A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Economia – Unidade 3. Educação a Distância – EaD Professor: Flávio Brustoloni Economia.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Economia – Unidade 3. Educação a Distância – EaD Professor: Flávio Brustoloni Economia."— Transcrição da apresentação:

1 Economia – Unidade 3

2 Educação a Distância – EaD Professor: Flávio Brustoloni Economia

3 Cronograma: Turma ADG 0096 Economia DataAtividade 12/07 2º Encontro 1ª Avaliação Disciplina 05/07 1º Encontro 21/07 3º Encontro 2ª Avaliação Disciplina 28/07 4º Encontro 3ª Avaliação Disciplina (FINAL) 07/07 1º Encontro 14/07 2º Encontro 1ª Avaliação Disciplina

4 Unidade 3 MICROECONOMIA 1/#

5 Objetivos da Unidade: Compreender o funcionamento da Lei da Procura e da Oferta; 2/# Demonstrar o papel orientador dos preços nos mecanismos de mercado; Compreender o significado do conceito de elasticidade-preço da demanda e da oferta; Comparar as características das diferentes Estruturas de Mercado;

6 TÓPICO 1 A Lei da Procura e da Oferta 3/#

7 1 Introdução A Microeconomia é a parte da Ciência Econômica preocupada em estudar o comportamento dos agentes econômicos no mercado. Para tanto, ela irá investigar as ações dos consumidores ao procurarem mercadorias para o consumo no mercado e as ações dos empresários na venda. (Estamos na página 159 da apostila) 4/# Tópico 1

8 2 Lei da Procura A procura ou demanda de determinada mercadoria ou serviço representa o quanto os consumidores estão dispostos a adquirir em função de seu preço. À medida que os preços sobem, o consumo cai, e vice-versa. (Estamos na página 159 da apostila) 5/# Tópico 1

9 2 Lei da Procura O consumo sofre esta influência por três razões: * Preços são obstáculo para consumidor; * Efeito substituição; * Utilidade Marginal. (Estamos na página 161 da apostila) 6/# Tópico 1

10 3 Lei da Oferta A oferta de determinado produto representa o quanto os empresários estão dispostos a produzir em função do preço praticado no mercado. Quanto maior o preço de venda, mais interesse haverá em se produzir o produto. (Estamos na página 161 da apostila) 7/# Tópico 1

11 4 A Interação da Procura e da Oferta: o Preço de Equilíbrio. Pelo comportamento das curvas de oferta e demanda percebemos que produtores e consumidores têm interesses conflitantes. Por meio desse mecanismo de oferta e demanda, os preços tendem a oscilar até atingirem um ponto de equilíbrio, em que a demanda se iguala à oferta. Nesse ponto o preço torna-se estável e as forças são desestimuladas naturalmente. (Estamos na página 162 da apostila) 8/# Tópico 1

12 5 A Função dos Preços nos sistemas econômicos A realidade mostrou que a Lei da Oferta e da Procura funciona em algumas situações, mas não em todas. O sistema de Preços sozinho não pode ser tomado como fator orientador da atividade econômica, pois o mesmo possui falhas que precisam ser corrigidas. (Estamos na página 165 da apostila) 9/# Tópico 1

13 TÓPICO 2 Conceito de Elasticidade 10/#

14 2 A Elasticidade da Procura Existem situações em que uma pequena elevação dos preços reduz drasticamente o consumo do produto, em outros casos uma grande elevação dos preços não afetam a quantidade consumida. E há casos que a variação do preço afeta proporcionalmente o consumo. Assim, o efeito dos preços sobre a procura é medido pela Elasticidade-Preço da Procura. (Estamos na página 171 da apostila) 11/# Tópico 2

15 3 Tipos de Elasticidade-Preço da Procura * Procura Elástica: o aumento da procura é muito maior que a redução do preço da mercadoria (Є = |1,5|); * Procura de Elasticidade Unitária: o aumento da procura é proporcional à redução dos preços da mercadoria (Є = |1,0|); * Procura Inelástica: o aumento da procura é pequena em relação ao aumento dos preços (Є = |0,5|); (Estamos na página 172 da apostila) 12/# Tópico 2

16 4 Fatores que influenciam a Elasticidade-Preço da Procura a)Existência de substitutos; b) Participação do produto no orçamento familiar e a periodicidade com que é adquirido; c) Essencialidade do produto. (Estamos na página 173 da apostila) 13/# Tópico 2

