A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

 The celebrated openness of the Internet -- network providers are not supposed to give preferential treatment to any traffic -- is quietly losing powerful.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: " The celebrated openness of the Internet -- network providers are not supposed to give preferential treatment to any traffic -- is quietly losing powerful."— Transcrição da apresentação:

1

2  The celebrated openness of the Internet -- network providers are not supposed to give preferential treatment to any traffic -- is quietly losing powerful defenders.  Google Inc. has approached major cable and phone companies that carry Internet traffic with a proposal to create a fast lane for its own content, according to documents reviewed by The Wall Street Journal. Google has traditionally been one of the loudest advocates of equal network access for all content providers. Google  At risk is a principle known as network neutrality: Cable and phone companies that operate the data pipelines are supposed to treat all traffic the same -- nobody is supposed to jump the line.

3 Uma rede neutra é aquela que é livre de restrições sobre os tipos de equipamento que nela pode ser ligado, e os modos de comunicação permitidos; que não restringe conteúdo, portais ou plataformas; e onde a comunicação não é degradada sem motivos razoáveis por outros fluxos de comunicação.

4 Network Neutrality, Broadband Discrimination, Journal of Telecommunications and High Technology Law, Vol. 2, pp , 2003.

5 “A Internet é um motor de crescimento econômico e inovação devido a um princípio simples: neutralidade da rede, que assegura aos inovadores que sua próxima grande idéia estará disponível aos consumidores, independente do que dela pensam os donos da rede. ”

6  Gerald R. Faulhaber, Professor Emeritus of Business and Public Policy

7  “Adam Smith, que todos chamamos de maior defensor do livre mercado, foi o primeiro a chamar a atenção para o fato de que produtores nunca se encontram, mas que eles conspiram contra o público.  Produtores estiveram sempre tentando descobrir como monopolizar e senão obter mais lucros do público. E foi só porque houve um grande número deles competindo que eles não conseguiram fazer isso. Mas, não obstante, eles continuam tentando.”

8  “Mas os produtores vão sempre buscar maneiras de fugir à competição (…) seja através de marketing, de prender o consumidor à sua marca, com política predatória de preço, com efeitos em rede, etc.”

9  “E a tecnologia é simplesmente um conjunto a mais de variáveis estratégicas em sua aljava.  Será que vamos estruturar nossa tecnologia de modo que ela essencialmente nos permita construir barreiras à entrada?  Onde se encontra o argumento fim-a- fim (e2e) em tudo isso?”

10  “Se pudermos traduzir isso em termos de economia global, aquele fim-a-fim em engenharia é o equivalente do mercado competitivo perfeito que os economistas conhecem e adoram.  É a coisa que torna tudo isso transparente, é aberto, qualquer um pode fazer qualquer coisa.”

11 A Comcast, maior provedor residencial de serviços de Internet dos EUA, foi denunciada pelas ONGs Free Press e Public Knowledge à Federal Communications Commission ( FCC ) por estar degradando tráfico de usuários que usavam software online baseado no protocolo peer-to- peer BitTorrent, para a troca de arquivos (música, filme, etc.). Em 01/Ago/08, numa votação apertada (3-2) os membros do colegiado da FCC decidiram que a Comcast violou as regras de neutralidade da rede, e ordenaram que ela parasse com a prática "não-neutra". Um mês depois a Comcast entrou com uma apelação desafiando a base legal sobre a qual residiria a "ordem" da FCC, alegando a inexistência de legislação federal que possa ter sido violada por suas ações de administração da rede.

12  25 Fev 2008: Harvard, com a presença de representante da Comcast (David L. Cohen, Executive Vice President) (Obs. A Comcast foi acusada de ter pago pessoas para ocupar a audiência.)  17 Abr 2008: Stanford, sem a presença de representante da Comcast

13 Apoio das bases? Ou Claque? por Sam Gustin 26 Fev 2008Sam Gustin Comcast admite que contratou pessoas para ocupar lugares numa audiência da F.C.C. sobre suas prácticas.

14  “Seria correto se a ECT abrisse sua correspondência, decidisse que não queria entregá-la, e escondesse esse fato enviando-a de volta a você com o carimbo de “endereço desconhecido – retorne ao remetente”?  Ou seria correto, quando alguém lhe envia uma carta de primeira-classe, se a ECT a abrisse, decidisse que devido ao fato de que o caminhão de entrega às vezes está lotado, as cartas para você poderiam esperar, e então escondesse que leu suas cartas e as retardou?”

15  “Diferente do que disse a Comcast, ela bloqueou usuários que estavam usando muito pouco de largura de banda simplesmente porque estavam usando uma aplicação preterida.  Diferente do que disse a Comcast, ela não afetou outros usuários que estavam também usando uma quantidade extraordinária de largura de banda mesmo durante períodos de congestão de rede desde que ele/ela não estivesse usando uma aplicação preterida.  Diferente do que disse a Comcast, ela retardou e bloqueou usuários que usavam uma aplicação preterida mesmo quando não havia congestão na rede.  Diferente do que disse a Comcast, a atividade se estendeu a regiões muito maiores que onde ela diz que ocorreu congestão de rede.”

16

17

18

19

20  “Não conseguí fazer upload de certos conteúdos legais e históricos da época de Tin-Pan Alley e Barbershop Quartet – 24 horas por dia, durante meses.”

21  “Usando tracejamento de pacotes e comparações fim-a-fim entre conexões Comcast e não-Comcast, concluí que TCP Reset flags estavam sendo usadas para derrubar conexões P2P quando o par que que carregava estava na rede da Comcast.  Investigando essa tecnologia ainda mais, descobrí que era universalmente considerada inaceitável – é o mesmo método usado por The Great Firewall of China.”

22  “No mínimo, consumidores merecem uma descrição completa do que eles estão obtendo quando eles compram “acesso ilimitado à Internet“ de um provedor. Somente se eles souberem o que está acontecendo e quem deve ser responsabilizado por interferência deliberada podem os consumidores fazer escolhas informadas sobre quais provedores eles preferem (desde que eles tenham escolha entre provedores residencias de banda-larga) ou que contra-medidas eles poderiam empregar. Os responsáveis pelas políticas públicas também precisam entender o que está realmente sendo feito pelos provedores de modo a desmontar a retórica evasiva e ambígüa empregada por alguns provedores para descrever suas atividades de interferência.”

23

24  Seu provedor está interferindo com suas conexões BitTorrent? Cortando suas chamadas VOIP?  Minando os princípios de neutralidade da rede?  Para responder a essas questões, usuários de Internet precisam de ferramentas para testar suas conexões de Internet e coletar evidência sobre práticas de interferência do provedor.


Carregar ppt " The celebrated openness of the Internet -- network providers are not supposed to give preferential treatment to any traffic -- is quietly losing powerful."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google