A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Introdução Professor : DUDU Disciplina : Física Óptica (FO) Óptica é a parte da física que estuda a luz: energia radiante (ondas eletromagnéticas) capaz.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Introdução Professor : DUDU Disciplina : Física Óptica (FO) Óptica é a parte da física que estuda a luz: energia radiante (ondas eletromagnéticas) capaz."— Transcrição da apresentação:

1 Introdução Professor : DUDU Disciplina : Física Óptica (FO) Óptica é a parte da física que estuda a luz: energia radiante (ondas eletromagnéticas) capaz de causar, em nós, a sensação da visão.

2 Primária Secundária Fontes de Luz

3 Fontes que emitem luz própria Primária

4 Corpos luminosos: são os corpos que emitem luz própria. Exemplo: o Sol, as estrelas, a chama de uma vela, etc.

5 Sol

6 Não emitem luz própria Secundária Refletem luz

7 Lua

8 Corpos iluminados: são os corpos que refletem luz.

9

10 Meios Físicos

11 Meios Transparentes: Permitem a passagem da luz sem desvios.Ex:Vácuo, pequenas camadas de ar, vidro e água. Corpos transparentes: são os corpos que se deixam atravessar totalmente pela luz

12 Corpos translúcidos: são os corpos que se deixam atravessar parcialmente pela luz. Meios Translúcidos: A luz sofre desvio e há bastante difusão.Ex:Neblina, papel vegetal.

13 Corpos opacos: são os corpos que impedem a passagem da luz. Meios Opacos: A luz não se propaga.Ex: Alvenaria, madeira.

14 INTRODUÇÃO Princípios da Óptica Geométrica Propagação Retilínea Independência Reversibilidade

15 Propagação retilínea Em um meio homogêneo a luz propaga-se em linha reta.

16 Eclipse

17 As provas mais simples de que a luz se propaga em linha reta são a formação da sombra e a câmara escura.

18 Câmara Escura Aplicações dos princípios: = IOIO pp pp I O p

19

20 Sombras e alturas Fonte de luz anteparo opaco b b = distância entre a fonte e o anteparo a a = altura do anteparo

21 Sombras e alturas Fonte de luz sombra a c b d c = altura da sombra d = distância entre a fonte e a sombra anteparo opaco

22 Sombras e alturas a c b d A semelhança de triângulos nos diz que: a b a b = c d FIM

23 Reversibilidade A B A trajetória seguida pela luz independe do sentido de propagação.

24

25 Independência Quando dois ou mais raios se cruzam cada um age independentemente do outro.

26 Princípios da Óptica Geométrica Princípio da Propagação Retilínea da Luz: Princípio da Reversibilidade da Luz: Princípio da Independência dos Raios de Luz:

27 CÂMARA ESCURA = Máquina fotográfica A imagem é invertida e reversa. Ex.: p vira d

28 Fenômenos (reflexão, refração e absorção) Resumo da aula: Fontes ( 1º ou 2 º) Princípios (propagação retilínea, reversibilidade e independência) Meios (transparente,translúcido e opaco)

29 Fonte Corpo Penumbra Sombra Sombra e Penumbra

30

31

32 Aqui você pode ver que existem duas regiões. Uma iluminada e outra não Área não iluminada

33 Agora você tem três regiões. Uma iluminada somente por uma das lâmpadas, chamada penumbra, outra iluminada pelas duas lâmpadas, e outra que não é iluminada por nenhuma, denominada sombra. penumbra sombra

34 Reflexão

35 Superfície Reta Normal Sempre perpendicular ( 90º) à superfície. Normal. Superfície Normal.

36 Superfície Reta Normal Sempre perpendicular ( 90º) à superfície. Normal. Superfície Normal.

37 Reflexão regular (especular) Ocorre em superfícies polidas (bem lisas).Raios que incidem paralelamente são refletidos paralelamente. Reflexão irregular (difusa) Ocorre em superfícies rugosas. Raios que incidem paralelamente NÃO são refletidos paralelamente. Tipos de Reflexão:

38 ^ i ^ r reflexão regular ^ i ^ r reflexão difusa i = r Nos dois casos:

39 Regular ou Especular

40 Irregular ou Difusa

41 Regular Difusão

42 RI N RR Leis da reflexão 1º Lei =O raio incidente (RI), o raio refletido (RR) e a normal (N) pertencem ao mesmo plano.

