A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Conteúdo adaptado da obra: Produção de Texto: interlocução e gênero.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Conteúdo adaptado da obra: Produção de Texto: interlocução e gênero."— Transcrição da apresentação:

1 Conteúdo adaptado da obra: Produção de Texto: interlocução e gênero

2 O que são? Em jornais e revistas, outdoors, televisão, cinema, rádio, observamos a presença maciça de textos que nos procuram vender alguma coisa: um produto, uma idéia, uma causa social. São exemplos de textos publicitários.

3 Persuasão Os textos publicitários se definem por despertar no interlocutor o desejo de comprar lago, seja um produto, uma idéia ou aderir a uma causa. São por essa razão considerados persuasivos. Estabelecem uma interlocução (diálogo) direta e valem-se de diferentes recursos da linguagem para conseguir a adesão do leitor àquilo que vendem ou sugerem.

4 Diferentes gêneros discursivos exemplificam essa estrutura: anúncios (revistas e outdoors, televisivos e radiofônicos), panfletos, folhetos, fôlderes,etc...

5 Persuadir Significa convencer alguém a aceitar uma idéia, acreditar em algo, agir de uma determinada maneira. A persuasão sempre envolve a utilização de argumentos no contexto da interlocução, já que um dos interlocutores procura influenciar o outro.

6 Persuadir A partir do momento em que um indivíduo quer convencer outra pessoa a agir de uma determinada maneira, já no texto resultante as marcas da estruturais dos textos persuasivos. Quando a intenção persuasiva passa a ser associada à divulgação de produtos ou idéias específicos, surgem então os textos publicitários.

7 Persuadir O produto anunciado aparece não como um bem de consumo qualquer, mas como a possibilidade de realização de um sonho ou como modo de satisfazer uma necessidade particular. Na indústria fabricamos cosméticos, na loja vendemos esperança. Charles Revson, da Revlon

8 O desafio do texto publicitário Promover a associação entre um produto ou idéia a ser divulgado e alguma necessidade ou desejo, ainda que inconsciente de seu público leitor.

9 Publicidade ou propaganda? Propaganda (termo latino): propagação, divulgação de uma ideologia ou crença Publicidade: textos que anunciam produtos ou realizam campanhas sociais

10 Contexto de circulação Jornais, revistas... Novas tecnologias: sites (cliques), animações, banners

11 Contexto de circulação A estrutura do texto deve se adequar ao contexto de circulação. Anúncios de rádio X anúncios de TV Associação de textos, imagens para persuadir. Música como elemento importante

12 O poder persuasivo das palavras certas

13 O CEGO EO PUBLICITÁRIO Havia um cego sentado numa calçada em Paris, com um boné a seus pés e um pedaço de madeira escrito com giz branco: Por favor, ajude-me, sou cego Um publicitário, da área de criação; que passava em frente a ele parou e viu umas poucas moedas no boné. Sem pedir licença, pegou o cartaz, virou-o, pegou o giz e escreveu outro anúncio. Voltou a colocar o pedaço de madeira aos pés do cego e foi embora.

14 Ao cair da tarde, o publicitário voltou a passar em frente ao cego que pedia esmola. Seu boné, agora, estava cheio de notas e moedas. O cego reconheceu as pisadas do publicitário e lhe perguntou se havia sido ele quem reescrevera o cartaz, sobretudo querendo saber o que ele havia escrito. O publicitário respondeu: Nada que não esteja de acordo com o seu anúncio, mas com outras palavras. E, sorrindo, continuou o seu caminho. O cego nunca soube o que estava escrito, mas seu novo cartaz dizia: Hoje é primavera em Paris, e eu... não posso vê-la

15 Título Estrutura: verbal; não-verbal (sons;cores, formas,símbolos...) Assinatura: marca, fechando o anúncio. Às vezes acompanhada de um slogan


Carregar ppt "Conteúdo adaptado da obra: Produção de Texto: interlocução e gênero."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google