A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Gestão Ambiental e Sustentabilidade Greenfestival, Centro de Congressos do Estoril João Tavares, 22 de Setembro de 2009.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Gestão Ambiental e Sustentabilidade Greenfestival, Centro de Congressos do Estoril João Tavares, 22 de Setembro de 2009."— Transcrição da apresentação:

1 Gestão Ambiental e Sustentabilidade Greenfestival, Centro de Congressos do Estoril João Tavares, 22 de Setembro de 2009

2 Brisal Atlântico Brisa Porto Lisboa Baixo Tejo Douro Oeste A espinha dorsal do sistema rodoviário português Perfil Brisa Empresa líder a nível europeu > 6 concessões de auto-estradas em Portugal > Km > 24 auto-estradas > Quota de mercado > 50% > 2 activos principais > CCR no Brasil > NWP no Colorado, EUA > Blue chip nacional > 7,1% do Índice PSI 20 > Capitalização de cerca de 4.0 bn

3 Por dia [dados de 2008] Intensidade Operacional Elevada Actividade Operacional 22 milhões de km percorridos Transacções de Portagens Electrónicas (Via Verde) Manuais Contactos de Clientes4.043 Chamadas Número Azul464 Chamadas Linha de Apoio a Clientes da VV1.868 Contactos pessoais (lojas)1.711 Eventos na Rede (Incidências)278 Acidentes27 Socorro e Protecção127 Assistência40 Tráfego13 Trabalhos46 Outros25 Km de Vigilância na Rede (BAR)29.200

4 Sustentabilidade na Brisa Criar valor para os accionistas e para a comunidade Crescer no negócio de auto-estradas, mantendo níveis de serviço, qualidade e segurança Prosseguir objectivos de melhoria da eficiência e da eficácia Contribuir para o ordenamento do território e o desenvolvimento sustentável do País Desenvolver um relacionamento transparente com stakeholders Melhor operador de infra-estruturas do mundo Objectivos aprovados em Comissão Executiva

5 Sustentabilidade na Brisa Segurança Inovação e Qualidade Recursos Humanos Ambiente Clientes Fornecedores Mercados financeiros Concorrentes ParceirosAccionistas Opinião pública Comunidades locais Estado Colaboradores Desenvolvimento Social Planeta Terra Visão integrada das partes interessadas 5 Eixos de actuação

6 Fase2 CONSTRUÇÃO Acompanhamento ambiental Acompanhamento arqueológico Minimização dos impactes ambientais Monitorização ambiental Realização de auditorias ambientais Integração e recuperação paisagística Implementação das melhores práticas ambientais Fase1 PROJECTO Medidas de minimização Ruído Água Paisagismo Passagens ecológicas Monitorização ambiental Especificação de critérios ambientais Formação ambiental dos intervenientes Fase3 EXPLORAÇÃO Planos gerais de monitorização do ambiente Monitorização da fauna silvestre Monitorização da flora Barreiras acústicas Projectos de integração paisagística Novas técnicas e soluções de eficiência ambiental Gestão Ambiental e Sustentabilidade Sistema de Gestão Ambiental Visão integrada ao longo das várias fases

7 Gestão Ambiental e Sustentabilidade A sustentabilidade contribui para a gestão ambiental Sistema de Gestão Ambiental Experiências acumulada (+20 anos) Medidas de conformidade Medidas voluntárias Eficiência energética Projectos: frota híbrida, eco-via, M4D Biodiversidade (Protocolo B&B): 6 projectos em parceria com entidades de referência Actuar em áreas críticas Alterações Climáticas Biodiversidade Superar as melhores práticas

8 Índices de sustentabilidade O que são? Definem o que é uma empresa sustentável Realizam avaliação rigorosa e objectiva do desempenho tridimensional das empresas Afinam os indicadores de avaliação, promovem melhorias e definem novas prioridades: Ex. estratégias de biodiversidade e alterações climáticas, gestão de riscos, eficiência energética, cidadania empresaria Constroem activo reputacional da empresa Idêntico a research de acções Posicionam a empresa junto dos investidores

9 Índices de sustentabilidade Importância para os investidores 52% dos gestores de fundos na Europa entendem que a Sustentabilidade têm relevância crescente nas decisões de investimento Estudo Deloitte/CSR Europe 2003 Os activos dos fundos éticos especializados cresceram mais de 40% (24 b para 34 b) Estudo Green, social and ethical funds in Europe, Avanzi, 2006 Investimento socialmente responsável na Europa atingiu 1 trilião de Euros Eurosif Research 2006 De nicho para um must

10 Índices de sustentabilidade Principais intervenientes SAM – Sustainable Asset Management Group DJSI STOXX criado juntamente pelo Wall Street Journal e a Dow Jones EIRIS – Ethical Investment Research Service base para a análise do FTSE4Good Vigeo – Corporate Social Responsability Rating faz pesquisa para cerca de 2000 empresas, predominante francesa SIRI – Sustainable Investment Research Institute integra várias agências nacionais IMUG – Investment Research especializado em governo das sociedades Critérios e concorrência cada vez maiores

