A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Reserva da Biosfera da Ilha Graciosa Proposta de candidatura Programa o Homem e a Biosfera/UNESCO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Reserva da Biosfera da Ilha Graciosa Proposta de candidatura Programa o Homem e a Biosfera/UNESCO."— Transcrição da apresentação:

1 Reserva da Biosfera da Ilha Graciosa Proposta de candidatura Programa o Homem e a Biosfera/UNESCO

2 O que é uma Reserva da Biosfera? - É uma zona representativa dos ecossistemas terrestres e marinhos mais importantes e reconhecidos pelo programa internacional O Homem e a Biosfera; - Mab é o programa criado pela UNESCO para fomentar e demonstrar a relação equilibrada e sustentável entre o desenvolvimento socioeconómico e o meio ambiente. Todas as zonas declaradas Reservas da Biosfera passam a pertencer a uma rede mundial, denominada REDE MUNDIAL de RESERVAS da BIOSFERA.

3 A Reserva da Biosfera é um espaço, em que existe um conjunto de ecossistemas de grande importância e representativos da Região, que tem como finalidade conjugar a conservação dos valores naturais, com a manutenção dos valores culturais e com o desenvolvimento socioeconómico sustentável da população que lá habita.

4 Reservas da Biosfera do Mundo - Existem 482 Reservas da Biosfera no Mundo que se distribuem por 102 países -Em Portugal existe uma Reserva da Biosfera classificada, o Paúl do Boquilobo Amazónia central – Brasil Pantanal – Brasil Cataratas do Niagara – Canada Serra Nevada - Espanha

5 Reservas da Biosfera do Arquipélago das Canárias

6 Funções - Função de conservação Conservação da diversidade biológica, das paisagens, das espécies e dos ecossistemas - Função de desenvolvimento Fomentar o desenvolvimento económico e social sustentável em função das necessidades da população local - Função logística Contribuir para a investigação cientifica, formação, educação ambiental e aplicação de modelos de desenvolvimento sustentável

7 Critérios de delimitação – Modelo de zonação Áreas de transição: Envolvem as outras áreas actuam como fronteira (Fomento de modelos de desenvolvimento sustentável) Áreas classificadas: Ecosistemas pouco perturbados Ecosistemas pouco perturbados (conservacão, investigacão e actividades compativeis) (conservacão, investigacão e actividades compativeis) Áreas tampão: Envolvem e protegem a área classificada (Formacão, educação e turismo)

8 Ilha Graciosa

9 Sítios de Importância Comunitária da Ponta Branca e Ilhéu de Baixo Restinga (Rede Natura 2000) Principais Valores Naturais Zonas de Protecção Especial do Ilhéu de Baixo e Ilhéu da Praia (Rede Natura 2000) Habitats naturais terrestres e espécies de flora e aves selvagens ameaçadas Monumento Natural Regional da Caldeira da Graciosa

10 Ilha Graciosa – Rede Natura - Directiva n.º 92/43/CEE - Directiva Habitats; - Resolução n.º 30/98 de 5 de Fevereiro rectificada pela Declaração n.º 12/98 de 7 de Maio; - Decisão de 28 de Dezembro de 2001 da Comunidade Europeia. SIC Ponta Branca SIC Ilhéu de Baixo, Restinga Área do SIC – 380 ha Percentagem - 5 % Plano de Gestão Plano Sectorial

11 Ilha Graciosa – Rede Natura - Directiva n.º 79/409/CEE de 2 de Abril - Directiva Aves; - Decreto Regulamentar Regional n.º 14/2004/A de 20 de Maio de ZPE Ilhéu de Baixo ZPE Ilhéu da Praia Área das ZPE – 78 ha Percentagem % Plano de Gestão Plano Sectorial

12 Ilha Graciosa – Áreas Protegidas -Decreto Legislativo Regional n.º 24/2004/A de 14 de Julho de 2004 Monumento Natural Regional da Caldeira da Graciosa Área – 119 ha Percentagem %

13 Património Vitivinícola (currais, alambiques, solares, adegas) Património Baleeiro (embarcações, portos, caldeiros) Património Agrícola e edificado (chaminés, arquitectura rural, ladrilhos, faróis, fontanários, cisternas, moinhos) Património militar (Fortes da Barra e de Santa Cruz e Fortim da Calheta) Património Religioso (Igrejas, Ermidas, Impérios, o Culto do Espírito Santo) Principais Valores Culturais e Patrimoniais

14 Artesanato Música (Filarmónicas, Grupos corais) Folclore Gastronomia e Doçaria (Queijadas da Graciosa) Bebidas (Vinho Pedras Brancas) Festividades e Tradições (Festas Religiosas, Carnaval, Touradas) Principais Valores Culturais e Patrimoniais

15 Estratégia de Protecção Classificação como Parque Natural no âmbito da Rede Regional de Áreas Protegidas Classificação como Parque Natural no âmbito da Rede Regional de Áreas Protegidas Protecção de espécies e habitats no âmbito da Rede Natura 2000 Protecção de espécies e habitats no âmbito da Rede Natura 2000 Integração numa candidatura a Reserva da Biosfera no âmbito da UNESCO Integração numa candidatura a Reserva da Biosfera no âmbito da UNESCO

16 Proposta de delimitação da Reserva da Biosfera

17 Estatuto de protecção As Reservas da Biosfera não constituem outra figura de protecção dos espaços naturais A protecção e conservação das áreas classificadas é garantida pela Legislação existente (Rede Natura 2000 e Áreas Protegidas) Ordenamento e Gestão - Gestão participada da área - Envolvimento das entidades e Associações locais - Através consórcio

18 Oportunidades para Ilha Graciosa -Preservação das tradições e costumes; - Valorização dos produtos locais; - Cooperação e projecção ao nível internacional; - Pólo de atracção Turístico; - Aumento dos investimentos; - Permitir a troca de experiências, soluções e informação com as outras Reservas da Rede Mundial; -Constituição da Rede de Reservas da Biosfera da Macaronésica (Açores, Madeira, Canárias e Cabo Verde). A classificação da Ilha Graciosa como Reserva da Biosfera tem por objectivo favorecer os habitantes da Ilha, fomentando um desenvolvimento socioeconómico sustentável

19 Fotos: Espectro Mário Laranjo Luis Costa (graciosa.blogs.sapo.pt)

20


Carregar ppt "Reserva da Biosfera da Ilha Graciosa Proposta de candidatura Programa o Homem e a Biosfera/UNESCO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google