A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Experiência projecto FEVE (fronteiras e vulnerabilidades do VIH/SIDA) Guiné Bissau e Cabo- Verde III Congresso da CPLP VIH/SIDA.IST Lisboa 17 a 19 de Março.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Experiência projecto FEVE (fronteiras e vulnerabilidades do VIH/SIDA) Guiné Bissau e Cabo- Verde III Congresso da CPLP VIH/SIDA.IST Lisboa 17 a 19 de Março."— Transcrição da apresentação:

1 Experiência projecto FEVE (fronteiras e vulnerabilidades do VIH/SIDA) Guiné Bissau e Cabo- Verde III Congresso da CPLP VIH/SIDA.IST Lisboa 17 a 19 de Março 2010 Magda Lopes Queta

2 HISTÓRIA: Environnement et Développement du Tiers Monde (Enda-tm) Fundada em 1972, Legalizado em 1978 Enda/Saúde Entidade responsável pelo programa Saúde dentro da Organização (24 outros dominios temáticos), colabora com as OCB, estruturas governamentais e internacionais para aimplementação de projectos na luta contra VIH /SIDA, o paludismo e promoção de iniciativasde saúde comunitária em vários países de Africa Ocidental ENDA Saúde recebeu prémio de um dos 25 melhores projectos de luta contra SIDA a nível mundial (Toronto Agosto 2006).

3 Constatações: A região de Africa Ocidental é caracterizada por intensos inter-câmbios Fluxos populacionais é uma tradição muito antiga. As crises económicas e políticas que conheceram os países desta sub- região, têm entre outros, intensificado os movimentos migratórios com um notável aumento de vulnerabilidade das populações em causa.

4

5 Projecto FEVE( Fronteiras e Vulnerabilidade : VIH na Afrique Ocidental Senegal, Guinée-Konakri, Guiné- Bissau, Cabo- Verde) MORABI VERDEFAM CRUZ VERMELHA ENDA Bissau Reforço de capacidades das Associações de base Comunitária Seguimento global dos grupos vulneráveis e de risco ( TS, PGM) Diagnóstico e tratamento de IST Formação dos técnicos de saúde Reabilitação de estruturas de saúde Mobilizaçao Social Fraternite Medical Guinee

6 OBJECTIVOS: Reforçar os programas de luta contra o SIDA, pondo em evidencia e detectando de forma eficaz os grupos vulneráveis. Melhorar os cuidados médicos e psico- sociais dos grupos vulneráveis ao VIH Reforçar as estruturas de saúde, criar dispositivos móveis para os cuidados dos IST e do rastreio ao VIH/SIDA nas zonas transfronteiriças e centros urbanos. Reforçar a participação das organizações comunitárias de base na resposta ao VIH/SIDA Criar espaços de diálogo entre os diferentes actores (medical, comunitários, etc…) nas zonas transfronteiriças, com o intuito de partilhar as práticas nacionais (ou regionais) e conciliar as intervenções. Conduzir actividades de pesquisa nas populações mais vulneráveis ao VIH/SIDA. Estabelecer o sistema de acompanhamento / avaliação das intervenções do projecto; Garantir o acompanhamento-avaliação e controlo de qualidade nas intervenções do projecto

7 Beneficiários do projecto : Profissionais do sexo (masculinos e femininos), oficiais e clandestinos, resensiados e não resenciados) Orfãos e Crianças Vulneráveis (OEV) Pessoas Vivendo com VIH Homens que têm relações sexuais com Homens (MSM) População prisional Toxicodependentes (usuários de droga) Mulheres de grande vulnerabilidade Jovens

8 CABO-VERDE Na ilha de Santiago : na Praia e arredores junto das trabalhadoras do sexo, dos OEV e dos UD. Na ilha de São Vicente :. Mindelo abriga igualmente uma importante população de TS, mais facilmente identificáveis que no resto do país. Na ilha do Sal : essencialmente turística, as intervenções dirigidas ás populações moveis (cf. estratégias migradoras femininas e masculinas rumo à Europa)

9 Guiné-Bissau

10 RESULTADOS:PREVENÇÃO 2009

11 Preservativos:

12 Diagnóstico e Tratamento

13 Prevenção:IST Diagnosticadas e Tratadas 2009 Faixa etária/IST 15 anos15-19 anos anos anos +35Total Trichomoniase Fungos Gonorreia Chlamydia Síflis Ulcera Vaginite Herpes Total

14 Redução Impacto:

15 Redução impacto:OCV

16 Constrangimentos: Fraca participação das PGM no diagnóstico e tratamento das IST Constante mobilidade das TS Recursos financeiros insuficientes para tratamento de IST em todas as regiões de intervenção Seguimento clinico das TS

17 Sucessos: Intervenção em 5 bairros na capital Mobilização das lideres mais influentes (TS) Articulação e parceria com o CTA (HNSM) Cartografia dos sitios de prostituição em 5 regiões

18 FIM


Carregar ppt "Experiência projecto FEVE (fronteiras e vulnerabilidades do VIH/SIDA) Guiné Bissau e Cabo- Verde III Congresso da CPLP VIH/SIDA.IST Lisboa 17 a 19 de Março."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google