A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FERIMENTOS EM TECIDOS MOLES OBJETIVOS: 1.Descrever os principais sinais e sintomas do traumatismo crânio-encefálico; 2.Descrever os procedimentos de avaliação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FERIMENTOS EM TECIDOS MOLES OBJETIVOS: 1.Descrever os principais sinais e sintomas do traumatismo crânio-encefálico; 2.Descrever os procedimentos de avaliação."— Transcrição da apresentação:

1 FERIMENTOS EM TECIDOS MOLES OBJETIVOS: 1.Descrever os principais sinais e sintomas do traumatismo crânio-encefálico; 2.Descrever os procedimentos de avaliação e atendimento pré-hospitalar de uma vítima com lesões no crânio e coluna vertebral; 3.Descrever os passos para avaliar e atender uma vítima com fratura em costela, tórax instável e ferimentos penetrantes no tórax. Ao final desta lição você será capaz de:

2 Fraturas abertas: Observar que o crânio está fraturado ou afundado (deformado), que há sangue ou fluido claro saindo pelas orelhas ou nariz e que as pálpebras estão inchadas, fechadas, pálidas ou cianóticas. Observar que o crânio está fraturado ou afundado (deformado), que há sangue ou fluido claro saindo pelas orelhas ou nariz e que as pálpebras estão inchadas, fechadas, pálidas ou cianóticas. Fraturas Fechadas: Se o crânio se mantém intacto, o trauma é classificado como fechado. Os ossos do crânio não são fraturados ou danificados. Se o crânio se mantém intacto, o trauma é classificado como fechado. Os ossos do crânio não são fraturados ou danificados. TRAUMATISMO CRÂNIO- ENCEFÁLICO

3 LESÕES ENCEFÁLICAS Concussão: Concussão: Contusão: Contusão:

4 TIPOS DE LESÕES ENCEFÁLICAS Diretas: Diretas: Indiretas: Indiretas:

5 SINAIS E SINTOMAS DO TRAUMA CRÂNIO-ENCEFÁLICO (TCE) Cefaléia e / ou dor no local da lesão; Cefaléia e / ou dor no local da lesão; Náuseas e vômitos; Náuseas e vômitos; Alteração da visão; Alteração da visão; Alteração do nível de consciência, podendo chegar à inconsciência Alteração do nível de consciência, podendo chegar à inconsciência Ferimento ou hematoma no couro cabeludo; Ferimento ou hematoma no couro cabeludo; Deformidade do crânio (depressão ou abaulamento); Deformidade do crânio (depressão ou abaulamento);

6 SINAIS E SINTOMAS DO TRAUMA CRÂNIO-ENCEFÁLICO (TCE) Pupilas desiguais (anisocoria); Pupilas desiguais (anisocoria); Sangramento observado através do nariz ou ouvido; Sangramento observado através do nariz ou ouvido; Líquido claro (licor) que flui pelos ouvidos ou nariz; Líquido claro (licor) que flui pelos ouvidos ou nariz; Alterações dos sinais vitais; Alterações dos sinais vitais; Postura de decorticação ou descerebração; Postura de decorticação ou descerebração;

7 Coágulos de sangue nas vias aéreas; Coágulos de sangue nas vias aéreas; Deformidade facial; Deformidade facial; Equimose nos olhos; Equimose nos olhos; Perda do movimento ou impotência funcional da mandíbula ; Perda do movimento ou impotência funcional da mandíbula ; Dentes amolecidos ou quebrados (ou a quebra de próteses dentárias); Dentes amolecidos ou quebrados (ou a quebra de próteses dentárias); Grandes hematomas ou qualquer indicação de golpe severo na face. Grandes hematomas ou qualquer indicação de golpe severo na face. TRAUMATISMO DE FACE Sinais e sintomas

