A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Www.sabedoriaviva..ning Trabalho de avaliação para: Drª Maria Helena Guerra Mestrada em Teosofia Profeta Enoch O Homem, dependendo da sua Sabedoria, terá

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Www.sabedoriaviva..ning Trabalho de avaliação para: Drª Maria Helena Guerra Mestrada em Teosofia Profeta Enoch O Homem, dependendo da sua Sabedoria, terá"— Transcrição da apresentação:

1 Trabalho de avaliação para: Drª Maria Helena Guerra Mestrada em Teosofia Profeta Enoch O Homem, dependendo da sua Sabedoria, terá a capacidade de ligar a sua atual Rede Conscencial com a Rede Universal Rede Conscencial com a Rede Universal que já é compatível com a sua alma. Aprendendo com: Profeta Enoch, (Sec II A.C.) Patriarca bíblico antediluviano (viveu antes da destruição e afundamento da Atlântida), é, sem dúvida, um dos mais credenciados reveladores da Verdade Científica da Nova Antiga Dimensão que neste começo de Aquário se expande no Planeta Terra. COMUNICAÇÃO POR TELEPENSAMENTO

2 As ondulações no tecido do espaço-tempo, que se vêem na imagem, poderão um dia fornecer provas observáveis das atividades dos instantes iniciais do Universo, revelando processos de alta energia atualmente inacessíveis até mesmo no estudo dos coletores de partículas.. As chamadas ondas gravitacionais estão previstas na teoria geral da relatividade de Albert Einstein como: – objetos em movimento que perturbam o espaço-tempo, gerando ondas semelhantes às de um barco navegando em um lago. Estas ondas, tendem a ser subtis, onde apenas os peso-pesados celestes produziriam efeitos detetáveis. Devido a estes estudos, sabe-se que a presença da gravitação, o magnetismo e a maioria das outras forças existentes no espaço, devem-se às ondas gravitacionais em movimento entre a matéria estelar e interestelar. Sobre o Terceiro olho, diz Enoch, há umarco de luz que controla toda a atividade neuronal básica da glândula pineal. Até à pouco tempo, esta possibilidade era atribuída há habilidade do cérebro, que funcionaria como um transcetor.. Apenas pessoas dotadas o revelavam. Nos nossos dias, através do conhecimento, está acessível a qualquer um que o desenvolva.. Reconhecendo outras formas de energia existentes, sabemos que a informação é transmitida de um "nível de energia para outro" …através da glândula pineal. Albert Einstein

3 Esclarecimentos sobre o Telepensamento - O homem recebe ou receberá, dependendo da sua Sabedoria e evolução espiritual, a capacidade de ligar a sua actual Rede Conscencial com a REDE UNIVERSAL que já é compatível com o seu actual estado de alma. - Esta conexão é feita através de uma comunicação que ele designa por TELEPENSAMENTO. Esta ligação vai dar ao homem a capacidade de comunicar com outras regiões galácticas. O TELEPENSAMENTO…. Afirma, ENOCH, é a capacidade de penetrar os diferentes campos de energia universais e fisicos, través da uma energia mental, elevada a um estado superior. Sendo esta energia emitida por um sinal claro, enfocado através do Terceiro Olho, que se encontra directamente conectado com as ONDAS GRAVITACIONAIS. Exemplo de Ondas gravitacionais …Antena espacial de laser…… ENOCH diz-nos o que é ENOCH diz-nos o que é e como funciona o e como funciona o TELEPENSAMENTO. TELEPENSAMENTO. - No seu estudo aprofundado, a Drª Maria Helena Guerra, fez o possível para simplificar o tecnicismo das explicações de ENOCH que sempre são dadas de uma forma altamente técnica. Além de simplificar o texto, também aqui ficam algumas provas científicas da veracidade do que ele ensina. Princípio da Reconexão

4 ANTENAS ESPACIAIS DE LASER - ALBERT EINSTEIN, CONFIRMOU A CIÊNCIA DAS ONDAS GRAVITAVIONAIS As ondulações no tecido do espaço-tempo, que se vêem nas imagens, poderão um dia fornecer provas observáveis das atividades dos instantes iniciais do Universo, revelando processos de alta energia atualmente inacessíveis até mesmo no estudo dos coletores de partículas As chamadas ondas gravitacionais estão previstas na teoria geral da relatividade de Albert Einstein como objetos em movimento que perturbam o espaço-tempo, gerando ondas semelhantes às de um barco navegando em um lago, mas tendentes a ser subtis e apenas os peso-pesados celestes produziriam efeitos detectáveis. - Devido a estes estudos, sabe-se que a presença da gravitação, o magnetismo e a maioria das outras forças existentes no espaço devem-se às ondas gravitacionais em movimento entre a matéria estelar e interestelar. Estrutura e efeitos das ondas gravitacionaisFormas de gravitação Laser Colector de particulas Antena Espacial Laser

