A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Mariana Bruinje Cosentino. T.U.V., 38 anos, masculino, solteiro, natural e procedente de São Paulo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Mariana Bruinje Cosentino. T.U.V., 38 anos, masculino, solteiro, natural e procedente de São Paulo."— Transcrição da apresentação:

1 Mariana Bruinje Cosentino

2 T.U.V., 38 anos, masculino, solteiro, natural e procedente de São Paulo.

3 Dor no peito

4 Paciente previamente assintomático, apresentou dor torácica há 7 dias. Procurou atendimento médico, sendo medicado (não sabe referir tratamento) com alívio.

5 Há 1 dia procurou novo atendimento médico por piora da dor torácica, localizada em precórdio, irradiada para dorso, contínua, de forte intensidade, agravo em decúbito dorsal, alívio ao sentar, sem piora aos esforços.

6 Nega dispnéia e palpitação. Refere episódios esporádicos de tosse seca, mialgia e calafrios aliviados com dipirona e anti-inflamatório.

7 Nega tabagismo e etilismo Nega medicações de uso contínuo Sem patologias prévias ou antecedentes epidemiológicos relevantes. Nega infecção de vias aéreas ou gastrointestinal recente.

8 Familiares vivos e hígidos

9 PA 120/70, FC 84, SatO2 98%, Tax 38,2°C Geral: Orientado, corado, hidratado, acianótico IMC 37. Sem lesões cutâneas ou adenopatias Cabeça e pescoço: Sem estase jugular, ausência de pulso paradoxal, pulso carotídeo sem sopro Coração: BNF, rítmicas, sem sopro ou atrito audível Pulmões: MV+ bilateral s/ ruídos adventícios Abdome: globoso, RHA+, flácido, indolor, s/ VCM MMII: pulsos + simétricos, s/edema, boa perfusão

10 Exames Complementares Exames Complementares

11 Exames laboratoriais Hb16,6 Leucócitos17400 Segmentados83% Bastonetes0% Linfócitos6% Eosinófilos0% Monócitos11% Plaquetas Uréia32 Creatinina0,8 Exames laboratoriais Sódio135 Potássio4,1 VHS43 PCR15,3 Troponina<0,2 FAN(-) FR(-) HIV(-) HBV(-)

12

13

14 Hemocultura e PPD: negativos Marcadores de necrose miocárdica: negativos Função tireoidiana e renal: normais Ecocardiograma: Coração com função e dimensões normais. Derrame pericárdico moderado, septado e de ecogenicidade aumentada; sem efeito restritivo significativo sobre a função ventricular.

15 Após drenagem e biópsia pericárdica, o paciente recebeu: Ácido acetilsalicílico 500mg 2cp 8/8h Colchicina 2mg no primeiro dia e 1mg/d por 3 meses Omeprazol para proteção gástrica Após 3 dias de tratamento, obteve-se remissão da febre e da dor torácica.

16 Pericardite fibrinosa com moderado infiltrado inflamatório mononuclear. Não foi realizada pesquisa de agente etiológico.

17

18 Aguda Seca Fibrinosa Efusiva Crônica Efusiva Adesiva Constritiva

19

20

21

22

23 Febre, mal estar, mialgia Dor torácica precordial ou HTE, que pode irradiar para dorso A dor melhora sentado, piora em decúbito No exame físico pode estar presente derrame pleural, atrito pericárdico e taquicardia.

24 Pelo menos 2 dos 3 critérios: Dor torácica característica Atrito pericárdico Alterações de repolarização no ECG

25

26

27

28 RX tórax: varia de normal a aumento de área cardíaca. Ecocardiograma: derrame pericárdico, sinais de tamponamento, doença cardíaca concomitante. Eco normal não exclui diagnóstico

29 Tratamento da doença de base AINEs – AAS, ibuprofeno Colchicina – isolada ou associada a AINE Corticóide – Doenças do tecido conjuntivo, pericardite urêmica e casos recorrentes.

30 Febre >38°C Início subagudo Imunodepressão Trauma Uso de anticoagulantes orais Miopericardite Derrame pericárdico importante ou tamponamento cardíaco

31


Carregar ppt "Mariana Bruinje Cosentino. T.U.V., 38 anos, masculino, solteiro, natural e procedente de São Paulo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google