A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Capítulo 10 Poder de Mercado: Monopólio e Monopsônio Poder de Mercado: Monopólio e Monopsônio.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Capítulo 10 Poder de Mercado: Monopólio e Monopsônio Poder de Mercado: Monopólio e Monopsônio."— Transcrição da apresentação:

1 Capítulo 10 Poder de Mercado: Monopólio e Monopsônio Poder de Mercado: Monopólio e Monopsônio

2 Slide 2 Monopólio 1. Estrutura de mercado com apenas um produtor para muitos compradores 2. Produto com ausência de bens substitutos próximos 3. Barreiras à entrada extremamente fortes 4. O monopolista representa o lado da oferta do mercado e tem controle total sobre as quantidades ofertadas do bem. 5. Os lucros serão máximos no nível de produção em que a receita marginal é igual ao custo marginal.

3 Slide 3 Monopólio Receita média e receita marginal Na condição de único produtor, o monopolista se baseia na demanda de mercado para determinar os níveis de produção e preço em que irá operar. Suponha uma empresa com a seguinte demanda pelo seu produto: P = 6 - Q

4 Slide 4 Monopólio Receita Receita Receita PreçoQuantidadetotal marginal média P ($)QR ($)RMg ($)RMe ($) Receita total, receita marginal e receita média

5 Slide 5 Monopólio Produção Dólares por unidade produzida Receita média (curva de demanda) Receita marginal Receita média e receita marginal

6 Slide 6 Monopólio Observações 1. Para que as vendas aumentem, é necessário que o preço caia (demanda inclinada negativamente) 2. RMg < P 3. Comparação com a concorrência perfeita Em concorrência perfeita, o aumento das vendas não dependia da redução do preço RMg = P Receita média e receita marginal

7 Slide 7 Monopólio Decisão de produção do monopolista 1. Os lucros são máximos no nível de produção em que RMg = CMg 2. As funções de custo são idênticas

8 Slide 8 Monopólio Se a empresa produzir abaixo do nível para o qual RMg = CMg, a redução na receita será maior do que a redução no custo (RMg > CMg). Se a empresa produzir acima do nível para o qual RMg = CMg, o aumento no custo será maior do que o aumento na receita (RMg < CMg). Decisão de produção do monopolista

9 Slide 9 Lucro perdido P1P1 Q1Q1 Lucro perdido CMg CMe Quantidade Dólares por unidade produzida D = RMe RMg P* Q* Monopólio P2P2 Q2Q2 O lucro é maximizado quando a receita marginal iguala-se ao custo marginal

10 Slide 10 Monopólio Um exemplo

11 Slide 11 Monopólio Regra prática para determinação de preços Um exemplo

12 Slide 12 Monopólio Um exemplo Regra prática para determinação de preços

13 Slide 13 Monopólio Um exemplo Pode-se verificar que, ao igualar a receita marginal ao custo marginal, a empresa está maximizando o lucro, com P = $30 e Q = 10. Isso pode ser visualizado graficamente. Regra prática para determinação de preços

14 Slide 14 Quantidade $ R Lucros r r' c c Monopólio C Exemplo de maximização de lucros

15 Slide 15 Monopólio Observações Inclinação de rr = inclinação de cc; as curvas de custo e receita são paralelas no nível de 10 unidades Lucros são máximos no nível de 10 unidades P = $30, Q = 10, RT = P x Q = $300 CMe = $15, Q = 10, CT = CMe x Q = 150 Lucro = RT - CT $150 = $300 - $150 Quantidade $ R C Lucros r r' c c Exemplo de maximização de lucros

16 Lucro RMe RMg CMg CMe Monopólio Quantidade $/Q Exemplo de maximização de lucros

17 Slide 17 Monopólio Observações CMe = $15, Q = 10, CT = CMe x Q = 150 Lucro = RT = CT = $300 - $150 = $150, ou Lucro = (P - CMe) x Q = ($30 - $15)(10) = $150 Quantidade $/Q CMg RMe RMg CMe Lucro Exemplo de maximização de lucros

18 Slide 18 Monopólio Regra prática para determinação de preços

19 Slide 19 Monopólio Regra prática para determinação de preços

20 Slide 20 Monopólio Regra prática para determinação de preços

21 Slide 21 = markup sobre CMg como porcentagem do preço (P-CMg)/P Monopólio 8. O markup deveria ser igual ao inverso da elasticidade da demanda. Regra prática para determinação de preços

22 Slide 22 Monopólio Regra prática para determinação de preços

23 Slide 23 Monopólio Comparação da determinação de preços sob monopólio e sob competição perfeita: MonopólioP > CMg Competição perfeitaP = CMg Quanto mais elástica for a demanda, mais próximo o preço deverá estar do custo marginal. Se E d for um número negativo grande, o preço deverá estar muito próximo ao custo marginal.

