A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Agita São Paulo II FÓRUM Promoção da Saúde Alimentação Saudável, Controle do Tabagismo e Cultura da Paz.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Agita São Paulo II FÓRUM Promoção da Saúde Alimentação Saudável, Controle do Tabagismo e Cultura da Paz."— Transcrição da apresentação:

1 Agita São Paulo II FÓRUM Promoção da Saúde Alimentação Saudável, Controle do Tabagismo e Cultura da Paz

2 II FÓRUM Promoção da Saúde Incrementando a Atividade Física Timóteo Araújo timoteo@celafiscs.org.br

3 Recuperar Saúde Manter Saúde Melhorar Saúde Excelência Saúde Recuperar Saúde Manter Saúde Melhorar Saúde Excelência Saúde Adoção Hábitos Saudáveis

4 Recuperar Saúde Manter Saúde Melhorar Saúde Excelência Saúde Recuperar Saúde Manter Saúde Melhorar Saúde Excelência Saúde Atividade Física

5 Gasto Energético Diário Aerobics Center Longitudinal Study - Cooper Clinic < 500 kcal / dia do que há 100 anos 180.000 kcal / ano Kcal/dKcal/d Adaptado – Agita SP - 14 Abril 2010

6 EVOLUÇÃO Bilhões de Anos de Evolução 100 Anos

7 Ainda bem que posso assistir o II Fórum pela Web EVOLUÇÃO Bilhões de Anos de Evolução 100 Anos

8 Matsudo V. Programa Agita São Paulo CELAFISCSCELAFISCS 1900190020002000 Moderada Vigorosa Homo Sedentarius

9

10 20042010

11

12

13 Mudança no Peso Corporal: Com e Sem Transporte Motorizado 1989 - 1997 POPKIN, B., 2001 Sem Veículo Com Veículo

14 Prevalência de Fatores de Risco - São Paulo Rego et al. Public Health Journal, 1990 Rego et al. Public Health Journal, 1990 %

15 Rego et al. Braz J Publ Health, 1990 Rego et al. Braz J Publ Health, 1990 HomensMulheresTotal % Prevalência de Fatores de Risco - São Paulo

16 Prevalência do Sedentarismo na Europa VAZ DE ALMEIDA, 1999 VAZ DE ALMEIDA, 1999 %

17 Sedentários e Ativos 2004 %

18 Ativos e Sedentários 2004 %

19 Suficientemente e Insuficientemente Ativos %

20 CELAFISCS – Agita SP, 2004 Prevalência de Indivíduos Ativos Estado de São Paulo no ano 2003-2004 N: 4500 N: 908 N: 662 N: 2000 N: 1151 % % % % % % % %

21 Mortes por Doenças Cardiovasculares no Brasil 300.000 820 34 1 300.000 820 34 1 óbitos por ano óbitos por dia óbitos por hora óbito cada dois minutos óbitos por ano óbitos por dia óbitos por hora óbito cada dois minutos São Paulo Rio Janeiro Curitiba Recife Belém São Paulo Rio Janeiro Curitiba Recife Belém 306,2400,1389,3274,7220,0306,2400,1389,3274,7220,0107,7143,2135,4100,980,3107,7143,2135,4100,980,3 Mortalidade por problemas cardíacos - 100.000 hab. 45-65 anos Lotufo, P. SBC-98 H M

22 INFLUÊNCIA DE DIFERENTES FATORES DE RISCO DE MORTE Homens INFARTO INFARTO DERRAME CEREBRAL DERRAME CEREBRAL CÂNCER CÂNCER 54 9 25 12 37 24 29 10 50 7 22 21 Assistência Assistência Biologia Ambiente Estilo de vida Agita São Paulo

23 Índice de Massa Corporal e Aptidão Física * * * FARRELL, S., et al. - Influences of cardiorespiratory fitness levels and other predictors on cardiovascular disease mortality in mem - Med. Sci. Sports Exerc. 30 (6): 889-905, 1998 Mortalidade- 10.000/ano Aptidão 25.341 - Homens: 1970-1989 Agita São Paulo

