A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Profa. Dra. Thalyta Cardoso Alux Teixeira. Identificação das proporções externas O crescimento é um processo dinâmico e contínuo, expresso pelo aumento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Profa. Dra. Thalyta Cardoso Alux Teixeira. Identificação das proporções externas O crescimento é um processo dinâmico e contínuo, expresso pelo aumento."— Transcrição da apresentação:

1 Profa. Dra. Thalyta Cardoso Alux Teixeira

2 Identificação das proporções externas O crescimento é um processo dinâmico e contínuo, expresso pelo aumento do tamanho corporal. Influenciado por fatores intrínsecos (genéticos) e extrínsecos (ambientais), entre os quais se destacam a alimentação, a saúde, a higiene, a habitação e os cuidados gerais com a criança, que atuam acelerando ou restringindo tal processo (BRASIL, 2002b)

3 Fatores de risco para o crescimento Baixo peso ao nascer Baixa escolaridade Idades maternas extremas ( 35 anos) Gemelaridade Intervalo intergestacional curto (<2 anos) Criança indesejada Desmame precoce Mortalidade em menores de 5 anos na família Condições inadequadas de moradia Baixa renda

4 Crescimento Mudanças dimensões externas Alterações na estrutura e funções dos órgão e tecidos

5 Identificação das proporções externas O acompanhamento sistemático do crescimento e do ganho de peso permite a identificação de crianças com maior risco de morbimortalidade (BRASIL, 2001). Por meio da sinalização precoce da subnutrição e da obesidade (BRASIL, 2005a)

6

7 Ganho ponderal de peso no dois primeiros anos de vida 1 trimestre700g/mês 2 trimestre600g/mês 3 trimestre500g/mês 4 trimestre400g/mês 1 trimestre do segundo ano de vida200g/mês 2 trimestre do segundo ano de vida180g/mês Evolução do peso: -Perda de 10% do peso de nascimento até o 10º dia -Ganho de 20 a 30 gramas por dia no três primeiros meses de vida

8 Estatura ou crescimento linear Estatura = É a medida fiel do crescimento da criança. Desnutrição = lentidão no crescimento da criança.

9 Crescimento esperado ao ano: - 1º ano de vida = 25 cm - 2º ano de vida = 10 a 12 cm Tempo de vidaGanho estatural 1º mês4 cm 2º e 3º mês3 cm 4º ao 9º mês2 cm 10º ao 18º1 cm 10º ao 24º0,7 cm

10 Estimativa da estatura Ao nascerAprox. 50 cm 1 anoAprox. 70 cm 2 anosAprox. 82 cm 3 anosAprox. 91 cm 4 anosAprox. 1 m

11 Índice de massa corpórea Fórmula para cálculo do IMC: IMC = Peso (kg)/Altura 2 (m)

12 Avaliação do crescimento Em 2007, a OMS apresentou as novas curvas de crescimento para as crianças dos 5 aos 19 anos. Tais curvas foram construídas com a utilização das informações de 1977 do banco de dados do National Center for Health Statistics (NCHS) para as crianças dos 5 aos 19 anos.

13 Perímetro cefálico Até 2 anos de idade; Objetivo de avaliar se existe alguma anormalidade cerebral; Fórmula: PC = altura/ Evolução PC: 3 meses de vida: 2,0 cm/mês 4º ao 6º mês: 1,0 cm/mês 6º ao 12º mês: 0,5 cm/mês

14 Avaliação do crescimento A Caderneta de Saúde da Criança utiliza como parâmetros para avaliação do crescimento de crianças (menores de 10 anos) os seguintes gráficos: perímetro cefálico (de zero a 2 anos), peso para a idade (de zero a 2 anos, de 2 a 5 anos e de 5 a 10 anos), comprimento/estatura para a idade (de zero a 2 anos, de 2 a 5 anos e de 5 a 10 anos), índice de massa corporal (IMC) para a idade (de zero a 2 anos, de 2 a 5 anos e de 5 a 10 anos).

15 Avaliação do crescimento A partir do registro dos dados antropométricos nas curvas disponíveis na Caderneta de Saúde da Criança; Pelo Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (Sisvan), do MS.

16

17

18 Condutas recomendadas para situação de desvio no crescimento Sobrepeso ou obesidade Verifique a existência de erros alimentares, identifique a dieta da família e oriente a mãe ou o cuidador a administrar à criança uma alimentação mais adequada, de acordo com as recomendações para uma alimentação saudável para a criança. Verifique as atividades de lazer das crianças, como o tempo em frente à televisão e ao videogame, estimulando-as a realizar passeios, caminhadas, andar de bicicleta, praticar jogos com bola e outras brincadeiras que aumentem a atividade física. Realize a avaliação clínica da criança.

19 Condutas recomendadas para situação de desvio no crescimento Magreza ou peso baixo para a idade Para crianças menores de 2 anos: Investigue possíveis causas, com atenção especial para o desmame. Oriente a mãe sobre a alimentação complementar adequada para a idade. Oriente o retorno da criança no intervalo máximo de 15 dias.

20 Condutas recomendadas para situação de desvio no crescimento Magreza ou peso baixo para a idade Para crianças maiores de 2 anos: Investigue possíveis causas, com atenção especial para a alimentação, para as intercorrências infecciosas, os cuidados com a criança, o afeto e a higiene. Trate as intercorrências clínicas, se houver. Encaminhe a criança para o serviço social, se isso for necessário. Oriente a família para que a criança realize nova consulta com intervalo máximo de 15 dias.

21 Referências Brasil. Ministério da Saúde. Caderno de Atenção Básica. Saúde da Criança: Crescimento e desenvolvimento, no. 33, Brasil. Ministério da Saúde. Acompanhamento do crescimento e desenvolvimento infantil. Série Caderno de Atenção Básica no. 11. Série A normas e manuais técnicos no.173, 2002.

22 FIM!


Carregar ppt "Profa. Dra. Thalyta Cardoso Alux Teixeira. Identificação das proporções externas O crescimento é um processo dinâmico e contínuo, expresso pelo aumento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google