A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Coordenação Geral de Desenvolvimento de Recursos Humanos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Coordenação Geral de Desenvolvimento de Recursos Humanos."— Transcrição da apresentação:

1 Coordenação Geral de Desenvolvimento de Recursos Humanos

2 CGDRH Área de desenvolvimento Área de Saúde (SMOD) e Qualidade de Vida Representantes nas unidades do interior Assistente

3 Histórico da Implementação da CGDRH no CEFET-MG Departamento de Pessoal – Seção de Recursos Humanos AEDP-RH ( Assessoria Especial de Desenvolvimento de Projetos e Recursos Humanos) – Vinculada administrativamente a Direção Geral CRH (Coordenação de Recursos Humanos)-vinculada administrativamente a Diretoria de Administração e passa a incorporar a área de saúde. CGDRH (Coordenação Geral de Desenvolvimento de Recursos Humanos)- Coordenação responsável pela definição e implementação de políticas de RH no âmbito do CEFET-MG

4 Política de Desenvolvimento : 1- Capacitação e qualificação Marco Legal - Servidores Técnicos Administrativos em Educação Lei de janeiro de 2005 Decreto 5.824/06 Resolução CD que institui o plano de capacitação no âmbito do CEFET-MG; Medida Provisória 431/08 que altera artigos da Lei /05 Marco Legal - Docentes PUCRCE Lei Medida provisória 431/08 Resolução CD que institui o plano de capacitação no âmbito do CEFET-MG Gestão das políticas de capacitação dos docentes estão a cargo das diretorias de graduação, ensino médio e profissional, Pesquisa e Pós-Graduação e CPPD

5 Política de Desenvolvimento: 1- Capacitação e qualificação Programas Qualificação e capacitação desenvolvidos pela CGDRH 1. Programa de Apoio a Graduação – 46 servidores atendidos em Programa de Apoio a Pós-graduação – 62 servidores atendidos em Formação continuada dos servidores do CEFET-MG – 4. Análise e emissão de parecer conclusivo em processos de progressão por capacitação e incentivo a qualificação dos servidores técnico- administrativos – 57 processos analisados em 2008

6 2-Avaliação de Desempenho e Estágio Probatório dos servidores técnico administrativos Marco Legal Lei /05 Decreto: 5.825/06 Resolução CD-105/07 Medida Provisória 431/08

7 2-Avaliação de Desempenho e Estágio Probatório dos servidores técnico administrativos: O programa de avaliação de desempenho abrangerá: Avaliação de desempenho do servidor; Avaliação institucional; Avaliação da chefia Imediata; Avaliação do servidor em estágio probatório.

8 2-Avaliação de Desempenho e Estágio Probatório dos servidores técnico administrativos: Principais inovações neste modelo de avaliação Participação dos servidores, equipe de trabalho e chefia imediata no processo avaliativo. Introdução no processo de avaliação do ambiente organizacional.

9 3-Movimentação de Pessoal Remoção = deslocamento do servidor, a pedido ou de ofício, no âmbito do mesmo quadro, com ou sem mudança de sede. Lei 8112/90 Marco legal – Lei 8112/90 Art.36 Procedimentos 1.Requerimento do servidor a CGDRH 2.Parecer da chefia imediata 3.Parecer da CGDRH

10 3-Movimentação de Pessoal Redistribuição = Deslocamento de cargo de provimento efetivo, ocupado ou vago no âmbito do quadro geral de pessoal, para outro órgão ou entidade do mesmo Poder. Marco Legal: artigo 37 e parágrafos da lei 8112/90 com redação dada pela Lei 9527/97 e Portaria 57 de 14 de abril de 2000.

11 3-Movimentação de Pessoal Procedimentos internos da redistribuição: 1.Requerimento do servidor ao Diretor Geral 2.Encaminhamento a CGDRH para tramitação do processo 3.Parecer da coordenação que vai receber o docente ou técnico administrativo] 4.Avaliação Psicológica 5.Análise da documentação 6.Parecer final do Diretor Geral

12 4- Contratação de Estagiários Marco legal: Lei 6.494/1977 e Portaria 313 de 14 de setembro de 2007 e Portaria 467 de 31 de dezembro de Valor das bolsas : Estudantes de graduação: 30 horas R$520,00 20 horas R$ 390,00 Estudantes de ensino médio e técnico: 30 horas R$ 290,00 20 horas R$164,00

13 4- Contratação de Estagiários Principais alterações instituídas pelas portarias: O quantitativo de estagiários não poderá ser superior a 20% do total da lotação aprovada para as categorias de nível superior e 10% das categorias de nível médio, observada a dotação orçamentária. Cadastro dos estagiários no SIAPE – Sistema Integrado de Recursos Humanos; Contratação de seguro.

14 5-Dimensionamento de pessoal técnico administrativo. Estudo e análise do quantitativo de servidores técnicos administrativos nas diversas unidades do CEFET-MG. Principais problemas: 1- Cargos do quadro do CEFET-MG 2- Limitação quanto aos quantitativos de liberação de vagas para o CEFET-MG. 3-Déficit de servidores em função do longo período sem reposição de quadros por meio de concurso público.

15 6-Concurso Público Inovações: Estudo do perfil do cargo junto as bancas de provas. Provas de informática e legislação da área de ensino para todos os cargos Provas de redação Prova de português instrumental para o cargo de Assistente em Administração.

16 6-Concurso Público Edital 28/06 – 3 cargos NS Edital 29/06 – 2 cargos NS e 3 NM Edital 30/06 – 2 cargos NS, 2 NM e 1 NO Edital 31/06 – 2 cargos NS e 3 NM Edital 77/07 – 3 cargos NS e 3 NM Edital 68/07 – 13 cargos NS e 7 NM

17 7-Recepção de Novos Servidores Recepção individual dos novos servidores Seminário em parceria com a área de ensino.

18 8-Licenças Licença capacitação – Lei 8112/90 Art. 87. Após cada qüinqüênio de efetivo exercício, o servidor poderá, no interesse da Administração, afastar-se do exercício do cargo efetivo, com a respectiva remuneração, por até três meses, para participar de curso de capacitação profissional. Parágrafo único. Os períodos de licença de que trata o caput não são acumuláveis

19 8-Licenças Licença capacitação para cursar cursos de Pós- graduação (mestrado e doutorado). (Regulamentada internamente pelos Planos de Capacitação)


Carregar ppt "Coordenação Geral de Desenvolvimento de Recursos Humanos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google