A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Lisboa 20 de Junho de 2007 Moçambique: Estabilidade e Oportunidades.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Lisboa 20 de Junho de 2007 Moçambique: Estabilidade e Oportunidades."— Transcrição da apresentação:

1 Lisboa 20 de Junho de 2007 Moçambique: Estabilidade e Oportunidades

2 Portugal – Retrato Económico

3 Fonte: INE Mercados de destino das exportações, produtos e base exportadora Mercados: Diminuição da dependência nos mercados do espaço europeu e aumento das expedições para os mercados extra comunitários (3% em 2006). Produtos: Mudança de padrão, de produtos de baixa intensidade tecnológica (sectores tradicionais) para outras categorias de produtos de maior valor e especialização. Base exportadora: Maior numero de empresas exportadoras que contribuíram para o rejuvenescimento do tecido empresarial nacional.

4 Fonte: INE Contributo das exportações para o crescimento económico de Portugal Contrariando a tendência dos últimos anos, as exportações portuguesas voltaram a ganhar quota de mercado no mercado internacional. As estimativas apontam para que as exportações nacionais tenham aumentado 9% em 2006, contribuindo com 1,1% para o crescimento da economia.

5 Fonte: INE Contributo das exportações de bens e serviços no PIB (preços constantes)

6 Fonte: INE Quota de mercado a nível mundial das Exportações Portuguesas Cortiça – 60% (Produtos com quota superior a 2%)

7 Fonte: INE Exportações por grupos de produtos 2006

8 Fonte: INE Importações por grupos de produtos 2006

9 Fonte: INE Principais fornecedores de Portugal

10 Fonte: INE Principais clientes de Portugal

11 Fonte: INE Diversificação de produtos Do leque de produtos exportados, destaque para o grupo das máquinas e equipamentos, com 19% do total e uma taxa de crescimento de 16,5% em A fileira Moda que representava há 10 anos atrás 32% do total das exportações portuguesas, em 2005 o seu peso cifra-se nos 17.6%. Por outro lado, as máquinas e o sector automóvel representam, no mesmo ano, aproximadamente 32%, ou seja, quase o dobro do peso da fileira moda. Os metais comuns, produtos químicos e combustíveis, registaram igualmente grandes crescimentos.

12 ReportRankingFonte Mundo Reformas Estruturais no Empreendorismo – Estabelecimento de novas empresas 1o1o World Bank, “Doing Business Report 2007”, Europa Investimentos mais activos e dinâmicos na área da energia European Association of Windmill Energy Mundo Energias Renováveis, Índice de Atractividade Ernst & Young, August 2006 Mundo Segurança no País 10 0 The Economist Benchmarking: Posição Global de Portugal

13 Portugal – Moçambique Relações bilaterais

14 Aspectos fulcrais no relacionamento comercial entre Portugal e Moçambique Portugal é o 3º. Fornecedor de Moçambique depois da África do Sul e Holanda As exportações portuguesas aumentaram 14% em 2006 e caracterizadas por uma grande diversificação Peso elevado de produtos transformados com alto valor acrescentado nas exportações portuguesas para Moçambique Exportações moçambicanas fortemente concentradas em peixes, crustáceos e matérias primas (açúcar e algodão) Relacionamento bilateral Portugal-Moçambique Comércio bilateral pouco expressivo e desequilibrado a favor de Portugal

15 Importações portuguesas de Moçambique em 2006 Fonte: INE/Portugal Comércio bilateral Portugal-Moçambique

16 Comércio de Portugal com Moçambique (Valor em mil Euros) Fonte: INE/Portugal Comércio bilateral Portugal-Moçambique

17 Exportações portuguesas para Moçambique em 2006 Fonte: INE/Portugal Comércio bilateral Portugal - Moçambique

18 Investimento Directo de Portugal em Moçambique Fonte: Banco de Portugal (Valor em milhares de Euros) Relacionamento bilateral Portugal-Moçambique

19 Sectores de oportunidade Agro-alimentares (incluindo vinhos) Materiais de construção Produtos Farmacêuticos Construção e Obras Públicas Tecnologias de informação Formação Consultoria Relacionamento bilateral Portugal-Moçambique

20 Casos de sucesso de empresas portuguesas em Moçambique Empresas ligadas à construção de infra-estruturas Sector bancário - Caixa Geral de Depósitos, BPI e Millennium BCP (detêm 60% dos activos da banca) Telecomunicações, turismo e agricultura - Visabeira Cimento - Cimpor Comercialização de veículos - Entreposto Distribuição de combustíveis e gás - Petrogal Distribuição de água - Águas de Portugal Gestão de portos e terminais - Grupo Tertir Relacionamento bilateral Portugal-Moçambique

21 Obrigado pela vossa atenção Moçambique: Estabilidade e Oportunidades

22 Da Ásia à América, da África à Europa, há séculos que Portugal constrói obras que desafiam, marcam e ficam. Sabe como? Com arquitectos, engenheiros e materiais portugueses. O aeroporto da Madeira ou a Ponte da Amizade em Macau são apenas exemplos recentes. vontade de construir

23 Vencer doenças incuráveis ou preservar células estaminais para medicina regenerativa é o dia-a-dia de empresas como a Biotecnol, Alfama (prémio de melhor start up europeia de 2005), Crioestaminal, Medinfar/Cytothera, Biocant, ou IBET. Outros desenvolvem novas soluções farmacêuticas, como a Bial ou a Cipan. Todos estes nomes lutam por uma vida melhor. Não merecem ser conhecidos? tecnologia pela vida

24 à mesa, basta o melhor Sabia que Portugal ganhou 265 medalhas no último International Wine Challenge, 16 das quais de ouro? Entre elas, o Guru 2004, da enóloga Sandra Tavares da Silva, acumulou 2 prémios: melhor branco do ano e melhor vinho do 1º ano de produção. Nesta mesma competição, só a Sogrape conquistou 23 medalhas. Acrescente o Vinho do Porto, o azeite, os melhores peixes e mariscos que já provou e tem as vantagens de uma dieta mediterrânica com sabor atlântico.

25 lideranças secretas A liderança portuguesa na produção de cortiça é mundialmente reconhecida. Mas há secretas. Sabia que a Number Five detém 75% do mercado mundial de auto-identificação? E já ouviu falar da Altitude (líder da tecnologia para Call Centers e CRM), ou da Chipidea (lider mundial em design de soluções analógicas que são a interface entre a tecnologia digital e o mundo real)?

26 Sabe o que é que a NASA e a ESA (Agência Espacial Europeia) fazem para evitar situações críticas nos seus sistemas informáticos? E o que fazem o Metro de Londres ou os Caminhos de Ferro da Holanda, da Noruega, da Finlândia e da Dinamarca quando querem software de gestão ferroviária? Recorrem a empresas portuguesas. A Critical Software é uma referência global no desenvolvimento de software para sistemas de informação críticos. A SISCOG continua a ganhar os clientes mais exigentes do mundo. máxima velocidade, máxima segurança


Carregar ppt "Lisboa 20 de Junho de 2007 Moçambique: Estabilidade e Oportunidades."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google