A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

L EITURA DE I MAGENS “A J ANGADA DA M EDUSA ” Jean Louis Andre Théodore Géricault.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "L EITURA DE I MAGENS “A J ANGADA DA M EDUSA ” Jean Louis Andre Théodore Géricault."— Transcrição da apresentação:

1 L EITURA DE I MAGENS “A J ANGADA DA M EDUSA ” Jean Louis Andre Théodore Géricault

2

3

4 C OMO OLHAR UM QUADRO Cor; Composição; Clima; Luz; Movimento; Unidade e equilíbrio; Contraste claro/escuro;

5 J EAN L OUIS A NDRE T HÉODORE G ÉRICAULT NASCEU EM A "Jangada da Medusa" inscreveu o seu autor Géricault na galeria dos grandes artistas franceses do século XIX. Géricault, em busca do reconhecimento artístico, pintou o episódio que culminou numa obra que ultrapassa o Realismo e assume uma grandiosidade sofisticada numa escala monumental. Os 491 por 716 centímetros da "Jangada da Medusa" conduziram a um escândalo político que a corte tentou ofuscar.

6 «Logo à primeira vista podem distinguir-se o grupo da depressão na parte esquerda do quadro, e o grupo da esperança na parte direita; o primeiro continua de olhos cravados na sua miséria enquanto o segundo fita o navio salvador no horizonte. Face ao extremo, estes náufragos exprimem a disputa entre esperanças e desânimos constitutiva da totalidade da época moderna. Desde o motim dos capitães de Vasco da Gama e a sua repressão, a campanha da globalização é uma guerra permanente dos humores e um combate pelos meios de orientação que é da ordem da hipnose de grupo – e desde recentemente: pelo poder de programação nos mass media e pelo poder de consulta nas empresas.» Peter Sloterdijk, O Palácio de Cristal, Relógio D’Água, pp

7 O H UMANISMO E A LUTA PELA SOBREVIVÊNCIA No pós-Revolução francesa exaltavam-se os valores da liberdade, da igualdade e da fraternidade entre os homens. Era o apogeu das teorias sobre o progresso e a humanidade. O episódio retratado pela "Jangada da Medusa" deita por terra muitas destas teorias. As tentativas desesperadas pela sobrevivência trouxeram à tona os aspectos mais negativos do Homem - egoísmo, assassínios, canibalismo...

8 I MPLICAÇÕES POLÍTICAS Depois da queda de Napoleão, a dinastia dos Bourbons havia regressado ao trono francês, em O naufrágio da fragata "Medusa" veio abalar um regime em busca de estabilidade e consenso político. Ao leme do navio estava um capitão que havia sido nomeado não pela sua experiência marítima, mas por razões políticas. Um erro de navegação motivou a tragédia. O escândalo abalou a sociedade francesa e, como consequência, o ministro responsável e 200 oficiais foram demitidos.

9 U M EXPOENTE DO R OMANTISMO O autor da "Jangada da Medusa", Théodore Géricault, tem uma influência determinante no desenvolvimento do Romantismo, no panorama artístico da França do século XIX. A obra transporta a emotividade desta corrente estética. A lividez idealizada dos cadáveres, a evocação do presente histórico da nação, a monumentalidade e o retrato épico perpassam o quadro.

10 P OR : P ROFª R AFAELA DA S ILVA Disciplina de Artes Escola La Salle Niterói

11 R EFERÊNCIAS B IBLIOGRÁFICAS : Citação: STRICKLAND, Carol. Arte comentada: da pré-história ao pós-modernismo. Rio de Janeiro: Ediouro,


Carregar ppt "L EITURA DE I MAGENS “A J ANGADA DA M EDUSA ” Jean Louis Andre Théodore Géricault."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google