11 Índices de sustentabilidade Posicionamento da Brisa Integra o FTSE4Good, desde 2004 processo de avaliação ao longo de 4 meses Tem uma boa classificação no benchmark DJSI, mas dimensão penaliza resposta a questionário anual, 85 questões relativas a todas as áreas da empresa e respectiva comprovação com evidências Está no Top 5 das empresas portuguesas, segundo benchmark realizado pela Heidrick & Struggles, em 2007 Benchmark de analistas positivo Relatórios CDP, Vigeo, EIRIS, Kempen A Brisa é uma referência

12 Reporting O que não é medido, não pode ser gerido º Relatório de Ambiente e Sustentabilidade 2004 Adesão à Global Reporting Initiative, como Organizational Stakeholder 2006 Primeira auditoria externa da informação recolhida para o Relatório º relatório auditado (verificação externa de 29 indicadores principais) Melhoria constante

13 Relatório de Sustentabilidade 2008 Reporting Nível de aplicação GRI A+ Nível máximo Verificação externa Resposta a 61 indicadores GRI (55 verificados externamente pela KPMG) Elaboração simultânea com R&C 2008 A submeter a apreciação da Assembleia Geral Rigor, transparência e objectividade

14 Reporting Ambiente Principais Indicadores Ambientais Monitorização definição de objectivos Δ % Consumo Electricidade [TJ] 119,498,7 +21% Consumo Combustível [TJ] 101,0101,6 -0,5% Consumo Água [10 3 m 3 ] 273,5248,6 10% Emissões totais [t CO 2 ] ,1% Nº de Indicadores [TJ] – Tera Joule

15 Mercado e informação Processo de melhoria contínua Índices Reporting Informação de gestão Progresso da organização Círculo virtuoso

16 Gestão Ambiental e Sustentabilidade Sustentabilidade, uma peça fundamental na gestão ambiental Auscultação mais abrangente das partes interessadas Acompanhamento mais próximo dos mercados Sustentabilidade como ferramenta de gestão Melhor desempenho real Identificação de áreas chave Correcto posicionamento

17 Obrigado! tlm

18 Ambiente Projectos 2007 Investimento de 2,5 milhões de euros ( ) 5. WBCSD Publicação As empresas e a biodiversidade 4. FCUL Protocolo 3. Quercus Programas de Formação Projecto Brisa Biodiversidade Projecto Brisa Biodiversidade 6. Companhia das Lezírias EVOA Sustentabilidade do Montado 2. APENA Prémio bienal Estudos específicos 1. ICNB Protocolo Business & Biodiversity

19 Projecto Biodiversidade Tejo Internacional Parque educativo e de investigação científica (fauna, flora e actividade humana) 3. Quercus Projecto Brisa Biodiversidade Ambiente Projectos 2007 Valor científico e educativo Prémio bienal / Estudos das auto-estradas Patrocinador único Prémio de referência nacional Colaboração da Brisa Engenharia e Gestão Protocolo Business & Biodiversity Assinatura de compromisso público Apoio à iniciativa da Presidência da UE 1. ICNB Instituto de Conservação da Natureza e da Biodiversidade 2. APENA Associação Portuguesa de Engenharia Natural

20 Ambiente Projectos 2007 Valor científico e educativo Protocolo de colaboração Continuação projecto corrente Medidas de minimização do efeito de fragmentação habitats Apoiar publicações de referência Divulgação das melhores práticas empresariais Publicação As Empresas e os Ecossistemas 5. WBCSD World Business Council for Sustainable Development 4. FCUL Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa Projecto Brisa Biodiversidade

21 Ambiente Projectos 2007 Valor científico e educativo Reconstrução de Habitats Estudos dos ecossistemas Reflorestação do Montado Espaço de visitação e observação de aves Projecto Dimensão Nacional Valorização Reserva Natural do Estuário do Tejo Programa 1º o Ambiente 6.1 EVOA 6.2 Sustentabilidade no Montado Protocolo Companhia das Lezírias Projecto Brisa Biodiversidade

22 Integração no dia-a-dia Frotas Primeira empresa portuguesa com sub-frota híbrida Iniciativa da área de Gestão de Frotas, em 2004 Conservação Primeira empresa com projecto de simbioses industriais Projecto LIFE Ecovia, 2004 Planeamento Integração de critérios de sustentabilidade nos Planos de Acção Processo crescente de aculturação Exemplos de pro-actividade


Carregar ppt "Gestão Ambiental e Sustentabilidade Greenfestival, Centro de Congressos do Estoril João Tavares, 22 de Setembro de 2009."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google