8 Dor regional (pescoço, dorso, região lombar); Dor regional (pescoço, dorso, região lombar); Perda da sensibilidade tátil nos membros superiores e inferiores; Perda da sensibilidade tátil nos membros superiores e inferiores; Perda da capacidade de movimentação dos membros (paralisia); Perda da capacidade de movimentação dos membros (paralisia); Sensação de formigamento nas extremidades; Sensação de formigamento nas extremidades; Deformidade em topografia da coluna; Deformidade em topografia da coluna; Lesões na cabeça, hematomas nos ombros, escápulas ou região dorsal da paciente; Lesões na cabeça, hematomas nos ombros, escápulas ou região dorsal da paciente; Perda do controle urinário ou fecal; Perda do controle urinário ou fecal; Dificuldade respiratória com pouco ou nenhum movimento torácico; Dificuldade respiratória com pouco ou nenhum movimento torácico; Priapismo (ereção peniana continua). Priapismo (ereção peniana continua). TRAUMATISMO RAQUI MEDULAR (TRM)

9 COMPLICAÇÕES Paralisia dos músculos do tórax (respiratórios). A respiração fica sendo feita exclusivamente pelo diafragma. Paralisia dos músculos do tórax (respiratórios). A respiração fica sendo feita exclusivamente pelo diafragma. A lesão medular provoca dilatação dos vasos sangüíneos, podendo se instalar o choque (neurogênico). A lesão medular provoca dilatação dos vasos sangüíneos, podendo se instalar o choque (neurogênico).

10 FRATURA DE COSTELA Dor na região da fratura; Dor na região da fratura; Dor à respiração, movimentos respiratórios curtos; Dor à respiração, movimentos respiratórios curtos; Crepitação à palpação. Crepitação à palpação. SINAIS E SINTOMAS

11 TÓRAX INSTÁVEL Ocorre quando duas ou mais costelas estão quebradas em dois pontos, provocando uma respiração paradoxal.

12 LESÕES INTERNAS Hemotórax Pneumotórax SangueAr

13 Controlar hemorragias Controlar hemorragias; Pedir para a vítima expulsar todo o ar dos pulmões (expiração forçada); Pedir para a vítima expulsar todo o ar dos pulmões (expiração forçada); Aplicar curativo oclusivo de formato quadrado, vedando suas bordas em 3 pontas, com esparadrapo; Aplicar curativo oclusivo de formato quadrado, vedando suas bordas em 3 pontas, com esparadrapo; Transportar a vítima deitada em decúbito lateral sobre o lado afetado, mantendo sua coluna imobilizada; Transportar a vítima deitada em decúbito lateral sobre o lado afetado, mantendo sua coluna imobilizada; Monitorar constantemente a PA, FC, FR e coloração das mucosas; Monitorar constantemente a PA, FC, FR e coloração das mucosas; Manter a vítima em máscara de oxigênio; Manter a vítima em máscara de oxigênio; Atentar para os sinais e sintomas de Estado de Choque. Atentar para os sinais e sintomas de Estado de Choque. FERIMENTOS PENETRANTES OU PERFURANTES NO TÓRAX

14

15 AMPUTAÇÕES São lesões geralmente relacionadas a acidentes automobilísticos(amputações traumáticas). São lesões geralmente relacionadas a acidentes automobilísticos(amputações traumáticas).

16 AMPUTAÇÕES

17 LESÕES DO CORAÇÃO E PULMÃO Desvio de traquéia; Desvio de traquéia; Estase jugular; Estase jugular; Sinais de choque; Sinais de choque; Enfisema subcutâneo, etc. Enfisema subcutâneo, etc.

18 GRUPAMENTO DE SOCORROS DE EMERGÊNCIA OBRIGADO PELA ATENÇÃO E PARTICIPAÇÃO EM CASO DE EMERGÊNCIA DISQUE 193


Carregar ppt "FERIMENTOS EM TECIDOS MOLES OBJETIVOS: 1.Descrever os principais sinais e sintomas do traumatismo crânio-encefálico; 2.Descrever os procedimentos de avaliação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google