A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

I Colóquio de Pesquisa Leitura-Escrita: do Verbal ao Visual GP LEV-CNPq - julho de 2010 Inventário de Fontes e Recursos da Internet para o Letramento Digital.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "I Colóquio de Pesquisa Leitura-Escrita: do Verbal ao Visual GP LEV-CNPq - julho de 2010 Inventário de Fontes e Recursos da Internet para o Letramento Digital."— Transcrição da apresentação:

1 I Colóquio de Pesquisa Leitura-Escrita: do Verbal ao Visual GP LEV-CNPq - julho de 2010 Inventário de Fontes e Recursos da Internet para o Letramento Digital e Ensino da Escrita Projeto IRILDE – 2 fases

2 Pesquisadoras Iúta Lerche Vieira (coordenadora) Rozania Maria Alves de Moraes(colaboradora) Bolsistas de IC Águida Maria Alencar Freitas (PIBIC-CNPq) Daniel Victor Teixeira Parente (FUNCAP) Ícaro Lênin Maia Malveira (IC-UECE) Mestrandos CMLA-UECE: José Hipólito Ximenes de Sousa ( ) Franciclé Fortaleza Bento ( ) Ana Karoline Saboia de Albuquerque ( )

3 Mestrado Acadêmico em Lingüística Aplicada Linha de Pesquisa: Leitura, Escrita e Multiletramentos UECE: Resolução no CEPE, de 03/07/09 – processo no Recomendado pelo Comitê de Letras e Lingüística do CNPq (3/07/07): processo / , protocolo no Apoio financeiro do CNPq: Edital de Apoio a Projetos de Pesquisa MCT/CNPq 50/ Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas Relatório Técnico e Prestação de Contas ao CNPq: em 11/02/2009, protocolo no

4 FASE 1 ( ) Descrição/inventário websites, portais, blogs, páginas pessoais_LM-LE internet no ensino letramento digital composição escrita hipertexto termos/conceitos Letr_Digital FASE 2 ( ) Descrição/aplicação ferramentas, aplicativos e softwares da Web 2.0 internet no ensino letramento digital: comunicar, pesquisar publicar escrita colaborativa hipertexto multimodal

5 A explosão informativa da Internet e a importância estratégica de saber selecionar, usar e avaliar criticamente a informação. Desafios enfrentados pela escola com a incorporação de novos letramentos, em especial a revalorização da escrita – base de todas as transações e práticas letradas através do computador. Necessidade de agilizar a inserção do professor (um forte intermediador dos novos letramentos) e do pesquisador iniciante na cultura digital, apontando recursos disponibilizados na web. Velocidade da mudança – web 1.0 > web 2.0 >web 3…

6 Fase 1 Realizar um inventário de fontes e recursos da Internet para orientar o professor e o pesquisador iniciante na seleção e avaliação crítica de informações online sobre ensino da composição escrita, desenvolvimento do letramento digital e conhecimento das propriedades e usos do hipertexto. Fase 2 Descrever e explorar ferramentas, aplicativos e softwares livres da Web2.0 para o ensino da escrita e o desenvolvimento do letramento digital nas dimensões – comunicar, pesquisar e publicar.

7 Fase 1 Identificar e descrever elementos da Internet aplicáveis ao ensino produtivo da escrita e ao desenvolvimento do letramento digital; Reunir e organizar informações sobre aspectos da produção de textos/hipertextos e sobre letramento digital, úteis ao desenvolvimento da composição escrita em línguas estrangeiras e/ou materna; Disponibilizar os resultados do projeto de forma online e publicar um catálogo sobre os recursos inventariados. Fase 2 Identificar ferramentas e aplicativos úteis a uma abordagem produtiva da compo- sição escrita do ponto de vista do ensino e da pesquisa; Descrever recursos da Web 2.0 para: criação de sites, blogs, wikis, ambientes de escrita online, compartilhamento/armazenamento de arquivos, ferramentas de pesquisa/survey, apresentações colaborativas, planilhas, lousas virtuais, quadrinhos, edição de imagens. Explorar recursos da Web 2.0 em situações de ensino e realizar oficinas para treinamento de professores, com função multiplicadora junto a seus alunos.

8 Diante do excesso de informação disponibilizado pela Internet, como apoiar o letramento digital do professor e a busca de recursos de qualidade para o ensino da escrita, integrado à compreensão teórica e prática do hipertexto? Fase 1 Que portais, sites, blogs e páginas pessoais poderiam contribuir para a prática e o ensino da escrita com tecnologia eletrônica? Qual a localização (URL/Uniform Resource Locator), conteúdo informativo e possível aplicação pedagógica dos recursos e fontes digitais levantados? Como esses dados podem ser organizados para o uso do professor de línguas e do pesquisador iniciante?

9 Fase 2 Que ferramentas da Web 2.0 poderiam ser usadas para desenvolver a escrita colaborativa? Quais as mais produtivas e interessantes para o ensino? Que outros recursos a Web 2.0 oferece ao ensino e à pesquisa? Como funcionam na prática? Como professores se apropriam de recursos da Web 2.0 e os incorporam ao ensino?

