A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DICOM & PACS Tecnólogo Pablo Assis Almeida Fraga.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DICOM & PACS Tecnólogo Pablo Assis Almeida Fraga."— Transcrição da apresentação:

1 DICOM & PACS Tecnólogo Pablo Assis Almeida Fraga

2 DICOM & PACS DICOM (Digital Imaging Communications in Medicice) é um programa que foi criado com a finalidade de se padronizar as imagens diagnósticas, como, Tomografias, Ressonâncias Magnéticas, Radiografias, Ultrassonografias, etc. DICOM permite que imagens médicas e informações associadas sejam trocadas entre equipamentos de imagem, computadores e hospitais.

3 DICOM & PACS O DICOM foi estabelecido em 1983 pela faculdade americana de radiologia (ACR) e a associação nacional dos fabricantes elétricos (NEMA), um Comitê misto com o fim de elaborar uma norma para a comunicação de imagens médicas. O resultado da colaboração foi a norma ACR-NEMA de imaginização e comunicações digitais

4 DICOM & PACS Alguns tipos de serviço que o Dicom proporciona: Facilitar o desenvolvimento e expansão dos PACS; Permitir a criação de bases de dados com informações diagnósticas; Proporcionar a comunicação com o mundo exterior através da interface DICOM, que executa o seu fluxo de dados através do protocolo TCP/IP; Posicionar o profissional da área de saúde diante do novo paradigma que redefine o universo da Ciência Médica sobre o enfoque da informação digital; Proporcionar uma teleconferência radiológica, onde diversos médicos a partir de seus computadores pessoais, podem participar de uma sessão de discussões, favorecendo a agilidade na tomada de decisões medicas;

5 DICOM & PACS O PACS é um sistema de arquivamento e comunicação voltado para o diagnóstico por imagem que permite o pronto acesso, em qualquer setor do hospital ou clínica, de imagens médicas em formato digital (DICOM), sendo caracterizado por quatro subsistemas: aquisição, exibição, disponibilização e armazenamento de imagens.

6 DICOM & PACS O sistema PACS em conjunto com os sistemas de informação radiológica (RIS) e de informação hospitalar (HIS) formam a base para um serviço de radiologia digital "filmless". Radiologia "filmless" refere-se a um hospital, com um ambiente de rede amplo e integrado, no qual o filme foi completamente ou em grande parte substituído por sistemas eletrônicos que adquirem, arquivam, disponibilizam e exibem imagens.

7 DICOM & PACS Aquisição de imagens Apesar do aumento no uso de modalidades de imagem que permitem a realização de cortes seccionais, tais como a tomografia computadorizada (TC), o ultra-som (US) e a ressonância magnética (RM), as quais, de modo geral, fornecem imagens em formato digital, os exames de radiologia convencional continuam representando 70% dos exames realizados em um departamento de radiologia.

8 DICOM & PACS Para esse tipo de procedimento existem, basicamente, duas formas de se fazer a aquisição digital de imagens: Aquisição de imagens Uma, é a utilização de sistemas convencionais tela/filme e a posterior digitalização da imagem por intermédio de um "scanner"(Ex.:CCD (("charge-coupled devices")) e varredura por feixe de "laser"). Porém, existem limitações importantes nessa solução: com esse sistema não há redução de tempo ou trabalho, continuam existindo problemas de sobre ou subexposição, e acrescenta-se ainda maior risco de erros associados à digitalização.

9 DICOM & PACS Aquisição de imagens A outra é a utilização de sistemas de radiografia computadorizada ("computed radiography" - CR), que oferecem uma alternativa ao uso dos sistemas tela/filme e "scanner". Nesses sistemas as imagens digitais são diretamente produzidas em uma placa de imagem à base de fósforo ("imaging plate"), podendo, na seqüência, serem visibilizadas em monitores ou convertidas para imagem analógica em filme por meio de uma processadora "laser".

10 DICOM & PACS Aquisição de imagens

11 DICOM & PACS Disponibilização de imagens A disponibilização de imagens refere-se ao problema de mover uma imagem e seus dados associados de uma localização para outra. Em um PACS, um sistema de disponibilização de imagens é necessário para transferir as imagens do local de aquisição, ou do sistema de armazenamento, para a estação de visibilização.

12 Disponibilização de imagens DICOM & PACS Além disso, com o PACS, uma Instituição clínica poderá organizar e disponibilizar em rede as suas imagens digitais (tomografias, medicina nuclear, raio-X, etc.), possibilitando a redução de custos de manipulação destas imagens, eliminando a possibilidade de perda dos filmes e facilitando o intercâmbio das mesmas com outras Instituições, para fins clínicos, de pesquisa ou didáticos.

13 Disponibilização de imagens DICOM & PACS

14 Exibição de imagens Para muitos usuários, o sistema de exibição, ou "workstation", é o único componente do PACS com o qual irá interagir diretamente. A estação de trabalho deve ser capaz de recuperar imagens de forma rápida e fácil e possibilitar uma navegação intuitiva na base de dados, para facilitar a recuperação e comparação de dados relevantes relacionados ao exame.

