A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Estrutura Nacional para as Atividades de Pesquisa nas Áreas Marítimas Brasileiras CNPq Setembro 2011.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Estrutura Nacional para as Atividades de Pesquisa nas Áreas Marítimas Brasileiras CNPq Setembro 2011."— Transcrição da apresentação:

1 Estrutura Nacional para as Atividades de Pesquisa nas Áreas Marítimas Brasileiras CNPq Setembro 2011

2 29 PPGs Norte: 3 Nordeste: 8 Sudeste: 8 Sul: 10 PROGRAMAS DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS DO MAR

3 Apoio destinado a: Pesquisa Básica e aplicada Monitoramento Ambiental Conservação Marinha Suporte a Infraestrutura Formação e Capacitação de Recursos Humanos

4 Estrutura Nacional para as Atividades de Pesquisa nas Áreas Marítimas Brasileiras POLÍTICA CT&I: Inserção do tema no Plano Nacional em Ciência, Tecnologia e Inovação (PACTI – 2007/2010), constituído para consolidar o Sistema de CT&I no Brasil. O apoio à Pesquisa e à Exploração dos Recursos do Mar faz parte das prioridades do Eixo 3, de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em Áreas Estratégicas do Plano. ESTRATÉGIA NACIONAL DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO – ENCT&I ( ) Ações voltadas ao fortalecimento da CT&I em Ciências do Mar, apoio a estudos de médio e longo prazos para o entendimento da dinâmica dos processos oceanográficos e climáticos sobre a biota do Atlântico Tropical e Sul; estimulo à geração de novos conhecimentos em áreas das ciências marinhas que objetivem o desenvolvimento de produtos inovadores à sociedade; fortalecimento da infraestrutura e suporte para pesquisas Oceanográficas.

5 Estrutura Nacional para as Atividades de Pesquisa nas Áreas Marítimas Brasileiras POLÍTICA CT&I Apoio a duas ações no âmbito do Plano Nacional em Ciência, Tecnologia e Inovação (PACTI – 2007/2010), executadas pelo CNPq: –Edital 015/2008 – MCT/CNPq/FNDCT/CAPES/FAPEMIG/ FAPERJ/FAPESP – INSTITUTOS NACIONAIS DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA –EDITAL MCT/CNPq/FNDCT Nº 71/2010 – INSTITUTOS NACIONAIS DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA EM CIÊNCIAS DO MAR

6 6 INCT – Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia 122

7 Estrutura Nacional para as Atividades de Pesquisa nas Áreas Marítimas Brasileiras Edital N º 15/2008 – INSTITUTOS NACIONAIS DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA Projetos Aprovados com temas relacionados a P,D&I em Ciências do Mar e co-financiados pelas Fundações de Amparo a Pesquisa (FAPERJ, FAPESP) Adalto Bianchini – FURG/RS - INCT de Toxicologia Aquática Jefferson Cardia Simões – UFRGS/RS - INCT da Criosfera José Tarquínio Prisco – UFC/CE - INCT em Salinidade; Luiz Drude de Lacerda –UFC/CE - INCT de Transferência de Materiais Continente – Oceano Carlos Nobre – INPE – INCT para Mudanças Climáticas Milton José Porsani – UFBA/BA - INCT de Geofísica do Petróleo Yocie Yoneshigue Valentin – UFRJ –INCT Antártico de Pesquisas Ambientais

8 Transferência de Materiais na Interface Continente-Oceano no Cenário do Antropoceno Luiz Drude de Lacerda Coordenador INCT - Transferencia de Materiais Continente Oceano

9 Instituto Nacional de C&T para Mudanças Climáticas SEDE Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia INPE UNB FIOCRUZ Fundação Universidade Federal do Rio Grande do Sul Ceará Universidade Federal de Viçosa Minas Gerais Espírito Santo Goiás Mato Grosso Pará Paraíba Rio Grande do Norte Santa Catarina Sergipe Acre Mato Grosso do Sul Paraná Universidade Federal de Pernambuco Rondônia CTA USP Diretoria de Hidrografia e Navegação UNICAMP UFRJ Laboratório Nacional de Computação Científica Exemplo

10 Modelo de Redes de Relacionamento - INCT-Mudanças Climáticas

11 Instituto Nacional de C&T da Criosfera 19 Instituições internacionais U. Milão NOC U. Mayor LSCE AWI U. Freiburg U. Cambridge U. Wisconsin U. E. Anglia U. Havai JPL NASA BAS U. Bremen U. Maine U. Queensland INACh U. T. Goteborg ARSC NOC SEDE Universidade Federal do Rio Grande do Sul FIOCRUZ Universidade Federal de Viçosa INPE USP - Universidade de São Paulo Universidade do Estado do Rio de Janeiro Universidade Federal de Santa Maria Universidade Federal de São Carlos Fundação Universidade Federal do Rio Grande Universidade Federal de Ouro Preto Universidade de Caxias do Sul Centro Federal de Educação Tecnológica Universidade Estadual Paulista Instituto de Botânica de São Paulo UFRJ Universidade Federal do Paraná Exemplo

12 Estrutura Nacional para as Atividades de Pesquisa nas Áreas Marítimas Brasileiras EDITAL MCT/CNPq/FNDCT Nº 71/2010 – INSTITUTOS NACIONAIS DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA EM CIÊNCIAS DO MAR Objetivo: Promover a formação ou consolidação de 2 (dois) Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (INCT) em Ciências do Mar, com foco na Plataforma Continental Brasileira de Norte a Sul, em temas que abordem pesquisa, desenvolvimento e inovação em grandes equipamentos e infraestrutura; valorização dos recursos vivos; conhecimento dos fundos marinhos: geodiversidade e biodiversidade, mapeamento da biodiversidade marinha; papel dos oceanos nas mudanças climáticas; capacitação e formação de recursos humanos; avaliação e monitoramento de políticas públicas de proteção ecológico- social; difusão e transferência de conhecimentos à sociedade.

