A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Desenvolvimento humano I Tema: Introdução à Psicologia do Desenvolvimento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Desenvolvimento humano I Tema: Introdução à Psicologia do Desenvolvimento."— Transcrição da apresentação:

1 Desenvolvimento humano I Tema: Introdução à Psicologia do Desenvolvimento

2 Exemplos de questões contempladas pelos desenvolvimentalistas:

3 Como podemos explicar as semelhanças (e as diferenças) no comportamento de pais e filhos?

4 Qual é a importância das pesquisas interculturais para a compreensão do desenvolvimento?

5 Ex.: engatinhar – caminhar Para quais aspectos do desenvolvimento existem padrões universais?

6 Ambiente estimulador e herança genética: qual é a influência relativa de cada fator sobre a inteligência?

7 Muitas famílias que querem adotar uma criança preocupam-se com a influência que a hereditariedade exerce sobre a personalidade. De acordo com a ciência do desenvolvimento, tal questionamento é pertinente?

8 Como o temperamento do bebê pode afetar seu ambiente e ser afetado por ele?

9 Jogos e filmes com cenas de violência podem instigar o comportamento violento?

10 A punição física pode ser uma prática disciplinar eficaz? Quando?

11 O que é desenvolvimento? O desenvolvimento refere-se a contínuas e sistemáticas mudanças que um indivíduo vive no decorrer de sua vida. Tratam-se de mudanças padronizadas, relativamente permanentes. Logo, estão excluídas as mudanças transitórias. (Shaffer, 2005, p. 2)

12 O desenvolvimento humano envolve tanto mudança quanto continuidade (Bee, 2003, p. 30). Assim, a ciência do desenvolvimento também está interessada nas continuidades desenvolvimentais, isto é, na relativa estabilidade de nossas características ao longo do tempo.

13 A ciência do desenvolvimento interessa-se ainda pelos caminhos normais e anormais do desenvolvimento (Shaffer, 2005, p. 2-3).

14 O desenvolvimento humano... - é contínuo e cumulativo; - é um processo holístico (portanto, a divisão em desenvolvimento físico, cognitivo e psicossocial deve ser lida didaticamente); Desenvolvimento físico: mudanças no corpo, no cérebro, na capacidade sensorial e habilidades motoras... Desenvolvimento cognitivo: mudanças na capacidade mental – aprendizagem, memória, raciocínio, pensamento, linguagem... Desenvolvimento psicossocial: personalidade, relacionamentos sociais...

15 - O desenvolvimento humano pode ser alterado abruptamente em resposta a mudanças em um aspecto importante da vida do indivíduo, treinamento ou prática (plasticidade). Roberto Carlos Ramos Filme O contador de histórias

16 -Contudo, o potencial para mudança não é ilimitado. O filme O garoto selvagem conta a história de Victor de Aveyron, encontrado em 1799, com cerca de 11 anos, após viver em um bosque no sul da França.

17 O desenvolvimento humano... - é influenciado por mudanças sociais: eventos históricos, avanços tecnológicos, causas sociais. -envolve um equilíbrio entre crescimento e declínio (multidirecionalidade). -possui causalidade múltipla.

18 Quais são os objetivos dos estudiosos do desenvolvimento? Os estudiosos do desenvolvimento observam e descrevem o comportamento, buscam padrões de desenvolvimento e variações individuais, tentam explicar os fatos observados e, por fim, objetivam aplicar suas descobertas para otimizar o desenvolvimento e solucionar problemas reais (Shaffer, 2005, p. 3).

19 O estudo do desenvolvimento humano: A infância e a adolescência nem sempre foram vistas como fases distintas. Consequentemente, não eram objeto de observação e estudo sistemático. Até o século XVII, as crianças não teriam sido vistas como qualitativamente diferentes dos adultos (Ariès), embora algumas pesquisas históricas relativizem tal ideia.

20 A descoberta de germes e a imunização mostraram que os adultos podiam influir no que acontecia com as crianças. Leis de proteção às crianças e a abundância de mão de obra barata favoreceram a maior permanência das mesmas nas escolas. A nova ciência da psicologia ensinava que as influências que atingiam a infância ajudavam a compreender o adulto.

21 Líderes religiosos (séc. XVII e XVIII) enfatizavam que as crianças são inocentes e frágeis, favorecendo, assim, que fossem enviadas às escolas para receberem educação religiosa e moral e também para se tornarem força de trabalho mais qualificada. Os debates de filósofos sociais influentes devem ter sido uma influência importante para a mudança no modo de se conceber a infância (XVII e XVIII).

22 Os filósofos debatiam se as crianças... 1 são inerentemente boas ou más. Bondade, pureza inata (Rousseau) Egoísmo inerente (Thomas Hobbes) Implicações sobre a criação das crianças: -Liberdade para a criança seguir suas inclinações positivas. -Controle e disciplina.

23 Os filósofos debatiam se as crianças... 2 são produtos do ambiente ou de determinantes inatos. -Ideias inatas – Platão e Descartes. -No nascimento, a mente é uma lousa em branco (tabula rasa) – empiristas (John Locke). -Interação entre forças externas e internas – Rosseau. 3 são ativas ou passivas diante do próprio desenvolvimento.

24 Podemos perceber que importantes debates teóricos entre os desenvolvimentalistas estão aí prefigurados: 1 Nosso desenvolvimento é determinados por fatores inatos ou pelas experiências? (cf. unidade 2) 2 Somos seres passivos ou ativos diante de nosso próprio desenvolvimento? Stanley Hall - plano de desenvolvimento inato (à semelhança do desenvolvimento da espécie). Watson – Deem-me uma dúzia de bebês saudáveis... garanto pegar qualquer um aleatoriamente e treiná-lo para se tornar qualquer tipo de especialista que eu poderia escolher... independentemente de seus talentos, inclinações, capacidades, vocações e a raça de seus ancestrais.

25 3 As mudanças desenvolvimentais são quantitativas ou qualitativas? Natureza da mudança desenvolvimental: Mudança quantitativa Mudanças contínuas Graus modelo da rampa Mudança qualitativa Mudanças descontínuas Tipos modelo da escada Estágios

26 No final do século XIX, surgiu o primeiro estudo sistemático sobre crianças: as chamadas biografias de bebês. Nestes estudos de caso, faltavam objetividade e critérios de comparação. Por outro lado, ajudaram a tornar a infância um tópico digno de estudo científico.

27 O psicólogo Stanley Hall ( ), considerado o fundador da Psicologia do desenvolvimento, formulou questionário para estudar o pensamento infantil de modo mais objetivo e em amostras maiores (final do século XIX). Enquanto isso, o jovem Freud formulava uma nova teoria que revolucionaria o conhecimento sobre as crianças. ***

28 Referências bibliográficas: Bee, H. (2003). A criança em desenvolvimento. Porto Alegre: Artmed. Shaffer, D. R. (2005). Psicologia do desenvolvimento: infância e adolescência. São Paulo: Pioneira Thomson. Papalia, D. E. & Olds, S. W. (2000). Desenvolvimento humano. Porto Alegre: Artes Médicas Sul.


Carregar ppt "Desenvolvimento humano I Tema: Introdução à Psicologia do Desenvolvimento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google