24 Hábito de Fumar FARRELL, S., et al. - Influences of cardiorespiratory fitness levels and other predictors on cardiovascular disease mortality in mem - Med. Sci. Sports Exerc. 30 (6): 889-905, 1998 FARRELL, S., et al. - Influences of cardiorespiratory fitness levels and other predictors on cardiovascular disease mortality in mem - Med. Sci. Sports Exerc. 30 (6): 889-905, 1998 Mortes - 10.000/ano Aptidão 25.341 - Homens: 1970-1989

25 Aptidão Cardiovascular x Fatores de Risco Blair S. et al- JAMA. 276 (3): 205-210, 1996 25.341 / Fatores de risco 1: Fumante / 2: Nível colesterol / 3: Pressão arterial TM / 10.000 Homens 2 ou 3 11 00

26 CUSTOS DO SEDENTARISMO

27 Custo médico devido à Inatividade Física à Inatividade Física 2,4 % Holanda 6,0 %Canadá 9,0 %EUA Custo médico devido à Inatividade Física à Inatividade Física 2,4 % Holanda 6,0 %Canadá 9,0 %EUA Economia Anual (per capita) U$ 330 EUA U$ 364 Canadá Economia Anual (per capita) U$ 330 EUA U$ 364 Canadá l Investimento de U$ 1 em atividade física l Custo médico é menor em pessoas ativas l Benefícios são maiores em mulheres e idosos População com artrite 12% do custo médico é devido à inatividade física l Investimento de U$ 1 em atividade física l Custo médico é menor em pessoas ativas l Benefícios são maiores em mulheres e idosos População com artrite 12% do custo médico é devido à inatividade física BENEFÍCIOS ECONÔMICOS x ATIVIDADE FÍSICA U$ 3,2 milhões U$ 330 U$ 504 / ano U$ 3,2 milhões U$ 330 U$ 504 / ano CDA/WHO Workshop: Economics Benefits of Phy. Activity - BULLETIN ICSSPE 27, 1999 Agita São Paulo

28 AVC Hipertensão Diabetes DCV Câncer Mama Câncer cólon Fraturas Quedas Artrite Humor CUSTO HOSPITALAR ASSOCIADO AO SEDENTARISMO - ESTADO DE SÃO PAULO CELAFISCS, AGITA SP e CDC 2002 11.732 4.277 9.402 127.424 3.818 2.700 10.236 1.025 647 8.680 R$ 179.945.850,41 ENFERMIDADE 0,24 0,14 0,11 0,22 0,08 0,14 0,26 0,12 0,09 R$ 93.735.431,14 7.097 1.475 2.656 71.357 735 931 6.704 671 200 1.909 CUSTO*PARR$ SEDENTAR* TOTAL USD $ 37.494.172

29 CONHECIMENTO INTERVENÇÃO COMPORTAMENTO

30

31 Nacional Comitê Científico Agita São Paulo Secretaria Saúde Secretaria Saúde Comitê Executivo Internacional Não Governamental Governamental Grupos-Alvo Estudantes Trabalhadores Idosos CELAFISCS

32 NOVOS PARADIGMAS DA PROMOÇÃO DA ATIVIDADE FÍSICA

33 Esporte Saúde Aptidão Saúde AtividadeFísica Saúde ?? ?

34 RISCOS BENEFÍCIOS Vida Ativa Vida Ativa Leve a Moderado Leve a Moderado > 30 min Moderado > 30 min Intenso >5x;>20min Intenso >5x;>20min Fitness Vida Saudável Vida Saudável Esporte Intenso 3x; >20min Intenso 3x; >20min ATIVIDADE FÍSICA

35 RISCO DE MORTE POR DOENÇAS CARDIOVASCULARES SedentárioSedentárioAtivoAtivo Muito Ativo Pouco Ativo % Diminuição de 66%