15 DICOM & PACS Exibição de imagens

16 DICOM & PACS Armazenar é a função de reter as imagens até que elas sejam requisitadas para visibilização. O armazenamento pode ser dividido em duas áreas distintas: Armazenamento de imagens

17 Armazenamento rápido ("short-term"), o qual inclui armazenamento (magnético) local, geralmente refere-se ao disco rígido (HD) do computador, armazena as informações da imagem digital em um disco magnético para uma recuperação rápida. Em geral, as imagens são mantidas armazenadas nesse meio por volta de uma semana, devido ao grande volume de dados e o alto custo dos sistemas magnéticos de alta capacidade. Armazenamento de imagens DICOM & PACS

18 Armazenamento de imagens Armazenamento longo ("long-term"), o qual envolve meios de armazenamento óticos, O armazenamento por longo prazo refere-se geralmente a discos óticos não-regraváveis, podendo chegar a capacidades de 10 GB cada, discos ótico-magnéticos regraváveis, que permitem armazenar as informações por um período de tempo específico e então apagá-las, arquivos em fita magnética, em CD-ROMs e, mais recentemente, em DVDs.

19 DICOM & PACS Armazenamento de imagens Armazenamento rápido HD Armazenamento longo CD-ROM

20 Esquema genérico de uma rede PACS

21 DICOM & PACS Embora o PACS seja opção preferencial em franca expansão, sua implantação é cara e complexa, exigindo planejamento organizado. Em geral, as propostas estão vinculadas a componentes comerciais desenvolvidos por determinadas empresas, associados às soluções desenvolvidas pela instituição local, sendo, muitas vezes, implantado de forma modular. Nesse caso, é recomendável iniciar a implantação do sistema pelo chamado mini-PACS, cuja capacidade pode ser aumentada de acordo com a disponibilização de recursos, adequando-se modularmente às necessidades da instituição

22 DICOM & PACS Em um sistema PACS, a meta é obter um sistema cujas principais vantagens para um hospital ou clínica sejam resumidas em: 1. Acessibilidade: A informação está disponível para todo o pessoal médico no momento em que se requeira. Não é preciso contar com processos intermediários de solicitação, nem longos tempos de espera. 2. Segurança: O acesso da informação está predefinido e controlado por meios eletrônicos (senhas de acesso, perfis de controle, etc.).

23 DICOM & PACS 3. Facilidade de armazenamento: Os processos de armazenamento de informações estão automatizados. A intervenção do pessoal técnico-administrativo se minimiza. 4. Economia: Os custos da implantação e operação deste sistema não são superiores aos custos de manejo de filmes em sistemas de radiologia convencional. Conta-se também que os benefícios ao paciente devido ao incremento na eficiência são importantes.

24 DICOM & PACS 5. Emprego das bases de dados: A qualidade do cuidado ao paciente se incrementa significativamente ao se permitir buscas e comparações entre imagens e procedimentos bem como se manter por longo prazo seu histórico digital. 6. Visualização múltipla: Uma imagem pode ser visualizada em lugares distintos simultaneamente, de tal maneira que um especialista possa fazer um diagnóstico no serviço de radiologia enquanto, ao mesmo tempo, um médico no consultório examina as imagens preliminarmente.

25 DICOM & PACS 7. Intercâmbio de imagens: Vários hospitais e clínicas poderão transferir, via Internet, as imagens relativas a pacientes transferidos, ou atendidas em emergências.

26 TELE-MEDICINA & TELE-RADIOLOGIA TELE-MEDICINA: é definida como a distribuição de saúde usando tele-comunicação e tecnologias de computadores. TELE-RADIOLOGIA: é uma subseção da tele-medicina, ocupando-se da transmissão e da exibição de imagens além de outras informações relacionadas ao paciente.

27 TELE-MEDICINA & TELE-RADIOLOGIA Há dois modelos de tele-medicina e tele-radiologia: O médico procurado pode consultar um especialista individual em vários lugares através da rede de computadores; 2. Requerer opiniões de um consolidado centro especializado, onde diferentes tipos de serviços de consultas são fornecidos;

28 TELE-MEDICINA & TELE-RADIOLOGIA Tele – diagnóstico; Tele-consulta; Tele-administração No processo de consulta ao centro especializado, três modos são possíveis:

29 TELE-MEDICINA & TELE-RADIOLOGIA Tele – diagnóstico: os resultados do exame do paciente e os estudos por imagem são feitos no lugar distante do médico, e os dados e imagens são transmitidos para o centro especializado para diagnóstico. Neste serviço não a urgência o tempo pode durar de quatro horas ao dia todo;

30 TELE-MEDICINA & TELE-RADIOLOGIA Tele-consulta: o paciente pode ficar esperando no lugar do exame, enquanto o médico requer uma segunda opinião ou diagnóstico do centro especializado dentro de meia hora.

31 TELE-MEDICINA & TELE-RADIOLOGIA Tele-administração: o paciente, pode, ainda ficar no pórtico (gantry) ou sala de exames, e é esperado que o especialista forneça cuidado de administração ao paciente;

32 TELE-MEDICINA & TELE-RADIOLOGIA Num sistema de tele-medicina e tele-radiologia é necessário a escolha de hardwares e tele-comunicações de acordo com o montante de dados a serem transmitidos num determinado tempo. Basicamente em tele-medicina e tele-radiologia são necessários um par de placas de comunicação (modens), conectando os dois computadores(um no local do médico procurado e outro no centro especializado), por uma linha telefônica;

33 TELE-RADIOLOGIA Por quê nós precisamos da tele-radiologia?

34 TELE-RADIOLOGIA & PACS Quando o serviço de radiologia requer as imagens antigas do paciente como também informações relacionadas (histórico clínico do paciente), a tele- radiologia e PACS ficam bem parecidos.

35 TELE-RADIOLOGIA & PACS Diferença entre Tele-radiologia e PACS: FunçãoTele-radiologiaPACS Captura de imagens DigitalizadorDICOM ExibiçãoMesmo RedeWANLAN ArmazenamentoPequenaLonga


Carregar ppt "DICOM & PACS Tecnólogo Pablo Assis Almeida Fraga."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google