A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Miller (2002) Henry W. Chesbrough e Andrew R. Garman para Harvard Business Review.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Miller (2002) Henry W. Chesbrough e Andrew R. Garman para Harvard Business Review."— Transcrição da apresentação:

1

2 Miller (2002) Henry W. Chesbrough e Andrew R. Garman para Harvard Business Review

3 Figura 1 - Ciclo de Inteligência Competitiva. Fonte: Adaptado de Kahaner (1996)

4 Define a missão do projeto de IC, principais objetivos, estratégias, ações que serão tomadas e recursos Aliada ao planejamento estratégico da empresa.

5 Informativa, desenvolve compreensão geral sobre indústria e competidores O fensiva, estado dos competidores ou impacto de estratégias sobre os competidores Defensiva, ameaças que o competidor pode oferecer e que poderiam colocar em risco a posição da empresa no mercado.

6 Caminhos e Ações para as demais etapas do ciclo levando em conta também fatores como: Segurança Planos de contingência.

7 Coleta de dados e informações que serão subsídio para as próxima fases. Irá coletar uma grande quantidade de dados não sumar necessárias para a análise de informações e desenvolvimento de conhecimentos a respeito do ambiente competitivo.

8 PRMPartnerRelationshipManagement Relacionamento com o Clientes Relacionamento com Fornecedores e Parceiros CI KM BSC Alta Gerência ERP OutrosSistemas INTEGRAÇÃODatawarehouse/ Datamart / OLAP / Datamining CRMCustomerRelationshipManagement BUSINESS INTELLIGENGE BUSINESS INTELLIGENGE B2B FornecedoresParceiros Clientes B2C Internet INE Data Warehouse Copyright © 2007 José Leomar Todesco

9 Miller (2002) Henry W. Chesbrough e Andrew R. Garman para Harvard Business Review

10 Em publicação para Harvard Business Review procuram. Mostram que durante uma crise séria, é comum a empresa cortar P&D, ou seja, Pesquisa & Desenvolvimento e se concentrar no básico.

11 . Business Intelligence (BI) é o mesmo que Inteligência Competitiva (IC)? Não. Apesar de encontramos algumas citações que utilizam os termos como sinônimos, na maioria das vezes o primeiro está sendo empregado pelas empresas de tecnologia da informação como conjunto de ferramentas utilizadas para auxiliar nos negócios tais como: data warehouse, data mining, CRM, ferramentas OLAP e outras. Quando falamos de Inteligência Competitiva, estamos nos referindo a um processo muito maior que engloba a obtenção e tratamento de informações informais advindas das redes mantidas pelos sistemas de IC, nas quais as informações de BI estão inseridas.

12 PRESCOTT, John E.; MILLER, S. H. Inteligência competitiva na prática: técnicas e práticas bem sucedidas para conquistar mercados. Rio de Janeiro: Campus, KAHANER, L. Competitive Intelligence: how to gather, analyse and use information to move your business to top. New York: Touchstone, p PIZZOL, Leandro Dal. Inteligência competitiva – um panorama entre a teoria e a prática organizacional, UFSC TYSON, Kirk W. M. The complete guide to competitive intelligence. Chicago: Leading Edge Publications, igencia-competitiva-ou-de-mercado.html igencia-competitiva-ou-de-mercado.html


Carregar ppt "Miller (2002) Henry W. Chesbrough e Andrew R. Garman para Harvard Business Review."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google