43 2 º Lei =O ângulo de incidência é sempre igual ao ângulo de reflexão (i = r)

44 raio incidente raio refletido ângulo de reflexão ângulo de incidência reta normal N Sempre i = r

45

46 Um espelho plano possui duas partes: Refratora ( vidro ou cristal) Refletora ( alumínio ou prata) Os risquinhos representam a parte de trás do espelho. Para que ocorra reflexão o objeto deve ficar na parte da frente do espelho.

47 1-Simetria das Imagens. xx Características: Distância objeto ao espelho é igual a distância imagem ao espelho.

48 Distância entre B e a imagem de A? 16 cm A A` B 8 cm B` 8 cm16 cm Resposta: 40 cm = 40 cm

49 A B C A B C 2-Objeto e imagem possuem o mesmo tamanho. Obs.: A imagem é direita (não fica de ponta cabeça).

50 Se a distância entre um objeto e sua imagem é de 4 metros,a distância da sua imagem até o espelho é de 2 metros.( V ou F) Verdadeiro o E i

51 Qual a imagem correta?

52 3-Imagens Enantiomorfas. Esquerda vira direita e vice-versa. A palavra MU refletida fica UM.

53

54 Campo Visual de um espelho plano: –tamanho do espelho –posição entre observador e espelho

55 1.Prolongue o espelho. 2.Ache a imagem. (Equidistante e perpendicular ao prolongamento). 3.Da imagem sai raio que passa pelas extremidades do espelho. Campo Visual:

56 CAMPO VISUAL DE UM ESPELHO PLANO 1.Prolongue o Espelho. Observador E

57 CAMPO VISUAL DE UM ESPELHO PLANO Observador 2.Ache a imagem. (Equidistante e perpendicular ao prolongamento). Imagem

58 CAMPO VISUAL DE UM ESPELHO PLANO Observador Imagem 2.Ache a imagem. (Equidistante e perpendicular ao prolongamento).

59 CAMPO VISUAL DE UM ESPELHO PLANO Observador Imagem

60 CAMPO VISUAL DE UM ESPELHO PLANO Observador Imagem 3.Raio sai da imagem e passa pelas extremidades do espelho. Campo Visual

61 Quais os pontos serão vistos através do espelho pelo observador O ? O A B C D E F G espelho plano Campo Visual: construção

62 espelho plano O A B C D E F G 1.Prolongue o Espelho. 2.Ache a imagem do observador O. (Eqüidistante e perpendicular ao prolongamento). imagem do observador

63 espelho plano O A B C D E F G 3.Raio sai da imagem e passa pelas extremidades do espelho. imagem do observador

64 espelho plano O A B C D E F G CAMPO VISUAL Os pontos dentro do campo visual são : D, E, F e G. imagem do observador

65 Qual ponto está no campo visual? Campo Visual Resposta: B

66 É necessário um espelho com a metade do nosso tamanho para que possamos nos enxergar totalmente.

67 ROTAÇÃO DE UM ESPELHO PLANO Quando um espelho gira de um ângulo, o raio refletido gira um ângulo 2. = 2.

68 A Qual a distância entre L e A por reflexão?

69 A 8 m 6 m 2 m

70 8 m 6 m D = ?

71 No triângulo hachurado, temos: 6 m 8 m d

72 Podemos associar dois espelhos planos. O número de imagens é o resultado de reflexões sucessivas nos dois espelhos. De modo Geral: N=número de imagens por cada objeto = ângulo formado entre os dois espelhos Associação de espelhos

73 Múltiplas imagens formadas por dois espelhos

74

75 Exemplo para 90º Note que uma imagem levantou o braço direito e duas o esquerdo.

76 1.Quantas imagens existem? Resposta: 4 2.Quantos corpos são visíveis de fora do sistema? Resposta: 5 3.Qual o ângulo entre os espelhos? Resposta: 72 º

77 Resumo:

78 Imagem com as seguintes características: Natureza contrária do objeto Direita (mesma orientação do objeto) Simétrica ( 1m = 1m) Mesmo tamanho ( 0,5m = 0,5m) Enantiomorfa (lado contrário) real virtual

79 Espelho plano F 5 cm Resumo das características: Imagem: Simétrica. Natureza Oposta Enantiomorfa (Reversão lateral). 3 cm real virtual Mesmo tamanho.

80 Imagem do mesmo tamanho do objeto, simétrica, direita e reversa. Características dos espelhos planos:


Carregar ppt "Introdução Professor : DUDU Disciplina : Física Óptica (FO) Óptica é a parte da física que estuda a luz: energia radiante (ondas eletromagnéticas) capaz."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google