A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1.199,994 mm 100 anos depois da Guerra do Contestado - A gestão social como estratégia de avaliação da cidadania e emancipação social: Um estudo de caso.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1.199,994 mm 100 anos depois da Guerra do Contestado - A gestão social como estratégia de avaliação da cidadania e emancipação social: Um estudo de caso."— Transcrição da apresentação:

1 1.199,994 mm 100 anos depois da Guerra do Contestado - A gestão social como estratégia de avaliação da cidadania e emancipação social: Um estudo de caso do SEBRAE junto aos participantes do Território da Cidadania do Meio Oeste Contestado na região de Joaçaba. Autores: Camille Figueiredo Vieira – Tássia Grudtner Basílio – Samuel Felippe – Prof. Dr. Associado III Luís Moretto Neto – Universidade Federal de Santa Catarina Departamento de Ciências da Administração Grupo de Estudos em Gestão Social Projeto Pesquisadores Juniors Introdução Sob o olhar da metodologia crítica da gestão social, a experiência interinstitucional no apoio ao desenvolvimento local do Território da Cidadania do Meio Oeste Contestado, foi traçado um paralelo histórico das modificações sociais, políticas e econômicas ocorridas no recorte do Meio Oeste Contestado, zona de guerra entre os estados de Santa Catarina e Paraná, oficialmente durante os anos 1912 e 1916, e que desde 2008 integra os Territórios da Cidadania. Objetivos O presente estudo tem por objetivo levantar as estratégias e ações do Programa Territórios da Cidadania. Desta forma, visa pesquisar as principais iniciativas advindas do projeto Agro Industrialização Sustentável do SEBRAE, na região do município de Joaçaba, inserido no Território Meio Oeste Contestado, e dissertar sobre as relações interinstitucionais voltadas para o desenvolvimento territorial local por meio dos processos de discussão e noção de bem comum, na percepção da sociedade civil organizada. Metodologia Os dados serão tratados qualitativamente a partir de entrevistas e análise bibliográfica de obras referentes a gestão social, participação, cidadania, novo serviço público, e sobre a Guerra do Contestado, que nesse ano de 2012 torna-se cronologicamente centenária para o contexto de injustiça social no Brasil. O uso da metodologia crítica proposta por Tenório (2008) buscará caracterizar o recente programa governamental de integração de políticas públicas e suas intersecções, na perspectiva baseada pela cidadania deliberativa habermasiana, com utilização de duas categorias: processos de discussão e bem comum. Os sujeitos da pesquisa que contribuirão com as informações necessárias para o desenvolvimento do trabalho integram a sociedade civil organizada, os responsáveis pelo programa do SEBRAE, os gestores públicos das secretarias e colegiados dos Territórios da Cidadania na região. SEBRAE (Agro industrialização sustentável) COPAFAM (Bovinocultura de leite) Territórios da Cidadania Vereda Santa Helena (Turismo e agroindústria) APAE (Artesanato em pele de peixe) 1º SETOR 2º SETOR 3º SETOR Questão do Contestado ( ) Territórios da Cidadania ( ) Patrimonialista (Interesses particulares capitalistas) Neoliberal Gerencial (Interesses de Mercado X Cidadania Deliberativa) Sociedade Civil e 2º Setor CategoriasCritérios Processo de Discussão: discussão de problemas através da autoridade negociada na esfera pública. Pressupõe igualdade de direitos e é entendido como um espaço intersubjetivo e comunicativo que possibilita o entendimento dos atores sociais envolvidos. Canais de difusão: canais adequados mobilização; Qualidade da informação: qualidade e utilidade ; Espaços de transversalidade: diferentes pontos de vista. Pluralidade do grupo promotor: delegação; Órgãos existentes: não duplicação das estruturas. Órgãos de acompanhamento: coerência e fidelidade; Relação com outros processos participativos: interação; Bem comum: bem estar social alcançado através da prática republicana. Objetivos alcançados: Relação entre os objetivos planejados e alcançados. Aprovação cidadã dos resultados: Avaliação dos atores sobre os objetivos alcançados. Referências TENÓRIO Fernando Guilherme et al. Critérios para avaliação de processos decisórios participativos deliberativos na implementação de políticas públicas. In: ENCONTRO DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA E GOVERNANÇA, 2, PORTAL DA CIDADANIA. Site dos Territórios da Cidadania. Disponível em: Acesso em: 28 de maio SEBRAE, Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa: Papel do SEBRAE nos Territórios da Cidadania. Disponível em: Acesso em: 28 de maio de 2012.


Carregar ppt "1.199,994 mm 100 anos depois da Guerra do Contestado - A gestão social como estratégia de avaliação da cidadania e emancipação social: Um estudo de caso."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google