A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ASPECTOS LEGAIS O ato de prescrever ou testar uma gestante acarreta a obrigação de um dever. Se o dever for violado e provocar dano à gestante existe negligência.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ASPECTOS LEGAIS O ato de prescrever ou testar uma gestante acarreta a obrigação de um dever. Se o dever for violado e provocar dano à gestante existe negligência."— Transcrição da apresentação:

1 ASPECTOS LEGAIS O ato de prescrever ou testar uma gestante acarreta a obrigação de um dever. Se o dever for violado e provocar dano à gestante existe negligência. A negligência geralmente é a base legal paa questões envolvendo aquele que aplica o teste ou prescreve exercício ACOG Ao prescrever o exercício é necessário conhecimento das contra-indicações e riscos especiais associados com exercício e gravidez.

2 CONTRA-INDICAÇÕES AbsolutasRelativas ACOGDoença cardíaca hemodinâmica significante Doença pulmonar restritiva Cérvix incompleta Gestação múltipla ou risco de parto prematuro Sangramento persistente no segundo e terceiro trimestre Placenta prévia após 26 semanas de gestação Parto prematuro Ruptura de membrana Pré-eclâmpsia/hipertensão induzida pela gravidez Anemia severa Arritmia cardíaca Bronquite crônica Diabetes tipo 1 mal controlada Obesidade mórbida Baixo peso extremo (IMC < 12) Histórico de sedentarismo extremo Restrição de crescimento intra uterino Hipertensão mal controlada Limitação ortopédica Hiperiroidismo mal controlado Fumante inveterada

3 EFEITOS DELETÉRIOS DO EXERCÍCIO INTENSO EXERCÍCIOMATERNOFETAL utilização carboidrato Hipoglicemia Má nutrição Retardo crescimento intrauterino Atividade simpática NOR Vasoconstrição Fluxo uterino HIPÓXIA BRADICARDIA FC e amplitude das contrações com potencial para desencadear trabalho de parto próximo ao termo t corporal T central T Teratogenicidade

4 SINAIS DE ADVERTÊNCIA PARA INTERROMPER O EXERCÍCIO Hemorragia vaginal Hemorragia vaginal Vazamento de líquido amniótico Vazamento de líquido amniótico Dores de cabeça, Vertigens, fraqueza muscular Dores de cabeça, Vertigens, fraqueza muscular Dispnéia anterior, elevaçao Pa, FC que persiste após o exercício. Dispnéia anterior, elevaçao Pa, FC que persiste após o exercício. Dor no peito Dor no peito Súbitp inchaço dos tornozelos, mãos ou rosto Súbitp inchaço dos tornozelos, mãos ou rosto Diminuição dos movimentos fetais Diminuição dos movimentos fetais Contrações persistente (> 6-8/h) que pode sugerir o início do trabalho prematuro. Contrações persistente (> 6-8/h) que pode sugerir o início do trabalho prematuro. INEXPLICÁVEL dor abdominal INEXPLICÁVEL dor abdominal INSUFICIENTE ganho de peso (<1.0kg)/mês durante os dois últimos TRIMESTRES. INSUFICIENTE ganho de peso (<1.0kg)/mês durante os dois últimos TRIMESTRES... ACOG 2010

5 Gallup (1999) CONDIÇÕES AMBIENTAIS : frio, calor, sol, vento, umidade. LOCAL: apropriado, livre de acidentes, seguro em atividade criminal, serviços de emergência e telefones próximos. SEGURANÇA DO LOCAL A prescrição deve ser clara e específica e preferencialmente por escrito

6 RECOMENDAÇÕES PAÍS / COLÉGIOS RECOMENDAÇÕES EUA INTENSIDADEFREQUÊNCIADURAÇÃO ACOG (1985) Máx. 140bpm FC deve ser estabelecida % mais baixa que o esperado para não gestante. ___Máx 15 ACOG (2002) Talk Test___ Acúmulo de 30 ou mais de exercícios moderados por dia ACOG (Artal & OTolle) 60-70% FC max 50-60% do VO2max (previamente sedentárias) PSE CDC – ACSM acúmulo 30 dia (todos os dias) 45 exercício contínuo Sedentárias: até 30 AM FAMILYSegue o ACOG___ ACM Segue ACOG Parar quando sentir-se fadigada Não exceder 75% da FCM PSE até 13 (6 a 20) 3xNão mais que 30

7

8 RECOMENDAÇÕES PAÍS / COLÉGIOS RECOMENDAÇÕES CANADÁINTENSIDADEFREQUÊNCIADURAÇÃO Can. GuidelinesZona de FC convencional para pessoas saudáveis (representa 60-80% da cap aeróbica) 3 a 5 xPelo menos 15 Can. Society for Exerc Physiol Vide FITT SOGC / CSEP