5 O terceiro olho, também conhecido como Ajna, o sexto chakra, situa-se no ponto entre as sobrancelhas; conhecido como "terceiro olho" na tradição hinduísta, está ligado à capacidade intuitiva e à perceção subtil. Ajnachakrasobrancelhashinduístacapacidade intuitivaAjnachakrasobrancelhashinduístacapacidade intuitiva- Quando bem desenvolvido, pode indicar um sensitivo de alto grau. Enfraquecido, aponta para um certo primitivismo psico-mental ou, no aspecto físico, para tumoração craniana. tumoraçãocranianatumoraçãocraniana- Acredita-se que a glândula pineal, localizada no centro do cérebro e no meio da testa, tenha relação com tais capacidades indutivas e percepção subtil. glândula pinealcérebrotestaglândula pinealcérebrotesta- Essa glândula possui semelhanças com o globo ocular, ambos possuem membrana cristalina e receptores de cor. globo ocularcorglobo ocularcor Segundo as lendas, seres supra humanos possuíam o terceiro olho como um orgão que era capaz de exercer faculdades de telepatia e clarividência. orgãotelepatiaclarividênciaorgãotelepatiaclarividência- Até hoje, muitas pessoas, principalmente osbudistas, através da meditação e outras técnicas, trabalham psicologicamente essa glândula para recuperar tais poderes divinos que teriam sido perdidos ao longo da regressão da espécie. budistasmeditaçãoglânduladivinosespéciebudistasmeditaçãoglânduladivinosespécie

6 Levou a pensar que o olho pineal, em vez de ser elemento regressivo, com tendências ao desaparecimento, fosse, ao contrário, um elemento em potencial desenvolvimento. Do olho externo e ímpar de certos animais haveria, aos poucos, nos lentos e meticulosos processos de mutações e transformações evolutivas que se perdem no tempo, uma inflexão para o interior da caixa craniana, tomando características histológicas especiais sem perderem as de sua origem, com controlo de funções de alta relevância para o animal, como sejam os diversos mecanismos do instinto, com tonalidades e volumes próprios, conforme o desenvolvimento da espécie. o desenvolvimento da espécie. Com o aparecimento progressivo em relação à escala zoológica, foi aparecendo ao lado do olho pineal o divertículo epifisário, até que no homem alcançaria em conjunto com as paráfises, o estado mais completo do desenvolvimento pineal dos nossos dias. Desse modo, o 3º olho poderá ser visto como o ponto em que se iniciam os verdadeiros alicerces da glândula pineal e, como tal, o início da Individualidade espiritual, com as expressões de um EU em formação que, não existe nos invertebrados, cuja zona espiritual faz parte de um conjunto próprio da espécie ( alma grupo ) Com o aparecimento progressivo em relação à escala zoológica, foi aparecendo ao lado do olho pineal o divertículo epifisário, até que no homem alcançaria em conjunto com as paráfises, o estado mais completo do desenvolvimento pineal dos nossos dias. Desse modo, o 3º olho poderá ser visto como o ponto em que se iniciam os verdadeiros alicerces da glândula pineal e, como tal, o início da Individualidade espiritual, com as expressões de um EU em formação que, não existe nos invertebrados, cuja zona espiritual faz parte de um conjunto próprio da espécie ( alma grupo ) sem as nuançes que caracterizam o Indivíduo, o EU Lógico, de admitir à medida que a escala zoológica avança, os instintos se desenvolvem, atingindo seus mais altos graus de desenvolvimento /Evolução pelo treino. Na espécie humana, a glândula pineal responde pelos mecanismos da meditação ao discernimento, da reflexão ao pensamento lógico, na direção, transmutação e orientação dos fenômenos psíquicos mais variados., As pesquisas embriológicas em certos animais vertebrados (lacertídeos), notificaram a presença de um elemento que denominaram ''olho pineal", considerado por muitos como órgão sensorial destinado à visão de certos animais fósseis. Glandula Pineal Expansão do Princípio Inteligente A GLÂNDULA PINEAL E O HIPÓTÁLAMO, ESTÃO ASSOCIADOS À MATRIZ CRISTALINA DO UNIVERSO

