A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Membrana Plasmática Prof. Marcelo C. Envoltórios Celulares Membrana Membrana plasmática- encontrada em todas as células. A membrana celular é semelhante.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Membrana Plasmática Prof. Marcelo C. Envoltórios Celulares Membrana Membrana plasmática- encontrada em todas as células. A membrana celular é semelhante."— Transcrição da apresentação:

1

2 Membrana Plasmática Prof. Marcelo C.

3 Envoltórios Celulares Membrana Membrana plasmática- encontrada em todas as células. A membrana celular é semelhante em todos os organismo. Parede Celular- encontrada nas bactérias e cianobactérias, nas células de alguns protistas, nos fungos e nos vegetais. Ausente nas células animais.

4 Célula animal Membrana celular A fluidez da bicamada lipídica permite a movimentação das moléculas de lipídios e proteínas.

5 *Conceito- é uma película delgada e elástica que envolve todas as células, revestindo-as e separando-as do meio externo, realizando a contenção do citoplasma e controlando o intercâmbio de substâncias entre a célula e o meio extracelular. Hidrofílicas: dissolvem na água Hidrofóbicas :não se dissolvem na água

6 (Glicocálix)* Revestimento celular Bicamada lipídica *

7 Os principais tipos de lipídios presentes nas membranas celulares são os fosfolipídios, o colesterol e o glicolipídio. Todos esses tipos de lipídios apresentam porções de suas moléculas com afinidade diferencial em relação à água. Uma parte da molécula é hidrofílica (gosta de água) e outra é hidrofóbica (não gosta da água).

8 Glicocálix (glico=açúcar; calix= envoltório) é um envoltório externo à membrana e ocorre nas células de alguns protistas, como as amebas. Funções: proteção a superfície celular contra lesões mecânicas e químicas; adesão entre as células e ao reconhecimento entre as células.

9 Célula Animal Célula vegetal

10 Parede celulósica A parede celular é uma estrutura incolor, elástica, brilhante, rígida o que diminui a possibilidade de modificação na forma da célula. Possui resistência à decomposição por microrganismos. Apesar de rígida ela é permeável, não exercendo controle sobre as substâncias que penetram na célula ou saem dela.

11

12 Nas plantas, a parede celular é composta basicamente de celulose e por isso é também chamada membrana celulósica. Na célula vegetal jovem, a parede celular é fina e pouco rígida, permitindo que a célula cresça. Depois, forma-se internamente à parede celular primária um envoltório mais espesso e mais rígido, chamado parede celular secundária. A principal função das paredes das células vegetais é dar rigidez ao corpo das plantas, atuando na sustentação esquelética. Lúmem celular Membrana Plasmática Parede secundária Parede primária Citoplasma Lamela média Vacúolo nucleo

13 Transporte Através da Membrana Os processos de troca na célula podem ser agrupados em 3 categorias: Processos passivos: ocorrem sem gasto de energia (difusão, osmose e difusão facilitada); Processos ativos: ocorrem com gasto de energia (bomba de sódio (Na) e potássio (k)); Processos mediados por vesículas: ocorrem quando vesículas são utilizadas para a entrada de partículas: entrada- ENDOCITOSE; saída - EXOCITOSE.

14 SOLUÇÃO: SOLUÇÃO SOLVENTE + SOLUTO. ( ÁGUA ) + ( Qq SUBSTÂNCIA ) Ex.: NaCl ( sal de cozinha )

15 TIPOS DE SOLUÇÕES: S. HIPERTÔNICA: A concentração do soluto é maior que a concentração de solvente. S. ISOTÔNICA: A concentração do soluto é igual que a concentração de solvente. S. HIPOTÔNICA: A concentração do soluto é menor que a concentração de solvente.

16 Quando duas concentrações têm a mesma concentração = ISOTÔNICAS OU ISOSMÓTICAS. hipertônica hipotônica Quando as concentrações são diferentes, a solução + concentrada é chamada hipertônica ou hiperosmótica, e a – concentrada hipotônica ou hiposmótica. 1L 1Glicose 1L 3Glicose AB 1L 2Glicose 1L 2Glicose C D ISO HIPOHIPER

17 1. Difusão simples: Fluxo espontâneo de partículas, de uma região onde a concentração de uma determinada partícula é maior para outra onde a concentração é menor. Ex.: entrada de oxigênio em nossas células e a saída de gás carbônico. DIFUSÂO DIFUSÂO – é a passagem de soluto e de solvente de uma região de maior concentração para uma região de menor concentração. Ocorre sempre a favor de um gradiente de concentração, buscando o equilíbrio de concentração.

18 Difusão

19 DIFUSÃO SIMPLES FONTE: O2 Co2 + +

20 2.Difusão facilitada : é a passagem de substâncias de um meio mais concentrado para um meio menos concentrado com o auxílio de um carregador. Ex.: a glicose necessita de insulina para entrar nas células do fígado (hepatócitos). Moléculas pequenas entram por difusão simples na célula. A entrada de moléculas um pouco maiores depende de proteínas que se abrem e fecham ou de proteínas com "canais" que facilitam a passagem. Não há gasto de energia, uma vez que as moléculas movem-se sempre de maior para as de menor concentração.

21 DIFUSÃO FACILITADA Permease A molécula do soluto liga-se nos sítios ligantes da permease que se deforma e libera o soluto no outro lado da membrana.

22 Difusão Facilitada Fonte:

23 Osmose : É um caso particular de difusão através de membranas semipermeáveis, onde há passagem apenas de solvente da solução menos concentrada (maior número de moléculas de água) para a mais concentrada (menor número de moléculas de água).

