A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

As Organizações Vistas como Prisões Psíquicas Aluna: Leila Bezerra de Andrade.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "As Organizações Vistas como Prisões Psíquicas Aluna: Leila Bezerra de Andrade."— Transcrição da apresentação:

1 As Organizações Vistas como Prisões Psíquicas Aluna: Leila Bezerra de Andrade

2 Prisões Psíquicas As organizações são criadas e sustentadas por processos conscientes e inconscientes com a noção de que as pessoas podem se tornar verdadeiras prisioneiras de imagem, ideias, pensamentos e ações que esses processos originam.

3 Organização e Ilusão de Controle Simplificar a complexidade; Propensão para pensar que podem controlar ou de alguma maneira influenciar resultados, sobre os quais na verdade não têm nenhum poder; A arrogância muitas vezes esconde a fraqueza.

4 Organização e Ansiedade Ansiedade Persecutória; Mecanismos de defesa: Desintegração: Isolamento de diferentes elementos da experiência para proteger o bom do mau; Introjeção: Internalização de aspectos do mundo exterior na psique; Projeção: Atribuição dos próprios sentimentos ou impulsos a outras pessoas.

5 Padrões infantis de comportamento; Tipos de defesas Dependência: Atenção desviada dos problemas; Emparelhamento: Surgimento de figura messiânica; Luta - Fuga: Projeta seus medos sobre algum inimigo. Defesas Grupais

6 Defesas em Organizações Estão presentes à medida que as pessoas constroem realidades em que ameaças e preocupações da mente inconsciente são incorporadas em seu entendimento do mundo em geral; Muitos papéis organizacionais podem ser o foco de paranoias e ansiedade: como por exemplo o primeiro oficial de um navio; Líderes podem ser incapazes de desenvolver relações estreitas com seus colegas e subordinados.

7 O inconsciente e a Cultura Corporativa Organizações que projetam uma imagem de equipe; Organizações com lutas internas;

8 Organizações e Ursos de Pelúcia Críticos em relação ao desenvolvimento do eu e não eu; Ponte entre o mundo interno e externo; Na idade adulta, por exemplo, um objeto de valor, pode atuar como substituto do urso, simbolizando o que realmente somos; Fetiche ou fixação – Desenvolvimento adulto bloqueado.

9 Bloqueios inconscientes à inovação e à mudança Firma familiar apega-se a um aspecto particular de sua história; Grupos de trabalho que insistem em tomar decisões ou de executar um trabalho de uma forma meramente simbólica. Fenômenos questionados - Identidades básicas questionadas; Empresa de Engenharia e suas Réguas.

10 A teoria dos fenômenos transicionais sugere que a mudança só ocorrerá espontaneamente se as pessoas estiverem preparadas para renunciar ao que elas prezam com o propósito de adquirir algo novo.

11 Organização e Sombra De acordo com Robert Denhardt, a neurose a inadaptação humanas derivam de uma incapacidade de reconhecer e lidar com a sombra reprimida; Jung mostra que a sombra reprimida da organização age como um reservatório não só de forças indesejadas, mas também de forças que se perderam ou não foram valorizadas.

12 Organização e Arquétipo Filosofia: Modelo ideal, inteligível, do qual se copiou toda coisa sensível. Para Platão, a ideia do bem é o arquétipo de todas as coisas boas da natureza. Para Jung, os arquétipos determinam a maneira como nos reconhecemos, como nos relacionamos com o mundo exterior;

13 O Inconsciente: Uma Força Criativa e Destrutiva Nos tornamos mais sensíveis quanto ao significado oculto de nossas ações e preocupações diárias e a descobrir como processar e transformar nossa energia inconsciente de maneiras construtivas. Frances Delahanty e Gary Gemmill – Papel inconsciente como buraco negro.

14 Vantagens Encoraja-nos a desafiar as premissas básicas sobre as quais vemos e sentimos nosso mundo; Ganhamos novas perspectivas sobre os desafios da inovação e da mudança organizacional; O irracional visto de uma nova perspectiva; Somos encorajados a integrar e administrar tensões em vez de deixar que um lado domine; A administração ética adquire uma nova dimensão.

15 Limitações O enfoque do inconsciente pode desviar a atenção para outras forças de controle; A metáfora subestima o poder dos interesses constituídos em sustentar o status quo; Existe o perigo de que as ideias dadas pela metáfora possam ser usadas para explorar o inconsciente em benefício das organizações;

16 Obrigada!


Carregar ppt "As Organizações Vistas como Prisões Psíquicas Aluna: Leila Bezerra de Andrade."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google