7 A glândula pineal mantém relações com as glândulas endócrinas e deixa transparecer sua influência em maior ou menor grau. - Ainda é difícil estabelecer as relações exatas entre a pineal e as demais glândulas embora se possa assegurar pelos trabalhos e observações conjuntas, que a pineal seria realmente a orientadora da cadeia glandular, comunicando-se com as demais glândulas direta ou indiretamente, tendo na hipófise o grande campo de suas expansões com o organismo inteiro. Ainda é difícil estabelecer as relações exatas entre a pineal e as demais glândulas embora se possa assegurar pelos trabalhos e observações conjuntas, que a pineal seria realmente a orientadora da cadeia glandular, comunicando-se com as demais glândulas direta ou indiretamente, tendo na hipófise o grande campo de suas expansões com o organismo inteiro. Não seria a neuro-hipófise, mas precisamente, a zona por intermédio da qual a pineal orientaria todo o seu trabalho no equilíbrio endócrino. Não seria a neuro-hipófise, mas precisamente, a zona por intermédio da qual a pineal orientaria todo o seu trabalho no equilíbrio endócrino. A glândula pineal ou epífise, na espécie humana, ocupa a posição central em relação aos órgãos nervosos (grav. 1, 2 e 3). Sobre o Terceiro olho, diz ENOCH, há um arco de luz que controla toda a atividade neuronal básica da glândula pineal. a atividade neuronal básica da glândula pineal.- Exemplo de uma rede cerebral neuronal no cérebro. Cientistas relatam que a camada externa do cérebro, a região da razão, do planeamento e do autoconhecimento conhecida como córtex cerebral, tem uma câmara de compensação central de atividade abaixo da coroa da cabeça que é amplamente conectada a regiões mais especializadas como á pineal, em uma grande rede, num complexo emaranhado de arcos de luz

8 O arco de luz penetra no cérebro através do Terceiro olho, em direcção á glândula pineal, porque o 3º olho controla toda a síntese de luz conetada com o córtex cerebral. A glândula pineal é, em geral, conhecida como o portal da alma Estamo-nos movendo da era do conhecimento e da compreensão para entrar na era da inteligência que existe em múltiplos campos que existe em múltiplos campos. conexão neuronal, nome da foto efeitos do arco de luzimagem Em medicina, é sabido que, através da bioquímica que, injetando uma enzima de serotonina no córtex cerebral, este move-se, girando suavemente, libertando intensos padrões de fosfeno. O córtex cerebral é dividido em áreas denominadas lobos cerebrais, cada uma com funções diferenciadas e especializadas. especializadas O efeito da luz que entra através do 3º olho, desencadeia uma enorme atividade dos fosfenos no cérebro, dentro de cada um dos lobos cerebrais. O efeito da luz que entra através do 3º olho, desencadeia uma enorme atividade dos fosfenos no cérebro, dentro de cada um dos lobos cerebrais.

9 Fosfenos são sensações subjetivas de luz, sinais elétricos injetados por elétrodos ou imagens que persistem na retina, por efeito causada por estimulação mecânica, elétrica ou magnética na retina ou córtex visual. Os fosfenos diferenciam o funcionamento rítmico do cérebro e a existência de ritmos cerebrais que podem ser desenvolvidos e mantidos pela prática de exercícios de pensamento ritmado. O ritmo, estrutura o pensamento e dá-lhe uma potência específica que O ritmo, estrutura o pensamento e dá-lhe uma potência específica que melhora a atenção, a concentração, a memória, o sentido da iniciativa e a criatividade. Durante as suas investigações de fisiologia cerebral, o Dr. LEFEBURE e os seus colaboradores, aperceberam-se que os fosfenos e o pensamento ritmado são facilmente transmissíveis por telepatia. são facilmente transmissíveis por telepatia. Este professor afirma que, "A transmissibilidade telepática dos fosfenos é muito grande, sem comparação possível com a dos pensamentos, nas condições comuns de experimentação. Por telepatia FOSFÉNICA quer-se dizer: transmissão do pensamento ritmado. Por telepatia FOSFÉNICA quer-se dizer: transmissão do pensamento ritmado.

