A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

OTITE MÉDIA AGUDA Prof. Dr. Sergio Albertino otoneurologia.uerj.br.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "OTITE MÉDIA AGUDA Prof. Dr. Sergio Albertino otoneurologia.uerj.br."— Transcrição da apresentação:

1 OTITE MÉDIA AGUDA Prof. Dr. Sergio Albertino otoneurologia.uerj.br

2 Conceito. Conceito. Inflamação da orelha média com sinais e sintomas de início súbito. A infecção bacteriana ou viral na maioria dos casos é secundária a infecção das vias aéreas superiores. Conceito. Conceito. Inflamação da orelha média com sinais e sintomas de início súbito. A infecção bacteriana ou viral na maioria dos casos é secundária a infecção das vias aéreas superiores.

3 Epidemiologia. Epidemiologia. Prevalente na infância. Entre 6 e 24 meses e 4 e 7 anos de idade. Fatores que modificam a incidência entre os grupos populacionais. - Idade, maturidade imunológica, ambiente, condições sócio-econômicas, variações anatomo fisiológicas e clima. Epidemiologia. Epidemiologia. Prevalente na infância. Entre 6 e 24 meses e 4 e 7 anos de idade. Fatores que modificam a incidência entre os grupos populacionais. - Idade, maturidade imunológica, ambiente, condições sócio-econômicas, variações anatomo fisiológicas e clima.

4 OTITE MÉDIA AGUDA IVAS DISFUNÇÃO TUBÁRIA ALERGIA BERÇARIO CRECHE

5 FUNÇÕES DA TA VENTILAÇÃO DA ORELHA MÉDIA CLEARANCE TUBÁRIO (MUSCULAR E CILIAR) PROTEÇÃO DA ORELHA MÉDIA

6 Classificação: Classificação:Viral Supurativa (bacteriana) RecorrenteNecrosante Classificação: Classificação:Viral Supurativa (bacteriana) RecorrenteNecrosante

7 Quadro clínico: Quadro clínico: Otodínia (otalgia) FebreIrritabilidadeAnorexia Vômitos, diarréia Quadro clínico: Quadro clínico: Otodínia (otalgia) FebreIrritabilidadeAnorexia Vômitos, diarréia

8 Quadro clínico: Quadro clínico:Hipoacusia Plenitude aural AutofoniaCefaléiaZumbidos Quadro clínico: Quadro clínico:Hipoacusia Plenitude aural AutofoniaCefaléiaZumbidos

9 Otite média Aguda Recorrente Recidivas freqüentes de OMA 3 ou mais diferentes e documentados episódios de OMA em 6 meses ou 4 ou mais episódios em 12 meses. Otite média Aguda Recorrente Recidivas freqüentes de OMA 3 ou mais diferentes e documentados episódios de OMA em 6 meses ou 4 ou mais episódios em 12 meses.

10 Otite média Aguda Necrosante. Otite média Aguda Necrosante. Ocorre no decurso de doenças exantematosas (sarampo, escarlatina), sendo acompanhada de pneumonia ou IVAS por Streptococcus pyogenes do tipo β- Hemolítico. O quadro clínico é de otorréia aguda com perfuração ampla da membrana timpânica. Otite média Aguda Necrosante. Otite média Aguda Necrosante. Ocorre no decurso de doenças exantematosas (sarampo, escarlatina), sendo acompanhada de pneumonia ou IVAS por Streptococcus pyogenes do tipo β- Hemolítico. O quadro clínico é de otorréia aguda com perfuração ampla da membrana timpânica.

11 DIAGNÓSTICO ANAMNESEOTOSCOPIA

12 HAWKE, MICHAEL. – Guia Clínico para as Afecções do Ouvido. Nova York, Gower Medical Publishing, NORMAL

13 HAWKE, MICHAEL. – Guia Clínico para as Afecções do Ouvido. Nova York, Gower Medical Publishing, 1991.

14 Microbiologia - bactéria. Microbiologia - bactéria. Streptococcus pneumoniae 20 – 40% Haemophilus influenzae 15 – 30% Moraxella catarrhalis10 – 20% Strepto. pyogenes e aureus 2 – 3% Microbiologia - bactéria. Microbiologia - bactéria. Streptococcus pneumoniae 20 – 40% Haemophilus influenzae 15 – 30% Moraxella catarrhalis10 – 20% Strepto. pyogenes e aureus 2 – 3% BLUESTONE, C.D & KLEIN, J.O – Otitis media in Infants and Children. Philadelphia, W.B.Saunders, 1995.

15 Microbiologia - vírus. Microbiologia - vírus. Rinovírus humano (RVH) Vírus sincicial respiratório (VSR) Microbiologia - vírus. Microbiologia - vírus. Rinovírus humano (RVH) Vírus sincicial respiratório (VSR) GONZÁLES, C.D.L.T. – Etiology of otitis media. In: SHI,T.; CHINSKI,A.; EAVEY,R. – II Manual of Pediatric Otorhinolaryngology. IAPO/IFOS. p , 2001.

16 Tratamento: Tratamento:AmoxilinaAmoxilina/clavulanatoCefalosporinasMacrolídeos Quinolonas respiratórias (adulto) Tratamento: Tratamento:AmoxilinaAmoxilina/clavulanatoCefalosporinasMacrolídeos Quinolonas respiratórias (adulto)

17 Tratamentos coadjuvantes: Tratamentos coadjuvantes: Vasoconstritores nasais Anti-inflamatórios (corticóide) Fluidificantes de muco Limpeza das secreções Calor local Tratamentos coadjuvantes: Tratamentos coadjuvantes: Vasoconstritores nasais Anti-inflamatórios (corticóide) Fluidificantes de muco Limpeza das secreções Calor local

18 Complicações: Complicações: Mastoidite aguda Paralisia facial periférica Complicações intracranianas Complicações: Complicações: Mastoidite aguda Paralisia facial periférica Complicações intracranianas

19 OTITE MÉDIA AGUDA sa


Carregar ppt "OTITE MÉDIA AGUDA Prof. Dr. Sergio Albertino otoneurologia.uerj.br."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google