A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A Segunda Revolução Industrial e o Imperialismo. Características da Segunda Fase: descoberta de novas fontes de energia (petróleo e eletricidade); aumento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A Segunda Revolução Industrial e o Imperialismo. Características da Segunda Fase: descoberta de novas fontes de energia (petróleo e eletricidade); aumento."— Transcrição da apresentação:

1 A Segunda Revolução Industrial e o Imperialismo

2 Características da Segunda Fase: descoberta de novas fontes de energia (petróleo e eletricidade); aumento da produção industrial; desenvolvimento da indústria química; invenção do aço; busca por regiões que oferecessem: matéria- prima, mercado-consumidor e mão de obra.

3 Embora diferentes países tenham participado dessa nova etapa industrial, mais uma vez os ingleses se destacaram, pois apresentavam uma burguesia organizada e uma política governamental baseada no liberalismo.

4 Relembrando... O liberalismo é um conjunto de teorias e práticas surgidas em meados do século XVIII, em oposição ao absolutismo monárquico e à estreita relação entre religião e estado. Os teóricos defendiam a existência de um: estado laico; poderes independentes e a interferência mínima do estado na economia.

5 A Exploração da Mão-de-Obra Operária As imposições do sistema capitalista provocaram uma série de limitações e privações sobre a classe operária. Tal realidade resultou em várias revoltas operárias por melhorias trabalhistas. Diante das reivindicações operárias, os governos europeus, em diferentes momentos, aprovaram leis para garantir

6 melhores condições de trabalho e de vida a esse grupo. Isto resultou numa insatisfação por parte dos empregadores, os quais passaram a procurar alternativas para reduzir seus gastos com mão-de- obra, tais como: mecanização da produção e busca por mão-de-obra barata em outras regiões.

7 A Imigração O alto índice de desemprego entre os europeus, provocado pela crescente mecanização e pelo aumento populacional, resultou na busca de novos mercados de trabalho, principalmente nos Estados Unidos que estava em franco desenvolvimento. A abolição da escravatura no Brasil fez com que o governo incentivasse a vinda de europeus para trabalharem nas lavouras de café.

8 O Neocolonialismo ou Imperialismo (Séculos XVIII-XIX) Fatores que contribuíram para início do imperialismo: - busca por matéria-prima; - busca por mão-de-obra barata; - ampliação do mercado consumidor;

9 Principais áreas de dominação: África e Ásia. Justificativa: missão civilizadora Principais potências imperialistas: Inglaterra, Alemanha, Itália, França, Rússia, Japão e Estados Unidos.

10

11 O Imperialismo inglês Os ingleses foram os pioneiros do neocolonialismo. Visando suprimir as carências que travavam o desenvolvimento econômico inglês, expedições científicas foram enviadas para o continente africano. Diante da descoberta de ouro e diamante na África pelo ingleses, outros estados europeus lançaram-se à corrida imperialista.

12 Além do continente africano, os ingleses também realizaram investidas na Ásia e Oceania. A ocupação inglesa na Índia permaneceu por mais de um século. Tal situação, motivou a realização de movimentos populares nacionalistas, dentre eles, a Guerra dos Sipaios.

13 Os ingleses atuaram também na China, através de ações comerciais. A venda do ópio (droga alucinógena) embora tenha trazido um grande retorno financeiro para os britânicos, foi a ruína de muitos nativos. Diante da reação contrária do governo chinês a venda desse produto, os ingleses travaram um conflito que ficou conhecido como Guerra do Ópio ( ).

14 O Imperialismo japonês O Japão durante o século XIX ainda conservava o práticas feudais, as quais caracterizavam o Xogunato. Vítima das ações imperialistas de diversos países industrializados, a casa real japonesa inicio um processo de modernização da estrutura econômica, política e social, o qual ficou conhecido por Revolução Meiji.

15 Os japoneses realizaram investidas imperialistas na China, Coreia e em algumas ilhas do Pacífico.

16 O Imperialismo Norte-Americano A industrialização da produção norte-americana fez com que cada vez mais os seus governantes se preocupassem em dominas economicamente regiões menos prósperas. O continente americano foi o principal alvo imperialista norte-americano. Uma vez que recém independentes, os países desse continente mostravam-se desestabilizados economicamente, politicamente e socialmente. A Doutrina Monroe

17 A Política do Big Stik Visando arrecadar ganhos econômicos, os EUA auxiliaram os cubanos a se libertarem do domínio espanhol. - A Emenda Platt

18 Ações Norte-Americanas...

19 Conquistas Imperialistas

20 Atualidade Diante da realidade econômica e política de muitos países tidos como subdesenvolvidos, você acredita que o imperialismo ainda encontra-se em vigor? Justifique sua resposta.

21 Sugestões de Filmes: Tempos Modernos A Guerra do Ópio Gaijin: os caminhos da liberdade


Carregar ppt "A Segunda Revolução Industrial e o Imperialismo. Características da Segunda Fase: descoberta de novas fontes de energia (petróleo e eletricidade); aumento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google