10 Entenda-se que a síntese de Luz… controlada pela área da glândula pineal e pelo córtex cerebral… produz um processo especial de aumento e diminuição que motiva mudanças físicas de sensibilidade nos corpos fisicos. E dependendo da intensidade desses sinais recebidos nas várias regiões do cérebro (lobos temporais), estes passam a produzir entre 30 a 40 vezes mais transformações na actividade enzimática resultando no aumento da velocidade da reação e possibilitando um metabolismo perfeito nos seres vivos. metabolismoseres vivos Nas plantas, através da Fotosintese, a energia de luz é convertida em energia química na forma de ATP e NADPH usando as reacções dependentes de luzATPNADPHreacções dependentes de luz

11 Chama-se a atenção para o seguinte: a glândula pineal é muito sensível à espécie de luz que recebe e a luz solar diminui a actividade enzimática produzida pela glândula pineal, por isso, devemos ter cuidado quando se medita e trabalha em telepensamento ou algo do género, controlando no ambiente a quantidade e a qualidade da luz. - Para obter todo o resultado possível, deverá ser usado um ambiente de luz adequado à glândula pineal, partindo do princípio de que a LUZ Ain Soph vem do treino de meditação que atrai, é uma Luz Interior que só o nosso EU Superior pode captar. partindo do princípio de que a LUZ Ain Soph vem do treino de meditação que atrai, é uma Luz Interior que só o nosso EU Superior pode captar. A luz que ativa esta glândula na comunicação por Telepensamento é a Luz Ain Soph e não a luz do Sol que, é destrutiva para os mecanismos da memória, necessários para trabalhar com inteligência. Para quem não sabe: A Luz Ain Soph ou Ein Soph, em hebraico, significa sem limite …Ain Soph, é o TODO Supremo da Cabala, aquilo a que chamamos Deus no seu aspeto mais elevado…nunca incluindo o sentido restrito da palavra ser….DEUS…sendo auto-contido e auto-suficiente, não pode ser limitado pela existência, que limita todos os seres que a possuem. É do Ain Soph que emanam os Sephirots, que formam a árvore da vida, (que não faz parte deste trabalho) e que é uma representação Abstrata da Natureza Divina. - Por fim, o Ain Soph é o Não-Ser….um principio que permanece não manifestado e é incompreensível à inteligência humana. - Representação de Ain Soph desenhada por Enoch e suas chaves da Vida Árvore da Vida Chaves da Vida

12 ." "O que somos, fazemos, pensamos e sentimos... Tudo é reflexo de uma dinâmica divina, uma espiral eterna e infinita chamada existência A Luz Ain Soph é o Nada Absoluto, denominação de Deus, é como uma luz interior, que só a alma distingue, não é uma luz física, é transcendente que se traduz por Coisa alguma, sendo o Nada do Tudo que está para além da existência, separada de tudo que é ao mesmo tempo o Tudo. AIN não está em baixo, nem está em cima, é puramente imaterial nem está em lugar nenhum, é incompreensível e inexplicável, somente as Divindades podem compreender a sua Existência. Definições científicas de Madame Helena Petrovina Blavasky : Grande sábia dotada de poderes paranormais e fundadora da Sociedade Teosófica de que faz parte a Drª Maria Helena Guerra em Portugal. AIN é a causa causorum de tudo que é, foi ou será. ELE, É BRAHAMA, a primeira diferença ou modificação do Aquilo, ante o qual tremem os Deuses e os Homens. - Como podemos defini-lo? AIN é Espírito? Na verdade lhes digo que não é. AINé matéria? Certamente lhes digo que não é. AIN é a raiz do Espírito e da Matéria, mas não é nenhum, nem outro. AIN é a LUZ que jamais foi criada por algum Deus ou Divindade. AIN é o Absoluto acima de todas as leis, omnisciência total é a aquilo a que podemos entender chamar de felicidade sem limites." O Confronto destes [Ain e Ain Soph] produz a Idéia finita positiva que ocorre ser Luz, אור [Aur]. - "Esta palavra [Aur] é a mais importante, porque simboliza o Universo imediatamente após o Chaos, a confusão do Confronto de infinitos Opostos. Chaos - א [Aleph] é o Ovo da Matéria; ו [Yod] é |Taurus! o Touro, ou Energia-Motiva; e ר [Resh] é o Sol, ou Sistema de Orbes organizado e móvel. א [Aleph] é o Ovo da Matéria; ו [Yod] é |Taurus! o Touro, ou Energia-Motiva; e ר [Resh] é o Sol, ou Sistema de Orbes organizado e móvel.Taurus As três Letras de [Ain] desta forma repetem as três ideias

