduzir a produção do outro. - Combinações de produto - (Nível de produto Eficiente / Pleno Emprego) D – Nível impossível de produção. Posição inalcançável no período imediato. Fronteira de Possibilidades de Produção

15 Custo alternativo / Custo implícito É o grau de sacrifício que se faz ao optar pela produção de um bem, em termos da produção alternativa sacrificada. Custo de Oportunidade O custo de alguma coisa é o que você desiste para obtê-la.

16 Trade off B => C + Produto X - Produto Y Custo de Oportunidade Ex.: C => B O custo de oportunidade de 200 unid. de Y é 50 de X. A B C D Fronteira de Possibilidades de Produção

17 => Lei dos custos de oportunidade crescentes Razão da Concavidade da Curva Devido a Inflexibilidade dos recursos de produção Fronteira de Possibilidades de Produção

18 Dadas como inalteradas as capacidades tecnológicas e de produção de uma economia e estando o sistema a operar a níveis de pleno emprego, a obtenção de quantidades adicio- nais de determinada classe de produto implica necessaria- mente a redução das quantidades de outra classe. Em resposta a constantes reduções impostas à classe que estará sendo sacrificada, serão obtidas quantidades adicio- nais cada vez menos expressivas da classe cuja produção estará sendo aumentada, devido à relativa e progressiva inflexibilidade dos recursos de produção disponíveis e em uso. Fronteira de Possibilidades de Produção => Lei dos custos de oportunidade crescentes

19 Fronteira de Possibilidades de Produção Um avanço econômico na Indústria do bem Y desloca a fronteira de possibilidades de pro- dução para fora, aumen- tando o número de bens Y que a economia pode Produzir. Ex.: Avanço Tecnológico de um dos produtos.

20 Deslocamentos Positivos: Decorrem da expansão ou melhoria dos fatores de produção disponíveis. (Crescimento Econômico) Deslocamentos Negativos: Decorrem da redução, suca- teamento ou progressiva desqualificação do fatores de produção disponíveis. Positivo Negativo Fronteira de Possibilidades de Produção

21 Bens Produção Distribuição Serviços Alguns conceitos econômicos

22 Os bens e serviços podem ser classificados em: "livres: quando não implicam em sacrifício ou esforço da sociedade para sua obtenção: o ar, a água, a luz, o calor solar, o mar" (Cano, 1998:18) "econômicos: têm a característica fundamental de requerer para sua obtenção um certo esforço humano, apresentando-se com o caráter de relativamente escassos, sendo objetos de propriedade e de posse e o seu valor se expressa por meio de preços". (Cano, 1998: 18)

23 Recursos para produção Os recursos são os insumos (fatores de produção) básicos utilizados diretamente na produção de bens e serviços, dividindo-se em: 1.Terra: sentido amplo, incluindo minerais, água e outros bens naturais. 2.Trabalho: recursos humanos, habilidades físicas e mentais das pessoas. 3.Capital: recursos humanos, habilidades físicas e mentais das pessoas 4.Capacidade Empresarial: Administração dos fatores anteriores.

24 Funcionamento de uma economia de mercado: fluxos reais Agentes econômicos são as famílias (unidades familiares) e as empresas (unidades produtoras).Agentes econômicos são as famílias (unidades familiares) e as empresas (unidades produtoras). Famílias são proprietárias dos fatores de produção e os fornecem às unidades de produção (empresas) através do mercado dos fatores de produção. Famílias são proprietárias dos fatores de produção e os fornecem às unidades de produção (empresas) através do mercado dos fatores de produção. Empresas, através da combinação dos fatores de produção, produzem bens e serviços e os fornecem às famílias por meio do mercado de bens e serviços. Empresas, através da combinação dos fatores de produção, produzem bens e serviços e os fornecem às famílias por meio do mercado de bens e serviços. O fluxo é denominado fluxo real da economia.O fluxo é denominado fluxo real da economia.

