A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sistema Eletrônico de Informatização em Saúde e o Processo de Enfermagem A Enfermagem na Era da Informática.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sistema Eletrônico de Informatização em Saúde e o Processo de Enfermagem A Enfermagem na Era da Informática."— Transcrição da apresentação:

1 Sistema Eletrônico de Informatização em Saúde e o Processo de Enfermagem A Enfermagem na Era da Informática

2 INTRODUÇÃO Desde Hipócrates, a partir da institucionalização da medicina científica, surge a necessidade de realizar registros sobre os pacientes a fim de refletir o curso da doença e suas possíveis causas. ( Costa, 2001)

3 No campo da Enfermagem Florence Nightingale defendia a necessidade dos registros clínicos e os apontava como fundamentais para o tratamento dos pacientes e, principalmente, para a assistência de Enfermagem.

4 Antes e Depois dos Computadores Mesmo antes da descoberta dos Computadores os Enfermeiros sempre estiveram voltados para processar a informação em Saúde e em Enfermagem.

5 Registro Eletrônico Em Saúde ( RES ) é um conjunto de informações a respeito da Saúde de um ou mais indivíduos em uma forma processável eletronicamente, e o seu maior benefício é a capacidade de ser compartilhado dentro da mesma instituição ou até fora dela.

6 Prontuário do Paciente O prontuário,que tinha uma função de documentar as informações da saúde e da doença do paciente, passou a ter as seguintes funções: a.Subsidiar a manutenção da saúde do paciente; b.Fornecer o compartilhamento de informações entre diferentes profissionais; c.Representar base legal para as ações médicas e dos pacientes; d.Auxiliar em pesquisas clinicas de estudos epidemiológicos; e.Avaliação da qualidade do custo e de vigilância a reações adversas de drogas (medicamentos); f.Favorecer a educação e a reciclagem continuada dos profissionais da Saúde, etc

7 Identifica-se Cinco Níveis de Prontuário Que vão do registro em papel ao RES. 1.Nível 1 (Registro Médico Automático): é em papel mais apresenta informações geradas por computadores; 2.Nível 2 (Sistema de Registro Médico Computadorizado): a informação é coletada pelos profissionais da saúde no papel e a imagem dos documentos é capturada via SCANNERS e armazenada de forma digitalizada;

8 3. Nível 3 ( Registro Médico Eletrônico): é seguro e requer que o sistema esteja implantado em toda instituição; 4. Nível 4 ( Sistema de Registro Eletrônico do Paciente): é um modelo interinstitucional de sistema de informação e requer que a identificação do paciente seja ÚNICA e em nível Nacional. 5. Nível 5 ( Registro Eletrônico em Saúde ): a responsabilidade de manter o prontuário é dividida entre os profissionais da Saúde e o paciente. ( O paciente é o centro da informação, e esta é, baseada na saúde e na doença do indivíduo e da comunidade.)

9 Os Padrões e o Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP) Os padrões representam um canal comum de comunicação, um protocolo de troca de mensagem, isto é, uma linguagem comum expressa por alfabeto, palavras, frases e símbolos cujo o significado é entendido por todos. Ex.: DATASUS, que padroniza a informação sobre saúde no Brasil.

10 O Projeto Cartão Nacional de Saúde No Brasil, o principal marco referencial de padrões na área de informatização em saúde, e essencial para qualquer profissional de saúde, é a implantação do Projeto Cartão Nacional de Saúde (CNS), instrumento que possibilita a vinculação dos procedimentos executados no âmbito do sistema Único de Saúde ( SUS ) ao usuário, ao profissional que realizou e também à unidade de saúde onde foram realizados esses procedimentos.

11 Projeto Sistema de Informatização da Assistência de Enfermagem (SIAE) O SIAE estabelecerá a integração: a.Dos dados dos diagnósticos; b.Das intervenções de Enfermagem; c.Dos resultados de Enfermagem; Tudo integrado com as respectivas associações e adaptação do vocabulário à realidade institucional.

12 Desenvolvimento do Projeto SIAE A metodologia de desenvolvimento do projeto SIAE compreende 4 fases interativas e cíclicas de criação e avaliação do produto: a.Conceituação; b.Detalhamento; c.Elaboração de Protótipo; d.Avaliação. Os dados avaliados são coletados por meio de um formulário. Veja a seguir:

13

14 A arquitetura de entrada do SIAE, deverá possibilitar o registro das informações clínicas de enfermagem em tempo real, na beira do leito, a partir de um terminal ou de estações de trabalho sem os periféricos. Isso se dará através de um computador interligado sem disco rígido, projetado numa arquitetura cliente/servidor na qual o computador cliente é totalmente dependente do servidor, apresentando as vantagens de ser pequeno e ter custo reduzido.

15 O SIAE é um sistema complexo que trará grandes benefícios à comunidade de Enfermagem no Brasil e no Mundo ! CONCLUSÃO


Carregar ppt "Sistema Eletrônico de Informatização em Saúde e o Processo de Enfermagem A Enfermagem na Era da Informática."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google