13 AIN SOPH - o infinito De Ain (zero) nasce Ain Soph, a unidade. Na Cabala Hebraica, Ain Soph significa o Infinito. Ain Soph é o TODO ABSOLUTO para o NADA ABSOLUTO, que corresponde a AIN. Ain Soph é o TODO ABSOLUTO para o NADA ABSOLUTO, que corresponde a AIN. Dizem às tradições que Deus desejou ver a si mesmo, desta forma a Sua própria vontade,. alegorizada pela LUZ que brilhou em toda parte e em lugar nenhum.- De AIN SOPH emana toda a criação, mas a criação não é igual, nem em essência e nem em potência ao AIN SOPH que, por meio de sua Divina Luz lncriada, irradia de si mesmo uma inteligência, um poder, que originalmente participa da perfeição e infinitude de seu Criador e que por se derivar dELE tem aspetos finitos. A Cabala chama a esta primeira emanação espiritual de AIN SOPH, o inefável Ancião dos Dias que é o Ser do nosso Ser, o Pai Mãe em nós mesmos. A Cabala chama a esta primeira emanação espiritual de AIN SOPH, o inefável Ancião dos Dias que é o Ser do nosso Ser, o Pai Mãe em nós mesmos. Não podendo o AIN SOPH se expressar no plano físico limitado, se expressa por meio dos DEZ SEPHIROTES da Cabala. Em AIN SOPH existe uma estranha evolução que nem os Deuses, nem os Homens a conhecem; Além do Íntimo está o LOGOS, o CRISTO. Em AIN SOPH existe uma estranha evolução que nem os Deuses, nem os Homens a conhecem; Além do Íntimo está o LOGOS, o CRISTO.- Mais além do Inefável Ancião dos Dias está o AIN SOPH, o Absoluto. A sua exalação se chama DIA COSMICO (Mahanvantara) e a sua inalação chama-se NOITE CÓSMICA (Grande Pralaya). (Grande Pralaya). Durante a Noite Cósmica o Universo se desintegra no AIN SOPH e só existe na sua mente e na dos Deuses. Antes que o flamígero coração do Sistema Solar de Ors (em que vivemos, nos movemos e temos nosso Ser) começasse a palpitar intensamente depois da Grande Pralaya, o tempo temos nosso Ser) começasse a palpitar intensamente depois da Grande Pralaya, o tempo não existia; Estava dormindo no seio profundo do ESPAÇO ABSTRATO ABSOLUTO.

14 Se, ao final do Mahanvantara, as SETE DIMENSÕES básicas do Universo se reduzem a um simples ponto matemático que se perde como uma gota entre o Grande Oceano, é evidente que o tempo deixa de existir. matemático que se perde como uma gota entre o Grande Oceano, é evidente que o tempo deixa de existir.- Para os antigos astecas Ain Soph é Tonatiuh o Demiurgo Criador, representado no centro do Tzolkin, o calendário solar dos Maias. Os mundos, como os homens, animais e plantas nascem, crescem, envelhecem e morrem. - Tudo que existe sob a jurisdição do Sol, tem um tempo definido. A sabedoria antiga diz que BRAHAMA, o Pai (o Oceano do Espírito Universal da Vida), ao chegar a Grande Noite, se submerge entre o Espaço Abstrato durante 7 eternidades. As 7 eternidades significam E VOS ou períodos de tempo totalmente definidos, precisos e claros. (Entidades da Luz afirmam que um Mahakalpa, Grande Idade, Dia Cósmico, dura de anos, o que vem demolir todas as teorias comercialistas da fé, do acabar do mundo nos nossos dias.) É óbvio que um Mahapralaya, Noite Cósmica, equivale à mesma quantidade de tempo. Quando chegar a noite profunda dos criadores deste sistema solar, eles serão absorvidos pelo seio do absoluto e ficará apenas um grupo de luas. Os sóis, os planetas, a Terra e a vida terão desaparecido com todas as CHISPAS VIRGINAIS. a cada criatura vivente corresponde uma chispa virginal A cada um corresponde uma CHISPA VIRGINAL, a cada criatura vivente corresponde uma chispa virginal, no Absoluto por 7 eternidades a qual será absorvida no Absoluto por 7 eternidades.- Se observarmos a nossa Lua (Selene) veremos que é um cadáver ! Teve uma rica vida, mares, vulcões. Há outras luas, que um dia tiveram vida, girando ao redor de Marte, Saturno, etc. No passado Mahanvantara, que foi um Padma, ou Loto de Ouro, houve na Lua uma humanidade com 7 raças. AS SETE DIMENSÕES BÁSICAS DO UNIVERSO