17 5 A Elasticidade da Oferta A Elasticidade-Preço da Oferta mede a sensibilidade da quantidade ofertada em função da variação de preços, ou seja, o quanto a oferta da mercadoria varia de acordo com a variação do preço da mesma. (Estamos na página 173 da apostila) 14/# Tópico 2

18 6 Tipos de Elasticidade-Preço da Oferta - Oferta Elástica: aumento significativo da oferta sem um grande aumento nos preços. η = 2,0. - Oferta de Elasticidade Unitária: o aumento da oferta é proporcional ao aumento dos preços. η = 1,0. - Oferta Inelástica: o aumento das ofertas é menos que o incremento relativo dos preços. η = 0,5. (Estamos na página 174 da apostila) 15/# Tópico 2

19 7 Fatores que influenciam a Elasticidade-Preço da Oferta a) Fator Tempo: nem sempre é possível aumentar a oferta a tempo de atender a demanda. Ex: construção de casas e apartamentos no litoral em época de final de ano; b) Disponibilidade de Recursos: é fácil ampliar a oferta de mercadorias quando os recursos para produzi-las estão disponíveis. O inverso também é verdadeiro. (Estamos na página 175 da apostila) 16/# Tópico 2

20 TÓPICO 3 O Consumidor: A Maximização da Satisfação de suas Necessidades 17/#

21 1 Introdução Como visto anteriormente, os consumidores buscam maximizar a satisfação de suas necessidades e os produtores maximizar o retorno do seu investimento (lucro). (Estamos na página 179 da apostila) 18/# Tópico 3

22 2 O Princípio da Utilidade Marginal Decrescente De acordo com Rossetti (1997, p.446), a Teoria Marginalista está sustentada em um conjunto de princípios: (Estamos na página 179 da apostila) 19/# Tópico 3

23 2 O Princípio da Utilidade Marginal Decrescente * Utilidade dá de perceber e medir; * A utilidade de um produto é aditiva até a sua saturação; * Para um conjunto de produtos, a utilidade total também é aditiva; * Utilidade é passível de comparações; * O consumidor age racionalmente e busca maximizar sua satisfação; * A utilidade decresce em função da adição; (Estamos na página 180 da apostila) 20/# Tópico 3

24 2 O Princípio da Utilidade Marginal Decrescente * A expressão utilidade marginal é empregada para indicar a utilidade adicionada pela última unidade disponível de um produto; * Os preços dos produtos e a renda disponível são as duas limitações à maximização da função utilidade total. (Estamos na página 181 da apostila) 21/# Tópico 3

25 3 Utilidade Marginal Decrescente e Preços Diferenciados Quanto maior o preço das mercadorias ofertadas, menor será o seu consumo devido à queda da utilidade marginal. No caso de queda de preços, ocorre o contrário, e efeito semelhante ocorre quando há alteração na renda do consumidor. (Estamos na página 182 da apostila) 22/# Tópico 3

26 4 Curvas de Indiferença Os economistas da Escola Marginalista consideram que o consumidor pode atingir um mesmo grau de satisfação com diferentes combinações de produtos e quantidades. (Estamos na página 185 da apostila) 23/# Tópico 3

27 5 Restrições Orçamentárias O mero desejo de consumir um produto não significa que terá condições para isso. Para comprar um produto o consumidor precisa ter renda suficiente. Assim, o consumidor é limitado por sua restrição orçamentária. (Estamos na página 187 da apostila) 24/# Tópico 3

28 6 Restrições Orçamentárias com alterações nos níveis de preço e renda Alterações nos preços do produto alteram as retas de restrições orçamentárias. Se um produto ficar mais barato, o consumidor poderá adquirir mais unidades, ao contrário, deverá manter-se de acordo com suas condições de orçamento. (Estamos na página 190 da apostila) 25/# Tópico 3

29 TÓPICO 4 A Unidade Produtora: Receitas, Custos e Lucros 26/#

30 2 Receita Total e Receita Marginal O Lucro é o resultado da diferença entre a Receita Total e o Custo Total. O produtor que age racionalmente procurará maximizar sua receita e minimizar seus custos. (Estamos na página 199 da apostila) 27/# Tópico 4

31 2 Receita Total e Receita Marginal Receita marginal é o acréscimo à receita total provocada pela última mercadoria vendida. (Estamos na página 200 da apostila) 28/# Tópico 4 Quantidades Procuradas Preços Unitários Receita TotalReceita Marginal 10020, , , ,0018, , ,0016, , ,0014,00 ( - ) = 100 ( - ) = ( / )( = )18,00

