A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Jorge Lopes GLOBALIZAÇÃO – Produção. Jorge Lopes Recordar O papel das Empresas Transnacionais (ETN) na globalização da economia; Produtos globais; Deslocalização.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Jorge Lopes GLOBALIZAÇÃO – Produção. Jorge Lopes Recordar O papel das Empresas Transnacionais (ETN) na globalização da economia; Produtos globais; Deslocalização."— Transcrição da apresentação:

1 Jorge Lopes GLOBALIZAÇÃO – Produção

2 Jorge Lopes Recordar O papel das Empresas Transnacionais (ETN) na globalização da economia; Produtos globais; Deslocalização e Deslocação das empresas Globalização da produção

3 Jorge Lopes Transnacionalização da Produção Globalização Financeira Globalização Cultural Outras Globalizações Saúde … Várias Globalizações? Ou uma Globalização?

4 Jorge Lopes As ETN dispõem de elevada capacidade de obter economias de escala na fabricação e no desenvolvimento de inovações. A sua implementação em múltiplos Estados permite-lhes sobrepor-se aos Estados nacionais na optimização dos recursos e na redução dos riscos. Então, quais as vantagens e a razão de tanta concorrência entre os Estados para atraírem Investimento Directo Estrangeiro? E as Pequenas e Médias Empresas? Estarão condenadas a desaparecer?

5 Jorge Lopes Mecanismos de transmissão Processo de demonstração/imitação; Exportações; Mobilidade do factor trabalho; Concorrência; Backward e forward linkages; Globalização da Produção Concluindo, as empresas nacionais devem… …possuir capacidade para absorver a nova tecnologia das ETN. …localizar-se junto das ETN

6 Jorge Lopes dá acesso a exportações e abre as portas ao comércio internacional, pelo que permite aos países anfitriões um desenvolvimento induzido; permite gerar emprego e dinamizar actividades produtivas; ajuda os países receptores na criação de capital; induz as empresas dos países receptores na adopção de tecnologias sofisticadas e de capacidades tecnológicas e de gestão; possibilita a redução do défice comercial nacional; faculta a redução do desfasamento tecnológico. Globalização da Produção Vantagens do IDE

7 Jorge Lopes Globalização da Produção A transnacional organiza-se, tendo por base a concorrência mundial e a liberdade de mover os recursos, de acordo com os seus interesses, fazendo deslocar de uns países para os outros as filiais, mesmo contra os interesses dos Estado onde, até então, estavam instaladas. Todos estes procedimentos têm sido facilitados pela desregulamentação e liberalização dos espaços nacionais, associados à perda de poder do Estado-Nação. Desvantagens do IDE

8 Jorge Lopes Globalização da Produção o pagamento de dividendos, royalties e juros de empréstimos; a manipulação dos lucros através dos preços de transferência; o elevado pagamento exigido pela tecnologia transferida; a tecnologia utilizada não ser apropriada aos recursos locais (tecnologias obsoletas ou muito sofisticadas); a limitação do capital envolvido que, em muitos casos, não envolve divisas, mas recursos a empréstimos locais; a destruição das tecnologias locais; a transferência de tecnologias estáticas, e não dinâmicas, i.e. não renováveis no final do ciclo de vida do produto; a falta de ligação industrial, tanto a montante, como a jusante do investimento feito. Desvantagens do IDE

9 Jorge Lopes Definição de PME Definição de PME: Recomendação 2003/361/CE Globalização da Produção

10 Jorge Lopes Flexibilidade administrativa e operacional; Capacidade de decisões rápidas; Mais facilidade em identificar segmentos do mercado adequados ou entrar em novos nichos; Especialização na produção de um item ou serviço especial; As PME´s têm maior capacidade de se adaptarem às mudanças do mercado. Desta forma, sobrevivem num ambiente que, à partida as excluiria de participarem directamente no comércio externo. Globalização da Produção Vantagens das PME´s

11 Jorge Lopes As vantagens das PME´s são apropriadas pelas ETNs Este procedimento de fraccionamento do processo produtivo e de dispersão geográfica, obtendo as empresas transnacionais as componentes do processo produtivo nos mais variados países, permite reduzir custos e dominar o mercado. Comércio internacional cativo ou fechado, comércio internacional entre filiais de uma mesma transnacional.

12 Jorge Lopes Como podemos concluir, as ETNs e as PME´s não se auto- excluem, mas podem servir-se mutuamente das vantagens que cada uma pode oferecer à outra e, assim, contribuírem para o desenvolvimento, quer do país receptor, quer do país originário do IDE. Porém, os investimentos directos realizados pelas empresas multinacionais, exige elevados montantes financeiros. Então, como é que estes podem ser mobilizados?

13 Jorge Lopes


Carregar ppt "Jorge Lopes GLOBALIZAÇÃO – Produção. Jorge Lopes Recordar O papel das Empresas Transnacionais (ETN) na globalização da economia; Produtos globais; Deslocalização."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google