15 Quando estas finalizaram, a Lua morreu. Quando estas finalizaram, a Lua morreu. - Os Deuses, mediante o fogo, surgem do abismo e se perdem no Absoluto. - Luz e Trevas são fenômenos do mesmo Noumeno, ignoto, profundo, inconcebível para a razão. Luz e Trevas são fenômenos do mesmo Noumeno, ignoto, profundo, inconcebível para a razão. - Deste todo incognoscível, ou ZERO RADICAL, emana, ao começar qualquer Universo Sideral, a Mônada pitagórica, o Pai-Mãe gnóstico, o Purusha-Prakriti hindu, o Osiris-Isis egípcio, o Protocosmo dual ou Adam-Kadmon cabalista, o Theos-Chaos da Teogonia de Hesíodo, o Uranas ou Fogo e Água caldeu, o lod-Heve semita, o Zeru-Ama persa, o Uno-Unico, o Aunadad-ad budista, o Ruach-Elohim ou Divino Espírito do Senhor flutuando sobre as águas genésicas do primeiro instante. águas genésicas do primeiro instante.- AIN SOPH AUR Em Ain Soph Aur à vontade de Deus se cristalizou; Na Cabala Hebraica diz que pela vontade de Deus, produziu a eclosão de si em Ain Soph Aur ou o Protocosmo, o primeiro cosmo. AIN SOPH AUR Em Ain Soph Aur à vontade de Deus se cristalizou; Na Cabala Hebraica diz que pela vontade de Deus, produziu a eclosão de si em Ain Soph Aur ou o Protocosmo, o primeiro cosmo. - O Protocosmo ou Ain Soph Aur, é o desdobramento do absoluto formando conjuntos de Sóis Gigantescos e espirituais na quinta dimensão a eternidade. - O Protocosmo ou Ain Soph Aur, é o desdobramento do absoluto formando conjuntos de Sóis Gigantescos e espirituais na quinta dimensão a eternidade. Cada Universo do espaço infinito possui seu próprio Sol Central e a soma dos Sóis espirituais constitui o AIN SOPH AUR, o Protocosmo, o Absoluto Solar. Houve na Lua uma humanidade com 7 raças.

16 Elaborado em Powerpoint por Martinho Lopes Trabalho com base no artigo TelePensamento da ilustre Drª Maria Helena Guerra, Grande Obreira da Teosofia em Portugal, seguidora da Grande Mestre, Madame Helena Petrovini Blavasky, grande impulsionadora da Filosofia de Hermes Trismegildo. - Acrescentado com imagens de acordo, para uma melhor compreensão do iniciado leitor e coligido com texto adicional de pesquisa, com base no texto original, como resultado do estudo desta tão importante matéria, para aqueles que agora começam a desbrochar na procura de quem são, de onde vieram, o que estão aqui a fazer, porque estão sempre a ir e a voltar, qual o objetivo, porquê e para quê, que futuro, que vida finita ou infinita, repleto de muita informação no conceito evolução e no caminho para a Mestria a que todos sem exceção estamos predestinados, quer acreditemos ou não, leve o tempo que levar. Sou apenas um aluno da espiritualidade desde os 17 anos, inparavel no conhecimento, escrevi nos últimos 12 anos cerca de páginas sobre as grandes inverdades da nossa cultura, escrevo sobre a vida nas suas diferentes versões, o que sei é ainda quase nada, contesto ativamente na política tudo aquilo com que não concordo, sou atualmente por vocação sem interesses comercialistas da fé aluno de Teosofia pela mão da Drª Maria Helena Guerra, na esperança da descoberta de Quem Sou Realmente com um objetivo pessoal de não esconder nada daquilo que aprendo, enviando cada trabalho para um universo de 1500 endereços de , publicando-os no link abaixo designado e permitindo a sua reprodução no todo em parte. Para os interessados, estarei cada vez mais presente com a minha participação em: ou disponível através do Lisboa 30 de Dezembro de 2012


Carregar ppt "Www.sabedoriaviva..ning Trabalho de avaliação para: Drª Maria Helena Guerra Mestrada em Teosofia Profeta Enoch O Homem, dependendo da sua Sabedoria, terá"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google