10 ARAÚJO e BIASI-RODRIGUES (ORG. 2005) ARAÚJO (ORG. 2007) BEZERRA (2007) BOLTER (S/DATA) BRUCE E COMSTOCK (2006) BURBULES (2000) BURNISKE (2000) COSCARELLI e RIBEIRO (2005) GOMES (2006 E 2007) HENAO (2006) JUNGWIRT e BRUCE (2002) KAMIL (2000) KRESS (2005) LEU e DONALD (2000/2002) NIELSEN (1996/1997) PORTAL EDUCAREDE (2006/2007) SNYDER (1997/1998/2000) SOARES (1997) TATE e ALEXANDER (1996) VANSLYKE (2003) VIEIRA (2004 E 2007)

11 ANSTEY e BULL (2006) BERTOCCHI (2008) BRUCE (2006) BURBULES (2000) CONDEMARÍN (2004) COSCARELLI (2005) GOMES (2007) JENKINS (2006) JONES (2009) OREILLY (2009) PRIMO (2007) SOARES (1997) SNYDERS (1997/ 1998 E 2000) TATE e ALEXANDER (1996) VIEIRA (2009)

12 Blog Web 2.0 no Currículo CARVALHO, A. A. A.(org.). Manual de Ferramentas da Web 2.0 para professores D'ANDRÉA, C. F. B. Wikis e o hipertexto colaborativo. Revista Digital Hipertextus (www.hipertextus.net), n.2, Jan.2009 Edu 2.0 – wiki sobre recursos da Web 2.0 para fins educacionais Entenda o que é a Web 2.0. Folha Online. Acesso 10/06/ Formação de professores para EaD na WEB MARINHO, S. P. Incorporando a Web 2.0 ao Currículo. Seminário Web no Currículo PUC /SP, 22 e 23/09/ %3A00&max-results=10 PRIMO, Alex. O aspecto relacional das interações na Web 2.0. E- Compós (Brasília), v. 9, p. 1-21, 2007.

13 Internet (em lugar do termo Web) entendida como espaço virtual em rede onde acessamos informações de portais, sites, blogs etc. Letramento digital (LD) – Conhecimentos que permitem ao indivíduo participar de práticas letradas da era digital. Representa mais um nível de letramento: envolve habilidades de leitura/escrita em ambiente virtual, através de uma interface e tecnologias mediadoras - teclado, computador e softwares (Gomes, 2006). Escrita – sentido de composição escrita, aspectos redacionais do texto no papel ou na tela. Hipertexto - meio de informação que só existe on-line, produto textual típico da Internet (Snyder, 1997). Organiza-se de forma não-linear. Suas informações ou segmentos relacionam-se através de pontos de ligação internos ou externos (links). Estrutura composta de blocos de textos conectados por links eletrônicos, encorajando o leitor a se mover rápida e não seqüencialmente de um bloco de informação a outro. Acomoda textos verbais, assim como sons digitalizados, gráficos, imagens, animação, vídeo e realidade virtual. Construído parcialmente pelos autores e parcialmente pelos leitores (decidem o roteiro de leitura a seguir).

14 Conceitos Operacionais – Fase 2 O termo Web segunda geração da World Wide Web Web ênfase na participação (ex: blogs com comentários) Web 1.0 – ênfase na publicação (ex: home-pages estáticas) Web colaborativa: ambiente online torna-se mais dinâmico, usuários colaboram nos conteúdos, espaços para interação entre participantes são ampliados (Primo, 2007). Web plataforma de serviços: deslocamento do centro de influência do computador pessoal para a rede enquanto plataforma de serviços, abrindo possibilidades de uso (antes realizadas com programas instalados no computador).

15 Contexto: cultura colaborativa ou participativa (Jenkins, 2006) Pressupostos - inteligência coletiva - compartilhamento de informações - gratuidade – recursos de livre acesso - imersão em redes sociais Traços da cultura participativa - ausência de fronteiras (O´Reilly, 2005) - apoio à criação e compartilhamento das produções - mentoria informal - sentimento de conexão ao outro - crença na importância da contribuição pessoal - engajamento cívico. Formas de participação - afiliação, redes sociais (ex: Orkut, Facebook) - expressão criativa (ex: Youtube) - circulação (ex: blogs, podcasting) - solução colaborativa de problemas (ex: Wikipedia)

16 LETRAMENTO DIGITAL Blog Blogs – Blogger – Espace Pédagogique – Incubadora Virtual de Conteúdos Digitais - Página pessoal de Jakob Nielsen – Página pessoal de Luiz Fernando Gomes – Página pessoal de Nicholas C. Burbules – Página pessoal de Vera Lúcia Menezes – Portal EDUCAREDE - Weebly – Wiki da Universidade de São Paulo - ENSINO DA ESCRITA International Reading Association (IRA) – Internet Public Library (TEENSPACE) – Página Pessoal de Daniel Cassany – Portal MCE (UFRGS) – Read-Write-Think – Revista Latinoamericana de Lectura – The Purdue Online Writing Lab – ESTUDOS DO HIPERTEXTO Núcleo de Estudos de Hipertexto e Tecnologia Educacional (NEHTE) – Página pessoal de Jutta Degener –

