A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Conteúdo de História – 6º ano Avaliação 1 – 28/03/2014 PAULA GRACIELE CARNEIRO [1][1] Converter séculos em anos e vice-versa. [2][2] Estabelecer diferenças.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Conteúdo de História – 6º ano Avaliação 1 – 28/03/2014 PAULA GRACIELE CARNEIRO [1][1] Converter séculos em anos e vice-versa. [2][2] Estabelecer diferenças."— Transcrição da apresentação:

1 Conteúdo de História – 6º ano Avaliação 1 – 28/03/2014 PAULA GRACIELE CARNEIRO [1][1] Converter séculos em anos e vice-versa. [2][2] Estabelecer diferenças entre tempo cronológico e tempo histórico. [3][3] Construir linhas do tempo de modo a reconhecer a divisão tradicional de História [4][4] Caracterizar as teorias criacionista e evolucionista. [5][5] Reconhecer a divisão da Pré-história e suas características, com ênfase nas transformações do modo de vida do homem durante este período. [6][6] Explicar o processo de formação das cidades e as principais características culturais e religiosas das mesmas. [7][7] Explicar as prováveis hipóteses sobre a chegada dos primeiros habitantes ao continente americano.

2 [1][1] Converter séculos em anos e vice-versa (p. 27) Para saber de que século determinado ano pertence é só observar algumas regrinhas, como, por exemplo: Se o ano tem menos de três algarismos, a data pertence ao século I. Exemplo: ano 76 – século I Assim, os anos 1 ao 99 pertencem ao século I. Se o ano terminar em 00, basta eliminar esses dois zeros e o número que sobra corresponde ao século. Exemplo: ano 1600 – século XVI Se o ano tem três ou mais algarismos e não termina em 00, deve-se eliminar os dois últimos algarismos e somar 1 ao restante do número. Exemplo: ano 1725 – século XVIII, porque ignoro, corto o 25 e somo 17+1 É importante saber em que ano termina e começa um século. Por exemplo: estamos no ano 2014 = século XXI Iniciou no ano 2001 e terminará em 2100, porque o ano 2101 pertencerá ao século XXII.

3 [2][2] Estabelecer diferenças entre tempo cronológico e tempo histórico. (p. 25 a 28) Tempo cronológico: aquele que nos traz a informação do tempo preciso, ou seja, o relógio, os calendários, etc. Está relacionado com a sequência das datas em que os fatos ocorrem. Tempo histórico: A forma como uma sociedade se organiza e vive. Há diferentes tempos históricos num mesmo tempo cronológico. Exemplo: Para a maioria das nações, o Ano Novo é comemorado na virada do dia 31 de dezembro para o dia 01 de janeiro, segundo o calendário gregoriano. Já na China, o Ano Novo é comemorado segundo o calendário lunar. Assim como temos aldeias indígenas e cidades que tem tempos históricos diferentes dos grandes centros, mesmo vivendo no mesmo ano e século.

4 [3][3] Construir linhas do tempo de modo a reconhecer a divisão tradicional de História (p. 29) Os historiadores costumam dividir a História em períodos para facilitar o entendimento e a localização dos fatos ocorridos ao longo dos anos. Vejamos como foi dividido, qual o marco inicial de cada período. Pré- História Idade Antiga Idade Média Idade Moderna Idade Contemporânea

5 [4][4] Caracterizar as teorias criacionista e evolucionista (p. 40) Teoria criacionista: Teoria baseada na narrativa bíblica onde Deus criou o universo e o homem. Teoria evolucionista: Teoria baseada em pesquisas, tendo como precursor o cientista Charles Darwin Segundo o evolucionismo, os seres vivos (animais e vegetais) são resultado da evolução de organismos mais simples, que foram passando por transformações ao longo do tempo, até chegar ao que conhecemos hoje.

6 [5][5] Reconhecer a divisão da Pré-história e suas características, com ênfase nas transformações do modo de vida do homem durante este período. (p ) Usavam instrumentos feitos de pedra lascada, madeira ou ossos Passaram a polir as lascas de pedras, produzindo instrumentos mais sofisticados Utilizaram o cobre, depois o bronze. Aprenderam a fundir o ferro e aperfeiçoaram instrumentos agrícolas, armas e ferramentas. Formavam o grupo de caçadores e coletores. Eram nômades, caçavam pescavam e colhiam frutos, sementes e raízes. Descobriram o fogo a.C Surgimento da escrita

7 [6][6] Explicar o processo de formação das cidades e as principais características culturais e religiosas das mesmas. (p ) Neolítico (Pedra Polida) -Passaram a cultivar a terra e a domesticar animais, isso permitiu fixar-se por mais tempo em um único lugar, formando aldeias. Esse processo ficou conhecido como Revolução Neolítica ou Agrícola. -Nas aldeias, a maior parte da comunidade trabalhavam. Isso significa que com a formação e o desenvolvimento dos núcleos sedentários, surgiu a divisão do trabalho. Homens, mulheres e crianças dividiram as tarefas de plantar, colher, caçar, cuidar dos animais, fazer utensílios e ferramentas. -A medida que a produção da agricultura aumentava e gerava excedentes de alimentos houve a transformação de aldeias agrícolas em cidades -Aos poucos, alguns grupos e famílias foram ficando mais ricos do que outros. A terra e suas riquezas começaram a se transformar em propriedades privadas, formando camadas sociais com graus diferentes de poder. -Os progressos no meio urbano melhoraram a qualidade de vida de muitas pessoas. Para isso tiveram de aprender regras de convivência como dividir espaços e obedecer leis.

8 -A existência de um grupo de dirigentes com poder político para coordenar a produção agrícola e disciplinar a vida social foi chamada de Estado, -A cerâmica foi uma das manifestações culturais dos povos neolíticos. Sua invenção pode ter sido o resultado de uma mistura de experimentação. - A religião e os objetos religiosos surgiram como tentativa de compreender os fenômenos da natureza – chuvas, trovões, secas, ventanias – que as pessoas não conseguiam explicar racionalmente. -O desenvolvimento da religião e a multiplicação dos templos aconteceram principalmente nas cidades. No espaço urbano, rodeado por muros que o protegiam de ataques, ocorriam o culto aos deuses, o comércio, o artesanato e até mesmo os primeiros estudos matemáticos, astronômicos e de outras áreas do conhecimento.

9 [7][7] Explicar as prováveis hipóteses sobre a chegada dos primeiros habitantes ao continente americano. (p ) Há milhares de anos, provavelmente em uma era glacial, os homem em busca da sobrevivência resolveram desafiar o frio intenso e atravessaram da Sibéria para o Alasca. Por onde foi realizada essa passagem? Será que esse foi o único caminho percorrido ou existiram outras entradas para o continente americano?

10 1. Teoria Asiática (Estreito de Bering) Durante a última glaciação uma ponte de gelo se formou, tornando possível a passagem da Ásia para a América 2. Teoria Polinésia (Oceano Pacífico – navegação) Atravessaram o Oceano Pacífico de barco vindos da Ásia, Polinésia ou Oceania.

11 As descobertas da arqueóloga Niède Guidon, que administra o Parque Nacional da Serra da Capivara (Piauí) também vão de encontro com a Teoria da Polinésia, ou seja, se ela estiver correta, os antepassados de São Raimundo Nonato devem ter vindo de barco pelo Oceano Pacífico, diretamente para a América do Sul.


Carregar ppt "Conteúdo de História – 6º ano Avaliação 1 – 28/03/2014 PAULA GRACIELE CARNEIRO [1][1] Converter séculos em anos e vice-versa. [2][2] Estabelecer diferenças."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google