36 SEDENTÁRIO POUCO ATIVO REGULARMENTE ATIVO MUITO ATIVO MODELO PASSO A PASSO MODELO PASSO A PASSO

37 RECOMENDAÇÃO ATIVIDADE FÍSICA RECOMENDAÇÃO PELO MENOS 30 MINUTOS / DIA MAIORIA DOS DIAS DA SEMANA MAIORIA DOS DIAS DA SEMANA CONTÍNUA OU ACUMULADA CONTÍNUA OU ACUMULADA CDC / ACSM 96 LEVE A MODERADA LEVE A MODERADA Agita São Paulo

38 RECOMENDAÇÃO ATIVIDADE FÍSICA RECOMENDAÇÃO PELO MENOS 60 MINUTOS / DIA MAIORIA DOS DIAS DA SEMANA MAIORIA DOS DIAS DA SEMANA CONTÍNUA OU ACUMULADA CONTÍNUA OU ACUMULADA CDC / ACSM 96 LEVE A MODERADA LEVE A MODERADA

39 ATIVIDADE FÍSICA REGULAR REGULAR CAMINHAR 3 x 10 min 3 x 10 minCAMINHAR CAMINHAR CAMINHAR 30 min CAMINHAR CAMINHAR 30 min CAMINHAR CAMINHAR 10 min CAMINHAR CAMINHAR 10 min DANÇAR DANÇAR JARDINAGEM JARDINAGEM OUOU ++ ++ ++ Agita São Paulo

40 Atividade Física Atividade Sexual Ø 30–60 % Capacidade física Ø FC x: 117,4 bpm (90–144) Ø PA Sistólica: 30 – 40 mmHg Ø Gasto energia: 3,5 – 4,5 METs Custo subir um andar Custo subir um andar Caminhar: 5,6 km/h Caminhar: 5,6 km/h Ø 30–60 % Capacidade física Ø FC x: 117,4 bpm (90–144) Ø PA Sistólica: 30 – 40 mmHg Ø Gasto energia: 3,5 – 4,5 METs Custo subir um andar Custo subir um andar Caminhar: 5,6 km/h Caminhar: 5,6 km/h Hellerstein and Friedman 1970, Franklin, B. 1994 CELAFISCS – Agita São Paulo

41 POR QUE A ATIVIDADE FÍSICA MODERADA ? Agita São Paulo

42 AVC x Nível de Atividade Física Hu, F.B.; et al. Physical activity and stroke risk in women. Journal of American Medical Association, 283: 2961-2967, 2000. 0 - 0,2 2,1 - 4,6 4,7 - 10,4 10,5 - 21,7 > 21,7 1,00 0,90 0,80 0,70 0,60 0,50 0,40 0,30 AVC total AVC isquêmico AVC hemorrágico ajustado para a idade p < 0,001 RR METs, h/sem Agita São Paulo

43 0,50 0,75 1,00 0,50 0,75 1,00 < 5 5 - 10 10 - 20 > 20 Lances/semana < 10 10 - 20 20 - 35 > 35 Quilômetros/semana Caminhada e Subir Escada x Câncer de Pulmão Lee, Sesso and Paffenbarger, 2000 Coorte prospectivo 15 anos n = 13,485 homens (x: 57 anos) Coorte prospectivo 15 anos n = 13,485 homens (x: 57 anos) MORTALIDADE Risco relativo MORTALIDADE Risco relativo Agita São Paulo

44 Pressão Arterial Sistólica Após 9 meses de treinamento Pressão Arterial Sistólica Após 9 meses de treinamento Motoyama, M., et al - Blood pressure lowering effect of low intensity aerobic training in elderly hipertensive patients - Med. Sci. Sports Exerc. 30 (6): 788-793, 1998 Motoyama, M., et al - Blood pressure lowering effect of low intensity aerobic training in elderly hipertensive patients - Med. Sci. Sports Exerc. 30 (6): 788-793, 1998 PAS - (mmHg) * p<.01 * * * * * * TreinamentoControleTreinamentoControle Controle n: 13 73,1 Treino n: 13 75,4 30min 3x/sem Controle n: 13 73,1 Treino n: 13 75,4 30min 3x/sem