32 3 Custos Fixos, Custos Variáveis e Custos Totais Os custos fixos são aqueles que não se alteram em função da produtividade, ou seja, são constantes. Não são ligados ao processo produtivo. Ex.: Aluguel, custos administrativos, instalações físicas, etc. (Estamos na página 201 da apostila) 29/# Tópico 4

33 3 Custos Fixos, Custos Variáveis e Custos Totais Os custos variáveis se alteram de acordo com a produtividade, pois são diretamente relacionados. Ex.: Matéria- prima, horas extras, consumo energia elétrica, etc. (Estamos na página 201 da apostila) 30/# Tópico 4

34 3 Custos Fixos, Custos Variáveis e Custos Totais Logo, o Custo Total é a soma dos Custos Fixos com os Custos Variáveis. (Estamos na página 203 da apostila) 31/# Tópico 4

35 4 Custos Médios e Custos Marginais O Custo Médio Fixo, Custo Médio Variável e Custo Médio Total são obtidos a partir da divisão dos Custos Fixos, Médios e Variáveis pelo nível de produção a cada momento. (Estamos na página 204 da apostila) 32/# Tópico 4

36 4 Custos Médios e Custos Marginais A partir destes valores, é possível obter o Custo Marginal (CMg) que compreende o custo da empresa em produzir uma unidade adicional. (Estamos na página 204 da apostila) 33/# Tópico 4

37 5 Maximização do Lucro A maximização do lucro ocorre no ponto onde a diferença entre a Receita Total e os Custos Totais forem maiores. (Estamos nas páginas 205 e 206 da apostila) 34/# Tópico 4

38 TÓPICO 5 Estrutura de Mercado 35/#

39 1 Introdução As diferentes relações de mercado dependerão de vários fatores, incluindo número de empresas atuantes, o tipo de mercadoria que está sendo oferecido e se existem barreiras de acesso a novas empresas. (Estamos na página 213 da apostila) 36/# Tópico 5

40 2 Concorrência Perfeita É uma estrutura de mercado caracterizada pelo grande número de firmas e compradores; onde os produtos produzidos são perfeitamente substituíveis entre si; todos conhecem o mercado (preços); as firmas entram e saem livremente do mercado; a elevação da procura não altera os preços dos produtos. (Estamos na página 213 da apostila) 37/# Tópico 5

41 3 Competição Imperfeita ou Monopolista Os produtos oferecidos possuem diferenciais que proporcionam aos produtores fixarem preços mais elevados, apesar de existirem substitutos próximos. Ex.: Padarias, vídeolocadoras, etc. (Estamos na página 214 da apostila) 38/# Tópico 5

42 4 Oligopólio Tipo de estrutura no qual um pequeno número de empresas é responsável pela oferta de grande parte do mercado. Ex.: Alumínio, cerveja, etc. Costumam formar cartéis. (Estamos nas páginas 214 e 215 da apostila) 39/# Tópico 5

43 5 Monopólio Ocorre quando apenas uma empresa domina o mercado, podendo impor os preços que desejar. (Estamos na página 215 da apostila) 40/# Tópico 5

44 5 Monopólio a) Monopólio Natural: uma empresa já atende a demanda adequadamente e inviabiliza a implantação de um concorrente devido aos custos. Ex.: Energia Elétrica ou água. (Estamos na página 215 da apostila) 41/# Tópico 5

45 5 Monopólio b) Patentes: quando uma empresa desenvolve uma tecnologia e registra em seu nome, obtendo só ela o direito do uso, mesmo que por um tempo determinado. (Estamos na página 216 da apostila) 42/# Tópico 5

46 5 Monopólio c) Controle de Matérias- Primas Básicas: quando uma empresa detém a propriedade de determinadas jazidas minerais raras. (Estamos na página 216 da apostila) 43/# Tópico 5

47 5 Monopólio d) Monopólio Institucional: quando um determinado setor é considerado estratégico e a entrada de novas empresas é proibida por força da lei. Ex.: Petrobrás até (Estamos na página 216 da apostila) 44/# Tópico 5

48 Parabéns!!! Terminamos a Unidade.

49 PRÓXIMA AULA: Economia 4º Encontro da Disciplina 3ª Avaliação da Disciplina (Avaliação Final – Peso 8)


Carregar ppt "Economia – Unidade 3. Educação a Distância – EaD Professor: Flávio Brustoloni Economia."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google