A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

GRAVITAÇÃO UNIVERSAL Professor André O SISTEMA SOLAR Planeta anão.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "GRAVITAÇÃO UNIVERSAL Professor André O SISTEMA SOLAR Planeta anão."— Transcrição da apresentação:

1

2 GRAVITAÇÃO UNIVERSAL Professor André

3 O SISTEMA SOLAR Planeta anão

4 Planetas em escala

5

6 Posição do Sistema Solar na galáxia

7 Sistemas planetários O mais famoso sistema planetário grego foi o de Cláudio Ptolomeu Ptolomeu ( ), que considerava a Terra como o centro do Universo (sistema geocêntrico). Segundo esse sistema, cada planeta descrevia uma órbita circular cujo centro descreveria outra órbita circular em torno da Terra.

8 Nicolau Copérnico (sistema heliocêntrico). Nicolau Copérnico ( ), astrônomo polonês, criou uma nova concepção de Universo, considerando o Sol como seu centro (sistema heliocêntrico). Tycho Brahe Entretanto, o modelo de Copérnico não foi aceito pelo astrônomo dinamarquês Tycho Brahe ( ), segundo o qual o Sol giraria em torno da Terra e os planetas em torno do Sol. Segundo esse sistema, cada planeta, inclusive a Terra, descrevia uma órbita circular em torno do Sol.

9 Johannes Kepler Ao morrer, Brahe cedeu suas observações a seu discípulo Johannes Kepler ( ), que tentou, em vão, explicar o movimento dos astros por meio das mais variadas figuras geométricas. Baseado no heliocentrismo, em sua intuição e após inúmeras tentativas, ele chegou à conclusão de que os planetas seguiam uma órbita elíptica em torno do Sol e, após anos de estudo, enunciou três leis.

10 LEIS DE KEPLER

11 1.ª LEI DE KEPLER (LEI DAS ÓRBITAS) “As órbitas dos planetas em torno do Sol são elipses nas quais ele ocupa um dos focos.” Numa elipse existem dois focos e a soma das distâncias aos focos é constante.

12 Foco a b c d a + b = c + d ELIPSE

13 2.ª LEI DE KEPLER (LEI DAS ÁREAS) “A área descrita pelo raio vetor de um planeta (linha imaginária que liga o planeta ao Sol) é diretamente proporcional ao tempo gasto para descrevê-la.” Velocidade Areolar  velocidade com que as áreas são descritas. Afélio

14

15

16 A1A1

17 A1A1

18 A1A1

19 A1A1

20 A1A1

21 A1A1

22 A1A1 A2A2 Velocidade Areolar = A  t

23 A1A1 A2A2 Cada planeta mantém sua velocidade areolar constante ao longo de sua órbita elíptica. Logo: A 1 = A 2  t 1  t 2

24 planeta Sol

25 Afélio  ponto de maior afastamento entre o planeta e o Sol

26 Periélio  ponto de maior proximidade entre o planeta e o Sol

27 A1A1 A2A2 A velocidade linear no periélio é maior que no afélio. Afélio = 29,3 km/s Periélio = 30,2 km/s

28 3.ª LEI DE KEPLER (LEI DOS PERÍODOS) “O quadrado do período da revolução de um planeta em torno do Sol é diretamente proporcional ao cubo do raio médio de sua elipse orbital.” Raio Médio  média aritmética entre as distâncias máxima e mínima do planeta ao Sol.

29 Planeta T (dias terrestres) R (km) T 2 /R 3 Mercúrio88 5,8 x ,0 x Vênus224,7 1,08 x 10 8 Terra365,3 1,5 x 10 8 Marte687 2,3 x 10 8 Júpiter4343,5 7,8 x 10 8 Saturno10767,5 1,44 x 10 9 Urano ,9 x 10 9 Netuno ,5 x 10 9 Plutão ,0 x 10 9

30 EQUINÓCIOS E SOLSTÍCIOS

31 AS FASES DA LUA

32 As Leis de Kepler dão uma visão cinemática do sistema planetário. que tipo de força o Sol exerce sobre os planetas, obrigando-os a se moverem de acordo com as leis que Kepler descobrira Do ponto de vista dinâmico, que tipo de força o Sol exerce sobre os planetas, obrigando-os a se moverem de acordo com as leis que Kepler descobrira? A resposta foi dada por Isaac Newton ( ): FORÇA GRAVITACIONAL!!!!