45 Caminhada x Doença Cardiovascular Hakim, A. et al - Circulation 100: 9-13, 1999 2678 Homens / Honolulu - Idade: 71-93 anos - 1991:1993 * p< 0,001 < 402 (n: 805) 402-2413 (n: 1067) > 2413 (n: 806) < 402 (n: 805) 402-2413 (n: 1067) > 2413 (n: 806) Metros / dia * * 804 m/d 15% DCV 804 m/d 15% DCV * *

46 LOW HIGH * * ** * * GLICOSE E INTENSIDADE ATIVIDADE FÍSICA PÓS BONEN, A. et al., Can. J. Appl. Physiol. 23(6): 583-93, 1998 *p <.05 24H PÓS 24H (mmol/l/min)

47 Hb Glicosilada PréPré PósPós CELAFISCS - Costa, H. et al. 1997 Atividade Física Regular x Diabetes Tipo II n= 8: 10 semanas - 3 x/sem - 30min * * * p < 0,01 Ref. : 5,3 - 8% % % 35,6 Agita São Paulo

48 POR QUE A ATIVIDADE FÍSICA ACUMULADA?

49 ACUMULADOCONTÍNUO

50 INTERVALADA CONTÍNUA INATIVA INTERVALADA CONTÍNUA INATIVA 2146 2182 1961* 2146 2182 1961* 328 339 278 328 339 278 Fulton, J. et al. - Comparison of energy expenditure in intermittent and continuous physical activity -MSS E, 29 (5): S155, 1997 INTERVALADA x CONTÍNUA Grupos Caminhada Grupos Caminhada Gasto energético kcal (x) Gasto energético kcal (x) (s) Caminhar 30 minutos Caminhar 3 x 10min Caminhar 30 minutos Caminhar 3 x 10min 31 M / 43,8 anos / 67,0 kg Agita São Paulo

51 47 Mulheres / 44,4+6,2 anos / 5d.sem / 10 semanas 70%- 80% FCM / Vel: 1,6-1,8 m. s -1 / Sem alteração Dieta Murphy, M sedentary women -. et al. Training effects of short and long bouts of brisk walking in Medicine Science Sports Exercise, 30 (1): 152-57, 1998 Murphy, M sedentary women -. et al. Training effects of short and long bouts of brisk walking in Medicine Science Sports Exercise, 30 (1): 152-57, 1998 3x10min + 2,3 - 7,4 - 3,3 - 1,7 - 3,0 3x10min + 2,3 - 7,4 - 3,3 - 1,7 - 3,0 30min + 2,4 - 4,6 - 2,8 - 0,9 - 1,8 30min + 2,4 - 4,6 - 2,8 - 0,9 - 1,8 Controle - 0,5 - 2,0 + 2,6 + 0,6 Controle - 0,5 - 2,0 + 2,6 + 0,6 Variáveis VO 2 max P.A. 4 DC PesoC/QVariáveis VO 2 max P.A. 4 DC PesoC/Q Efeitos de um programa de Caminhada contínua e acumulada.. * p <0,05 * * * * * * * * * * * * Agita São Paulo

52

53

54

55 TOTAL DE HORAS SEMANAIS 2 h 3,5 h 1,7 h 3,3 h 894 SUJEITOS Idade: 25-64 anos (média: 44,4 anos) (45,6% homens - 44,9% mulheres) 46% tem cachorro em casa Bauman et al., MJA, 2001

56

57

58

59

60

61

62

63 INTENSIDADE DURAÇÃO FREQUÊNCIA CONTÍNUAACUMULADA PERCEPÇÃO ESFORÇO PRAZER NOVOS PARADIGMAS xx xx xx

64 Comportamento de Suporte AMBIENTE SOCIAL INTRAPESSOAL Ambiente Construído Transporte Arquitetura Urbano /Suburbano Biológico Políticas de Investimentos Políticas de Incentivos Demográfico AMBIENTE FÍSICO Ambiente Natural Cognitivo /Afetivo Comportamenta l Biológico Cultura Clima Social Informação Geografia Temperatura Entretenimento Recreação Matsudo V et al, 2003 VOCÊ FAZ PARTE NA GESTÃO MODELO ECOLÓGICO