13 Estrutura Nacional para as Atividades de Pesquisa nas Áreas Marítimas Brasileiras EDITAL MCT/CNPq/FNDCT Nº 71/2010 – INSTITUTOS NACIONAIS DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA EM CIÊNCIAS DO MAR Valor Global: R$ 40,0 milhões Parcerias: FAPERJ, FAPESB, FAPERGS, FAPESP, CAPES Demanda Bruta: 13 propostas Demanda selecionada: 04 propostas Propostas Aprovadas: UFBA – Coordenador José Maria Landim Dominguez - INCT em Ambientes Marinhos Tropicais – 34 Instituições, 130 pesquisadores

14 Estrutura Nacional para as Atividades de Pesquisa nas Áreas Marítimas Brasileiras EDITAL MCT/CNPq/FNDCT Nº 71/2010 – INSTITUTOS NACIONAIS DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA EM CIÊNCIAS DO MAR Propostas Aprovadas: USP/IO –Coordenador: Frederico Pereira Brandini INCT- OCEANOS/CARBOM - Caracterização Ambiental e Avaliação dos Recursos Biogênicos Oceânicos da Margem Continental Brasileira e Zona Oceânica Adjacente.23 Instituições, 101 pesquisadores FURG – Coordenador: Luiz Felipe Hax Niencheski INCT Mar COI - Oceanografia Integrada e Usos Múltiplos da Plataforma Continental e Oceano Adjacente - Centro de Oceanografia Integrada. 15 instituições, 71 pesquisadores IAPM/RJ – Coordenador: Ricardo Coutinho. INCT de Estudos de processos oceanográficos integrados da Plataforma Continental ao Talude. 28 Instituições 126 pesquisadores.

15 Estrutura Nacional para as Atividades de Pesquisa nas Áreas Marítimas Brasileiras Proposta do Comitê de Coordenação dos INCTs. Constituição de um Subcomitê de Acompanhamento para, uma vez implementadas as quatro propostas aprovadas no Edital 071/2010, promover uma reunião para fortalecer a articulação entre os quatro projetos aprovados e os INCTs em andamento que tenham relação com o tema;

16 A Estrutura Nacional para as Atividades de Pesquisa nas Áreas Marítimas Brasileiras Outras ações CNPq Edital 56/2005 – Programa Arquipélago e Ilhas Oceânicas - Contribuir para o conhecimento da composição, estrutura e dinâmica do ecossistema equatorial do Arquipélago de São Pedro e São Paulo, apoiando atividades de pesquisa. Edital 26/2009 – Programa Arquipélago e Ilhas Oceânicas - Seleção de propostas para apoio a projetos de pesquisa no âmbito do Programa Arquipélago e Ilhas Oceânicas

17 A Estrutura Nacional para as Atividades de Pesquisa nas Áreas Marítimas Brasileiras Edital 38/2009 – Apoiar projetos de pesquisa científica e tecnológica que visem contribuir para o desenvolvimento científico e tecnológico do País, promovendo o incremento do conhecimento no que diz respeito aos processos ligados ao clima, tanto no âmbito costeiro e oceânico como de interação oceano-atmosfera-criosfera, que ocorram no Atlântico Sul, no Atlântico Tropical e setor Atlântico do Oceano Austral (Antártico), bem como em estudos relacionados à dinâmica do Carbono Edital 39/2009 – Apoio a projetos de pesquisas voltados ao uso sustentável do potencial biotecnológico da biodiversidade marinha existente nos ecossistemas costeiros e nas áreas marítimas sob jurisdição brasileira e de interesse nacional.

18 Estrutura Nacional para as Atividades de Pesquisa nas Áreas Marítimas Brasileiras A Estrutura Nacional para as Atividades de Pesquisa nas Áreas Marítimas Brasileiras Outras ações: Entre 2003 e 2009, houve lançamento de 25 editais nas áreas de Oceanografia e Ciências do Mar, com um investimento de R$ 54 milhões, em áreas como: exploração de petróleo em águas ultraprofundas cultivo e exploração de organismos marinhos com potencial biotecnológico pesquisas em arquipélagos e ilhas oceânicas; biodiesel a partir de microalgas pesca e aqüicultura marinha Oceano Atlântico Sul e mudanças climáticas. Fonte: Portal MCT 06/01/2011

19 Estrutura Nacional para as Atividades de Pesquisa nas Áreas Marítimas Brasileiras OUTRAS AÇÔES Apoio a Marinha do Brasil na com bolsas para os projetos prioritários no valor de R$ 1,0 milhão, para implantação em 2011/2012.

20 Estrutura Nacional para as Atividades de Pesquisa nas Áreas Marítimas Brasileiras Importância da área para o país: A "economia azul" dos oceanos é crucial para nossa vida diária. Pelo menos uma em cada quatro pessoas utiliza frutos do mar como sua principal fonte de proteína. Metade da população mundial está presente sobre os primeiros 50 km das zonas costeiras mundiais. Noventa por cento do comércio mundial é transportado por navios. Com o avanço tecnológico, as atividades econômicas em zonas costeiras e águas mais profundas continuam a se intensificar e diversificar. Mensagem de Irina Bokova, Diretora-Geral da UNESCO, por ocasião do Dia Mundial dos Oceanos, 8 de junho de 2011

21 Estrutura Nacional para as Atividades de Pesquisa nas Áreas Marítimas Brasileiras Muito Obrigada!


Carregar ppt "Estrutura Nacional para as Atividades de Pesquisa nas Áreas Marítimas Brasileiras CNPq Setembro 2011."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google