A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

REUNIÃO TÉCNICA – PEDAGÓGICA 2014 NÚCLEO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DE TOLEDO EQUIPE DE EDUCAÇÃO BÁSICA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "REUNIÃO TÉCNICA – PEDAGÓGICA 2014 NÚCLEO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DE TOLEDO EQUIPE DE EDUCAÇÃO BÁSICA."— Transcrição da apresentação:

1 REUNIÃO TÉCNICA – PEDAGÓGICA 2014 NÚCLEO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DE TOLEDO EQUIPE DE EDUCAÇÃO BÁSICA

2 Organização do Trabalho na Escola. Selma Garrido Pimenta. A finalidade da Escola é possibilitar que os alunos adquiram os conhecimentos da ciência e da tecnologia, desenvolvam as habilidades para operá-los, revê-los, transformá-los e redirecioná- los em sociedade e as atitudes sociais - cooperação, solidariedade, ética -, tendo sempre como horizonte colocar os avanços da civilização a serviço da humanização da sociedade.

3 Organização do Trabalho na Escola. Selma Garrido Pimenta. Requer que as escolas, os sistemas de ensino se direcionem, se organizem, se equipem para isso; revejam sua organização e se organizem de um modo novo. Esse novo precisa ser construído a partir do já existente, pelos atores da Educação - os profissionais, os alunos, as famílias.

4 PAPEL DO PEDAGOGO As discussões em torno da legitimação do papel do pedagogo e da escola trazem de volta a necessidade de um pensar coletivo para que todos os profissionais da escola, bem como pais e alunos, tenham claras as especificidades e generalidades da função pedagógica. Exige a reflexão e tomada de consciência do seu legítimo papel por parte de toda a escola. PAPEL DO PEDAGOGO

5 Pedagogo faz tudo acaba não fazendo nada, se envolve com funções que, a priori, devem ser discutidas no interior da escola: questões disciplinares, faltas de tarefas, faltas de professores ; questões estas que não seriam tão marcantes, caso o papel da escola hoje, fosse entendido como compromisso social e político de todos os envolvidos na educação, e portanto devem ser discutidas num projeto coletivo. PAPEL DO PEDAGOGO

6 O pedagogo não é bombeiro, não é enfermeiro, não é psicólogo, NÃO É INSPETOR, não é técnico, não é pai e nem mãe, embora não negligencie os fatores pontuais e cotidianos da escola e para tal é necessário que conte com todos os envolvidos no processo pedagógico. Contudo, sua função não pode ser tomada por essas ocorrências. O pedagogo deve ser visto sim em uma multidimensão: social, política, humana e cultural – mas isso jamais implica numa plurifunção.

7 . O pedagogo é (como diria Gramsci) o intelectual orgânico das massas, um profissional que compreende a natureza do trabalho coletivo na escola e que percebe a necessidade de pensar a educação. Pensa no papel da escola, e que media as relações pedagógicas: professor, aluno, currículo, metodologia, processo de avaliação, processo de ensino aprendizagem e organização curricular.

8 Deve ser o articulador e organizador do fazer pedagógico da e na escola. Deve garantir uma coerência e uma unidade de concepção entre as áreas do conhecimento, respeitando as suas especificidades. Cabe ao pedagogo tornar conhecidos, por todo o coletivo escolar, os princípios e finalidades da educação definidos no PPP.

9 LEITURA DO TEXTO DA SECRETARIA DO ESTADO DO PARANÁ NÚCLEO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DE CURITIBA O PAPEL DO PEDAGOGO DIANTE DO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM

10 Competências da Equipe Pedagógica: Coordenar e subsidiar a elaboração dos diagnósticos da realidade escolar nos vários níveis; Coordenar e subsidiar a elaboração, execução e avaliação do planejamento: plano da Escola; planos de cursos, de turmas, de ensino etc.; Incentivar e prover condições para a elaboração de projetos de alfabetização, leitura; Fornecer assistência didático-pedagógica constante; Promover a articulação entre as disciplinas

11 Visitas, estudo de apoio, orientação profissional, saúde e higiene, informática, ética etc.; Compor turmas e horários, com critérios que favoreçam o ensino e a aprendizagem; Assegurar horários para reuniões coletivas, planejá-las, coordená-las, avaliá-las etc.; Organizar às reuniões com pais; Construção do projeto político-pedagógico, com a participação de toda Comunidade Escolar;

12 Acompanhar o rendimento escolar dos alunos; Prever formas de suprir possível defasagem no rendimento escolar do aluno; Propiciar trabalho conjunto por áreas, por séries etc., para analisar, discutir, estudar,atualizar, aperfeiçoar as questões pertinentes às áreas, às séries e ao processo ensino-aprendizagem; Promover a integração de professores novos na Escola; Pesquisar causas de evasão, repetência e outras. Acompanhamento dos Programas no contraturno.

13 REFERÊNCIAS PIMENTA, Selma Garrido. O pedagogo na escola pública. 2. ed. São Paulo: Loyola, PARANÁ,Secretaria de Estado da Educação. O PAPEL DO PEDAGOGO DIANTE DO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM. Curitiba, SEED/SUED, VEIGA, Ilma Passos Alencastro. Projeto político-pedagógico da escola: uma construção possível. 14a edição Papirus, 2002.


Carregar ppt "REUNIÃO TÉCNICA – PEDAGÓGICA 2014 NÚCLEO REGIONAL DE EDUCAÇÃO DE TOLEDO EQUIPE DE EDUCAÇÃO BÁSICA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google