9 RECOMENDAÇÕES PAÍS / COLÉGIOSRECOMENDAÇÕES AUSTRALIA INTENSIDADEFREQUÊNCIADURAÇÃO Sp. Med. Aust. Cita o ACOG Outros autores Lokey et al (1991) Review meta- análise (os estudos não usam atletas) moderada Acúmulo de 30 ou mais de exercícios moderados por dia 144 bpm3xMédia 43 Variedade de exercícios Aust Sp Commission (fala de atleta) Sempre trabalhar abaixo de 75% da FCmax Questiona 140bpm Não considera idade PSE – 13 (esc 20) 3-4x (baseia-se em Campbell & Mottola) 1 TRI – parar antes da fadiga 30-40

10 RECOMENDAÇÕES PAÍS / COLÉGIOSRECOMENDAÇÕES Inglaterra INTENSIDADEFREQUÊNCIADURAÇÃO RCOG (segue ACOG) 60-70% FCmax (sedentárias) 60-90% FCmax (treinadas) PSE a 5 xIniciar com 15 e progredir par 30 Olympic Medical Institute – British Olympic Association Usam o ACOG (1994) porque o RCOG não tem dados produzidos em seus guias

11 F ITT FREQUENCIAINTENSIDADETEMPOTIPO Iniciar com 3x por semana e aumentar progressivamente para 4x PSE apropriada e/ou zona de FC Talk test Mínimo 15 Se necessário reduzir a intensidade Usar pausa se necessário Exercícios de baixo impacto usando grandes grupos musculares (caminhada, bic estac, natação, hidroginástica, aeróbica de baixo impacto) F I T T

12 VARIÁVEISATIVAINATIVA F sem 0-12 – 3 a 4x sem – 5x sem – 3x Iniciar – 3x Após 36 sem – 1 a 2x I PSE – Escala de 6 a 20 - < % FCmax T 2 tri – 5%/sem 40 T Não realizar exercícios de alto risco Bicicleta, caminhada e natação

13 Canadian Society for Exercise Physiology Zona de FC modificada para exercícios aeróbios na gravidez Idade maternaZona de FC (bpm) < 20 anos ou mais FCDe acordo com nível de atividade física PSE12 a 14 (escala de 6 a 20) CUIDADO: temperatura ambiente e URA Intensidade para prescrição dos exercícios aeróbios na gravidez 60-70% da FC máxima 50-60% do VO 2 máximo

14 INDICAÇÃO PARA O TRABALHO DE FORÇA MMSS e COSTAS - promove boa postura ABDOMINAL - previne dor lombar - previne diástase do reto MMII - facilita a sustentação do peso - previne veias varicosas

15 RECOMENDAÇÕES PAÍS / COLÉGIOS RECOMENDAÇÕES EUA INTENSIDADEFREQUÊNCIADURAÇÃO ACOG 2003 (boletim) Treinadas podem continuar Sedentárias devem iniciá-los após o parto Oferecem pouco risco para a mãe e feto 2 TRI evitar posição supino Não relatam intensidade da carga ___ ACOG Artal & OToole 1 série de 12 rep (baixo peso com múltiplas repetições) Evitar exercícios isométricos. ___

16 RECOMENDAÇÕES PAÍS / COLÉGIOS RECOMENDAÇÕES EUA INTENSIDADEFREQUÊNCIADURAÇÃO ACSM (News) Executar de forma lenta e controlada Deve ter 1 dia de repouso entre as sessões 1-3 séries – rep (MMII) e rep (MMSS) sem fadiga – ou menos se não conseguir / depende do exercício e estágio (trimestre) da gravidez tempo recuperação entre séries, rep ou peso com o avançar PSE – 9 a 14 ____ CUIDADO - COM EXERCÍCIOS DE PUXAR OU EMPURRAR COM OS MMSS AO FINAL DA GESTAÇÃO

17 RECOMENDAÇÕES PAÍS / AUTOR RECOMENDAÇÕES BRASIL INTENSIDADEFREQUÊNCIADURAÇÃO Guedes (2003) AQ – 10 a 12 DES - 10 a 15 Evitar isometria 2 a 3 séries 12 a 15 rep Pausa – 1 a 2 (se necessário mais – facilitar a recuperação entre as séries) Cargas de intensidade leve a média ____

18 OMNI

19 ESCALA DE RASO

20 ASSOALHO PÉLVICO E PARTO o INCONTINÊNCIA URINÁRIA É COMUM DURANTE A GRAVIDEZ COM PREVALÊNCIA ENTRE 30 – 60% o O parto normal é visto como um dos maiores fatores etiológicos para mal funcionamento dos esfíncteres da uretra e reto Meyer et al (2001)

21 Exerc í cio de per í neo – Kegel Criados em 1950 pelo Dr. Arnold Kegel, para fortalecer os músculos do assoalho pélvico para mulheres com incontinência urinária. Deitada de costas, contraia o assoalho p é lvico.

22


Carregar ppt "ASPECTOS LEGAIS O ato de prescrever ou testar uma gestante acarreta a obrigação de um dever. Se o dever for violado e provocar dano à gestante existe negligência."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google