17 Corpus Web 2.0 (15 ferramentas descritas) WIKI PBworks – Wikidot – ESCRITA ONLINE Equitext – ABC - ETC – Editor Texto Coletivo - gOFFICE - CRIAR BLOGS - WordPress.com – CRIAR SITES Weebly – Wetpaint - Google Sites – COMPARTILHAR ARQUIVOS E OUTROS Google Docs – Office Live - Google Reader –

18 LOUSA DIGITAL Imagination Cubed (GE) - APRESENTAÇÕES COLABORATIVAS Zoho Show - EM DESCRIÇÃO: Ferramenta de Pesquisa - Survey Monkey - Criação de quadrinhos - Strip Generator - Edição de imagens - Picnik -

19 Fase 1: descrição por áreas - letramento digital, composição escrita (no papel e na tela) e estudos do hipertexto. Fase 2: descrição por tipo/função dos recursos. Descrição em até 2 níveis de adentramento hipertextual para teste experimental de usos e funções das ferramentas, considerando-se a homepage como primeiro nível de análise). Revisão por pares: conteúdo, forma e função pedagógica do material. Uso funcional de elementos visuais nas descrições aprovadas: cores, ícones, logos.

20 Metodologia_recursos visuais/ multimodais nas descrições Layout das descrições: Simplicidade; Usabilidade; Cores funcionais (triângulo no canto superior direito da página); Ícones para representar: Logo do site; Nacionalidade; Gratuidade ou não; Recursos multimídia existentes (som, vídeos e apresentações de slides)

21 Título - nome/instituição Endereço eletrônico Tipo de recurso - portal, site, blog, página pessoal, ferramenta da Web 2.0 Domínio/tipo -.com/.org/.edu/.br Língua/ Nacionalidade Gratuidade Recursos multimídia Contato/ Público-alvo - estudantes, professores, pesquisadores e público em geral Conteúdo/foco Fase 1 - recursos instrucionais, desenvolvimento profissional, biblioteca de referência, recursos para o estudante Fase 2 - ferramentas da Web 2.0: para criação e hospedagem de wikis, blogs, sites ou apresentações online; para criação, armazenamento e gerenciamento de arquivos de texto, planilhas, formulários etc. Links/atalhos Data da descrição/acesso

22

23 Web 1.0 – descritos 20 recursos

24 7 websites - 3 Ensino da Escrita, 3 LD e 1 Estudos do Hipertexto 5 portais - 3 Ensino da Escrita e 2 em LD 6 páginas pessoais – 1 Ensino da Escrita, 4 LD e 1 Estudos do Hipertexto 2 blogs- LD Mais… 1 Glossário com 187 termos do LD Criação da página do projeto IRILDE Apresentações em eventos, elaboração de artigos 1 livro em CD - Catálogo para professores e pesquisadores iniciantes (97 pg.) Resultados da Fase 1

25 Web 2.0 – descritos 16 recursos

26

27 2 criação de wikis - PBworks e Wikidot 4 escrita online - Equitext, ETC, ABC, gOffice 1 criar blog - Wordpress 3 compartilhar arquivos - Google Docs, Office Live e Google Reader 3 criar sites - Webbly, GoogleSites, Wetpaint 1 criar apresentações colaborativas - Zoho Show 1 lousa digital - Imagination Cubed OUTROS: Criação de 2 sites para fins de ensino em disciplinas da UECE, avaliando o uso da ferramenta Google Sites - Projetos ESI 1 e ESI Oficinas Web 2.0: Google Sites e Google Docs – minicursos ofertados na XIV Semana Universitária da UECE e na E.E.M. e Profissionalizante Juarez Távora, em 2009 (12hs aula) Resultados da Fase 2

28 Criação de 3 sites para fins educacionais durante o minicurso da XIV Semana Universitária da UECE em Rozania Moraes - Franciclé Bento - José Hipólito Sousa.http://sites.google.com/site/professoreseescrita Projeto Piloto Google Sites e Wetpaint no Ensino de Redação, em LM - mestrando José Hipólito Ximenes de Souza, na Escola Monsenhor Salazar em Ibiapina/CE. Projeto Piloto Film Fan sobre ensino de redação em LE em ambiente wiki trabalhando o gênero resenha de filme, em um curso de idiomas de Fortaleza - mestranda Franciclé Fortaleza Bento.

29

30

31

32 Site IRILDE_link Web 2.0_ acesso em jul.2010

33

34

35

36 IRILDE Iúta Rozania Águida Daniel Victor Ana Karoline Ícaro Lênin


Carregar ppt "I Colóquio de Pesquisa Leitura-Escrita: do Verbal ao Visual GP LEV-CNPq - julho de 2010 Inventário de Fontes e Recursos da Internet para o Letramento Digital."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google