24 Osmose

25 A Solução hipo B Solução hiper Água pura

26 EXEMPLOS PRÁTICOS: Quando uma célula animal é mergulhada numa solução hipertônica, perde água. Esse processo se chama PLASMÓLISE (murcha). Quando a célula é retirada desta solução e colocada numa solução HIPOTÔNICA, num primeiro instante volta a sua condição normal.

27 Continuação: num processo chamado DEPLASMÓLISE. A célula então é mantida nesta solução e ganha aumento de volume, num processo chamado TURGÊNCIA (incha ), caso continue nesta solução a membrana plasmática irá se romper por excesso de água, num processo que se chama PLASMOPTISE.

28 Continuação: Vejamos agora o que acontece com uma célula em especial, as hemácias ou eritrócitos ou glóbulos vermelhos. Estes quando mergulhados em solução HIPERTÔNICA perdem água para o meio, esse processo se chama CRENAÇÃO ( murcha ).

29 Caso, seja retirada desta solução e mergulhada numa solução HIPOTÔNICA, ocorrerá o acúmulo de água em seu interior provocando o rompimento da membrana plasmática, esse processo se chama HEMÓLISE.

30 Obs.: A plasmólise de hemácias recebe o nome especial de crenação. Hiper-perde água Iso- equilíbrio

31 Hemólise

32 Cheia de água Plasmólise –perde H2o Desplasmólise

33 TRANSPORTE ATIVO Ocorre contra o gradiente de concentração. É feito por proteínas transmembrana chamadas ATPases ou BOMBAS. Quebram ATP e liberam energia. Transporta sempre íons e moléculas polares. ATPaes são específicas. Ex. Bomba de Na+; bomba de Ca++...

34 BOMBA DE Na++ e K+

35 EXEMPLO DE TRANSPORTE ATIVO BOMBA DE SÓDIO E POTÁSSIO FONTE:

36 ATP: energia para a célula realizar trabalho A energia de que a célula dispõe é sintetizada por ela mesma, armazenada na forma de uma molécula chamada andenosina trifostato (ATP). Ela é o resultado de processos bioquímicos em que a célula, utilizando-se de uma fonte, os nutrientes, produz sua própria energia. Assim, ATP é sinônimo de energia celular. Por isso, podemos dizer que o transporte através da membrana celular ocorre com ou sem gasto de ATP.

37 K+ Na+

38 Transporte em bloco: Representa o englobamento ou eliminação de macromoléculas ou partículas maiores que não conseguem atravessar a membrana plasmática por nenhum dos mecanismos já estudados. Em função do sentido no qual as partículas são transportadas, temos dois tipos de transporte em bloco: a endocitose e a exocitose. # Endocitose: É o transporte de partículas ou macromoléculas por englobamento, ou seja, do meio extracelular para o meio intracelular. Existem dois tipos de endocitose:

39 1.Fagocitose: Neste processo, a célula engloba partículas sólidas relativamente grandes. A célula, entrando em contanto com a partícula, emite pseudópodes que englobam, formando um vacúolo alimentar (fagossomo). A fagocitose é observada principalmente em células isoladas, como amebas e glóbulos brancos. No caso da ameba, trata-se de um processo nutritivo; no caso dos glóbulos brancos, é um processo de defesa contra bactérias que invadem o organismo.

40 2.Pinocitose: Partículas líquidas muito pequenas são capturadas por esse processo. A membrana plasmática, na região de contato com a partícula, se invagina, aprofundando-se no interior do citoplasma; forma-se um canal. Por fim, a partícula envolvida por um pedaço de membrana solta-se, formando um vesícula de pinocitose ou pinossomo. É provável que a maioria das células seja capaz de realizar a pinocitose; esse processo é então geral, enquanto a fagocitose se restringe apenas a alguns tipos de células.

41 EXOCITOSE

42 Especializações da membrana ou Diferenciações de Membrana Microvilosidades Plasmodesmos Desmossomos Interdigitações Cílios e flagelos

43 1-MICROVILOSIDADES São especializações da membrana em que, um pequeno espaço, da superfície é capaz de absorver muito mais substâncias em um tempo menor; ou projeções (evaginações) da membrana, formando um número enorme de finos prolongamentos celulares em forma de dedo de luva. Ex: célula intestinal pode apresentar até 3000 microvilosidades.

44 2-DESMOSSOMOS São pontos de espessamentos nas membranas de células vizinhas. Entre esses espessamentos há uma espécie de cimento, formado de numerosas partículas de glicoproteicas e destinado a firmar a ligação entre as células.

45 3- INTERDIGITAÇÕES São saliências e reentrâncias da membrana de 2 células vizinha que se encaixam entre si, aumentando a aderência entre elas. Ex: células epiteliais.

46 4- PLASMODESMOS São pontes de contato ente células vegetais vizinhas, permitindo a comunicação entre os citoplasmas.

47 5- CÍLIOS E FLAGELOS São formações que apresentam na superfície de certas células de invertebrados, de protistas e de organismos superiores, proveniente do alongamento de nove fibrilas ou microtúbulos de centríolo. Os cílios são curtos e numerosos, enquanto os flagelos são longos e em pequeno número. Ambos tem a participação nos movimentos celulares. Ex: cílios protozoários ciliados (paramecium), flagelos protozoários flagelados, sptz, bactérias, anterezóides,etc..


Carregar ppt "Membrana Plasmática Prof. Marcelo C. Envoltórios Celulares Membrana Membrana plasmática- encontrada em todas as células. A membrana celular é semelhante."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google