24 Slide 24 Monopólio Deslocamentos da demanda Na competição perfeita, a curva de oferta de mercado é determinada pelo custo marginal. No monopólio, o nível de produção é determinado pelo custo marginal e pelo formato da curva de demanda.

25 Slide 25 D2D2 RMg 2 D1D1 RMg 1 Monopólio Quantidade CMg $/Q P2P2 P1P1 Q 1 = Q 2 Deslocamentos da demanda

26 Slide 26 D1D1 RMg 1 Monopólio CMg $/Q RMg 2 D2D2 P 1 = P 2 Q1Q1 Q2Q2 Quantidade Deslocamentos da demanda

27 Slide 27 Monopólio Observações Em geral, deslocamentos na demanda causam variações no preço e na quantidade. Um mercado monopolista não possui uma curva de oferta. Um monopolista pode ofertar diferentes quantidades ao mesmo preço. Um monopolista pode ofertar a mesma quantidade a diferentes preços. Deslocamentos da demanda

28 Slide 28 Monopólio Efeito de um imposto No monopólio, o aumento do preço causado por um imposto pode, às vezes, ser superior ao valor do imposto. Determinação do efeito de um imposto: t = imposto específico CMg = CMg + t RMg = CMg + t: condição de determinação do nível ótimo de produção

29 Slide 29 Monopólio Quantidade $/Q CMg D = RMe RMg Q0Q0 P0P0 CMg + t t Q1Q1 P1P1 Aumento de P: P 0 P 1 > valor do imposto Efeito de um imposto de consumo sobre um monopolista

30 Slide 30 Monopólio Empresa com múltiplas instalações A produção de muitas empresas ocorre em duas ou mais fábricas distintas, cujos custos operacionais podem ser diferentes. O custo marginal de cada fábrica deve ser igual à receita marginal. Algebricamente:

31 Slide 31 Monopólio Continuação: Empresa com múltiplas instalações

32 Slide 32 Monopólio Algebricamente: Empresa com múltiplas instalações

33 Slide 33 Monopólio Quantidade $/Q D = RMe RMg CMg 1 CMg 2 CMg T RMg* Q1Q1 Q2Q2 QTQT P* Produção com duas fábricas

34 Slide 34 Monopólio Observações: 1)CMg T = CMg 1 + CMg 2 2)Nível ótimo de produção: CMg T = RMg em Q T e P RMg = RMg* RMg* = CMg 1 at Q 1, CMg* = CMg 2 at Q 2 CMg 1 + CMg 2 = CMg T Q 1 + Q 2 = Q T RMg = CMg 1 + CMg 2 Quantidade $/Q D = RMe RMg CMg 1 CMg 2 CMg T RMg* Q1Q1 Q2Q2 QTQT P* Produção com duas fábricas

35 Slide 35 Poder de monopólio A ocorrência de um monopólio puro é um fenômeno raro. Entretanto, num mercado com muitas empresas, em que cada uma delas se depara com uma curva de demanda negativamente inclinada, a produção será determinada de modo que o preço seja maior que o custo marginal (cada empresa tem assim um certo poder de monopólio).

36 Slide 36 Poder de monopólio Exemplificando: Cenário 1 Quatro empresas com parcelas de mercado iguais (cada uma vende escovas de dente de um total de no mercado). Preço = $1,50.

37 Quantidade ,00 QAQA $/ Q 1,50 1, ,00 1,50 1,00 1,40 1,60 Demanda do mercado Poder de monopólio Demanda de mercado de escovas de dentes RMg A DADA CMg A Ao preço de $1,50, a elasticidade da demanda é -1,5. A curva de demanda para a Empresa A depende do grau de diferenciação do seu produto em relação aos demais, e também da forma de competição entre as empresas.

