A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DNA FINGERPRINT Trabalho realizado por: Maria Carolina nº 16 Rita Pires nº 18 Rute Mota nº 19 Vanessa Rosa nº 21.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DNA FINGERPRINT Trabalho realizado por: Maria Carolina nº 16 Rita Pires nº 18 Rute Mota nº 19 Vanessa Rosa nº 21."— Transcrição da apresentação:

1 DNA FINGERPRINT Trabalho realizado por: Maria Carolina nº 16 Rita Pires nº 18 Rute Mota nº 19 Vanessa Rosa nº 21

2 A história por detrás da técnica Foi desenvolvida a partir de Proporcionou uma grande inovação nos testes de paternidade. Técnica actual baseia-se na análise directa da identificação de sequências específicas no DNA humano que são altamente variáveis e, portanto, são característicos de cada pessoa. Apesar dessa variabilidade que permite a individualização há semelhanças à medida que o grau de parentesco é mais próximo, o que permite a identificação de filhos, pais, irmãos etc.

3 Como se processa? Quebramos o DNA com enzimas de restrição, desnaturamo-lo e juntamo-lo a sondas específicas para as regiões variáveis. Estas enzimas dividem o DNA em fragmentos e reflectem as diferenças entre os alelos dos vários loci. Diferentes fragmentos de DNA movimentam-se de modo diferente quando submetidos a electroforese (géis de agarose ou de poliacrilamida).

4 Intervenientes Electroforese técnica em que determinadas moléculas são sujeitas à acção de um campo eléctrico num meio poroso, permitindo a sua separação, nomeadamente nas proteínas, DNA e RNA. Existem 2 processos para a realização da electroforese: -géis de poliacrilamida permitirem uma maior resolução mas menor gama de separação, são usados na separação e caracterização de misturas de proteínas - géis de agarose, não tóxicos, são os escolhidos para a separação de ácidos nucleicos (DNA).

5 Desnaturação da dupla hélice – a incubaçao do DNA a uma temperatura de 95ºC formando-se 2 cadeias simples a partir de uma dupla hélice. Enzimas de restrição - dividem o DNA em fragmentos cujas dimensões e composição em nucleótidos variam de pessoa para pessoa (devido à sequencia de nucleotidos) e reflectem as diferenças entre os alelos dos vários loci.

6 Quando se compara o padrão de distribuição das bandas com o de outras pessoas de referência, pode-se verificar desde paternidade até a identificação de pessoas.

7 Aplicações possíveis Trata-se de um método revolucionário para a identificação de indivíduos, a partir do qual é possível estabelecer, com precisão absoluta, vínculos genéticos para efeito de investigação: - Paternidade - casos de crianças sequestradas - construção de árvores genealógicas para estabelecimento de direito a heranças - esclarecimentos de crimes. - Violações - Investigação criminal, forense e histórica.


Carregar ppt "DNA FINGERPRINT Trabalho realizado por: Maria Carolina nº 16 Rita Pires nº 18 Rute Mota nº 19 Vanessa Rosa nº 21."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google