25 Fluxo Real da Economia Economia Fechada FAMÍLIAS EMPRESAS Mercado de Bens e Serviços Mercado de Fatores de Produção Demanda de bens e serviços O que e quanto produzir Como produzir Para quem produzir Oferta de bens e serviços Demanda de serviços dos fatores de produção Oferta de serviços dos fatores de produção

26 Funcionamento de uma economia de mercado: fluxos monetários Mercado de bens e serviços, as famílias demandam bens e serviços, enquanto as empresas os oferecem;Mercado de bens e serviços, as famílias demandam bens e serviços, enquanto as empresas os oferecem; Mercado de fatores de produção, as famílias oferecem os serviços dos fatores de produção (que são de sua propriedade), enquanto as empresas os demandam.Mercado de fatores de produção, as famílias oferecem os serviços dos fatores de produção (que são de sua propriedade), enquanto as empresas os demandam. Fluxo real da economia só se torna possível com a presença da moeda, que é utilizada para remunerar os fatores de produção e para o pagamento dos bens e serviços.Fluxo real da economia só se torna possível com a presença da moeda, que é utilizada para remunerar os fatores de produção e para o pagamento dos bens e serviços.

27 Fluxo Monetário da Economia Economia Fechada FAMÍLIAS EMPRESAS Pagamento de Bens e Serviços Remuneração dos Fatores de Produção

28 Funcionamento de uma economia de mercado: fluxo Básico Em cada um dos mercados atuam conjuntamente as forças da oferta e da demanda, determinando o preço. Mercado de bens e serviços formam-se os preços dos bens e serviços Mercado de fatores de produção são determinados os preços dos fatores de produção (salários, juros, aluguéis, lucros, royalties etc.). Esse é o fluxo básico, é o que se estabelece entre famílias e empresas.

29 Fluxo Circular de Renda Economia Fechada FAMÍLIAS EMPRESAS Mercado de Bens e Serviços Mercado de Fatores de Produção Fluxo Real (Bens e Serviços) Fluxo Nominal (de moeda) Demanda de bens e serviços O que e quanto produzir Como produzir Para quem produzir Oferta de bens e serviços Demanda de serviços dos fatores de produção Oferta de serviços dos fatores de produção

30 Bens de Capital, Bens de Consumo, Bens Intermediários e Fatores de Produção Os bens de capital são aqueles utilizados na fabricação de outros bens, mas que não se desgastam totalmente no processo produtivo. É o caso, por exemplo, de máquinas, equipamentos e instalações. São usualmente classificados no ativo fixo das empresas, e uma de suas características é contribuir para a melhoria da produtividade da mão­de-obra.

31 Bens de Capital, Bens de Consumo, Bens Intermediários e Fatores de Produção Os bens de consumo destinam-se diretamente ao atendimento das necessidades humanas. De acordo com sua durabilidade, podem ser classificados como duráveis (por exemplo, geladeiras, fogões, automóveis) ou como não- duráveis (alimentos, produtos de limpeza etc.). Os bens intermediários são aqueles que são transformados ou agregados na produção de outros bens e que são consumidos totalmente no processo produtivo (insumos, matérias- primas e componentes). Diferenciam-se dos bens finais, que são vendidos para consumo ou utilização final.

32 Bens de Capital, Bens de Consumo, Bens Intermediários e Fatores de Produção Os bens de capital, como não são "consumidos" no processo produtivo, são também bens finais. Os fatores de produção, chamados recursos de produção da economia, são constituídos pelos recursos humanos (trabalho e capacidade empresarial), terra, capital e tecnologia.

33 Bens de Capital, Bens de Consumo, Bens Intermediários e Fatores de Produção A cada fator de produção corresponde uma remuneração, a saber:


Carregar ppt "Alguns Problemas Econômicos: - Por que a expansão da moeda e do crédito pode gerar inflação ? - Por que o nordestino possui uma renda per capita muito."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google