38 Ao preço de $1,50, a elasticidade da demanda é –1,5. Quantidade ,00 QAQA $/ Q 1,50 1, ,00 1,50 1,00 1,40 1,60 DADA RMg A Demanda do mercado A Empresa A se depara com uma curva de demanda muito mais elástica devido à competição – E d = -6. Ainda assim, a empresa tem algum poder de monopólio e seu preço é superior ao CMg. CMg A Poder de monopólio Demanda de mercado de escovas de dentes

39 Slide 39 Poder de monopólio Mensuração do poder de monopólio Na competição perfeita: P = RMg = CMg Poder de monopólio: P > CMg Índice de Lerner do Poder de Monopólio L = (P - CMg)/P Quanto maior o valor de L (que se situa entre 0 e 1), maior o poder de monopólio. L pode ser expresso em função de E d L = (P - CMg)/P = -1/E d E d é a elasticidade da demanda da empresa individual, e não do mercado

40 Slide 40 Poder de monopólio Regra prática para a determinação de preços A regra vale para qualquer empresa com poder de monopólio Se E d for grande, o markup será pequeno Se E d for pequena, o markup será grande

41 Poder de monopólio $/ Q Quantidade RMe RMg RMe CMg Q* P* P*-CMg Quanto mais elástica a demanda, menor o markup. Elasticidade da demanda e o preço de markup

42 Slide 42 Poder de monopólio Supermercados Exemplo: Preço de markup – de supermercados a jeans de marca

43 Slide 43 Lojas de conveniência Poder de monopólio Preço de markup – de supermercados a jeans de marca

44 Slide 44 Fabricante de jeans de marca E d = entre -3 e -4 Preço: 33 a 50% acima do CMg CMg = $12 a $18/cada Preço no atacado= $18 a $27 Poder de monopólio Preço de markup – de supermercados a jeans de marca

45 Slide 45 Fontes do poder de monopólio Por que algumas empresas detém considerável poder de monopólio, enquanto outras têm pouco ou nenhum? O poder de monopólio de uma empresa depende da elasticidade da demanda com que se defronta a empresa.

46 Slide 46 A elasticidade da demanda de uma empresa é determinada pelos seguintes fatores: 1. Elasticidade da demanda de mercado 2. Número de empresas atuando no mercado 3. Interação entre empresas Fontes do poder de monopólio

47 Slide 47 Custos sociais do poder de monopólio A existência de poder de monopólio implica preços mais elevados e quantidades menores produzidas. Qual será o efeito do poder de monopólio sobre o bem-estar agregado de consumidores e produtores?

48 Slide 48 B A Perda de excedente do consumidor Peso morto Devido ao preço mais alto, os consumidores perdem A+B e o produtor ganha A-C. C Quantidade RMe RMg CMg QCQC PCPC PmPm QmQm $/Q Custos sociais do poder de monopólio Peso morto decorrente do poder de monopólio

49 Slide 49 Captura de renda As empresas podem estar dispostas a pagar pela obtenção de poder de monopólio Lobbies Propaganda Investimento em capacidade produtiva excedente Custos sociais do poder de monopólio

50 Slide 50 O incentivo a adotar práticas monopolistas depende do lucro a ser auferido. Quanto maior for a transferência dos consumidores para a empresa, maior será o custo social do monopólio. Custos sociais do poder de monopólio Captura de renda

51 CMg PmPm QmQm CMe RMe RMg Na ausência de regulamentação, o monopolista produz Q m e cobra P m. Custos sociais do poder de monopólio $/Q Quantidade Se o preço diminuir para P C a produção atingirá seu nível máximo Q C e não haverá peso morto. P 2 = P C QcQc Para qualquer preço abaixo de P 4 a empresa incorre em prejuízo. P4P4 P1P1 Q1Q1 Curva de receita marginal quando o preço máximo é fixado em P 1. Para níveis de produção acima de Q 1, as curvas de receita média e marginal originais permanecem válidas. P3P3 Q3Q3 Q3Q3 Se o preço diminuir para P 3 a produção se reduzirá e surgirá uma escassez. RMg

52 Slide 52 O monopólio natural É o caso de uma empresa capaz de produzir a quantidade total ofertada por uma indústria a um custo inferior ao custo que seria obtido por várias empresas. Monopólios naturais ocorrem devido à presença de significativas economias de escala Custos sociais do poder de monopólio

53 Slide 53 CMg CMe RMe RMg $/Q Quantidade Fixando-se o preço máximo em P r obtém-se o maior nível possível de produção; o lucro é zero. QrQr PrPr PCPC QCQC Se o preço máximo fosse fixado em P C, a empresa teria prejuízo e abandonaria o setor. PmPm QmQm Na ausência de regulamentação, o monopolista produz Q m e cobra P m. Custos sociais do poder de monopólio Regulamentação do preço do monopólio natural

54 Slide 54 De acordo com um método alternativo de formação de preço – a regulamentação da taxa de retorno – os órgãos reguladores fixam um preço máximo com base na taxa de retorno esperada da empresa. P = CVMe + (D + T + sK)/Q, onde P = Preço, CVMe = custo variável médio D = depreciação, T = impostos s = taxa de retorno permitida, K = estoque de capital da empresa Custos sociais do poder de monopólio Regulamentação na prática

55 Slide 55 Monopsônio Um monopsônio é um mercado no qual há um único comprador. Um oligopsônio é um mercado com poucos compradores. Poder de monopsônio é a capacidade de um comprador afetar o preço do bem, fazendo com que este seja inferior ao preço que prevaleceria em um mercado competitivo.