65 TRABALHADORES ESTUDANTES IDOSOS FOCOS PROGRAMA AGITA SÃO PAULO

66 Tempo de Educação Física Ano Escolar Hardman,K e Marshal, J., 2001

67 Horas de TV por dia h/d Baixo Alto NSE Matsudo et al, 96

68 TEMPO DE TV TEMPO DE TV Potência Aeróbica Potência Aeróbica Força Membros Inferiores Força Membros Inferiores Adiposidade Velocidade Matsudo, S. et al., 1997 GAROTOS 4,2 Horas GAROTOS 4,2 Horas GAROTAS 4,0 Horas GAROTAS 4,0 Horas Agita São Paulo

69 Influência dos pais no nível de atividade física dos filhos 2,0 3,5 5,8 MÃE ATIVA PAI ATIVO MÃE + PAI ATIVOS

70

71 DIRETORIA DE ENSINO – REGIÃO DE VOTUPORANGA RESULTADO DO CONCURSO MEIORITO – AGITA GALERA DIRETORIA DE ENSINO – REGIÃO DE VOTUPORANGA RESULTADO DO CONCURSO MEIORITO – AGITA GALERA 1º 2º 3º 4º Cultural

72 Agita São Paulo PROMOÇÃO DA ATIVIDADE FÍSICA PARA O TRABALHADOR

73

74 AGITA TRABALHADOR

75 PROMOÇÃO DA ATIVIDADE FÍSICA PARA A TERCEIRA IDADE Agita São Paulo

76 n: 142 PREVALÊNCIA DE ATIVIDADE FÍSICA VIGOROSA & IDADE 35.9 % 15.1 13.9 Idade (anos) Matsudo et al., 2001Agita São Paulo São Paulo Área Metropolitana n: 284 n: 209 - CELAFISCS 18- 29 30 - 49 > 50

77 AGITA RIBEIRÃO PRETO AGITA SANTOS AGITA SÃO JOSÉ DOS CAMPOS AGITA GUARUJÁ AGITA SOROCABA AGITA ASSIS

78

79

80 Comportamento de Suporte AMBIENTE SOCIAL INTRAPESSOAL Ambiente Construído Transporte Arquitetura Urbano /Suburbano Biológico Políticas de Investimentos Políticas de Incentivos Demográfico AMBIENTE FÍSICO Ambiente Natural Cognitivo /Afetivo Comportamenta l Biológico Cultura Clima Social Informação Geografia Temperatura Entretenimento Recreação Matsudo V et al, 2003 VOCÊ FAZ PARTE NA GESTÃO MODELO ECOLÓGICO

81 Comportamento de Suporte Ambiente Construído Arquitetura AMBIENTE FÍSICO Ambiente Natural INTRAPESSOAL Biológico Demográfico Cognitivo /Afetivo Comportamenta l Informação Geografia Temperatura Recreação Matsudo V et al, 2003 VOCÊ FAZ PARTE NA GESTÃO MODELO ECOLÓGICO AMBIENTE SOCIAL Biológico Cultura Transporte Urbano /Suburbano Políticas de Investimentos Políticas de Incentivos Clima Social Entretenimento

82 Comportamento de Suporte AMBIENTE SOCIAL INTRAPESSOAL Ambiente Construído Transporte Arquitetura Urbano /Suburbano Biológico Políticas de Investimentos Políticas de Incentivos Demográfico AMBIENTE FÍSICO Ambiente Natural Cognitivo /Afetivo Comportamenta l Biológico Cultura Clima Social Informação Geografia Temperatura Entretenimento Recreação Matsudo V et al, 2003 VOCÊ FAZ PARTE NA GESTÃO MODELO ECOLÓGICO

83 II FÓRUM Promoção da Saúde Incrementando a Atividade Física Timóteo Araújo timoteo@celafiscs.org.br


Carregar ppt "Agita São Paulo II FÓRUM Promoção da Saúde Alimentação Saudável, Controle do Tabagismo e Cultura da Paz."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google