33 LEI DA GRAVITAÇÃO UNIVERSAL “Dois pontos materiais se atraem mutuamente com forças que têm a direção da reta que os une e cujas intensidades são diretamente proporcionais ao produto de suas massas e inversamente proporcionais ao quadrado da distância que os separa.”

34 r M m F F G = constante de gravitação universal = 6,67 x (SI)

35 Ainda de acordo com as Leis da Gravitação Universal: Devido a sua enorme massa, o Sol tende a atrair os planetas em sua direção Quanto mais próximo do Sol, maior a velocidade do planeta para que possa escapar do campo de atração gravitacional do Sol A densidade de um planeta influencia na sua velocidade de rotação (quanto mais denso, mais lento)

36 Cálculo da aceleração da gravidade

37 Corpos em órbitas circulares Satélites Naturais Artificiais Lua Telecomunicações v MCU

38 Questões

39 1. (Udesc 2011) Analise as proposições a seguir sobre as principais características dos modelos de sistemas astronômicos. I. Sistema dos gregos: a Terra, os planetas, o Sol e as estrelas estavam incrustados em esferas que giravam em torno da Lua. II. Ptolomeu supunha que a Terra encontrava-se no centro do Universo; e os planetas moviam-se em círculos, cujos centros giravam em torno da Terra. III. Copérnico defendia a ideia de que o Sol estava em repouso no centro do sistema e que os planetas (inclusive a Terra) giravam em torno dele em órbitas circulares. IV. Kepler defendia a ideia de que os planetas giravam em torno do Sol, descrevendo trajetórias elípticas, e o Sol estava situado em um dos focos dessas elipses. Assinale a alternativa correta. a) Somente as afirmativas I e IV são verdadeiras. b) Somente a afirmativa II é verdadeira. c) Somente as afirmativas II, III e IV são verdadeiras. d) Somente as afirmativas III e IV são verdadeiras. e) Somente as afirmativas II e III são verdadeiras. V F V V

40 2. (Ufrs 2011) Considere o raio médio da órbita de Júpiter em torno do Sol igual a 5 vezes o raio médio da órbita da Terra. Segundo a 3 a Lei de Kepler, o período de revolução de Júpiter em torno do Sol é de aproximadamente: a) 5 anos. b) 11 anos. c) 25 anos. d) 110 anos. e) 125 anos.

41 Resolução questão 2: Temos que: Pela 3ª Lei de Kepler: B

42 3. (Unicamp 2011) Em 1665, Isaac Newton enunciou a Lei da Gravitação Universal, e dela pode-se obter a aceleração gravitacional a uma distância d de um corpo de massa M, dada por sendo G = 6,7 x 10 −11 Nm 2 /kg 2 a constante de gravitação universal. Sabendo-se o valor de G, o raio da Terra, e a aceleração da gravidade na superfície da Terra, foi possível encontrar a massa da Terra, M t = 6,0 x kg. A aceleração gravitacional sobre um determinado satélite orbitando a Terra é igual a g = 0,25m/s 2. A distância aproximada do satélite ao centro da Terra é de: a) 1,7 x 10 3 km. b) 4,0 x 10 4 km. c) 7,0 x 10 3 km. d) 3,8 x 10 5 km.

43 Dados: M t = 6,0  kg; G = 6,7  10 −11 N.m 2 /kg 2 ; g = 0,25 m/s 2 Da expressão dada: d = 4  10 4 km d = Resolução questão 3: g = B


Carregar ppt "GRAVITAÇÃO UNIVERSAL Professor André O SISTEMA SOLAR Planeta anão."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google