56 Slide 56 Monopsônio Comprador competitivo Aceitador de preço P = Despesa marginal = Despesa média D = Valor marginal

57 Monopsônio Quantidade $/Q RMe = RMg D = VMg DMg = DMe P* Q* DMg = VMg em Q* DMg = P* P* = VMg P* Q* CMg RMg = CMg P* = RMg P* = CMg CompradorVendedor Comparação entre o comprador competitivo e o vendedor competitivo

58 Slide 58 DMg S = DMe A curva de oferta de mercado é a curva de despesa média do monopsonista Monopsônio Quantidade $/Q VMg Q* m P* m Monopsônio DMg > P e acima de S PCPC QCQC Competitivo P = P C Q = Q c Comprador monopsonista

59 Slide 59 Monopsônio Quantidade RMe RMg CMg $/Q QCQC PCPC Monopólio Obs.: RMg = CMg; RMe > CMg; P > CMg P* Q* Monopólio e monopsônio

60 Slide 60 Monopsônio Quantidade $/Q VMg DMg S = DMe Q* P* PCPC QCQC Monopsônio Obs.: DMg = VMg; DMg > DMe; VMg > P Monopólio e monopsônio

61 Slide 61 Monopsônio Monopólio RMg < P P > CMg Q m < Q C P m > P C Monopsônio DMg > P P < VMg Q m < Q C P m < P C Comparação entre monopsônio e monopólio

62 Slide 62 Poder de monopsônio No caso de poucos compradores no mercado, estes são capazes de influenciar o preço que pagam (por exemplo, no setor automobilístico). O poder de monopsônio lhes possibilita pagar um preço inferior ao valor marginal do produto.

63 Slide 63 Poder de monopsônio Fontes do poder de monopsônio O grau do poder de monopsônio depende de três fatores. 1. Elasticidade da oferta do mercado Quanto menos elástica for a oferta de mercado, maior será o poder de monopsônio. 2. Número de compradores Quanto menor for o número de compradores, menos elástica será a oferta e maior será o poder de monopsônio. 3. Interação entre os compradores Quanto menos intensa for a competição entre os compradores, maior será o poder de monopsônio

64 DMg S = DMe DMg S = DMe Poder de monopsônio Quantidade $/Q VMg Q* P* VMg - P* P* Q* VMg - P* Poder de monopsônio: oferta elástica versus oferta inelástica

65 Slide 65 A Poder de monopsônio Determinação do peso morto no monopsônio Variação no excedente do vendedor = -A-C Variação no excedente do comprador = A - B Variação no bem-estar = -A - C + A - B = -C - B Ocorre uma perda de eficiência dado que a quantidade comprada é menor Quantidade $/Q VMg DMg S = DMe Q* P* PCPC QCQC B C peso morto Peso morto decorrente do poder de monopsônio

66 Slide 66 Limitação do poder de mercado: a legislação antitruste Legislação antitruste: Objetiva promover uma economia competitiva Baseia-se em regras e regulamentações que: Proíbem práticas que possam restringir a competição nos mercados Limitam as estruturas de mercado consideradas aceitáveis

67 Slide 67 Exemplos de combinações ilegais: 1983 Seis empresas e seis executivos indiciados por conluio na determinação do preço do cobre 1996 A Archer Daniels Midland Company (ADM) foi julgada culpada de arranjos ilegais na fixação do preço da lisina – três pessoas foram condenadas à prisão em 1999 Limitação do poder de mercado: a legislação antitruste

68 Slide 68 Resumo O poder de mercado é a capacidade que vendedores ou compradores têm de influenciar o preço de uma mercadoria. Há duas modalidades de poder de mercado: poder de monopólio e poder de monopsônio. O poder de monopólio é determinado, em parte, pelo número de empresas competindo no mercado. O poder de monopsônio é determinado, em parte, pelo número de compradores que atuam no mercado. O poder de mercado pode impor custos à sociedade. Há casos em que economias de escala tornam o monopólio puro desejável. Dependemos da legislação antitruste para evitar que as empresas acumulem poder de mercado excessivo.


Carregar ppt "Capítulo 10 Poder de Mercado: Monopólio e Monopsônio Poder de Mercado: Monopólio e Monopsônio."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google